Resenha: Equilibrium

Único sobrevivente da Maratona Brazuca, Equilibrium foi adicionado de última hora, porém não consegui terminar o mesmo a tempo. Ainda bem, porque assim ele não foi maculado pelo desastre que foi a minha maratona. Trata-se de um e-book fascinante no qual o autor soube trazer para a ficção um tema bem delicado que é o mundo espiritual.

“Luca é um consultor espiritual que possui um dom que vai além de conversar com espíritos. Ele nasceu com um olho azul e um castanho. O olho castanho vê o mundo dos vivos. O olho azul vê o mundo dos mortos. Retirado de sua vida pacata por um misterioso senhor interessado em uma consulta espiritual particular, Luca descobre ser o único capaz de quebrar as regras do universo além-vida. Graças a isso recebe uma missão: atravessar ao Reflexo, o mundo paralelo dos mortos, para encontrar o Equilibrium, o ser responsável pela manutenção do fluxo de espíritos vagantes que descontroladamente se acumulavam no mundo dos vivos. No Reflexo, uma visão distorcida e espelhada de seu próprio mundo, Luca encontrará uma grande aventura, assim como ferozes inimigos e também uma nova amiga que o ajudará em sua busca alucinante através das ruas habitadas por centenas de espíritos vagantes.” (Fonte: Skoob)

Bem, se você leu a sinopse, eu nem preciso explicar muito a trama para você (modo preguiçoso: on). Luca, um garoto com a capacidade de se comunicar com espíritos, conhece August, um senhor abastado que possui o mesmo dom e peculiaridade física que ele: um olho azul e outro castanho. August explica que ambos são portadores de um blumergard, o olhos dos espíritos, o qual permite que uma pessoa se utilize de sua alma para vagar pelo mundo dos espíritos de forma consciente. Se utilizando deste poder, Luca precisa ir para o Reflexo, o mundo dos espíritos para investigar oque aconteceu com o Equilibrium, espírito responsável pela passagem das almas perdidas.

Como você talvez tenha percebido, este não é um livro ambientado em terra brasilis apesar do autor ser brasileiro. Os nomes de vários personagens são ingleses, bem como ruas e locais (apesar de fictícios). Não tive nenhum problema com isso, mas entendo que isso pode aborrecer alguns leitores. Para esses leitores eu digo: abram suas mentes.

Equilibrium soube utilizar muito bem o tema espiritual como um ambiente para uma aventura, sem apelar para religiosidade. Em nenhum momento do livro temos pregações ou lições de moral, apenas no final temos um momento de redenção, o qual também é isento de pregações. Acredito que somente um religioso xiita ou um ateu extremamente cético ficaria ofendido com este livro.

O Reflexo é um espelho do mundo de Luca, porém sombrio e silencioso. Descobrimos logo que ele não é o único ser ‘vivo’ nesse mundo e somos apresentados a personagem que rouba a cena do livro – Ji Yun. Ela será responsável por toda as proezas físicas que Luca é incapaz de fazer, e tem um instinto de sobrevivência muito melhor que o rapaz. Embora a personagem seja muito boa, dá um pouco de raiva do Luca por ele ficar nos bastidores depois de uma introdução excelente do personagem. Durante os próximos capítulos o livro segue essa dinâmica na qual Ji-Yun será responsável pelo físico enquanto Luca fica com a temática espiritual, o que torna Luca um pouco peso morto até os momentos mais decisivos do livro. A dupla ficou bem equilibrada e em nenhum momento senti que Ji-Yun era apenas um acessório ou um guarda-costas de Luca. Muito pelo contrário, a garota tem sua própria história de como foi parar no Reflexo e está relacionada com o Equilibrium também.

Fiquei fascinado pelo mundo ricamente criado pelo autor, com seus tipos de espíritos humanóides diferentes, espíritos monstruosos e monstros humanos também.

Destaque para a personagem da menina Nancy, um espírito amigo de Luca que o ajuda em várias situações e que apesar de ser um personagem secundário, ganhou uma resolução muito bonita para sua morte.

Parabéns pelo autor por ter criado um mundo bem complexo, utilizando uma temática difícil. Fica apenas meu desejo que o livro fosse um pouco maior, ou pelo menos que o mesmo tenha uma (algumas) continuação(ões).

Ficha Técnica

Título: Equilibrium: Um mundo invertido. Um escolhido. Uma missão.
Autor: Décio Gomes
Editora: Independente
Páginas: 189
Onde comprar: Amazon (E-book)
Avaliação: 

 

 

Essa postagem está participando do Top Comentarista de Outubro. Por favor, preencha o formulário abaixo após postar seu comentário. Basta clicar na imagem para abri-lo em nova página!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Gustavo disse:

    Bom, eu comecei a ler a resenha com um pé atrás, porque achei que era um livro espirita (nada contra, só realmente não é minha praia, não consigo me interessar o suficiente pra engrenar na leitura), mas li mesmo assim porque me interessou o suficiente pra atiçar a minha curiosidade. Adorei a resenha e a história realmente parece ótima, adoraria ler, meu único “impedimento” é ele ser um ebook (preguiça kkk) =P

  • Patrini Viero disse:

    Confesso que tenho uma certa preguicinha de ler ebook, me cansam bastante os olhos e eu demoro uma eternidade para terminá-los. Mas alguns livros valem a pena serem lidos, mesmo em versão digital. Este parece ser um caso desse raro tipo de obra. Eu adorei a sinopse, e acho muito interessante o autor conseguir desenvolver uma aventura em cima de um tema que não se propõe muito a isso, e mais ainda ele não se ater a questões religiosas, o que é definitivamente uma dádiva. Com certeza leria, mesmo em ebook.

  • Suelen Mendes disse:

    Esse fato de o ebook ser de escritor brasileiro e o livro não se passar no Brasil,pra mim não incomoda nem um pouco.Quem se incomodar com isso realmente tem que abrir um pouco mais a mente.
    Se não tivesse preguissinha de ebooks com certeza leria este.
    Bjus

  • Patricia Moreira disse:

    Oi!
    Achei a proposta do livro legal, e fiquei curiosa do principal poder ver os dois mundos. Deve até ser um pouco perturbador.
    E em relação aos nomes serem diferentes não me incomodo não. O importante é a história (:

    Bjs

  • Nathalia Simião disse:

    Bem interessante essa história, eu tenho uma tendencia a não ler livros que tratem de histórias espirituais e coisas do tipo mas parece que o autor soube criar bem uma trama que qualquer pessoa possa ler e gostar. Me interessei bastante.

  • Douglas Fernandes disse:

    Uma vez li um livro que tratava desse assunto, um livro que meu pai achou no ônibus e me deu, eu li ele sem muito interesse, pq eu nao tinha outro livro pra ler tbm….hahahahaha
    foi bem no começo de quando comecei a ler, mas eu me surpreendi, pq eu gostei do livro, nao vou dizer que foi uma maravilha, mas foi bacana, e nao to lembrado de ler outro livro do gênero, agora fiquei mega curioso, quero ler esse livro….rsrs

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem