Resenha dupla: O Futuro de Nós Dois

Mais uma resenha dupla! Dessa vez o livro escolhido foi O Futuro de Nós Dois. Comentários da Lucy em azul, comentários da Karen em verde.

O_FUTURO_DE_NOS_DOISSinopse:“É 1996, e menos da metade dos alunos das escolas de ensino médio nos Estados Unidos já tinham usado a internet. Emma acaba de ganhar o primeiro computador e um CD-ROM da America Online de Josh, seu melhor amigo. E ao instalar o programa, logo no primeiro acesso, descobrem que acabam de entrar no Facebook, dali a quinze anos. Todos se perguntam como será o futuro. Josh e Emma estão prestes a descobrir…” Fonte

Quando soube desse livro fiquei muito curiosa. A história se passa em 1996 e tem todos os ícones nostálgicos para os que viveram na época: internet discada, CD-ROM da AOL, discman, Pacman e, claro, uma das coisas que mais me chamou atenção, as músicas dos anos 90. Alanis Morissete, Pearl Jam, Green Day… Aliás, a trilha sonora desse livro é incrível. Após saber de tudo isso (e principalmente as músicas!), eu estava com as expectativas absurdamente altas.

Apesar de todo o sentimento de “revival” (eu tinha praticamente a mesma idade dos protagonistas em 1996), eu já esperava que fosse um livro mais voltado ao público adolescente. Mas, mesmo assim, eu esperava que fosse gostar um pouco mais da história. 

Vocês sabem o que falam sobre expectativas, não é? Pois é. Não se pode deixá-las muito altas. Você pode se decepcionar (Como aconteceu comigo)

Não é que O Futuro de Nós Dois seja um livro ruim. Que nada, é bom. É bacana… só que não é excepcional, é só bacaninha. Leitura leve, fácil, simples, despretensiosa – o que é ótimo, odeio muita pretensão no livro. Mas o problema é mesmo que eu esperei demais dele e não se pode esperar demais das coisas. Não sei se eu esperei demais da história. Eu acho que não tinha grandes expectativas, afinal, mas é que no decorrer da leitura começou a me dar raiva do rumo que a história estava tomando. E, no fim das contas, achei o final previsível e pouco satisfatório. 

Eu esperei que o Facebook fosse aparecer mais, que fosse ser um fator determinante para o livro, afinal, parecia ser o tema dele, mas não é. O livro é mais mesmo sobre Emma e Josh, suas vidas, seus relacionamentos,  seus dramas, suas dúvidas, seus erros e acertos. Já eu fiquei mais intrigada sobre como o Facebook afetaria a vida dos dois e se eles tentariam mudar o futuro (na verdade, eu queria saber como eles mudariam). Consequentemente surgiriam as dúvidas sobre o que hoje chamamos de “alteração de status do Facebook” e a reação dos dois ao verem as consequências de suas decisões no presente. Só que o drama de cada um foi maior do que a questão do Facebook propriamente dita.

É um livro leve, com o simples propósito de passar o tempo, de divertir. Há sim algumas reflexões, principalmente sobre você colocar toda sua vida na rede social (isso foi legal), e isso foi bem interessante; os personagens se perguntam porque ficam colocando tudo de suas vidas na internet, “que coisa esquisita” e tudo mais, e isso faz com o que o leitor reflita sobre o assunto. Mas eu achei que haveria mais, entendem?

Mais Facebook. Mais reflexão. Mais ícones dos anos 90. E menos dramas adolescentes. (Karen, fala a verdade, você queria mais trilha sonora!) Mas enfim, eu sei que uma explicação plausível para COMO eles conseguiam ver o futuro seria difícil e provavelmente colocada de lado, mas eu gostei do modo como se deu o desfecho dessa parte. Só dessa parte.

Mas é um livro adolescente, então eu deveria esperar esses dramas, não é? Mas me pareceu que havia um pouco de enrolação, algumas cenas que não acrescentaram em nada à trama e a deixaram um pouco morna, principalmente ali pelo meio do livro. O começo é bem agitado, com a descoberta do Facebook e do futuro, mas depois o negócio vai desacelerando e chega a ficar meio entendiante em algumas partes.

O drama foi que pareceu que Emma e Josh estavam disputando para saber quem tinha o futuro mais “maneiro” e eu achei isso um saco, principalmente sobre Emma. Embora Josh tenha gostado de seu futuro e tentasse não fazer nada para mudar, Emma tomava atitudes para tentar mudar o seu, sem se importar com as consequências, o que me irritou, porque foram atitudes bem birrentas. Ela só abre os olhos quando é quase tarde demais – e aí partimos para o clichê e o final previsível que eu pensei que não haveria quando comecei a ler.

Mais para o fim é que as coisas se tornam interessantes de novo e a leitura flui mais rápido. O final foi bonitinho, mas nada que impactasse (eu não gostei do final). Não é um livro que vou me lembrar daqui a cinco anos (nem eu), não marcou. Divertiu por alguns dias e só. Mas se você quer apenas isso, então o livro é recomendado: ele tem um romance bonitinho (blé), várias referências aos anos 90 e um toque legal com essa coisa do futuro e da internet. Mas não crie expectativas muito altas, você pode se desapontar.

O que eu recomendo e muito é a trilha sonora do livro, vocês podem ouvi-la abaixo. (Eu não ligo para trilhas sonoras. :P)

Ficha técnica

Nome: O Futuro de Nós Dois
Autor:  Jay Asher e Carolyn Mackler
Editora: Galera Record
Páginas: 384
Onde comprar: Livraria Cultura / Amazon (e-book)
Avaliação da Lucy
Avaliação da Karen: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  • 1
  •  
  •  
  •  


  • Melissa de Sá disse:

    Música dos anos 90 é vida! Tudo bem, eu peguei o finalzinho dessa época, mas enfim. São músicas inesquecíveis.

    Quanto ao livro, eu já estava criando expectativas. Bom ler essa resenha que eu fico mais na realidade. Odeio quebrar a cara com livros.

  • Carolina disse:

    Oi meninas… pois é, esse livro não me empolgou. Não sei porque, mas quando li a sinopse dele já deixei de lado. Aí eu vim ler a resenha de vocês e fiquei com a impressão de que vou ficar decepcionada, então nem coloquei na minha listinha de desejados.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

  • Verônica disse:

    Poxa, eu me interessei bastante pela sinopse, mas a resenha de vcs me desanimou um pouco =/
    No entanto é sempre bom encontrar resenhistas honestas que não elogiam todo livro.
    bjs

  • Jullyane Prado disse:

    A trilha sonora é perfeita, mas sendo sincera esse livro não chamou muito a minha atenção, não curto tanto livro que falem do futuro. Seria interessante conhecer o futuro, mas ler livro assim não gosto muito!!! rsrs, mas parabéns pela resenha!

  • Cris Aragão disse:

    Vocês concordaram que o livro é totalmente esquecível, eu já não tinha me animado muito para ler, agora então vou ficar bem longe.

  • Lucy disse:

    Dureza, Cris, mas é isso mesmo. rsrs
    Vale para um dia em que você estiver entendiada, mas nada muito tocante.
    Bjos

  • Resenha: A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista « Por Essas Páginas disse:

    […] é mais um e-book que tive a sorte de adquirir. Eu li em dois dias e, ao contrário de O futuro de nós dois, achei muito […]

  • Sandy Mayara disse:

    1996 o ano que eu nasci *–* mas curtoo muito musicas desse tmepo hehe
    trilha sonora muito boa, maseu nao acho que seja tão importanto quanto a historia em si… ja esperava que fosse algo parado assim, tipo algo mais fofinho e que seria algo sobre relacionamento dos dois … Como eu adoro capas eu compraria por causa dele, gostei, achei bem diferente. Ainda sim pretendo lê-lo (:

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem