Resenha: Ela foi até o fim

Esse foi o primeiro livro que li da Meg Cabot. Esses dias eu estava organizando meus livros lidos e dei uma relida básica nele (sabem como é), então decidi resenhá-lo.

elafoiateofimSinopse: Lou Calabrese é uma roteirista de sucesso – já escreveu vários roteiros de ação que renderam milhares de dólares de bilheteria e até ganhou um Oscar! O problema é que seu namorado, o grande astro do filme, resolveu deixa-la pela estrela principal, e agora lhe resta provar que conseguirá passar por tudo para esquecê-lo. O que ela não esperava é que esse “tudo” significasse atentados contra a sua vida e sobreviver numa montanha congelada com o homem que mais odeia na face da Terra como único companheiro… Será que ela vai sobreviver a está aventura? E será que, no final, encontrará o verdadeiro amor? Fonte

O livro é risada do começo ou ao fim. O início se dá logo no anúncio do casamento do ex-namorado de Lou com uma atriz, sendo que ambos atuaram como protagonistas do sucesso  premiado Hindenburg, com roteiro da própria Lou! Decidida e seguir em frente, Lou decide escrever um romance, mas antes tem que terminar de rodar seu último filme: um filme policial estilo James Bond, tendo que aturar o ator principal, Jack Townseed, mudando algumas de suas falas, coisa que ela não admitia (mesmo que desse mais certo do que a frase original).

Nesse último filme, porém, ela ainda tem que lidar com ativistas ambientais, uma vez que uma das cenas externas destruiria uma área que era o habitat de raposas no Alasca e ela queria tirar essa história a limpo com o diretor. Ao entrar em um helicóptero com Jack, ambos se veem sob a mira de um revólver e escapam por muito pouco de serem mortos. Mesmo assim, os dois continuam sendo perseguidos e acabam tendo que se ajudar para continuarem vivos até uma solução sobre esse mistério.

O livro é narrado em terceira pessoa, tanto pelo ponto de vista de Lou quanto pelo ponto de vista de Jack, sempre mostrando o que um não gostava do outro. Os diálogos também são bem espinhosos, um sempre atacando o outro, desprezando o que o outro faz, o que nos dá bons momentos de risadas. Depois da decepção de Lou, ela não queria mais saber de atores metidos que se achavam a última bolacha do pacote. Jack também estava cansado de ser considerado só um rosto bonito e corpo sarado para as pessoas, ele queria provar que tinha personalidade, que tinha cérebro, tanto que pensava em mudar de carreira e ser diretor.

Quando descobrem que toda essa rixa era nada mais que tensão sexual mal resolvida – o famoso antagonismo de fachada entre casais, Lou ainda tenta lutar contra, já que não quer mais se envolver. Quanto à Jack, ele estava cansado de não se envolver. Ele ficou realmente interessado em Lou, a ponto de repensar seus relacionamentos.

O livro é bastante divertido, rende boas risadas e tem cenas mais quentes, porém moderadas. A narrativa é simples e a trama é uma delícia: Afinal, quem e por que querem matar Lou e Jack? Os personagens secundários também são ótimos, principalmente a mãe de Jack e o pai de Lou.

Recomendo a leitura para quem gosta de um romance e pitada de aventura. Para uma noite em que a televisão não conseguir entreter nem com comédia pastelão.

Ficha técnica:

Nome: Ela foi até o fim
Autora: Meg Cabot
Páginas: 399
Editora: Record
Onde comprar: Livraria Cultura
Minha avaliação: 

Essa postagem está participando do Top Comentarista de Julho. Por favor, preencha o formulário abaixo após postar seu comentário. Basta clicar na imagem para abri-lo em nova página!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  • 2
  •  
  •  
  •  


  • Michele Lopez disse:

    Gostei bastante da resenha e fiquei muito curiosa em ler o livro.
    Ele parece realmente ser muito divertido e eu ainda não conhecia a autora nem o livro!
    Pretendo adicioná-lo à minha lista de leitura.

  • Fabiana Strehlow disse:

    Oi, Lucy!
    Ainda não li nada da Meg Cabot. Mas, ouço falar muito bem dos seus livros.
    Pela sua resenha, esse livro deve ser hilário.
    Que bom, porque precisamos rir mais!!
    Beijos!

  • Douglas Fernandes disse:

    Ainda nao li nada da autora, mas adorei essa resenha e se eu for ler algo dela quero ler esse livro *-*
    muito gostoso pegar um livro e dar boas risadas, to precisando fazer isso, pq na minha vida tenho recebido algumas noticias tristes … =/

  • Dandara Herdi disse:

    Comprei esse livro tem um tempinho e não li ainda pois tenho tantos na frente. Gostei da sua resenha então vou passar na frete.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem