Resenha: Estrelas Perdidas


Alguém disse Star Wars?²

Quando a Editora Seguinte disse que ia mandar seu novo livro, Estrelas Perdidas, para todos os parceiros, eu já levantei a mão aqui no blog e disse É MEU E NINGUÉM TASCA! O livro chegou e eu já caí de amores (edição mais destruidora que a Estrela da Morte!), então comecei a ler imediatamente. O veredito? Um livro imperdível para fãs de Star Wars, para fãs de ficção científica, de drama, de romance… e para qualquer um que ame ler um bom livro.

Obs.: Resenha livre de spoilers de Star Wars – O Despertar da Força.

estrelas_perdidas“Ciena Ree e Thane Kyrell se conheceram na infância e cresceram com o mesmo sonho: pilotar as naves do Império. Durante a adolescência, sua amizade aos poucos se transforma em algo mais, porém diferenças políticas afastam seus caminhos: Thane se junta à Aliança Rebelde e Ciena permanece leal ao imperador. Agora em lados opostos da guerra, será que eles vão conseguir ficar juntos?” Fonte

Ciena e Thane são nativos do isolado planeta Jelucan, o último a cair nas mãos do Império. Ciena, uma garota do vale, pobre e com um senso rígido de honra e lealdade, conhece Thane, um garoto rico e cético, de uma família que o despreza, em uma cerimônia do Império. Os dois possuem o mesmo sonho: serem pilotos, e o único caminho é ingressar na Academia Imperial, algo difícil para qualquer um, mas especialmente para nativos de um planeta tão insignificante quanto Jelucan. O improvável acontece e os dois viram amigos, treinando juntos para o grande dia em que tentarão ingressar na Academia. Sabem aquela história de amigos de infância que um dia descobrem um sentimento maior? Enfim…

estrelas_perdidas (1)

Gosto muito de romances desse tipo, entre amigos; são as histórias de amor mais honestas, leais e bonitas que existem. Mas engana-se quem pensa que o livro se restringe a apenas isso; Estrelas Perdidas é nada mais, nada menos que a trilogia original de Star Wars narrada brilhantemente por outros olhos, os desses dois personagens fantásticos que são Ciena e Thane. A autora nos faz embarcar em sua nave e mergulhar intimamente no universo complexo e delicioso de Star Wars, através das vidas desses personagens que se tornam melhores amigos do leitor; apenas pessoas imperfeitas, tentando dar o seu melhor em uma situação limite e encontrar seu lugar no universo em meio à uma guerra impiedosa e sangrenta. Ler Estrelas Perdidas é enxergar o outro lado de Star Wars: um lado mais real, cruel, humano, sem deixar de ser heroico. O heroísmo, às vezes, está em apenas tentar sobreviver e ser fiel aos seus próprios princípios; mesmo coadjuvante num plano maior, você ainda é o protagonista de sua própria história.

É gostoso ver alguns personagens clássicos citados, como Leia, Luke e Han Solo, além de, é claro, Darth Vader, mas isso é apenas uma pequena parte da diversão: há tantos personagens bem escritos e interessantes que os protagonistas originais se tornam pequenos diante deles. Ciena é uma personagem feminina excepcional, forte e fiel a seus princípios até o fim; é ela quem nos dá outra visão do Império e mostra que nem tudo é preto no branco. Thane quebra todos os paradigmas; de maneira sensível, mas firme, ele nos mostra que nem tudo é perfeito na Aliança Rebelde, um personagem quem tem os pés no chão e equilibra a balança. Além deles, há vários outros e tramas secundárias que se interligam moldando a história e o caráter dos personagens.

estrelas_perdidas (2)

Claudia Gray é uma escritora maravilhosa; ela nos guia com habilidade por uma galáxia de sentimentos conflitantes em suas páginas. Uma escrita competente que por vezes é densa, até científica, sem jamais perder a sensibilidade. Ela nos coloca na parede, em situações impossíveis, nas quais não há como julgar essa ou aquela decisão; você não torce por um mocinho ou por um vilão, ela deixa bem claro que a galáxia e cada um de seus habitantes é uma mistura de estrelas e escuridão. Não foi um livro que li de uma vez: precisava, algumas vezes, parar, ponderar, refletir sobre tudo aquilo. É uma história que, às vezes, é cruel – afinal, a guerra é cruel. Por vezes, o livro foi muito mais verdadeiro que os próprios filmes.

A edição é linda. A capa traz aquela sensação aveludada, com alguns efeitos brilhantes que se sobressaem ao toque. O papel é amarelado (e cheiroso – as edições do Grupo Companhia de Letras sempre são as mais cheirosas!), a diagramação é confortável e não encontrei sequer um erro de revisão. Na orelha de trás do livro há um marcador embutido (lindo, mas nunca tenho coragem de destacar esses marcadores).

estrelas_perdidas (3)

No entanto, se está procurando ler o livro apenas para pistas sobre Star Wars – O Despertar da Força, pode ir tirando o cavalinho da chuva, caso contrário pode se decepcionar; já tive essa sensação antes de ver o filme e agora que o vi posso confirmar: não há nada demais nas “pistas” reveladas pelo livro. Leia pelo simples fato de ler uma boa história que, por acaso, é também uma boa história de Star Wars. Recomendadíssimo.

Livro gentilmente cedido para leitura e resenha pela Editora Seguinte!

Ficha Técnica

Título: Star Wars: Estrelas Perdidas
Autor: Claudia Gray
Editora: Seguinte
Páginas: 446
Onde comprar: Livraria Cultura / Saraiva / Amazon / Livraria da Travessa / Livraria da Folha
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Milena Soares disse:

    Estou doida pra ler esse livro, curto muito Star Wars, ficção científica, drama e romance, parece excelente mesmo e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa em conferi essa história.

  • Daniele Reis disse:

    Vi recentemente todos os filmes. Acho digno ter visões diferentes de um mesmo universo. Eu leria sem problemas! :)

  • Douglas Fernandes disse:

    Eu não sou fã de Star Wars, não fiquei ansioso com a chegada do filme nos cinemas.. hahahahaha
    Realmente a capa está bem bonita, mas como eu disse né, não vejo graça em Star Wars, quem sabe se eu algum dia pegar os filmes do começo pra ver eu anime né, mas sei la… hahaha

  • Amandakarolina disse:

    amei a resenha estou doidinha para ler como sempre por essas paginas arrasando no que faz

  • ELIZABETH MACHADO SALLES disse:

    Sou gamada na série desde pequena. rsrsrs E não perco a chance de assistir nenhum dos filmes sobre essa série linda e viciante. E fiquei totalmente emocionada quando surgiram os livros dessa série. estou louca pra ter todos eles e assim poder me deliciar nessas páginas. Fiquei encantada com seus comentários sobre a história deste romance e espero, também, ter a chance de ler.
    Beijos.

  • Shadai disse:

    me joguem pedra, mas não sou fã de star wars hahaha
    assisti os 6 primeiros filmes faz tempo e ainda estou na dúvida se vejo o novo no cinema.
    esse livro parece bom, então mesmo não sendo fã eu o leria, até porque eu acho que nunca li nada espacial.

  • Maristela G Rezende disse:

    Sou fã incondicional de Star Wars mas ainda não li nenhum livro ou Graphic Novel sobre a saga. Gostei muito do que li na sua resenha e vou procurar para ler, pois me interessou muito.

  • Alice disse:

    Não sou fã de Star Wars, apenas vi alguns episódios, mas a capa desse livro é lindaa! Deu ate vontade de ler ele <33

  • Kayna Barra disse:

    Eu Amei esse livro e espero muito ganha na promoção ele , amo os livros da seguintes por isso eles colocam os marcadores juntos mas também tenho muito medo de tirar e medo de perder já que eu perdi muitos marcadores :(
    mas fica no livro pra eu fica admirando ele ^^
    Bjss

  • Adriana Nascimento disse:

    Gosto muito de stars wars, assisti os filmes no meu ultimo ano do colegial com uns amigos que eram loucos, na época eu fiquei meio louca como eles e comecei ler várias Hq’s que infelizmente perdi quando mudei de casa (pra não dizer que me roubaram haha). Mas se tem algo que eu gosto numa história é quando envolve política, não tem como não comparar nossa sociedade com star wars!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem