Resenha: Como num filme

Ficha técnica:

Nome: Como num Filme

Autor: Lauren Layne

Tradutor: Lígia Azevedo

Páginas: 224

Editora: Paralela

Compre aqui

Sinopse: 

As regras são claras… até o momento em que são quebradas. Neste livro da série Recomeços, conheça a história de Ethan.

As únicas coisas que o mauricinho Ethan e a rebelde Stephanie têm em comum são o curso de cinema na Universidade de Nova York e o roteiro que precisam desenvolver juntos. Mas, quando a proposta de recriar clássicos de Hollywood se confunde com a realidade, eles acabam se tornando os protagonistas de uma história de amor digna de Oscar! Ela quer um quarto confortável em uma boa casa. Ele quer ficar longe de sua ex. Eles precisam de uma boa nota. Convencidos a ajudar um ao outro, os dois entram em um acordo: Stephanie será a namorada de mentirinha de Ethan enquanto ele a deixa morar em seu apartamento. Para isso, ela deverá fingir ser uma perfeita lady: discreta, arrumadinha e, claro, completamente apaixonada… igualzinha à personagem do filme que estão criando. Contudo, à medida que os dois se aproximam, Ethan se vê completamente apaixonado pela garota cheia de mistérios e contradições ao seu lado.

Agora, ele vai ter que decidir: será que seus sentimentos são pela Stephanie de verdade? Ou apenas pela versão que ele criou?

Fazia muito tempo que eu pegava um livro com um romance tão gostoso de ser lido! Sabe aquela leitura maravilhosa para uma tarde que você não quer fazer mais nada? “Como num filme”, livro da série Recomeços da Lauren Layne é exatamente perfeito para isso!

Ethan e Stephanie não poderiam ser mais diferentes. Ethan é o perfeito rico, desde as suas roupas até as suas atitudes. Já Stephanie é completamente adepta do estilo gótico: roupas pretas, botas, maquiagem pesada principalmente nos olhos e uma língua bem afiada. Os dois acabam se encontrando quando vão fazer um curso de verão de cinema e eles têm que fazer um trabalho juntos. Eles têm que analisar um tema usado em filmes e fazer o próprio roteiro. Eles resolvem se basear no mito de Pigmaleão. Pigmaleão, segundo a mitologia grega, era um escultor que se apaixonou pela estátua que ele havia esculpido da mulher ideal. Vários filmes utilizam essa ideia, como por exemplo, Uma Linda Mulher.

Só que a história toda não é tão fácil assim. Ethan terminou um namoro com uma moça que a família dele conheceu a vida toda. Ele propõe então que Stephanie largue o seu estilo por alguns dias e seja a sua namorada de mentirinha… E em troca ela ficaria hospedada no seu apartamento até a sua situação melhorar. E o ponto bônus era que eles teriam um “Pigmaleão na vida real” para poder se basearem em algumas partes do roteiro. Só que até onde a vida imita a arte (ou vice versa)?

Eu tenho opiniões bem diferentes dependendo do livro da Lauren Layne, porém “Como num filme” é um livro adorável. Eu amei como os personagens principais, a Stephanie e o Ethan são caracterizados. Ambos têm personalidades muito fortes e por isso eles são personagens muito bem definidos. Eles são TÃO diferentes, mas ao mesmo tempo se completam tão bem! Eles têm os seus segredos e quando nós descobrimos cada um deles podemos notar que eles são muito importantes para o desenvolvimento dos personagens. Essa foi uma das minhas reclamações no livro dessa mesma série: o grande segredo não tem o impacto necessário pelo mistério que foi desenvolvido. Aqui não: tudo foi muito bem dosado. A narração é alternada entre os dois protagonistas, situação que eu adoro porque o leitor consegue se aproximar dos dois personagens.

É claro que assim como um bom filme de comédia romântica, esse livro está cheio de clichés, mas todos muito bem trabalhados. Porém o interessante mesmo foi o final… Apesar de já imaginar como iria acabar, teve um plot twist que eu fiquei rindo sem parar! A ideia foi muito boa! O único ponto que eu realmente não gostei muito no livro foi exatamente com o conteúdo adulto. A tensão sexual estava tão grande, foi tudo sendo tão bem desenvolvido, que quando chegou na hora final eu fique “Mas é só isso?”. Não quero dar spoilers, mas de uma forma geral, a protagonista estava em uma situação bastante peculiar para esse tipo de livro e por isso eu acho que a autora poderia ter explorado muito mais isso.

Mas tem uma detalhe que me deixou bem com a pulga atrás da orelha: na capa da versão em português vem escrito que é um “prequel” da série Recomeços e no Goodreads está descrito como sendo o livro “0.5”, o seja, os dois concordam. No site da autora, eles dividem pela ordem cronológica, então o “Como num filme” seria o primeiro livro. Só que, sinceramente? Eu gostei muito de ter lido Em Pedaços primeiro – porque se não eu já saberia de um spoiler que tiraria um pouco da graça desse livro (mas só esclarecendo, até no site oficial fala que a pessoa pode ler em qualquer ordem – é claro que vão ter pequenos spoilers, porque alguns personagens são repetidos, mas os protagonistas são diferentes).

Enfim, se você ama comédias românticas, “Como num filme” é exatamente o seu tipo de livro! Foi uma leitura muito agradável, fluida e emocionante – exatamente como ela deveria ser.

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela Editora Paralela, selo da Companhia das Letras.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Larissa Dutra disse:

    Olá, tudo bem? Li dois livros da autora (inclusive Em pedaços) e curti bastante, então com certeza já estou louca para ler este também. Adorei tua resenha e fiquei mais curiosa ainda para ler este “prequel” da série.

    Beijos,
    http://duaslivreiras.blogspot.com/

  • Clayci Oliveira disse:

    Essa autora é tão elogiada (sei que tem algumas obras que nem tanto), mas nunca li nada. Por se tratar de um gênero que dificilmente leio, acabo ignorando os lançamentos. A sua é a primeira resenha que vejo desse livro e preciso confessar que gostar do enredo, sim. HAHAHAHAHAHHA
    Pode ser que futuramente eu dê uma chance pra ela *_*

  • Beatriz Andrade disse:

    Ah, estou tão curiosa com esse livro e adorei ver um pouco mais sobre ele aqui na resenha! Eu acho que vou ter uma ótima leitura, gosto bastante de livros com essa pegada. Eu ainda não li nenhum dos livros da série e pelo que entendi esse foi escrito depois dos outros, mas que conta a história de antes mesmo, sei lá hahaha acho que como os fãs queriam ver um pouco mais a autora escreveu.

  • Mi disse:

    Oii, tudo bem?

    Não conhecia o livro ainda, mas me parece uma ótima escolha para sair de uma ressaca literária (na qual me encontro). A história parece ser bem leve e agradável.

    Eu amo quando o livro é narrado alternadamente pelos protagonistas, isso seria um mega ponto positivo na leitura para mim. Outro ponto positivo seria as personalidades fortes dos personagens.

    Sua resenha me deixou bem empolgada para essa leitura.
    Obrigada pela dica!!
    Beijinhos!!

  • Lilian Farias disse:

    ‘Sabe aquela leitura maravilhosa para uma tarde que você não quer fazer mais nada?’ bem sei e estou precisando disso, trabalhei tanto nos dois últimos meses que deu estafo e estou precisando de uma leitura gostosa, não conhecia a autora e muito menos o livro, mas certamente vou procurar para ler. Precisando de um bom clichê, como você mesma diz, típico do gênero e necessário às vezes

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem