Resenha: Manhã de Núpcias

MANHA_DE_NUPCIASSinopse: Quando herdou o título de lorde Ramsay, Leo Hathaway e sua família passavam por um dos momentos mais difíceis de sua vida. Mas agora as coisas vão bem. Três de suas quatro irmãs já estão casadas, uma preocupação que Leo nunca teve consigo mesmo. Solteiro inveterado, ele tem uma certeza na vida: nunca se casará.
Mas então a família recebe uma carta que pode pôr tudo isso em risco: se Leo não arrumar uma esposa e gerar um herdeiro dentro de um ano, ele perderá o título e a propriedade onde todos vivem.
Solteira e sem pretendentes, a governanta Catherine Marks talvez seja a única salvação da família que a acolheu com tanto carinho. O único problema é que Leo não compartilha do mesmo afeto que suas irmãs têm pela moça.
Para ele, Catherine é uma megerazinha cheia de opinião que fala demais. Apesar de irritá-lo e quase o levar à loucura, ela é a primeira – e única – mulher com quem ele considera se casar.
Catherine, por sua vez, tem uma opinião igualmente negativa a respeito do patrão. Além disso, ela esconde alguns segredos do passado e um deles pode destruir a vida que tão cuidadosamente construiu para si.
Agora Leo e Catherine precisam um do outro, mas para vencer as dificuldades e consertar as coisas eles terão que superar as turras e as diferenças, num romance intenso e sensual que só Lisa Kleypas poderia ter escrito. Fonte

É provável que a resenha contenha algum spoiler dos livros anteriores, mas não é nada que vá prejudicar sua leitura

O livro começa um pouco antes do cliffhanger deixado em Tentação ao Pôr do Sol, já que a cena é intercalada aos acontecimentos dos últimos capítulos do livro anterior e os capítulos iniciais deste. Para quem não sabe, Leo conheceu a governanta Catherine Marks em Sedução ao Amanhecer, depois que voltou da França. E os dois se odeiam mutuamente desde então. Pelo menos é o que parece.

– Discutir é tão natural para a senhorita quanto respirar, não é?
– Não, não é – rebateu ela de imediato, e corou quando ele deu uma risada rouca.
– Não é nada divertido irritá-la quando a senhorita facilita, Srta. Marks.

Porém, Leo passa a prestar cada vez mais atenção à Catherine, ainda mais depois de descobrir que ela tingia seus cabelos. Então, ele resolve tirar a limpo essa história e também que tipo de relacionamento ela tem com Harry Rutledge, marido de Poppy (bem, a autora explicou superficialmente no livro anterior, mas esqueceu de contar para Leo rs). Quando se dão conta, as brigas passam a terminar com beijos roubados e corações a mil.

Além desse sentimento conflitante entre os dois, Leo se vê em um beco sem saída quando descobre que deve se casar em pouco tempo para manter a Ramsey House com os Hathaways e por isso aceita que as irmãs organizem um baile a fim de arrumar uma noiva, uma vez que a última coisa que quer fazer é se apaixonar.

Leo tentava compensar as falhas para com sua família. E, acima de tudo, estava determinado a evitar se apaixonar novamente. Agora que tinha consciência da profundidade fatal de sentimentos da qual era capaz, nunca mais concederia a outro ser humano tal poder sobre ele.

Porém, um acontecimento nesse baile traz à tona o passado de Catherine. Determinada a fugir, mal sabe ela que Leo está mais determinado ainda a mantê-la por perto e fazer tudo o que estiver em seu alcance para ajudá-la – inclusive casar com ela!

– Quer saber a melhor parte do meu plano? – perguntou ele, com uma voz rouca. – Para torná-la uma mulher honesta, terei que corrompê-la primeiro.

Eu gosto muito desse livro, porque ele mostra o resultado da evolução de Leo ao longo da série. No primeiro livro, vemos Leo, recém-assumido Lorde Ramsay, quase acabando com a própria vida, sem se conformar com a morte de sua noiva. No segundo livro, após retornar da França, ele já é praticamente um novo homem, assumindo seu papel na aristocracia e dividindo as tarefas da Ramsay House com seus cunhados. Seu humor ácido e sarcástico foi aperfeiçoado e ele fazia questão de ostentar uma máscara aristocrática e mesmo fria diante de desconhecidos, porém agindo com caráter e ternura com sua família.

Mostra também a evolução do relacionamento entre Leo e Catherine, que nasceu de uma antipatia mútua ainda no segundo livro da série, quando ela é contratada como governanta. Porém, nesse mesmo livro, podemos ver algumas faíscas. Leo passa a ter interesse sobre quem é Catherine Marks, que aumentou durante a série; enquanto isso, ela tinha uma opinião muito ruim sobre ele e a vida de degenerado que Leo fazia questão de ostentar diante dos outros. Foi preciso todo o poder de sedução de Leo para fazer Catherine enxergar que ele era digno de sua confiança.

Por falar nisso, esse livro é o mais ousado da série, o que não poderia ser diferente, em se tratando de Leo. Mesmo assim, com todas as cenas hots, eu achei fascinante a forma como de repente Leo percebeu que não podia fugir de seus sentimentos e que o ditado “prevenir é remediar” não se aplica ao amor.

Leo nunca imaginara que a mulher que antes despertara o pior dele agora despertasse o melhor. E nunca sonhara que seu amor por ela fosse se tornar tão profundo a ponto de ele não conseguir controlá-lo ou contê-lo.

Super recomendo a leitura! Só posso dizer que depois de ler esse livro, eu fiquei muito tentada a ter um furão como bicho de estimação. Quer saber por que? É só ler o livro! rs

Ficha técnica:

Nome: Manhã de Núpcias
Autor: Lisa Keyplas
Páginas: 272
Editora: Arqueiro
Onde comprar:Livraria Cultura / Livraria Cultura (e-book) / Amazon
Minha avaliação:

 

Essa postagem está participando do Top Comentarista de Março. Por favor, preencha o formulário abaixo após postar seu comentário. Basta clicar na imagem para abri-lo em nova página!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Douglas Fernandes disse:

    Eu Não li nenhum livro dessa série e nem tenho nenhum dos livros aqui, mas eu to curioso em relação a essa série, pq em vários blogs falam super bem dos livros, confesso que não é o estilo que gosto e que costumo ler, mas to com o pressentimento que essa série é muito boa mesmo e eu vou gostar muito, fiquei curioso tbm o porque do furão… hahahahahaha

  • Lucy disse:

    Oi, Douglas! Só cuidado porque se não é um estilo que você gosta ou costuma ler, você pode achar… Um pouco açucarado. rsrs Mas sinceramente, eu recomendo mesmo porque tem partes muito engraçadas além do romance. E sobre o furão… Eu deixo para você descobrir caso leia a série. :P Bjos!

  • Gustavo disse:

    Você me convenceu a ler essa série com a resenha do primeiro livro, e não li essa para não estragar a surpresa, só vi que ainda tem cinco estrelas, então ja fico feliz por não ter caido a qualidade kkk

  • Lucy disse:

    Oi, Gustavo! Então leia logo para você poder ler a resenha e comentar se concorda ou não comigo! hahahah
    Bjos!

  • Milena Soares disse:

    Amo essa série é ótima, curto muito um romance de época

  • Lucy disse:

    Oi, Milena!
    Essa série simplesmente me conquistou! Não vejo a hora de ler os outros romances da autora!
    bjs

  • Mary disse:

    Adoro essa série, mas esse foi o livro que menos gostei :~~ Achei que começou até legal, mas antes da metade até o final achei super arrastado, li correndo, doida pra acabar logo e poder conhecer a história da Beatrix, que eu imaginava ser bem melhor que essa (e, ainda bem, foi! E muito!). Apesar de todo o açúcar dessa série, que em alguns momentos é MUITO difícil de digerir, a criatividade da autora na criação dos personagens e das histórias me conquistou.

  • Lucy disse:

    Oi, Mary!
    Nossa, esse foi um dos que mais gostei. rsrs Não achei tão arrastado, porque na verdade não podia correr com nada, entende? O Leo não podia forçar a barra com a Cat e ainda tinha o problema dela para resolver. Às vezes tomar uma decisão parece fácil, mas não é. Mas enfim, também gostei do livro da Beatrix e logo posto a resenha dele por aqui! Acho que o açúcar dos romances de época são muito parecidos entre si, sempre são “fora da realidade”, mas a gente se diverte mesmo assim! hahaha
    Bjos!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem