Resenha: Encontrada

EncontradaSofia está de volta ao século dezenove e mais que animada para começar a viver o seu final feliz ao lado de Ian Clarke. No entanto, em meio à loucura dos preparativos para o casamento, ela percebe que se tornar a sra. Clarke não vai ser tão simples quanto imaginava. As confusões encontram a garota antes mesmo de ela chegar ao altar e uma tia intrometida que quer atrapalhar o relacionamento é apenas uma delas. Além disso, coisas estranhas estão acontecendo na vila. Ian parece estar enfrentando alguns problemas que prefere não dividir com a noiva. Decidida, Sofia fará o que estiver ao seu alcance para ajudar o homem que ama. Ela não está disposta a permitir que nada nem ninguém atrapalhe seu futuro. Porém suas ações podem pôr tudo a perder, e Sofia descobre que a única pessoa capaz de destruir seu felizes para sempre é ela própria.

Um dos lançamentos que eu estava mais animada para a a Bienal era Encontrada – segundo livro da série Perdida, da autora Carina Rissi. Se vocês leram a resenha do primeiro livro, sabem que eu AMEI a escrita de Carina e eu li o livro inteiro de uma vez só. Eu também já li Procura-se um marido, e posso dizer que a mesma coisa aconteceu. Mas, infelizmente, o mesmo não aconteceu com Encontrada…

Atenção: Essa resenha contém spoilers do primeiro livro da série. Continue por sua conta e risco!

Eu vou ser bem direta nessa minha resenha, porque infelizmente eu não consigo escrevê-la de outra forma. O problema de Encontrada foi bem específico: ele não tem enredo. Ou melhor, ele tem um enredo muito pequeno para um livro de 472 páginas. Se analisarmos a sinopse, o livro parece ser bem interessante. Depois do final feliz em Perdida, Sofia está às vésperas do seu casamento com Ian Clarke. Mas é claro que ela tem que enfrentar todas as diferenças culturais que o século dezenove propõe – e ela percebe que ser a sra. Clarke traz obrigações que ela não está nem um pouco preparada. Se não bastasse a pressão do casamento, Ian também parece estar enfrentando problemas financeiros e é claro que Sofia não fica de braços cruzados. Ela tenta ajudar Ian como pode – mas de uma forma completamente inusitada para a época…

Então, eu não disse praticamente nada nesse resumo, certo? Mas o livro, adicionando mais algumas coisinhas que eu não vou dizer porque são spoilers, se resume a isso. Encontrada não tem um enredo central que é desenvolvido durante toda a leitura e te deixa preso na história. Cadê o drama? Cadê o conflito? Eu só consegui entender o conflito central quando já estava em torno da página 300. É claro que eu gosto de ler cenas fofas. É claro que eu quero que os meus personagens favoritos tenham um final feliz. Mas isso não significa que um livro em que mais de 90% dele seja sobre isso seja interessante. Eu vou dar um exemplo que significa bem o que eu senti durante a minha leitura. Quando os roteiristas de Once Upon a Time foram questionados sobre o futuro de um certo casal, eles responderam algo como “Não é como se eles fossem pedir comida Chinesa e assistir Netflix. Existirão vários obstáculos no caminho”. E eu concordo totalmente. Você fica “Awww” nas primeiras cenas fofas, mas depois você fica se perguntando porque nada de diferente acontece! Eu comecei a leitura de Encontrada muito animada e fui desanimando a cada capítulo. Sim, algumas cenas foram engraçadas, outras foram tão lindas que eu queria abraçar o Ian e a Sofia. Mas depois eu comecei a me perguntar qual o motivo de eu estar lendo aquele livro. Chegou um momento em que ele perdeu o seu encanto e eu continuei a leitura obrigada (porque eu acredito que um livro sempre pode nos surpreender e melhorar).

Infelizmente eu tenho que ser franca aqui e dizer que eu não percebi a necessidade desse livro para a série, com exceção de uma descoberta que a protagonista fez no final. Eu acho que, se a autora queria mostrar alguma dessas cenas do livro, como por exemplo a do casamento (que foi uma das minhas favoritas), ela poderia ter escrito um livro de contos. Ficaria muito mais interessante, porque não teria a necessidade de um enredo central ligando todas as cenas. Ela ficaria livre para nos mostrar o que quisesse do cotidiano dos protagonistas – e o resultado ficaria bem melhor.

O livro começa a ficar um pouco mais interessante quando um certo mistério surge mas a solução para ele foi… Frustrante. A autora poderia trabalhar TANTA coisa em volta disso, mas ela acabou saindo pelo caminho mais fácil. O problema realmente não foram os personagens, que continuam tão interessantes como no primeiro livro. Sofia continua sendo aquela personagem forte que não pensa duas vezes antes de colocar seus planos em ação, Ian continua sendo meigo e paciente nas mais diferentes situações… Mas, se eles não podem mostrar quem eles são, de nada adianta. Os outros “conflitos” que a autora colocou não são fortes o suficiente para consegui prender a atenção do leitor.

Enfim, eu fiquei realmente triste quando li Encontrada, porque pensei que iria gostar tanto quanto dos outros livros da Carina Rissi. Sim, várias cenas foram muito bem escritas, mas de nada adianta se o livro não tem um tema central forte ligando todos eles. Talvez eu tenha lido com expectativas demais…

Esse livro foi gentilmente cedido para resenha pelo Grupo Editorial Record!

Ficha Técnica

Título: Encontrada
Autor: Carina Rissi
Editora: Verus
Páginas: 476
Onde comprar: Livraria Cultura / Livraria Cultura (e-book) / Amazon
Avaliação: 

Essa postagem está participando do Top Comentarista de Setembro. Por favor, preencha o formulário abaixo após postar seu comentário. Basta clicar na imagem para abri-lo em nova página!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Amanda Freitas disse:

    Eu sinceramente gostei dos dois livros, mesmo que ele não tenha um enredo muito elaborado, porque de vez em quando, é bom agente ler um livro assim. Sem grandes dramas e mistérios, apenas ‘felicidades’. Eu realmente gostei do livro, achei bem fofo!

    PS: A autora anunciou que tem mais 4 livros para série ‘Perdida’

  • Douglas Fernandes disse:

    Eu ja ouvi falarem muito bem dos livros da autora, mas ainda nao tive oportunidade de ler nenhum, poxa que triste que o livro nao te encantou, muito ruim quando isso acontece né, principalmente se esperavamos muito o livro.

  • Caroline Centeno disse:

    Oi guria.
    Não tenho outra palavra além de “ansiedade” para descrever o sentimento ao saber que perdida tinha continuação. No entanto, não vi resenhas positivas sobre ele e a sinopse já não agarrou meu coração. Fico extremamente chateada em saber que a continuação pode não ser tão boa, mas com certeza vou conhecer essa história.
    Obrigada por essa resenha sincera, Lany.

  • Bianca Martins disse:

    Minhas expectativas p este livro tbm estão altíssimas!
    Foi ótimo ler a sua resenha q eu maneirasse um pouco..hhaaa
    Qro mto ler esse livro!
    Uma pena saber q ele n tem um enredo, mas ainda assim pretendo lê-lo o mais rápido possível! hehee

  • Patrini Viero disse:

    Eu não li nenhum dos dois livros, mas já ouvi várias opiniões positivas com relação a eles. Acho o enredo super interessante, inusitado e diferente de tudo que conheço até então, e sinto uma vontade de ler, mas depois da tua resenha já sei que tenho que ficar com um pé atrás se não quiser me decepcionar. Sei como a gente fica quando o livro não atende aquilo que a gente espera dele.

  • Suele Mendes disse:

    Não li a resenha pois ainda quero ler Perdida,mas vi que sua opinião sobre o livro não foi mto boa.Uma pena,pois vi que vc tinha gostado bastante do primeiro.Espero não me decepcionar mto quando ler.
    Bjus

  • Michele Lopez disse:

    Oie…
    Uma pena vc não ter gostado tanto desse segundo volume!!!
    O primeiro parece ter sido bem melhor mesmo pelo que pude perceber pelas resenhas!
    Ainda não li nenhum dos dois, mas fiquei um pouco desanimada agora! Vou procurar mais algumas resenhas para decidir se quero comprar e ler ou não!

  • Nathalia Simião disse:

    Você é a primeira pessoa que eu vejo falar mal desse livro. Uma pena ele ter sido tão frustante pra você, pelas coisas que você disse foi realmente um livro desnecessário.

  • Val (Valéria M. Coura Teixeira) disse:

    Eu não achei isso que você disse, pelo contrário, achei muito legal, muito bacana e nada desnecessário.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem