Resenha: Drácula, Bram Stoker

Pois muito bem! Por incrível que pareça, até este ano eu não tinha lido a obra de Bram Stoker! Que coisa! Então, resolvi ler tem algumas semanas e quase não dá tempo de resenhá-la antes do Halloween! hehehe

Então, divirtam-se!

Sinopse: Publicado em 1879, inspirado em relatos do folclore romeno sobre o nosferatu, ou morto-vivo, e na saga do príncipe Vlad Drakul, que lutou contra os turcos nas Cruzadas. Drácula definiu o arquétipo do vampiro como o ser diabólico que se alimenta do sangue de suas vítimas e tem poderes extraordinários. Fonte.

Drácula é o precursor de todas as histórias de vampiros que conhecemos até agora. Bram Stoker se inspirou na lenda de Vlad III, o Empalador – e pelo que li sobre Vlad, tenham medo desse cara.

A história começa quando Jonathan Harker viaja até a Transilvânia para tratar de negócios com o misterioso Conde Drácula. Porém, aos poucos ele percebe que se tornou prisioneiro do conde e tenta escapar. Ao fugir, vai ao encontro de sua noiva, Mina, em Budapeste. De lá, retornam à Londres já casados, onde mais acontecimentos funestos ligados ao conde Drácula acontecem. Com a ajuda de Van Helsing, eles tentam destruir o vampiro.

A história é contada por relatos em diários, cartas e anotações pessoais; é um romance epistolar, então não temos as impressões de Drácula, apenas o testemunho de personagens-chave, como Jonathan Harker, Mina Murray e Van Helsing, além de outros personagens da trama.

Eu, que não sou muito fã de histórias de terror, adorei esse livro! E mesmo tendo sido escrito há muito tempo, ele realmente inspira o medo e cria toda uma tensão (eu me segurei e tentei não ler muitos spoilers ao longo da leitura – como eu faço, geralmente) em torno do que vai acontecer, principalmente porque é um romance epistolar, no meu caso, aumentou o suspense.

Este livro, como O Médico e o Monstro, embora eu tenha feito a resenha separadamente, faz parte da coleção da Martin Claret com três clássicos de terror: O Médico e o Monstro, Frankenstein e Drácula. Eu poderia ter feito a resenha do livro sendo três em um, mas são histórias que eu acho que merecem destaque individual, por isso resolvi fazer resenhas separadas.

A história de Drácula foi adaptada para os cinemas várias vezes, a adaptação que mais gostei foi Drácula, de Bram Stoker, em 1992, com Gary Oldman, Winona Ryder e Anthony Hopkins como Van Helsing, dirigido por Francis Ford Coppola. Trailer aqui.

 

Ficha técnica:

Nome: Drácula
Autor: Bram Stoker
Páginas: 432
Editora: Martin Claret
Onde Comprar: Livraria Cultura
Minha avaliação:  

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Juliana Pires disse:

    Eu ia ler o livro esse mês mas me bateu uma preguiça e tive que adiar. Mas desse mês não passa, acho fundamental ler a obra que inspirou todos os livros sobrenaturais que eu tanto amo com essas criaturas da noite.
    Gosto de historias contadas em forma de carta, mas um ponto positivo para a obra.

    #bjks

  • Lucy disse:

    Também gosto desse estilo de história, Juliana! O livro tem um tom bem dramático também, eu simplesmente amei! Não deixe de ler! 😉
    Bjos!

  • Vania disse:

    Olha, não sabia que o Van Helsing fazia parte da história do Drácula!!! Não, eu realmente não leio livros de terror haha mas MORRO de vontade de ler esse! Talvez um dia eu crie coragem… fiquei curiosa depois da resenha, Lu!!

  • Lucy disse:

    Sim! Acho que depois do filme sobre Van Helsing, o pessoal meio que o associou à caçador de monstros e não de vampiros. rsrs Mas ele sempre fez parte da história. Eu acho que esse e os outros clássicos que mencionei não vão assustar tanto, Ily! rsrs Digamos que não tem pra Stephen King nesse quesito! (mas Drácula deu medinho sim rsrs)
    Bjos bjos

  • Carolina disse:

    Bom dia Lucy, tudo bem?
    Olha só, esses clássicos eu realmente preciso arranjar um tempinho para reler rsrs…. faz muito tempo em que eu os li, e alguns detalhes das histórias foram se apagando da minha memória…
    Amei a resenha!
    Beijos

  • Lucy disse:

    Oi, Carol!
    Releia mesmo, são ótimos!
    Bjs

  • Promoção: Clássicos do terror 3 em 1 « Por Essas Páginas disse:

    […] eu disse em posts anteriores, eu resenhei O Médico e o Monstro, Frankenstein e Drácula separadamente, para que todos tenham uma ideia das histórias em si, mas a leitura foi feita por um […]

  • Cris Aragão disse:

    Eu adoro livros e filmes de terror e pelo que li na sua resenha o filme que foi baseado nesse livro de Bram Stoker é bem fiel à obra, mas como eu sempre prefiro o livro no final das contas, esse é um livro que eu preciso ler.

  • edith giovanna cardoso disse:

    estes textos de suspense são meus preferidos, não consigo parar de ler.

  • Débora Miller disse:

    Adoro o Drácula, estava lendo ele mas tive que parar por causa da faculdade. Mas pelas poucas 45 páginas que li deu pra notar a tensão toda da história. Incrível, poucos livro conseguem me pegar tão de imediato.

  • André disse:

    Tenho paixão por seres sobrenaturais, mas admito que apesar de essencial nunca li a obra. Tenho um pouco de medo de me decepcionar, sei lá. Se ganhar a promoção, não perderei a chance rs

  • Sandro disse:

    Isto sim é que é vampiro… Uma leitura que flui como poucos livros que já li… É simplesmente fantástico. Um dos melhores livros de todos os tempos. E resultou num dos melhores filmes que já vi…

  • Nivia Fernandes disse:

    Drácula é o básico sobre vampiros. Quer dizer, a história nos remete à origem das histórias de terror, as cartas, os mistérios em torno dos personagens… É quase uma preparação para os séculos seguintes, com histórias sanguinárias. Os métodos para caçar ou matar vampiros são demais!
    Adoro o Van Helsing! Sinceramente me surpreendi quando o vi, porque pensei que fosse um personagem mais atual.

    Altamente recomendável esse livro, mesmo para quem não gosta de terror!

    Sobre o Vlad… ninguém pega apelido de empalador à toa, né? rs

  • Francielle disse:

    Estou participando da Promoção Clássicos do Terror!
    Louca para ler

  • Caroline Sophie disse:

    Li este livro algum tempo atras e particularmente nao gostei da maneira que a historia eh contada. Achei mto massante e cansativo, alem de um pouco confuso por serem varios diarios ao mesmo tempo. Foi o unico livro q eu preferi o filme.

  • Irinia Zachello disse:

    Adorei a resenha, acho q vale a pena nós conhecermos o ínicio né?

    Bjooos

  • Maristela G Rezende disse:

    Amo ler esse tipo de leitura. Adoro suspenses, e sempre que posso estou com livro em mãos. Infelizmente ainda não li esse e espero preencher essa lacuna o mais breve possível. Adorei sua resenha.

  • Gabrielle Castro disse:

    Adoro tudo que envolva terror,mas infelizmente nunca li nenhum livro deste gênero,mas agora vou começar a ler.

  • Top Ten Tuesday: Top 10 Temas de Top Ten Tuesday « Por Essas Páginas disse:

    […] tanto com cenas mais brutais em livros policiais) então foi extremamente útil. Da lista já li Drácula e Apocalipse Z. Ainda quero ler Stephen King e talvez eu comece com Carry… Ou algum outro […]

  • Resenha: A Passagem « Por Essas Páginas disse:

    […] tenho que citar uma ótima citação; em algum momento do livro que não posso revelar, Drácula, de Bram Stoker, é citado. E nesse momento o leitor abre um grande sorriso com essa bela ironia. Boa […]

  • ludmila disse:

    adorei tudo!!!!!

  • Top Ten Tuesday: Dez hábitos literários que tenho que parar | Por Essas Páginas disse:

    […] vezes, mas sou muito medrosa. Acho que os poucos de terror que li foram alguns clássicos como Drácula e os da Karen, como Alameda dos Pesadelos e Inverso (que não são tão terrores, mas me deram […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem