Resenha: Geekerela

Geekerela

Quando Elle Wittimer, nerd de carteirinha, descobre que sua série favorita vai ganhar uma refilmagem hollywoodiana, ela fica dividida. Antes de seu pai morrer, ele transmitiu à filha sua paixão pelo clássico de ficção científica, e agora ela não quer que suas lembranças sejam arruinadas por astros pop e fãs que nunca tinham ouvido falar da série. Mas a produção do filme anunciou um concurso de cosplay numa famosa convenção valendo um convite para um baile com o ator principal, e Elle não consegue resistir. Na Abóbora Mágica, o food truck vegano onde trabalha, ela encontra a ajuda de uma amiga cheia de talentos para moda que vai criar o traje perfeito para a ocasião. Afinal, o concurso é a chance de Elle se livrar das tarefas domésticas impostas pela terrível madrasta e das irmãs postiças malvadas.
Já Darien Freeman, o astro adolescente escalado para ser o protagonista do filme, não está nada ansioso para o evento, embora o papel seja seu grande sonho. Visto como só mais um rostinho bonito, o próprio Darien também está começando a achar que se tornou uma farsa. Até que, no baile, ele conhece uma menina que vai provar o contrário.
Esta releitura de Cinderela transporta para o universo nerd os principais elementos do clássico conto de fadas, fazendo uma verdadeira homenagem a todos aqueles que sabem o que é ser fã e se dedicar de coração àquilo que amam. Fonte.

Sabe quando você tem um livro que começa a ler com um sorriso e, quando termina, seu rosto está doendo porque você não parou de sorrir? Essa foi a sensação com Geekerela.

Eu não vou falar muito da história, primeiro porque eu tinha feito isso e a resenha ficou ENORME! – maior do que já está! Eu tenho tendência a falar demais quando curto uma história, sorry.

Quem já fez parte de um ou vários fandoms vai se ver em Elle. Eu curti muito a leitura, achei que a autora acertou ao trazer uma adaptação geek, mostrando que sim, meninas podem participar ativamente do universo geek! (Em tempo: Vida longa e próspera!) Outra coisa curiosa, eu me identifiquei com Elle quando ela demonstrou seu desgosto total ao ver que Darien foi escolhido como Carmindor, personagem principal da série. Quem nunca olhou para um ator de uma adaptação literária e disse “esse não é o meu (insira o nome aqui)”.

O que preciso colocar aqui é que, de alguma forma e sem saberem a identidade um do outro, Darien e Elle começam a trocar mensagens pelo celular, apenas sabendo que são do sexo oposto. A partir daí, a interação dos dois se desenvolve de forma gradual e muito bacana. Os dois acabam conectados um ao outro, mesmo sem se conhecerem de fato, mas descobrindo várias peculiaridades entre si, algo que realmente acontece quando você encontra outros fãs da mesma série que você ama. Acaba que Darien e Elle se apoiam um no outro para conseguir lidar com as dificuldades de suas vidas de forma mais leve e também para se desligarem um pouco dos problemas e simplesmente curtirem um ao outro.

Uma única coisa que me incomodou no livro foi o fato de que Elle era muito permissiva em relação aos abusos de sua madrasta. Não sei se foi intenção da autora fazer uma Elle não tão ousada, mas os abusos psicológicos da madrasta e de Chloe beiravam à crueldade. Por outro lado, é difícil você reagir quando não tem ninguém que te apoie, que diga que você é alguém e que merece ser amado, então, eu entendo o ponto de vista de Elle, mas acho que a autora poderia ter explorado melhor esse assunto.

Em compensação, eu gostei de Elle, no geral. Ela tinha força de vontade para fazer seus sonhos se realizarem e foi à luta da melhor maneira que conseguiu. Darien é outro personagem por quem você se apaixona fácil, porque ele é um ator que quer sair do rótulo de “ídolo teen”, ele quer honrar o papel que recebeu e odeia se sentir subestimado – e isso acontece demais, não apenas pelos fãs da série, mas até mesmo pela equipe de filmagem, por ele ainda ser considerado um ator iniciante. Isso repercute em sua personalidade, porque ele acaba se tornando muito inseguro e não tem ninguém com quem desabafar.

Além do casal protagonista, vale um destaque para Hera, amiga de Elle, que trabalha com ela no Abóbora Mágica. A princípio, ela pode parecer fechada e tudo o mais, mas é uma ótima pessoa e uma amiga muito fiel.

Recomendo muito essa leitura, a escrita da autora é fluida e leve e a forma como ela conduz a história é muito divertida, mostrando com certo humor os dessabores da vida dos protagonistas, sem parecer mórbido. Além disso, ela aborda alguns temas que deveriam deixar de ser rótulos na nossa sociedade de forma tão natural, que você mal percebe. Alguns podem pensar que é um simples romance adolescente clichê. Eu já digo para vocês que, independente do final esperado ou não, o que me interessa é o recheio da história – e afirmo aqui que vale muito a pena a leitura desse livro.

A edição da Intrínseca está muito caprichada, adorei a capa e contracapa e a edição está primorosa! Super recomendo!

Se você está ainda na dúvida se vai dar uma chance ou não para Geekerela, leia esse trecho dos agradecimentos da autora. Se você se identificar a resposta é corra para a livraria mais próxima (ou para o site de preferência)!

“Nunca desista dos seus sonhos, e nunca deixe que digam que o seu amor é inconsequente, inútil, ou uma perda de tempo. Porque se você ama mesmo alguma coisa, se aquele OTP, aquele jogo de cartas infantil, aquela série que não chegou ao fim, aquele YA ou aquele desenho animado faz você feliz… Então, sabe o que mais? Não é perda de tempo. Porque, no fim das contas, somos só um monte de gente esquisita indo falar com mais gente esquista para perguntar “Qual é o seu nome de usuário?”

Faça como diria o Carmindor: Apontar para as estrelas. Mirar. Disparar.”

Este livro foi gentilmente cedido pela editora Intrínseca para resenha.

Ficha técnica:

Nome: Geekerela
Autor: Ashley Poston
Páginas: 384
Editora: Intrínseca
Onde comprar: Livraria Cultura / Saraiva Amazon
Minha avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Morgana Brunner disse:

    Ai que demais essa resenha menina, mas não sei se neste momento realizaria a leitura, estou fugindo de livros assim, mas gostei de saber a sua opinião e achei linda a sua capa.
    Beijinhos

  • Camila de Moraes disse:

    Olá!
    Estou super curiosa pra ler esse conto de fadas meio nerd…rs.
    Me parece uma história divertida, encantadora e sua resenha me deixou ansiosa pra começar a leitura.
    Beijos!

  • Beatriz Andrade disse:

    Essa capa está mesmo muito bonita. Eu tenho curiosidade com esse livro, mas não é bem de um gênero que eu leia com frequência e por isso eu acho que algumas coisas não seriam tão legais assim para mim, mas ainda assim eu quero ler. Adorei a sua resenha e gostei de conhecer um pouco mais sobre a trama.

  • Haise disse:

    A capa é linda! Tô bem curiosa pra ler essa história, por saber que vou me identificar com a personagem principal, até por ela gostar de ficção científica também!

    Espero ler em breve.

    Beijos.

  • Mari disse:

    Lu, eu também amei esse livro, você sabe. Realmente, é muito fácil para quem participou de fandoms se identificar com a Elle. Também achei importante o seu comentário sobre ela aceitar muito o abuso da madrasta, mas realmente, ela estava sozinha e dependia da madrasta para tudo.
    Beijos
    Mari
    http://www.pequenosretalhos.com

  • Suzana Chaves Linhares disse:

    Olá! Agora lendo sua resenha deu vontade de ler o livro. Por que só pela sinopse não tinha me dado vontade. Achei legal ela mostrar que nós mulheres gostamos do universo Geek (eu amoo!). Parece ser uma leitura bem divertida e gostosa, vou colocar na minha lista de leitura, beijos!

  • Fabrica Dos Convites disse:

    Não li ainda, mas em relação aos abusos psicológicos da madrasta, que já li em outras resenhas, acho que foi de propósito mesmo para destacar ainda mais a crueldade dela.
    Bjs, Rose

  • Sorteio: Geekerela « Por Essas Páginas disse:

    […] seguida, comente a resenha e preencha o formulário abaixo para liberar mais […]

  • Naylane Sartor disse:

    Oie!

    Achei a capa dessa obra muito linda! Vejo bastante pessoas falando bem dessa história, que estou ficando cada vez mais curiosa para conhece-la mais de perto, irei procurar para comprar o livro e realizar a leitura dele!

    Bjss, vem participar do nosso Sorteio do Desapego, serão 3 Ganhadores! Não perca essa oportunidade!
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2017/08/sorteio-do-desapego-3-ganhadores.html

  • Naylane Sartor disse:

    Oie! Tudo bem?

    Amei a capa dessa obra muito linda! E o marcador dela então nem se fala kkk Sobre a história estou curiosa para conhece-la mais de perto, vejo bastante pessoas falando bem dela, espero em breve conseguir compra-la e lê-la!

    Bjss, vem participar do nosso Sorteio do Desapego, serão 3 Ganhadores! Não perca essa oportunidade!
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2017/08/sorteio-do-desapego-3-ganhadores.html

  • Cristiane de oliveira disse:

    Acho que essa vai ser uma leitura diferente e incrível, espero poder ler em breve, a resenha me deixou bem curiosa.

  • rudynalva disse:

    Olá!
    Releituras são sempre muito boas de serem lidas e se essa é uma da Cinderela contemporânea, deve ser interessante.
    Acredito mesmo que a autora ficou mais focada nas malvadezes e deveria explorar mais o romance.
    Gosto também com essas relações que começam de forma virtual, sem se saber quem está do outro lado, embora seja um tanto perigoso…na vida real.
    Desejo uma semana mais que tranquilo e abençoado!
    “Deus com Sua infinita Sabedoria, escondeu o Inferno no meio do Paraíso para que nós sempre estivéssemos atentos.” (Paulo Coelho)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

  • Ingrid Sodré disse:

    Adorei a resenha, o livro… Caramba, deve ser daquelas leituras bem descontraídas, leves. Eu adoro esse tipo de coisa.
    Confesso que a história da Cinderela não é das minhas favoritas, mas essa “releitura”, digamos assim, me deixou curiosa. A única coisa que me incomodou, assim como foi descrito na resenha, foi essa parte da submissão. Existe tanta no mundo, de diversas formas, que é bom ler histórias de protagonistas mais fortes.
    Amei a capa!

  • Michele Lopez disse:

    Olá,
    É a primeira resenha que leio da obra e fiquei mega curiosa para fazer a leitura.
    Parece ser uma obra bem leve e descontraída, agradável para ler.
    Elle parece ser uma personagem incrível!

    LEITURA DESCONTROLADA

  • Shadai disse:

    Muito bonita a capa.
    E, apesar, de não ser meu tipo de leitura favorito, eu leria numa boa! Ainda mais após uma resenha tão positiva.
    Leitura leve às vezes é bom, quando vemos já estamos totalmente envolvidos pelos personagens, e parece ser bem esse caso.

  • Caroline Garcia disse:

    Estou pra lá de curiosa desde o lançamento desse livro.
    Essa capa e o tema que a obra aborda me chamaram muito a atenção.
    Esse mundinho geek em que os personagens vivem parece ser bem divertido mesmo e espero curtir a leitura em breve.
    Acredito que vou me apaixonar pela escrita da autora e por essa aventura <3
    Beijos
    Caroline Garcia

  • Ana Lima disse:

    Bom pra falar a verdade eu sei sim! Muito bem!! ri bastante lendo vários livros fofos, mas ao ler a resenha e babar pela capa, só me veio a mente um livro que amoooo que é o espetacular Luna Clara e Apolo Onze (Recomendo). Esse não é o meu Daniel, me decepcionei um pouco com a adaptação e nem vou falar de Instrumentos Mortais, mas enfim acho que deva ser um livro leve e divertido para você se apaixonar pelos personagens e ler em 2 dias e sentir saudades. Amei o trecho no final, muito legal! Amei a resenha objetiva e pequena! Bjs!!!

  • Tais Burigo disse:

    Oi tudo bem?
    Eu também li esse livro recentemente e assim como você não conseguia parar de sorrir. Eu acredito que a autora quis passar realmente esses abusos por parte da madrasta, é um livro muito fofo mesmo.

    Beijos

  • Aline M. Oliveira disse:

    Gosto dessas releituras que modernizam antigas histórias, além de deixar mais interessante, fazem com que haja mais procuras pelas literaturas esquecidas..
    Acho que o fato dela focar na madrasta é justamente pra gente ter antipatia e torcer pela mocinha. adoraria ler!

  • Lana Silva disse:

    Desde que vi este livro entre os lançamentos da editora, fiquei completamente encantada pela premissa da estória, e já li muitas resenhas desta obra, mas confesso que nada se compara a sua. Através dela da para perceber o quanto a estória lhe cativou, te prendeu do início ao fim, com uma leitura leve e divertida, com personagens bem construídos, e uma estória diferenciada, mesmo que tenha uma premissa voltada para o conto de fadas da Cinderela.

    Participe do TOP COMENTARISTA de AGOSTO, para participar e concorrer Ao livro “Dois Mundos”, o primeiro da série “Tesouros da Tribo de Dana” da escritora Simone O. Marques, publicado numa edição linda pela Butterfly Editora.
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

  • Saga Literária disse:

    Olá, tudo bem?

    Eu já tinha visto por alto esse livro, não tinha lido a sinopse ou qualquer resenha antes. Achei bem legal a sua resenha, gostei do que li, acho legais algumas releituras. Dica anotada!
    Abraços

  • Bruna Costenaro disse:

    Faz pouco tempo que descobri do que se tratava esse livro, achei que era um chick lit bobinho. Mas depois qd descobri que era uma releitura moderna de cinderela cedi a curiosidade de espiar! Afinal gosto mto de contos de fadas!

    Miquilis

  • Renata Lima disse:

    Só de ler a sinopse já achei a ideia da releitura muito divertida. Não conhecia o livro, mas por me parecer algo com um pouco de humor, fiquei interessada. Agora ele vai para minha lista no Skoob. :D

  • Caroline Couto disse:

    Olá!
    Eu já tinha visto a capa desse livro mas ainda não tira parado para saber mais, eu adorei a premissa dele, e adoro quando o livro aborda vários temas.
    Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora Dramática

  • Márcia Saltão disse:

    Olá!
    Gosto muito de releituras, pois sempre são interessantes e divertidas. Amo Cinderela! Estou bem animada para ler esse livro. A edição está linda!
    Sua resenha, perfeita! Obrigada pela indicação.
    Abraços.

  • Nicole Longhi disse:

    Gosto de releitura, porém somente com alguns ponto pois acho que quando segue mesma história fica muito enjoativo mas a autora soube trabalhar muito bem isso, o que me cativou bastante para leitura..
    Creio que me identificaria com Elle, e todo esse seu universo Geek.
    A capa ficou realmente bonita.

    beijinhos

  • Ana Caroline disse:

    Olá, tudo bem? Esta ai um livro que me identificaria muito e com certeza iria adorar ler. Assim como você ficaria com um sorriso no final. Já estou DOIDA atrás dele e espero conseguir ler em breve. Sua resenha só me deixou com mais expectativas ainda. Adorei <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

  • Milena Soares disse:

    Nossa estou doida pra ler esse livro, curto muito uma releitura de contos de fadas, amei essa capa, essa resenha me deixou ainda ansiosa pra conferi essa história, preciso desse livro pra ontem.

  • Renata Pinheiro disse:

    Fui em um clube do livro aqui na minha cidade e lá eles apresentaram esse livro e eu de cara já fiquei apaixonada. A Intriseca caprichou na edição e tenho lido muitos comentários positivos sobre esse livro. Sua resenha está maravilhosa e só fez aumentar a minha vontade de ler !

  • Patricia Gomes disse:

    Me apaixonei por este livro antes mesmo de seu lançamento, primeiramente pela capa e pelo título. E gosto muito do universo geek e de contos de fada, então achei a combinação perfeita, principalmente por mostrar que garotas também podem se sentir a vontade no universo geek!
    Lendo a resenha, fiquei mais encantada ainda (e com água na boca pela leitura) ao perceber que a protagonista vai mostrar uma releitura atual, apesar de permitir certos abusos por conta de sua madrasta (talvez para ligá-la ao conto de fadas original).
    E o agradecimento da autora fechou com chave de ouro o meu grande interesse por este livro. Pretendo tê-lo em mãos o mais rápido possível!

  • Mariana Paiva disse:

    Primeiro, o que dizer dessa capa linda? Acho que a Cinderela é que a que tem mais releituras, pelo menos em questões de filme, eu já nem sei quantos eu assisti. E agora vendo essa releitura incrível com um tema super atual, com food truck, série, realmente não tem como não querer ler. Já estou percebendo que vou detestar essa madrasta e essa Chloe. E que maravilhoso esse agradecimento da autora, quero muito ler Geekerela, acredito que essa história vai me conquistar ainda mais do que a sua resenha já me conquistou. Vou tentar a sorte no sorteio, mas se eu não conseguir ganhar vou partir pra livraria ou esperar a Black Friday, só sei que preciso ler.

  • Marta Izabel disse:

    Gostei muito de conhecer essa estória bem interessante!! Adoro releituras de contos de fada e esse sem dúvida é muito bacana!! Amei essa capa!!
    Bjos

  • Adriana C. Sousa disse:

    Que graça de livro! Primeiro porque eu sou fã de Cinderela, li milhares de vezes quando a minha filha era pequena, agora vem essa releitura que eu fiquei doida para ler! Quero muito saber o que vai acontecer no Concurso e o que esse livro tem para nos oferecer.

  • Thayenne disse:

    Olá,

    Menina, estou doida para fazer essa leitura. Primeiro, porque amo releituras de contos de fadas e em segundo, porque essa capa + sinopse me deixaram doida de curiosidade. Adoro histórias geek, e saber que a protagonista é uma mulher só me deixa mais empolgada para fazer essa leitura. Além disso, adoro história seja divertidas e que arrancam boas gargalhadas. Quero ler esse livro pra ontem!!

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

  • Franciele Débora disse:

    Adorei essa releitura de Cinderela e olha que eu não sou muito fã de releitura de contos de fadas. Amei premissa do livro e olha que nem li, amei saber sobre os e-mails anônimos e o fato que eles se conhecem assim e vai se apegando aos poucos.
    Sinto que vou amar ler esse romance, ai meu coração num aguenta isso…
    Adorei sua resenha e me senti empolgada a ler esse livro.
    Obrigada pela dica.
    Beijos.

  • Francisca Elizabete Bezerra dos Santos disse:

    Uma história com uma trama já conhecida, mas com uma narrativa diferente, e eu acho foi isto que me fez interessar-me pelo livro!! Sem contar que ele parece ser bem divertido!! Achei a capa bem simples, para ser sincera!!

  • Valeria disse:

    muito boa essa resenha

  • Thiciany Lopes disse:

    Eu nunca gostei muita da Cinderela, assim, o que me interessou nesse livro foi o fato de a personagem ser uma geek, o que me faz indentificar com ela um pouco. E pela resenha, parece que o Darien é aquele personagem que te conquista por acima de tudo ser um garoto normal, com problemas e sentimentos normais apesar da profissão.

  • Adriane Ferreira Livia Andre disse:

    quero ler para ontem cinderela new…………

  • Viviane Pereira Amaral Brito disse:

    Tudo o que se refere ao universo nerd me interessa porque meu marido é muito geek. No começo eu ficava boiando mas agora adoro esse mundo.

  • Jessica Eliana disse:

    Ai que demais essa resenha menina, quero muito esse livro tenho certeza que esse livro nós prende na leitura e a gente não consegue parar de ler ja esta na minha lista de leitura

  • Larissa Dutra disse:

    Olá, tudo bem? Essa capa é muito linda, hehe. Adorei sua resenha e fiquei mega curiosa para ler a obra. Gostei muito do trecho que você colocou no final!

  • Top Ten Tuesday: Dez livros que eu poderia reler para sempre « Por Essas Páginas disse:

    […] Geekerela, Ashley Poston: Tudo bem, eu ainda não reli Geekrela, mas ele está lá me esperando. Eu simplesmente me encantei com a história, acho que ela merece ser relida várias e várias vezes. Eu só preciso reorganizar meus livros e pronto, pego para reler. rsrs Resenha […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem