Resenha: Mulheres na Luta

Ficha técnica:

Título: Mulheres na Luta – 150 anos em busca de liberdade, igualdade e sororidade

Autoras: Marta Breen e Jenny Jordahl

Posfácio “Brasileiras na Luta”: Bárbara Castro

Tradutora: Kristin Lie Garrubo

Páginas: 128

Editora: Seguinte

Compre aqui

Sinopse: “Há 150 anos, a vida das mulheres era muito diferente: elas não podiam tomar decisões sobre seu corpo, votar ou ganhar o próprio dinheiro. Quando nasciam, os pais estavam no comando; depois, os maridos. O cenário só começou a mudar quando elas passaram a se organizar e a lutar por liberdade e igualdade. Neste livro, Marta Breen e Jenny Jordahl destacam batalhas históricas das mulheres — pelo direito à educação, pela participação na política, pelo uso de contraceptivos, por igualdade no mercado de trabalho, entre várias outras —, relacionando-as a diversos movimentos sociais. O resultado é um rico panorama da luta feminista, que mostra o avanço que já foi feito — e tudo o que ainda precisamos conquistar.”

Quando vi a edição de Mulheres na Luta – 150 anos em busca de liberdade, igualdade e sororidade na livraria, é claro que o título e o tema me chamaram atenção, mas preciso ser franca: foi o capricho que me fez querer pedir essa HQ para nossa parceira, a Editora Seguinte. A edição capa dura é cheirosa (muito!), com ilustrações lindíssimas e miolo todo colorido. Se vale a pena? E muito! Cada página é um aprendizado sobre as mulheres que construíram nossa história (e muitas vezes foram sumariamente apagadas dela) e, além disso, é uma obra para se ter na estante e abraçar (e cheirar!).

Houve um tempo no qual as mulheres não tinham poder de decisão nem sobre si mesmas: o que vestir, como se comportar, com quem se relacionar, não podiam trabalhar ou estudar nem ter seu próprio dinheiro. Nós éramos impedidas até mesmo de pensar por nós mesmas. Mulheres passavam das mãos dos pais para a dos maridos e até mesmo os filhos (homens, é claro) podiam controlá-las na velhice. Não havia direitos, não havia vontades. Mas, muito aos poucos, isso mudou – e foi graças às próprias mulheres, mulheres corajosas e ambiciosas que foram atrás dos seus sonhos e até hoje estão tentando construir um mundo melhor (e não só para as mulheres, mas para todos). Algumas dessas heroínas estão reunidas nesta HQ.

Passando pela primeira convenção feminista, pela luta das sufragistas e das mulheres negras contra a escravidão, a conquista do voto, o direito de decidir sobre o próprio corpo e sexualidade, e até mesmo a luta pela educação, temos mulheres maravilhosas como Margaret Sanger, que lutou pelos contraceptivos e pelo direito das mulheres controlarem os próprios corpos, ou Millicent Fawcett Emmeline Pankhurst, sufragistas que lutaram bravamente pelo direito do voto, ou ainda Táhirih, a poeta e mártir iraniana que pagou com a própria vida peleo desejo de igualdade, chegando a Malala, a jovem paquistanesa que luta pelo direito da educação para as meninas e foi a pessoa mais jovem a ganhar o Nobel da paz.

Conhecer a vida e a luta de cada uma dessas mulheres através das ilustrações de Jenny Jordahl e do texto de Marta Breen é intenso, necessário e inspirador. Para uma mulher, a leitura é recheada de amor e gratidão por essas mulheres históricas que fizeram e continuam fazendo tanto por nós, e nos faz, além de admirá-las, querer fazer o que pudermos por aqui também, para darmos a cada dia mais um passo em busca da igualdade, da liberdade e da sororidade. E, além disso, a edição brasileira da Seguinte tem um posfácio especial maravilhoso da Bárbara Castro: “Brasileiras na Luta, que fala um pouco da nossa luta aqui no país e de brasileiras incríveis que fizeram nossa história.

Um texto rico, com ilustrações belíssimas e uma edição caprichada é o que traz essa HQ. Se você ainda não leu, coloque na sua lista de leitura e inspire-se pela história dessas mulheres na luta!

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela Seguinte, selo da editora Companhia das Letras

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Carol Nery disse:

    Recebemos essa belezura pra resenhar também. Mas, não é bem meu “nicho” e outra colega mandou ver nessa leitura. Assim como você, ela também gostou muito do tema e do capricho da editora com a edição.
    Acredito que são obras assim que reforçam ou até abrem os olhos dessa nova geração para algumas situações que as mulheres já enfrentaram e ainda enfrentam.

    Beijão

  • Mari disse:

    Olá!

    Ai, quero muito ler este livro! Além de ter um trabalho gráfico maravilhoso demais, também sou apaixonado por livros de capa dura e HQs, mas é a história por trás e dentro desse livro que me faz querer lê-lo. é importante demais podermos saber sobre nossas grandes mulheres!

    Beijos
    Blog Diversamente

  • Tammy (Livreando) disse:

    Essa edição está maravilhosa! Estendi completamente seu primeiro impacto. Essa é uma obra muito relevante que serve até para nos lembrar o quanto trilhamos e ainda temos que trilhar. Tenho certeza que é um livro inspirador.

  • Sara Kerolen Souza Oliveira disse:

    Oii tudo bem ?
    Nossa eu jurava que era livro kkkk só de saber que hq já da muita vontade de ler e ainda com assunto impactante me deu mais vontade ainda só vendo essas fotos já tenho uma noção que o traço da hq e linda e conserteza deve trazer algo a mais pra história.
    Obrigado por trazer essa ótima indicação.

    Bjs
    .

  • Andy disse:

    Oi!

    Não conhecia essa obra ainda e fico extremamente feliz por ver as mulheres ganhando cada vez mais voz e sendo cada vez mais donas de si e do seu futuro. Fico tão triste e decepcionada que ainda existam culturas que reprimam a mulher tratando-as de forma tão divergente quando comparado aos homens.
    Enfim, acho que essa obra deve ser bem reflexiva e uma leitura estimulante a qual eu ficaria feliz em ler.

    Abraços,
    Andy – StarBooks

  • Amanda Melo Novais disse:

    Não costumo ler HQ, mas o tema é precioso! ♡ Infelizmente ainda é preciso falar sobre isso e reforçar a luta feminina. Muita gente (inclusive mulheres) que conheço precisam receber um livro desses.
    E o mais importante: escrito por mulheres.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem