Resenha: Doutor Sono

DOUTOR_SONO_1416183974319185SK1416183974BMais de trinta anos depois, Stephen King revela a seus leitores o que aconteceu a Danny Torrance, o garoto no centro de O iluminado, depois de sua terrível experiência no Overlook Hotel. Em Doutor Sono, King dá continuidade a essa história, contando a vida de Dan, agora um homem de meia-idade, e Abra Stone, uma menina de 12 anos com um grande poder.

Assombrado pelos habitantes do Overlook Hotel, onde passou um ano terrível de sua infância, Dan ficou à deriva por décadas, desesperado para se livrar do legado de alcoolismo e violência do pai. Finalmente, ele se instala em uma cidade de New Hampshire, onde encontra abrigo em uma comunidade do Alcoólicos Anônimos que o apoia e um emprego em uma casa de repouso, onde seu poder remanescente da iluminação fornece o conforto final para aqueles que estão morrendo. Ajudado por um gato que prevê a morte dos pacientes, ele se torna o Doutor Sono.
Então Dan conhece Abra Stone, uma menina com um dom espetacular, a iluminação mais forte que já se viu. Ela desperta os demônios de seu passado e Dan se vê envolvido em uma batalha pela alma e sobrevivência dela. Uma guerra épica entre o bem e o mal, uma sangrenta e gloriosa história que vai emocionar os milhões de fãs de O Iluminado e satisfazer os leitores deste novo clássico da obra de King.

Mal pude esperar para ler “Doutor Sono”. Sou muito fã das obras de Stephen King e estava curiosérrima pra saber o que aconteceu com Danny Torrance. Afinal, será que alguém se recupera de momentos tão traumáticos na infância? Ver assombrações, ver os momentos de embriaguez e violência do pai, até mesmo temendo ser morto por ele? Sobreviver a um incêndio que quase matou sua mãe? O que tudo isso faz com uma criança e quais as sequelas que ela carrega pelo resto da vida?

“Doutor Sono” responde a estas perguntas e nos traz outros personagens muito interessantes, entre eles Abra Stone e Rose, a Cartola, líder do Verdadeiro Nó.

O Verdadeiro Nó é um grupo de nômades, lembram bastante um grupo de ciganos, vivendo em trailers e viajando em grupo, se mantendo vivos graças ao “vapor” que crianças com o dom da “iluminação” (antigo dom que conhecemos lá em “O Iluminado”, aquele que fazia com que Danny pudesse ver os mortos) exalam ao morrerem em dor.

A partir daí a gente já pode começar a imaginar que as cenas serão tão assustadoras quanto as de “O Iluminado”. Mas, na realidade, não achei muito bem exploradas não. O próprio Verdadeiro Nó, achei que poderia ser mais aprofundado, afinal o livro tem 480 páginas.

E se você espera uma sequência exata para a história, vai se decepcionar.

Eu não me decepcionei não! rs Tive a mesma comichão para ler “A Casa Negra”, escrito em parceria com Peter Straub, que é uma sequência de “O Talismã”, lançada 15 anos depois, e se passaram exatos 15 anos na vida do personagem principal. Achei muito legal essa ideia de sequência temporal! Por isso, quando corri na livraria loucamente para adquirir meu “Doutor Sono” eu esperava algo na linha de “A Casa Negra”. Eu já imaginava que não seria uma historinha qualquer usando o mesmo tema. E não me decepcionei!

Dan Torrance é agora um homem alcoólatra, perdido, que vai de cidade em cidade, mas nunca se acomoda. Há muito ele consegue abafar seu dom com o alcoolismo. Até que finalmente se estabelece na cidade de Frazier, New Hampshire. Mas… nada acontece por acaso!

Dan é um personagem complexo com toda esta bagagem que já conhecemos lá em “O Iluminado”, que tem esta ligação com a morte e que fica dividido entre a “iluminação” e o alcoolismo.

Stephen King escreve com maestria sobre a luta de Dan com a bebida, o apoio que recebe das pessoas e o que mais o motiva, Abra Stone. Quando conhece Abra, sua vida começa a mudar. Não quero entrar em detalhes pra não soltar spoilers!

E ao longo do livro vamos acompanhando a luta do Verdadeiro Nó para continuar a encontrar crianças com a “iluminação” para continuarem vivos até que são infectados por sarampo de uma de suas vítimas e começam a morrer. Agora correm contra o tempo para encontrar Abra, pois Rose, a Cartola, acredita que o “vapor” de Abra pode curá-los. Abra é a “iluminação” mais forte que Rose já sentiu. E ela não vai desistir enquanto não encontrar a menina.

Fiquei colada no livro até terminar e ele me prendeu. Então pra mim, de qualquer jeito são 5 estrelas.

Mas, apesar de ter gostado muito, achei que alguns pontos poderiam ser melhor trabalhados, mais detalhados e melhor explicados. Mesmo assim, se você leu “O Iluminado”, não pode perder “Doutor Sono” de jeito nenhum!! Se ainda não leu “O Iluminado”, o que você está esperando?? Rsrs

E pra quem perguntar: “mas, posso ler “Doutor Sono” sem ler “O Iluminado”?” Infelizmente, não! Há muitos detalhes referentes à infância de Dan Torrance, citações de coisas que aconteceram no Overlook Hotel e personagens que só vão fazer sentido se você leu “O Iluminado”.

Ficha Técnica

Título: Doutor Sono
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Páginas: 480
Onde Comprar: Livraria Cultura / Livraria Cultura (e-book) / Amazon
Minha Avaliação: 

Essa postagem está participando do Top Comentarista de Janeiro. Por favor, preencha o formulário abaixo após postar seu comentário. Basta clicar na imagem para abri-lo em nova página!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Douglas Fernandes disse:

    Eu tenho esse livro aqui!! e já li O iluminado, to até pensando em reler e depois ler Doutor sono, tbm sou muito fã do King, pra mim está no alto do topo de meus escritores favoritos junto com Agatha Christie ♥
    Enfim, O iluminado é um livro fantastico e quando vi que ia ter continuação fiquei doido, Ganhei os dois livros O iluminado e Doutor Sono em um top especial de outubro e fiquei feliz demais, terminei de ler essa semana tbm A coisa, outro livro que Puts… incrivel, mas voltando aqui, tbm fiquei muito curioso pra saber como Danny ficou depois do ocorrido e tal, essa dúvida sempre surge com vários personagens né..rsrs

  • Gustavo disse:

    Eu nunca li “O Iluminado” e tenho muita curiosidade para ler essa história, principalmente agora que saiu uma continuação… King é realmente O King, e tenho muita curiosidade para ler tudo dele (apesar de ter muito medo do tamanho de alguns livros dele kkk), pena que li pouca coisa dele, (só li dois livros, vergonha kkkk), depois dessa resenha com certeza sei que não irei me arrepender… Mas é King, dificilmente me arrependeria kkk

  • Netto Baggins disse:

    Adoro O Iluminado (foi o segundo livro do King que eu li, depois de Carrie) e nnunca imaginei que pudesse ter uma sequência, e nem achei que fosse necessário, por isso fiquei muto surpreso quando o King disse que ia lançar Doutor Sono. Por isso estou curiosíssimo para saber como ficou! Esse já está na minha lista de leituras para breve.

  • Ana Spinardi disse:

    Essa é justamente minha leitura do momento e estou adorando! Sua resenha me deixou ainda mais empolgada, apesar desses pontos mal desenvolvidos pelo Stephen King. Gosto muito muito dos livros dele, mas às vezes acho que realmente deixa à desejar em alguns pontos, como por exemplo no final de Sob A Redoma, não sei se você já leu, mas o livro é excelente, porém a explicação no final pra origem da redoma me deixou bem decepcionada. Rs. Mas não tira o mérito da obra, o desenvolvimento é excelente e te deixa preso do início ao fim.
    Excelente dica :D

  • Brenda Carolina disse:

    Tenho muita vontade de ler algum livro do Stephen King mas até hoje não surgiu oportunidade.
    Um dos que mais quero ler é O Iluminado, e quem sabe eu compre nesse ano rsrs.
    Ótima resenha!
    Beijos

  • Mariana FS disse:

    Estou ansiosíssima para ler Doutor Sono, mas antes quero reler O Iluminado porque minha primeira leitura aconteceu há muito tempo. É impossível não ter muita expectativa sobre um livro que é a sequência de um dos maiores sucessos do King, então é bom saber que ele não decepcionou você (apenas das coisas que poderiam ter sido melhor explicadas).
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

  • Top Ten Tuesday: Dez livros de terror que não acredito que não li « Por Essas Páginas disse:

    […] O Iluminado! ILUMINADO, gente! REDRUM! Preciso ler. A Drika foi rápida no gatilho, já leu e fez resenha, e eu aqui chupando dedo. […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem