Resenha: Meu amor é um sobrevivente

“O amor vence qualquer desafio. Pode florescer em um apocalipse zumbi ou em um mundo dominado por governos violentos e totalitários. Não existe hora nem lugar, ninguém escolhe por quem se apaixonar. Mesmo em um momento de provação, quem manda é o coração e somos capazes de tudo. Até mesmo nos sacrificarmos pela sobrevivência de quem amamos.

Mas como fica a conquista em uma situação dessas? Onde estariam as tentativas de flerte, a expectativa de marcar um encontro ou aquele medo gostoso por não saber o que aconteceria depois de um longo e demorado beijo?

Se a pessoa que amamos está acometida de uma doença mortal e mal sabemos quanto tempo juntos teremos, cada dia ao lado dela é uma dádiva a ser agradecida. Mas o amor supera tudo.

Nas terríveis páginas de Meu Amor é um Sobrevivente, você conhecerá autoras da literatura fantástica nacional que sobreviveram para contar histórias românticas cheias de superação e sacrifícios. É claro que amar é perigoso, mas o amor também pode ser a força que precisamos para chegarmos a um final feliz mesmo em um cenário desolador e cruel”.


Meu amor é sobrevivente faz parte da coleção Amores Proibidos, onde cada livro traz contos com romance com um tema em comum e todos eles são escritos por autoras. Os livros anteriores foram Meu amor é um vampiro, Meu amor é um anjo e Meu amor é um mito. Nesse quarto livro, a proposta foi o amor entre sobreviventes. Esse antologia foi organizada pela Ana Lúcia Merege e Janaína Chervezan.

sobrevivente capa

Primeiro, eu tenho que comentar sobre a edição: ela está muito caprichada e linda! Antes de cada conto tem uma página com o título, nome do autor e um coração. E isso é ótimo principalmente porque tem um espaço para os autores autografarem (e eu já tenho um autógrafo lindo da Karen!).

maeus autografo

Além disso, em todos os contos, tem o nome do autor no alto da página, então fica fácil procurar por algum deles. E no final, tem um pequeno texto e foto de cada uma das autoras!

sobrevivente autores

É claro que, assim como alguns gostam de azul e outros de rosa, nem todos os contos vão agradar todos os leitores da mesma forma. Mas, no geral, eu achei que os contos selecionados para esse livro foram muito bons. O prefácio do livro foi escrito pela Ana Carolina Silveira e ela explica exatamente sobre as diferentes formas  em que o mundo pode acabar e como o amor pode ser importante nesses momentos difíceis. E os contos mostram exatamente essa diversidade de opções! É claro que a maioria deles fala sobre zumbis ou de criaturas semelhantes, mas o livro também possui contos sobre mudanças climáticas, apocalipse nuclear, distopias, mudanças biológicas… Tem de tudo um pouco!

O livro é composto de 9 contos e eu resolvi comentar um pouco sobre os que mais me chamaram atenção, porque eu acho muito difícil fazer resenha de contos sem contar a história deles! Devo dizer que foi muito difícil fazer um Top 3 porque eu queria colocar mais contos na lista!

sobrevivente sumário

O conto que eu mais gostei foi Futuro do Pretérito da Patrícia Loupee. Esse conto foi o que conseguiu trabalhar melhor os dois pontos principais do livro: o romance e o fim do mundo. Ele conseguiu ser fofo e lindo mas ao mesmo tempo muito cruel. Como nós temos alguns fatos do “futuro” e do “pretérito”, isso acaba levando a aproximação dos leitores aos personagens. Nesse conto são descritos os “transformados”, que são criaturas tão cruéis quanto os zumbis.

“Já faz um ano que ela está ao meu lado, e até hoje eu não sei dizer por que continua aqui. Só sei que dizer obrigado um milhão de vezes, vezes mil, não seria o bastante pra mensurar tudo o que ela já fez por mim.”

Meu segundo conto preferido foi Chocolate da Karen Alvares. Quem nunca sonhou em ficar trancado durante uma noite em um supermercado para poder comer todos os doces? Pois é, eu também! Mas ficar preso em um supermercado enquanto zumbis estão atacando os humanos não é nada interessante. Com as várias referências a zumbis famosos, não teve como não sorrir durante a leitura. Mas como o nome já diz, este conto é como o chocolate: meio doce e meio-amargo (deve ser por isso que eu prefiro chocolate ao leite). E esse conto foi muito diferente dos outros porque ele levanta um questionamento importante: quem são os verdadeiros vilões?

“Vocês já estão percebendo por que a minha história começa em um supermercado, não é? Quer dizer, antes de preencher o vazio em meu coração minha prioridade era encontrar algo para preencher o vazio do estômago.”

O terceiro conto que eu mais gostei foi Fundo do Abismo, de Carol Chiovatto. Quando eu terminei a leitura, eu não queria que ele acabasse ali. Eu fiquei muito curiosa pelo enredo criado, eu precisava de mais! Esse conto fala sobre a humanidade após uma guerra nuclear. Mas essa guerra também afetou uma outra espécie, parecida com a nossa mas desconhecida… Esse foi um dos contos mais criativos no sentido ambientação.

O conto Dias de Sombra da Bruna Louzada merece um destaque por ter utilizado um clichê de uma forma brilhante (afinal, um livro não é de romance se não tiver pelo menos um clichê)! Ah e não tem como não mencionar as bactérias sintetizadores de arsênio do conto Sandarach da Christiane Salles. Adorei como ela utilizou a teoria da evolução para causar o fim do mundo!

Eu não sei qual foi o critério que as organizadoras utilizaram para decidir a ordem das contos, mas a minha leitura seria um pouco melhor se ela fosse um pouco diferente. Acredito que o primeiro conto deveria ser um pouco mais impactante, para poder exatamente chamar o leitor para o livro. Além disso, dois contos de zumbis estão juntos. Eles são totalmente diferentes e isso não atrapalhou de nenhuma forma a leitura. Mas eu acho que ficaria muito mais interessante se os temas semelhantes ficassem separados – e realmente tinha espaço para isso já que no final do livro ficaram mais concentrados os contos sobre mudanças no meio ambiente e distopias

Enfim, se você gosta de romance e/ou de catástrofes, leia “Meu amor é um sobrevivente”! Ele é aquele livro que você consegue ler bem rápido e que com certeza vai fazer você refletir, seja sobre o amor ou o final do mundo.

Observação: Se vocês quiserem um exemplar autografado lindão como o meu, A Karen Alvares está vendendo alguns exemplares a R$24,90 e com frete grátis. Para saber mais, é só clicar aqui.

Ficha Técnica

Título: Meu amor é um sobrevivente
Organizadora: Ana Lúcia Merege e Janaína Chervezan
Autores: Mariana Bortoletti, Karen Alvares, Bruna Louzada, Carol Chiovatto, Patrícia Loupee, Allana Dilene, Christiane Salles, Lidia Zuin e Roberta Grassi
Editora: Draco
Páginas: 160
Onde comprar: Editora Draco / Livraria Cultura (e-book) / Amazon (e-book)
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Ana Lúcia Merege disse:

    Muito obrigada pela resenha! Espero que você se interesse pelos outros livros da série e acompanhe o trabalho das autoras desse volume. Todas têm muitas histórias esperando para serem contadas. Grande abraço!

  • Dâmaris Carvalho Lima disse:

    Achei interessante vários contos com base na mesma temática (romance e apocalipse), fiquei curiosa em ler, gosto de contos!

  • Karen disse:

    Lany! *_*
    Apaixonei pela sua resenha, tá maravilhosa como todas que você faz. Envolvente, inteligente, crítica e empolgada. Fiquei TÃO TÃO feliz que você curtiu o livro (e o meu conto, claro! :D), o meu autógrafo, awwwnnn, suspirei quando li essa resenha. Obrigada!!!

  • Julliany disse:

    Adoreeeeei, eu gosto de livros de contos, adorei deixe a neve cair, mas pelo jeito não tem nada a veer kk Mas acho muito muito legal mesmooo *–*

  • Julliany disse:

    mas eu fiquei com medo dessa capa também, não gosto de ver pessoas sangrando :(( Principalmente quando a garota acabou de apanhar de um cara, porque na capa parece que foi isso

  • Nayara disse:

    Adorei a resenha e confesso que se eu não tivesse lido, eu provavelmente não iria me interessar pelo livro. Nunca li livros com contos, mas o tema é bem diferente. E fiquei curiosa pra saber dos “zumbis famosos” hahaha.
    Parabéns!
    Beijos

  • A Cuca Recomenda: Divulgação Boy’s Love « Por Essas Páginas disse:

    […] promocional de pré-venda com uma super promoção juntamente com Meu Amor é um Sobrevivente, que foi resenhado pela Lany aqui, mas para quem prefere livros digitais, já está disponível a versão em e-book […]

  • Divulgação: Editora Draco no Anime Friends 2014 « Por Essas Páginas disse:

    […] estande da editora autografando junto a outras autoras o livro Meu Amor é um Sobrevivente (leia a resenha da Lany sobre ele!), portanto, se quiserem me dar um oi, passem lá! Vale também lembrar que no dia 17 às 16 […]

  • Sexta do Sebo #162 « Por Essas Páginas disse:

    […] um conto chamado Chocolate que está na antologia Meu Amor é um Sobrevivente, da Editora Draco. Tem resenha no blog aqui. […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem