Resenha: História da sua vida e outros contos

Fiquei interessada em História da sua vida e outros contos antes mesmo de saber que um dos contos inspirou o filme A Chegada (que, aliás, foi o melhor filme de 2016 para mim). Fiquei um pouco receosa no começo, achando que poderia ser uma leitura muito densa, mas, apesar de não ser um livro para se ler distraído, a coletânea do autor Ted Chiang é uma mistura sensível de ficção científica e dramas humanos, e foi uma ótima pedida.

historiadasuavida“Um dos autores de mais destaque no cenário da ficção científica, Ted Chiang pode ser descrito como um escritor pouco prolífico: tem apenas quinze trabalhos publicados, entre contos e novelas curtas. A pequena produção contrasta com sua expressiva quantidade de premiações: os oito textos reunidos em História da sua vida e outros contos ganharam no total nove importantes prêmios, dentre eles Nebula, Hugo, Locus, Sturgeon, Sidewise e Seiun.
Publicadas originalmente em volumes diversos, as narrativas de Ted Chiang estão pela primeira vez reunidas em uma coletânea. Entre as histórias dotadas de rigor científico, humanidade e lirismo estão “A torre da Babilônia”, na qual um minerador sobe a famosa torre com a missão de escavar a abóbada celeste; “Divisão por zero”, uma reflexão precisa e devastadora sobre o fim da esperança e do amor, e “História da sua vida”, na qual uma linguista aprende um idioma alienígena que modifica sua visão de mundo.
Com uma prosa límpida e ideias às vezes desconcertantes, Chiang comprova seu inegável talento para a boa ficção científica: a capacidade de contar uma história humana, extremamente bem escrita, na qual a ciência funciona como expressão dos questionamentos mais profundos enfrentados pelos personagens. Um livro repleto de ideias originais e passagens inesquecíveis.” Fonte

Gosto muito de ler contos, e gosto ainda mais quando a coletânea é de um mesmo autor (o que também não faz que eu desgoste de antologias de vários autores, pelo contrário); o que acontece é que, quando lemos várias histórias de um mesmo escritor, é como se encaixássemos pedaços de um quebra-cabeça e tivéssemos um vislumbre de como funciona a cabeça dele, suas ideias mais espontâneas. Digo isso porque, como também escrevo, acredito que os romances, por serem mais longos e mais trabalhados, não são tão espontâneos quanto os contos; às vezes um conto reflete apenas uma ideia que um autor teve e, a partir dela, pensou “como isso daria uma história?”. Aliás, no final de Histórias da sua vida e outros contos, temos algumas notas do autor que falam exatamente disso, de como ele juntou ideias para criar essas histórias.

Nessa coletânea, encontramos várias histórias de Ted Chiang, todas tendo em comum algum elemento de ficção científica. É incrível ver como ele humaniza a FC, criando dramas emocionantes com temas como, por exemplo, a matemática ou uma invasão alienígena. Em todos os contos há explicações científicas, mas não se preocupe: nenhuma delas é em tom didático ou um tratado complicado, e isso é o mais brilhante desses contos, uma vez que o autor insere essas informações naturalmente, incluindo mesmo o leitor mais casual.

historiadasuavida_insta

Um dos meus contos favoritos foi, é claro, o que inspirou o filme A Chegada: o título dele é História da sua vida (que, apesar de não ser um título tão chamativo quanto o do filme, faz bem mais sentido e é até mais emocional). Li o conto depois de assistir o filme (aliás, preciso falar de novo: esse filme é incrível, o melhor de 2016, e se não viu, corre pra assistir!) e mesmo assim o texto não perdeu seu brilho; gostei muito de como o autor envolve o leitor e lida com a questão do tempo na história. Sem spoilers aqui, fiquem tranquilos, porém quem assistiu o filme sabe que há algo muito crucial na história que molda toda a passagem do filme, e quando você assiste, fica pensando “como o escritor fez isso em um conto?”. Mas sim, Ted Chiang teve a capacidade de criar essa sensação também em forma de palavras e, quando terminei de ler, fiquei impressionada em como o conto tinha exatamente o formato da língua dos alienígenas na história. Incrível!

Mas esse não foi o único conto que gostei, claro. Aliás, acredito que até apreciei mais a leitura de outras histórias nesse livro. Destaque para Entenda, o que mais me deixou na ponta da cadeira, uma história sobre super-inteligência que mistura ação, espionagem e computação, O Inferno é a ausência de Deus, um conto que me impressionou bastante, com uma ideia completamente insana e um final que me fez, ao mesmo tempo, ficar boquiaberta e rir de nervoso; e, por fim, Gostando do que vê: um documentário, um conto escrito em forma de documentário, que imagina um mundo onde as pessoas pudessem desligar a parte do seu cérebro que reconhece a beleza física humana. (E sim, se isso existisse, eu gostaria de experimentar a cali.)

Esses foram os melhores contos na minha leitura, mas também há ideias marcantes e muito inteligentes nas outras histórias. Alguns outros contos apenas não têm um ritmo tão bom quanto os que mencionei, ou personagens tão cativantes, e preciso dizer que achei A evolução da ciência humana um conto dispensável, mas no todo o livro é ótimo, com um bom ritmo, tramas inteligentes e histórias inesquecíveis. O tipo de obra que mexe com a cabeça do leitor e coloca várias perguntinhas inquietantes dentro dela. A edição está muito confortável e bem editada e revisada, e a capa, apesar de não chamar muito atenção, transmite a ideia do livro. Vale muito a pena a leitura.

 Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela Editora Intrínseca.

Ficha Técnica

Título: História da sua vida e outros contos
Autor: Ted Chiang
Editora: Intrinseca
Páginas: 368
Onde comprar: Amazon / Livraria CulturaSubmarino / Shoptime / Livraria da Travessa / Livraria da Folha
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Douglas Fernandes disse:

    Ainda nao tive a oportunidade de ver o filme, mas já quero muito ver, vc disse que foi o melhor filme pra vc em 2016, então o filme deve ser muito bom…rsrs
    Apesar de nao ter costume de ler livros de contos, esse me deixou bastante curioso, os contos parecem muito interessantes, e parece te prender, já quero ler o livro

  • Sexta do Sebo #205 « Por Essas Páginas disse:

    […] Um livro que eu gostei muito, mas achei a capa super sem graça (e talvez não comprasse à primeira vista por causa disso) foi História da sua vida e outros contos (resenha aqui). […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem