Resenha: Aura Negra

Uma coisa incrível aconteceu: Eu terminei de ler um livro e já resolvi postar resenha. rsrs

O que acontece é que esse ano eu estou tentando tirar algumas séries da pilha de livros e Academia de Vampiros é uma delas. Eu li o primeiro livro ainda em 2014 e até hoje estava adiando o segundo livro, não por não ter gostado, mas porque surgiram outras leituras no meio. A boa notícia é que depois que terminei de ler este livro, já comecei o terceiro. Mas vamos ao que interessa.

AURA_NEGRAA Escola São Vladimir está em alerta após um ataque dos ssanguinários Strigoi. Os Guardiões admirados por suas habilidades e seus grandes feitos, se preparam para entrar em ação. A escola envia seus alunos para um hotel de luxo e bem protegido, porém um imprevisto obriga Rose a deixar a segurança de seu lar e impedir que o pior aconteça. Apenas quando a vida de seus amigos está por um fio é que a heroína descobrirá força dentro de si. Fonte

Essa resenha pode conter spoilers de O Beijo das Sombras, mas sinceramente, pode ler sem culpa.

 

Para quem não conhece a série, trata-se de uma mitologia diferente dos vampiros, na qual a sociedade vampiresca é dividida em três raças distintas: Os Moroi, vampiros da elite e realeza, que tem poderes sobrenaturais e precisam de sangue, mas não matam pessoas, apenas se alimentam de humanos “fornecedores”, os Dampiros, guardiões dos Moroi, que não tem necessidade de sangue, pois são meio vampiros, meio humanos e os Strigoi, os vampiros “mortos-vivos” e sanguinários, que se alimentam tanto de humanos quanto de Moroi.

As personagens principais são Lissa Dragomir, uma princesa Moroi cujo elemento que tem poderes é o espírito, e Rose Hathaway, uma dampira que treina para ser guardiã de Lissa, sendo as duas melhores amigas. Devido a alguns acontecimentos ocorridos no primeiro livro, Lissa e Rose possuem um elo em que Rose consegue sentir tudo o que Lissa sente, por ter sido “beijada pelas sombras” e ter sobrevivido ao acidente que matou os pais e o irmão de Lissa.

Houve uma passagem de tempo entre o primeiro e o segundo livro e logo no início nos deparamos com um ataque Strigoi a uma família Moroi. Com essa comoção, muitos parentes Moroi foram visitar seus filhos na S. Vladimir, favorecendo assim um encontro que abala Rose, uma vez que sua mãe, uma famosa guardiã dampira, porém uma mãe muito ausente, estava presente. Temos também uma mudança de cenário, pois os alunos vão para uma estação de esqui, que passa a ser o cenário principal da trama.

O livro trata muito sobre Rose e o que significa ser “beijada pelas sombras”. Ela tem que lidar com seus problemas amorosos que envolvem seu professor Dimitri e seu melhor amigo, Mason. Rose é apaixonada por Dimitri, mas sabe que não pode ficar com ele, por motivos que vão além da diferença de idade e o fator “relacionamento entre aluna e professor”. Ela até tenta se envolver com Mason, que é perdidamente apaixonado por Rose, mas não consegue esquecer Dimitri. Fora isso, ainda tem que lidar com o rancor que sente da mãe.

Além disso tudo, ela conhece uma terceira pessoa, que é bem irritante, por sinal (e entendo perfeitamente porque minhas amigas se apaixonaram por ele). Sim, estou falando de Adrian Ivashkov! Vocês podem saber mais sobre ele com as resenhas da série Laços de Sangue, um spin-of de Academia de Vampiros. Adrian, aliás, é outro Moroi que usa o espírito, então ele tenta ajudar Lissa com seu elemento. Ele também consegue ver as auras das pessoas e acaba percebendo que a aura de Rose é diferente das demais e que isso vem de Lissa. Estranho não?

Para completar o cenário, após os ataques dos Strigoi (foram dois, na verdade), alguns Moroi começaram a levantar bandeira de que os Moroi não deveriam depender integralmente de seus guardiões dampiros, como acontece atualmente, e que, sendo realeza ou não, eles deveriam aprender a lutar e começar a usar seus elementos (terra, fogo, água, ar e espírito) para se defenderem e ajudarem os dampiros.

Ao final do livro, além de chocada com muitos acontecimentos, eu começo a ter várias suspeitas sobre o desenrolar da série e por isso já comecei a ler o terceiro livro, Tocada pelas sombras. Aliás, a autora costuma fazer isso, ela joga a isca e você vai tentando desvendar o que vai acontecer. Os ataques dos Strigoi pareciam casos isolados, mas será que são mesmo? Por que a aura da Rose é diferente das demais e o que Lissa tem a ver com isso? Muitas perguntas que serão respondidas até o final da série, assim espero.

Para quem acha o tema “vampiros” meio batido, sugiro que tente essa série. Mas aviso que ela é bem adolescente, então espere atitudes quase, senão completamente, infantis de alguns personagens (cofRosecof).

Ficha técnica:

Nome: Aura Negra
Autor: Richelle Mead
Páginas: 304
Editora: Nova Fronteira
Onde comprar: Livraria Cultura / Lev / Amazon
Minha avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Thais Lima disse:

    Oi!
    Eu sou muito apaixonada por essa serie, já lhe todos os livros a um tempo atrás, só que foi em um site onde a tradução estava muito ruim. Agora uma amiga comprou os livros e eu peguei emprestado. Estou no segundo livro. E por favor termine de ler toda a serie porque muita coisa acontece e é explicada também.
    Beijos!

  • Lucy disse:

    Oi, Thais! Sugestão aceita! rsrs
    Bjos!

  • Aline Santos disse:

    Oii Lucy, adorei o livro, não conhecia a série, já qro conferir e não perder nenhum detalhe, pelo que li parece mto bom, por favor escreva mas resenhas da série pra acompanhar por aqui tbm enquanto não consigo ler…
    Bjs!

  • Lucy disse:

    Oi, Aline! Essa série é mais velha, talvez você já tenha ouvido falar, mas não se lembre.
    Espero que consiga ler em breve.
    Bjs

  • Elidiane Lima disse:

    Oi, Lucy!
    Achei interessante essa mudança de cenário para uma estação de esqui mas sinceramente não gostei desse trângulo amoroso Rose/Mason/Dimitri, detesto trinângulos amorosos, sem falar que não curto livros/séries adolescentes, não tenho paciência para as atitudes infantis, principalmente quando elas são cometidas pelos protagonistas.

  • Lucy disse:

    Oi, Elidiane! O triângulo amoroso em si não é um problema, ainda mais no final do livro. rsrs
    É bem interessante, acho que você poderia dar uma chance à série!
    Bjs

  • Ronevia Novaes disse:

    Eu não gosto muito de histórias com vampiros, não esses romantizados que surgiram. Mas, certo dia resolvi ler essa série, e aí veio a surpresa… eu amei! Fui lendo um atrás do outro, e quando acabou foi uma tristeza só, me despedir do Dimitri foi difícil. heheheh
    Eu gostei desse mais do que o primeiro, mas ele não é o meu favorito.
    Outra coisa boa que aconteceu foi que, depois de VA eu me tornei fã da Richelle Mead, e comecei a adquirir outros livros dela.
    Espero que você goste da série.

  • Lucy disse:

    Oi, Ronevia! Obrigada, também espero gostar da série, num geral!
    O primeiro livro foi bem bacana, vamos ver como me viro com os outros rs.
    Bjs

  • Milena Soares disse:

    Curto muito histórias sobre vampiros, tenho muita vontade de ler essa série, cada resenha que vejo dos livros me deixa ainda mais interessada, porem ainda não tenho todos os livros.

  • Lucy disse:

    Oi, Milena! Boa sorte em adquirir todos os livros, a série é realmente para quem é fã!
    Bjs

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem