Resenha: Baía da Esperança

Ganhei um exemplar de Baía da Esperança, que foi relançado pela Intrínseca, no primeiro evento do Blogs de Letras de 2016. Eu já tinha lido outras obras da autora e sei que esse foi um de seus primeiros livros lançados. 

BAIA_DA_ESPERANCALiza nunca conseguiu fugir do passado. Mas nas praias paradisíacas da encantadora comunidade de Silver Bay ela ao menos encontrou a liberdade e a segurança que procurava se não para ela, para sua filha pequena, Hannah, até que Mike Dormer se hospeda no hotel que Liza administra com a tia. Um perfeito cavalheiro inglês, com roupas elegantes e olhar sério, Mike pode significar o fim de tudo que Liza trabalhou arduamente para proteger: não apenas o negócio da família e o lugar que tanto gosta, mas principalmente a convicção de que ela nunca amaria nem seria digna de amor outra vez. Fonte

O livro primeiramente não parece tão centrado em Liza, como a sinopse conta. Na verdade, o livro meio que se concentra em um redemoinho, onde temos a vida de Liza e Hannah, além de sua tia Kate, que se choca com a vida de Mike, que, por sua vez, se choca com tudo e com todos. Uma reação em cadeia, por assim dizer.

Kathleen é uma senhora que conseguiu pescar o maior tubarão cinza visto em Silver Bay quando tinha 17 anos. Ela é tia de Liza e dona do hotel Baía da Esperança. Antigamente, Silver Bay era conhecida por sua caça às baleias, hoje é conhecida pela observação de baleias e golfinhos que migram por ali. O trabalho de Liza é levar os turistas para o mar e lhes proporcionar um bom ângulo de visão para fotos desses animais marinhos – se eles cooperarem, melhor. Ela se mudou para Silver Bay com Hannah há alguns anos e para ela a vida ali era pacata e segura.

Mike chega como hóspede a trabalho, um investimento que pode acabar com a vida que Liza conhecia até então. Mas conforme Mike vai convivendo com os moradores de Silver Bay, ele começa a hesitar em seus negócios. 

Quando Liza descobre o verdadeiro motivo para a vinda de Mike, ela passou a temer não apenas pela vida das baleias e golfinhos, mas pela própria segurança e de sua filha, uma vez que Silver Bay era seu lar e o hotel estaria fadado à falência. Agora, restava a Mike tentar consertar a burrada em que estava se metendo, se quisesse viver com sua consciência limpa e também reconquistar a confiança de Liza e dos demais moradores de Silver Bay.

A história parece ser apenas sobre Silver Bay – que acaba se tornando um dos personagens principais – e a construção de um mega hotel que pode mudar toda a rotina de uma comunidade, mas tem muito mais do que isso: Mostra como nossas escolhas (boas ou ruins) pode afetar não apenas as nossas vidas, mas todos ao nosso redor, como é importante que você tenha em mente que todos merecem uma segunda chance de viver e amar e que sempre é bom cultivar o otimismo, mesmo sendo bem pé no chão mesmo.

Adorei todos os personagens, destaque para Mike, que parece um vilão quando falamos dele, mas na verdade é uma pessoa boa, Hannah é uma menina ótima, que tem sede de viver em seus plenos 11 anos de idade. Kate é a parte sábia da história, aquela que entende que às vezes a fé e um tantinho de paciência é nossa única saída. Liza é uma personagem mais problemática, com seus fantasmas do passado e o fato de acreditar não merecer uma felicidade plena. Ela não vivia, ela sobrevivia todos os dias. Pelo menos até a chegada de Mike…

O exemplar da Intrínseca está muito bem feito, seguindo a linha das capas dos romances anteriores que já conhecemos e se tornou padrão. Para os fãs da autora, mais que recomendado.

Ficha Técnica:  

Nome: Baía da Esperança
Autor: Jojo Moyes
Páginas: 301
Editora: Intrínseca
Onde comprar: Livraria Cultura / Kobo
Minha avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Maristela G Rezende disse:

    Tenho lido resenhas e comentários sobre esse livro mas ainda não me sinto atraída por ele e não sei bem porque. Tem uma capa linda, parece-me que a história é boa, mas não me chama atenção. Talvez eu venha a ler um dia.

  • Sorteio: Uma Bienal de Livros pra Você! « Por Essas Páginas disse:

    […] Álvares (LANÇAMENTO!, Cliquem aqui para saber mais!) – A Lente de Marbury, de Andrew Smith – Baía da Esperança, de Jojo […]

  • Aline Santos disse:

    Oie! Esse livrooo…A autora em surpreende com seus enredos tops! Qro mto ler!
    Essa capa tá linda dmais!! A leitura parece ser bem agradável!
    Qro ler!

  • Lana Silva disse:

    Como ainda não li nenhum livro dessa autora, tenho sempre interesse em conhecer a escrita dela e suas histórias. Vejo que esse livro não tem uma história surpreendente, porém a trama me pareceu simples, mas quem também meche com o leitor e faça refletir, os personagens também me pareceu ser bem cativante, o que torna a trama ainda melhor, gostei bastante, espero ter a oportunidade de ler esse livro logo.

  • Gizeli Regina Meister disse:

    Ainda não li nenhum livro da autora, acredita…mas tenho muita curiosidade para ler… achei muito fofo esse enredo e a capa então maravilhosa, linda e delicada.. Imagino como esse lugar vai mudar a vida de nosso protagonista, amei o cenário do livro.

  • Márcia Silveira Saltão disse:

    Olá. Ainda não tive o prazer de ler nada da autora, mas sempre leio bons comentários sobre suas obras. Esse livro está com uma capa muito bonita e a premissa encantadora. Estou muito curiosa sobre o desenrolar dessa história. ótima resenha. Beijos.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem