Resenha: Norte e Sul

Ficha técnica: 

Nome: Norte e Sul

Autor: Elizabeth Gaskell

Tradutor: Anna Duarte e Carlos Duarte

Páginas: 746

Editora: Martin Claret

Compre aqui

Sinopse: Publicado em 1854, ”Norte e Sul” retrata os efeitos da Revolução Industrial no solo inglês. As personagens principais: Mr. Thornton e Margaret dualizam o norte (industrial, sujo e sem modos) e o sul (bucólico e aristocrático). O relacionamento entre os dois pode evocar no leitor lembranças de Orgulho e Preconceito, pois, assim como na obra de Austen, as personagens de Gaskell também precisam passar por cima das convenções sociais e dos pré-conceitos em busca do amor e da realização. O romance ”Norte e Sul” foi escrito e publicado na revista Household Words na forma de folhetim, como era de costumeiro, no ano de 1854, quando a Inglaterra sofria os efeitos da Revolução Industrial e das mudanças delas advindas. A mola propulsora do enredo é a mudança da família de Margaret, da idílica cidade de Helstone, sul da Inglaterra, para o centro industrial de Milton-North.

Conheci Norte e Sul na mesma época que conheci Orgulho e Preconceito: com a série da BBC no início dos anos 2000. Simplesmente me apaixonei pela série, que conta com seis episódios e há muito tempo eu queria conhecer o livro. Já tem inclusive um tempo que li, mas não sei porque só agora fui postar a resenha dele.

Também conhecido como Margareth Hale, Norte e Sul mostra o contraste entre duas regiões da Inglaterra, tanto na paisagem como na personalidade de seus personagens. Por um lado, temos os Hale, personagens sulistas que vão para o norte do país, uma vez que o pai de Margareth deixou de ser clérigo. Por outro, temos os Thorton, uma família um tanto austera no que diz respeito a comportamento.

Mr. Thornton é um homem rude, que aprendeu desde cedo a importância de um trabalho árduo e justo. Ele é um empresário no ramo de algodão e administra uma fábrica em Milton. Sua mãe é sua maior aliada, e conselheira, ela tem um papel de destaque na trama, encarando o meio de vida do sul com desdem. Ele também tem uma irmã, que  é uma jovem cabeça de vento que, como todas as jovens da época, está preocupada em fazer um bom casamento.

Margareth é uma jovem gentil, mas com pensamentos fortes e também com preconceito em relação ao meio de vida de Milton, que é muito desgastante. É uma jovem de uma beleza única, que logo chama a atenção de Mr. Thorton, mas ele no início também tem a impressão de que ela é uma jovem frívola típica do sul. Ambos não tiveram uma boa impressão ao se encontrarem a primeira vez, mas acabam se tolerando por causa do pai de Margareth, que torna-se professor e dá algumas palestras, além de dar aulas particulares para Mr. Thorton. Além disso tudo, os Hale também têm um segredo que devem manter, mas esse mesmo segredo pode prejudicar os sentimentos que Mr. Thorton nutre por Margareth e vice-versa.

A história em si não trata apenas do romance entre Mr. Thorton e Margareth, embora o afeto entre os dois cresça no decorrer da história – e muitas vezes queremos torcer o pescoço desses dois. Inclusive, foram muitos encontros e desencontros até chegarem a uma conclusão. Mas enfim, o livro também trata da luta de classes entre os senhores de terras e os trabalhadores sindicalistas. De como os trabalhadores lutavam por seus direitos e por uma vida melhor.

Recomendo muito o livro e sugiro que procurem pela série. Infelizmente é muito difícil encontrar o DVD da série à venda (eu tenho! *_*), mas se encontrarem, podem comprar porque a qualidade da história é garantida!

Trailer da série:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • lilian farias disse:

    Que interessante, não conhecia o livro não imaginava ter uma série sobre, pouco vejo TV então fico totalmente desinformada, vou ler a o livro e comprar a série conforme sua orientação

  • Beatriz Andrade disse:

    Não conhecia o livro nem a série e pela sua resenha eu fiquei muito curiosa, adorei ver a sua opinião sobre a leitura e espero poder ler em breve.

  • Maria Luíza Lelis disse:

    Olá, tudo bem?
    Eu assisti a série e sou completamente apaixonada. Tenho o DVD aqui e já assisti várias vezes. Como não amar o Mr. Thorton? rsrsrs.
    Comecei a ler o livro, mas por alguns problemas tive que interromper a leitura. No entanto, eu estava adorando, especialmente pelo fato da autora retratar tão bem os conflitos de classe da época. Adorei ler sua resenha e quero continuar este livro em breve.
    Beijos!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem