Resenha: Filha da Ilusão

Eu sempre gostei de ilusionistas e “mágicos” e quando fiquei sabendo que a protagonista era filha de Houdini, esse livro logo me interessou. Infelizmente eu demorei muito para terminar de ler, mas agora posso dizer o que achei dele.

FILHA_DA_ILUSAOIlusionista talentosa, Anna é assistente de sua mãe, a famosa médium Marguerite Van Housen, em seus shows e sessões espíritas, transitando livremente pelo mundo clandestino dos mágicos e mentalistas da Nova York dos anos 1920. Como filha ilegítima de Harry Houdini – ou pelo menos, é o que Marguerite alega – os passes de mágica não representam um grande desafio para a garota de 16 anos: o truqye mais difícil é esconder seus verdadeiros dons da mãe oportunista. Afinal, enquanto os poderes de Marguerite não passam de uma fraude, Anna consegue realmente se comunicar com os mortos, captar os sentimentos das pessoas e prever o futuro.

Porém, à medida que os poderes de Anna vão se intensificando, ela começa a experimentar visões apavorantes que a levam a explorar as habilidades por tanto tempo escondidas. E, quando um jovem enigmático chamado Cole se muda para o apartamento do andar de baixo, apresentando Anna a uma sociedade secreta que estuda pessoas com dons semelhantes aos seus, ela começa a se perguntar se há coisas mais importantes na vida do que guardar segredos. Mas em quem ela pode, de fato, confiar?

Teru Brown cria, neste fantástico romance histórico, um mundo onde pulsam a magia, a paixão e as tentações da Nova York de Era do Jazz – e as aventuras de uma jovem prestes a se tornar senhora do seu destino. Fonte

Anna é uma jovem ilusionista que vive viajando com sua mãe, tanto para ter mais oportunidades, quanto para fugir da polícia, já que sua prática é proibida em várias cidades. Ela se ressente de sua mãe no que diz respeito ao seu pai: ela sabe que é filha ilegítima de Houdini (será que sabe?) e que não pode exigir nada dele, que é casado, mas sua mãe sempre faz alarde quanto a seu parentesco com o famoso ilusionista. Além disso, Anna também se ressente de outras coisas sobre sua mãe pouco maternal, que gasta mais que o necessário e quer sempre estar sob os holofotes, colocando Anna sempre como sua sombra. Isso nos mostra que Anna é um tanto amarga para uma jovem de apenas 16 anos.

Se você levar em consideração que Anna também passou poucas e boas, seu ressentimento tem fundamento, e me deu muita vontade de dar uns tabefes na mãe dela. Mesmo assim, o amor de Anna é muito maior, então ela sempre faz tudo o que pode para ajudar a mãe. Uma dessas coisas é esconder seu verdadeiro dom.

Anna na verdade é uma sensitiva, ela consegue captar o que outras pessoas estão sentindo e também falar com os mortos. Seu talento é muito cobiçado por pessoas que querem saber de várias coisas, desde falar com seus entes que já morreram, até ser conselheiros pessoais, mas há também aqueles que podem querer usar seus poderes para fins maquiavélicos, então Anna tem que se proteger e manter seus dons em segredo.

Dessa forma, ela decide apenas ser a coadjuvante de sua mãe. Ao mesmo tempo, pela primeira vez ela tem sonhos recorrentes envolvendo sua mãe e ela própria. Será que é uma visão do futuro? Quem iria querer prejudicar sua mãe?

Apesar de ter gostado bastante da leitura, uma coisa me incomodou em A filha da Ilusão: Eu achei que a história demorou a tomar um rumo certo e que também Anna demorou um pouco a mostrar a que veio. A leitura foi muito focada no relacionamento de Anna com a mãe e seu senso de lealdade para com ela. Não vou dizer que foi uma leitura arrastada, mas uma hora me pareceu que a trama não tinha um objetivo. Foi uma leitura bem agradável, mas eu me perguntava sempre “certo, mas o que mais? O que vem a seguir?”. Quando me dei conta da enormidade da situação, reavaliei a leitura e confesso que me surpreendeu e agradou.

Ambientado em Nova York do início do século XX, A filha da Ilusão cria um cenário bem pitoresco que simplesmente adoro. A presença de personagens marcantes como Owen, Jaques e Cole também merece destaque. Cole simplesmente é uma graça, embora muito tímido e também com ar misterioso. Talvez as pessoas passem a não gostar muito dele à primeira vista, por ser muito reservado, mas deem uma chance a ele, vale a pena.

Assim como a leitura! Esse é o primeiro livro da série Herdeiros da Magia. Espero que a Valentina não demore em lançar o próximo volume. A única crítica que tenho é em relação à diagramação, cujo tamanho de fonte é menor do que eu sou acostumada.  Para quem é míope, é preferível um livro mais grosso, mas com letras maiores.

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela Editora Valentina.

valentina_balao_vinho

Ficha técnica:

Nome: Filha da Ilusão
Autor: Teri Brown
Páginas: 288
Editora: Valentina
Onde comprar: Livraria Cultura
Minha avaliação: 

Essa postagem está participando do Top Comentarista de Fevereiro. Por favor, preencha o formulário abaixo após postar seu comentário. Basta clicar na imagem para abri-lo em nova página!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Lucas Silva disse:

    Bom Gostei da Resenha mais não sei se vou ler, posso até dar uma chance para o livro mais não é bem o tipo de livro que eu gosto de ler ! Mas Parabens pela resenha que ficou Ótima.

  • Lucy disse:

    Oi, Lucas! Obrigada!
    Bem, nunca se sabe. Às vezes nos surpreendemos com livros diferentes!
    Bjos!

  • Nathalia Simião disse:

    Tava bem interessada nesse livro mas agora ja vou com mais calma depois dos pontos que você levantou. A capa é bonita né?

  • Lucy disse:

    Oi, Nathalia!
    Eu gostei bastante da capa, confesso que quando eu pegava o livro, eu abria de ponta cabeça, porque me confundida… rsrs
    Mas eu recomendo a leitura, acho que você vai gostar, mesmo com os pontos que levantei.
    Bjos!

  • Netto Baggins disse:

    Ótima resenha! Só desanimei ao saber que faz parte de (mais) uma série. 🙁
    Mas a história é muito interessante.

  • Vitória Pantielly disse:

    Oi Lucy :}

    Olha, essa não é a primeira resenha que leio do livro, mas pra mim foi a mais esclarecedora. Não sei se gosto desse mundo de ilusionistas e mágicos porque nunca li nada do tipo, mas em filmes costuma me agradar bastante.
    Achei interessante a autora trabalhar a relação filha e mãe, mas acho que muitas vezes isso fica cansativo (o que pareçe que foi o caso) e a história em si é deixada um tanto de lado..
    Gostei da resenha!

    Beijos.
    http://passeandocomoslivros.blogspot.com.br/

  • Douglas Fernandes disse:

    Primeira vez que vejo sobre essa série, mas gostei muito do enredo, gosto desse tipo de historia, se tiver um misterio melhor ainda, me deixa mais curioso.

  • Sorteio: Ressaca de Férias « Por Essas Páginas disse:

    […] exemplar de: – Olho por Olho – Dente por dente – A Filha da Ilusão – Marcadores […]

  • Júlia Belo disse:

    Por incrível que pareça a sinopse me lembro tanto “A Mediadora” que eu estou muito ansiosa para ler, acho que me relembrei da sensação de ler os livros…

  • Aline Santos disse:

    Oii Lucy!
    Não conhecia o livro, agradeço á vc por essa resenha linda, tantos detalhes, qria mais…rsrs
    Adoro ler séries, sempre trazem histórias bacanas…Qro ler !
    Bjs

  • Milena Soares disse:

    Esse livro está na minha lista de leitura faz tempo, curto muito ilusionistas, parece ser bem emocionante e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais curiosa em conferi essa história.

  • Lana Silva disse:

    Eu tenho um certo receio de livros que custam nos prender, principalmente nos primeiros capítulos, o que me faz geralmente achar a leitura chata, gosto de tramas que me prendem rápido. A premissa da história me pareceu bacana, e por isso imaginei que seria um livro encantador, porém a forma como a história foi se desenvolvendo não me pareceu ser tão interessante, e por isso acabei não me interessando pela leitura.

  • Gizeli Regina Meister disse:

    O que dizer sobre esse livro que acabo de conhecer, mas já considero muito?!
    Eu sou suspeita para falar, pois amo o gênero fictício que envolve magia, por que sim, são leituras envolventes e esse livro não fica atrás, amei a resenha 😉

  • Resultado: Sorteio Ressaca de Férias « Por Essas Páginas disse:

    […] kit [Um exemplar de: Olho por Olho, Dente por dente, A Filha da Ilusão, Marcadores […]

  • Top Ten Tuesday: Dez livros legais que não tiveram reconhecimento « Por Essas Páginas disse:

    […] Filha da Ilusão, Teri Brown: Primeiro livro da série Herdeiros da Magia, aparentemente não teve o retorno esperado pela editora, já que o segundo livro sequer foi lançado até agora. Vamos considerar que também existe toda uma burocracia para adquirir direitos, aprovação de capa… Continuamos no aguardo. Resenha […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem