Resenha: Em pedaços

Ficha técnica:

 Nome: Em pedaços

 Autora: Lauren Layne

 Tradução: Lígia Azevedo

 Páginas: 247

 Editora: Paralela

Compre aqui

 

Nessa recontagem moderna de a Bela e a Fera, Lauren Layne nos traz uma história irresistível de perdão, cura e, acima de tudo, amor.
Aos 22 anos, Olivia Middleton tem Nova York aos seus pés. Por fora, ela é a garota perfeita — linda, inteligente e caridosa. Mas por dentro ela guarda um segredo terrível: um erro que a afastou das duas únicas pessoas que realmente importavam na sua vida. Determinada a esquecer o passado, ela deixa Manhattan e vai trabalhar como cuidadora de um soldado recém chegado da guerra. Mas o que ela não esperava era que seu paciente fosse um jovem enigmático de 24 anos tão amargurado quanto cativante.
Paul Landon está furioso — com o mundo, com a vida, com o seu pai e, acima de tudo, consigo mesmo. Depois de sofrer na pele os horrores da guerra do Afeganistão, a última coisa que ele quer é a companhia de uma princesa novaiorquina linda, mimada e irritante. A presença de Olivia parece tóxica para Paul, mas ele não consegue afastá-la, mesmo tentando muito. Por mais que lutem contra uma atração intoxicante, Paul e Olivia não conseguem se manter distantes.
Agora, precisam decidir: eles vão ajudar um ao outro a curar as feridas do passado ou vão se manter, para sempre, em pedaços?

Em pedaços é o primeiro livro da série Recomeços de Lauren Layne. Cada livro vai recontar um conto, neste caso o de A Bela e a Fera. Não, ele não é um livro que tenta passar todos os acontecimentos da história original para o mundo moderno. Ao contrário, ele se baseia apenas na ideia geral do livro. Paul Landon é a “fera” – depois de sofrer os horrores da guerra do Afeganistão, que deixaram marcas físicas e psicológicas, ele vive recluso na sua mansão. O seu pai, com medo de que ele fique sozinho, tenta contratar um cuidador, mas todos eles são assustados por Paul e nenhum dura muito tempo. Por isso, ele dá um ultimato: ou Paul fica por 3 meses com a nova cuidadora ou ele não receberá mais nenhum dinheiro. E essa cuidadora é Olivia Middleton a “bela” nessa versão – a garota perfeita de Nova York que quer a todo custo fugir de algo que aconteceu no seu passado. E ela vai fazer tudo o que seja necessário, nem que seja ir para o meio do nada cuidar de um sobrevivente de guerra mesmo tendo zero experiência nisso.

Eu li outro livro da Lauren Layne recentemente e gostei bastante. Foi até bom eu ter lido nessa ordem porque eu não sei se ficaria tão animada em pedir outro livro da autora se fosse o contrário. Não, Em pedaços não é um livro ruim – ele é uma ótima leitura para aquele dia que você quer apenas ler um romance para se distrair. Porém, ele poderia ser um romance muito melhor se ele tivesse se aprofundado mais em alguns pontos, como explicarei posteriormente.

A primeira característica que me incomodou um pouco foi a caracterização dos personagens. Eu sei que a autora quis puxar muito esse lado da “Fera”, do personagem amargurado que não consegue se livrar dos seus demônios. Mas o Paul tem alguns atos muito rudes, o que tudo bem, podemos até dizer que é uma característica condizente com o enredo proposto. Mas o problema principal é que a Olivia aceita tudo MUITO facilmente. Ela praticamente sempre o perdoa! Não é que eu ache que o confrontar diretamente seja a forma certa de lidar com a situação, mas convenhamos, quem que tem sangue de barata? Ela acaba sendo uma personagem que lida com todos os problemas de uma forma muito boa, o que afasta a personagem do real. E isso mostra exatamente o que falta nesse livro: um desenvolvimento maior dos “demônios” dos personagens. Existem cenas muito lindas sim, e que eu adorei, mas faltou uma aprofundamento maior. É claro que pelo estilo da autora, ela não precisava também escrever um grande drama, mas ficou muito superficial. Esses personagens mereciam um livro com mais detalhes. Eu não sei se de repente é algum acordo com a editora do livro não ser muito extenso (ele tem mais ou menos o mesmo número de páginas que o anterior) porém eu senti realmente muita falta disso. O final então foi bem corrido, tanto é que faltavam poucas páginas e eu me perguntei se a autora realmente conseguiria terminar a história.

Mas trabalhando então com o que está realmente escrito, Em pedaços é um livro muito fácil de ser lido. O enredo é bem fluido e envolvente e é um romance daqueles bem bonitinhos. Sim, ele tem conteúdo adulto como avisa a capa – aliás nem tem tantas cenas quentes, o foco é o desenvolvimento do romance mesmo. Assim como no outro livro que eu li da mesma autora, estou esperando uma maior criatividade nessa área mas ela pelo menos demonstrou que consegue sair um pouco do convencional.

Enfim, Em pedaços é um romance bonitinho daqueles que você consegue ler em uma tarde só e é indicado para quem exatamente gosta desse gênero.

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela Editora Paralela, selo da Companhia das Letras.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Carolina Durães de Castro disse:

    Oi Lany, tudo bem com você?
    Eu li recentemente esse livro e concordo com a sua opinião. Houve alguns detalhes que me incomodaram durante a leitura. O principal deles é o “erro” da Olivia, que a faz largar tudo. Achei bem exagerado.
    Bjkas

  • Lany disse:

    Sobre o “erro”, eu esperava algo MUITO maior…

  • Fabiana Scola de Azevedo disse:

    Nunca li nada da autora, mas lendo tua resenha realmente é o tipo de livro que só quem gosta do gênero para ler. Alem de ser bem clichê e pra lá de água com açúcar. Embora sendo recontagem da Bela e Fera, se for bem escrito a leitura pode ser bem agradável, tipo leve para desintoxicar. Tá valendo.

  • Shadai disse:

    Sua resenha foi ótima para deixar claro que é um livro nada especial. Voltado somente para fãs do gênero, e que não se incomodam com mocinhas boazinhas demais.

  • Jessie disse:

    Oi Lany!

    Tudo bem? Então eu estou absolutamente louca para ler esse livro e sou bem o tipo de pessoa que curte o gênero e um plus é que adoro um bom clichê então acho que Em Pedaços tem tudo para funcionar direitinho para mim!

    É uma pena que tenha achado que a autora pecou por não aprofundar melhor a história. Espero que não ache isso quando ler porque seria um ponto realmente ruim para mim.

    Beijinhos
    http://www.paraisoliterario.com

  • Fran Ferreira disse:

    O Lany.
    Nossa, é engraçado como cada pessoa reage de um jeito diferente da mesma historia, falo isso pq li uma q amei e foi a primeira vez q leio um romance q gosto de primeira, isso mostra o quanto peculiar são nossos gostos q quao diferentes somos um do outro, mas, nao deixei de desejar o livro, de conhecer a historias, mas vi com outros olhos e talvez isso faça com q eu nao vá com tanta “sede ao pote”, assim diminuo minha chances de me decepcionar. Amo recontos dos contos de fadas, principalmente se nao seguem um fidelidade da historia, assim nao fico comparando o tempo todo a original com a nova criação. Espero que se ler os próximos, tenha uma boa leitura e que eles te deixem mais animada.

    Bjss

  • Eliziane Dias disse:

    Olá! Como assim, minha gente????
    Viu como uma resenha pode mudar tudo?
    Porque eu fiquei com mais vontade de ler esse livro agora do que antes.
    Adoro gente estressada e enfurecida tipo o Paul. Me dá vontade de dar uns socos. kkkkkkkk
    Sério! Acho que em sua resenha você trouxe sua percepção de forma muito mais aflitiva e perceptível, por isso, aguçou mais a curiosidade.
    Fiquei muito a fim de conhecer a história a partir da sua resenha.
    Favoritei o site aqui pra quando eu precisar de uma resenhista.
    Beijinhos!

    Eliziane Dias

  • Lany disse:

    Hahaha sério??? Essa é a mágica das resenhas, tudo pode acontecer! :D Por isso que eu sempre gosto de explicar os motivos de cada comentário. Não é por causa que eu não gostei, que todo mundo vai ter a mesma opinião!

  • Carolina Trigo disse:

    Oi!
    Essa não é a primeira resenha que leio, em que o leitor não gostou tanto da história.
    Antes de qualquer resenha, com certeza esse não seria um livro que leria. Até gosto de alguns romances, mas quando o foco é somente o amor e os personagens não tem uma construção muito boa, não tenho muito interesse. Para mim, o que deixa o romance bom e emocionante é quando temos um drama envolvendo os protagonistas, que eles pareçam mais reais e pelo que você falou, não é o caso aqui.
    Também percebi que de uns anos para cá, tiveram vários livros que tiveram como base a história da Bela e a Fera.
    Dessa vez, passo a dica. Mas gostei muito da sua resenha sincera.
    Bjss

  • Camila de Moraes disse:

    Olá!
    Li esse livro e sinceramente não me agradou, o enredo não foi muito bem trabalhado, deixou várias brechas e os personagens não me convenceram.
    Tinha amado Mais que amigos e torço para que no segundo livro dessa série a autora consiga trabalhar melhor a trama e a capa fique compatível com as características dos personagens.
    Beijos!

  • Lany disse:

    Com “Mais que amigos” a autora mostrou que consegue escrever livros bons. Eu acho que talvez o problema desse tenha sido exatamente um problema de trama. Estou curiosa pelo segundo livro desa série!

  • Milena Soares disse:

    Olá, essa é a primeira resenha que vejo desse livro, gosto muito de releituras de contos de fadas, apesar dos pontos negativos apontados ainda continua bastante interessada em conferi essa história.
    Bjs

  • Evandro disse:

    Eu gosto da ideia de somente se basear nos contos, o que por si daria muitos elementos para criar um ótimo enredo. Uma pena a autora não ter aprofundado um pouco nas personagens, situações e dramas de cada um. Mesmo não sendo uma característica dela explorar tanto esses pontos, poderia ao menos ter aproveitado melhor cada situação da trama.

  • Luna disse:

    Olá, Lucy!

    Eu li recentemente outra resenha sobre o livro e já desanimei totalmente. Sua resenha confirmou que não é uma história na qual eu deva apostar num futuro próximo. Não gosto de livros superficiais. E nem de mocinhas tapadas que ficam aceitando tudo. Não é uma história para mim. Eu iria querer esganar tanto o mocinho quanto a tonta da mocinha.

    Bjs!

  • Jessica Christina disse:

    Oie, tudo bom?
    Eu amo releituras, e quero muito ler esse livro tão comentado na blogosfera. Mas que pena que a autora não aprofundou tanto quanto seria necessário… mesmo assim, quero conferir a história!

  • Vitória Zavattieri disse:

    Ooi,
    Eu gosto bastante do gênero, adoro esses romances simples e gostosos de ler. Mas fico meio receosa com seu comentário sobre a falta de aprofundamento da história. Mesmo com poucas páginas alguns autores conseguem aprofundar bem o enredo, pena que nesse livro a impressão não foi muito boa.

    Beijos!

  • Tammy (Livreando) disse:

    Olá, tudo bem.
    Uma pena a história não ter um aprofundamento suficiente para envolver o leitor. Gosto de leituras do tipo, mas também tenho um sério problema com personagem que não entregam por completo suas personalidades e tormento.
    Bjim!
    Tammy

  • Marijleite disse:

    Olá, ficou ótima a sua resenha. Uma pena que esse romance pudesse ter sido mais aprofundado e melhor trabalhado, sua opinião vai em consenso com as demais que tenho visto sobre ele.

  • Bruna Eduarda disse:

    Olá! Tudo bom?

    Eu já li esse livro e confesso que sou fã, e de fato é um livro muito fácil de ser lido. é um livro bem leve e uma ótima pedida para se passar o tempo, eu particularmente gostei da obra. Diferente de você eu não li outro livro dela, mas pretendo. De fato a obra tinha um tema muito bom e se fosse bem explorado o livro seria divino. Adorei a sua resenha ♥

    Beijos

  • Lany disse:

    Leiaaa Mais que amigos, eu adorei! Se você gostou desse acho que vai curtir o outro também! :D

  • Thayenne disse:

    Olá,

    Por ser levinho e rápido de ler, pode até ser que um dia me bata a loucura e eu leia, mas, no momento não me sinto nem um pouco inclinada a fazer essa leitura. Só recentemente voltei a ler livros com cenas sensuais e me deparar com mais do mesmo não é algo animador, por isso deixo a dica passar.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

  • Thayenne disse:

    Olá,

    Por ser levinho e rápido de ler, pode até ser que um dia me bata a loucura e eu leia, mas, no momento não me sinto nem um pouco inclinada a fazer essa leitura. Só recentemente voltei a ler livros com cenas sensuais e me deparar com mais do mesmo não é algo animador, por isso deixo a dica passar.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

  • Ivi Campos disse:

    Este é o tipo de livro que gosto de ler entre uma leitura mais intensa e outra mais pesada, por isso sei que lerei em algum momento, desde o primeiro volume. Acho as capas bem genéricas, mas perdoarei se a história for boa.
    Beijos

  • Ana Carolina Domingues Almeida disse:

    Olá!
    Estou esperando esse livro chegar para opinar, mas é o livro para ficar no meio de leituras pesadas e densas!!!
    Beijos

  • Lany disse:

    É mesmo, ele é aquele livro que você lê rapidinho só para se distrair!

  • Mairton Salvatore disse:

    O livro tem uma capa linda, pena que tenha essas cenas hot na história, não curto romances que tenha essa temática. O romance parece se desenvolver de maneira bem apaixonante, mas preferia que fosse algo mais leve mesmo.

  • Driely Meira Almeida disse:

    Oiee ^^
    Se tem uma coisa que eu odeio em personagens – e isso sempre aparece em personagens masculinos – é essa rudeza, essa mania de serem amargurados com a vida e só ficarem doces depois que conhecem a mocinha. Pfffff.
    Vi que muita gente não curtiu muito esse livro por causa disso, e olha, acho que eu nem vou ler, porque sei que também não vou gostar…haha’
    MilkMilks ♥

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem