Resenha: Novembro de 63

NOVEMBRO_DE_63_1380329210BA vida pode mudar num instante, e dar uma guinada extraordinária. É o que acontece com Jake Epping, um professor de inglês de uma cidade do Maine. Enquanto corrigia as redações dos seus alunos do supletivo, Jake se depara com um texto brutal e fascinante, escrito pelo faxineiro Harry Dunning. Cinquenta anos atrás, Harry sobreviveu à noite em que seu pai massacrou toda a família com uma marreta. Jake fica em choque… mas um segredo ainda mais bizarro surge quando Al, dono da lanchonete da cidade, recruta Jake para assumir a missão que se tornou sua obsessão: deter o assassinato de John Kennedy. Al mostra a Jake como isso pode ser possível: entrando por um portal na despensa da lanchonete, assim chegando ao ano de 1958, o tempo de Eisenhower e Elvis, carrões vermelhos, meias soquete e fumaça de cigarro.

Após interferir no massacre da família Dunning, Jake inicia uma nova vida na calorosa cidadezinha de Jodie, no Texas. Mas todas as curvas dessa estrada levam ao solitário e problemático Lee Harvey Oswald. O curso da história está prestes a ser desviado… com consequências imprevisíveis.

Em Novembro de 63, livro inédito de Stephen King, a viagem no tempo nunca foi tão plausível… e aterrorizante.

Pra mim é muito difícil falar sobre os livros de Stephen King porque já sou fã inveterada do autor há anos. Mas resolvi fazer uma tentativa de resenha para este livro, porque ele simplesmente me deixou de boca aberta. Eu queria terminar de ler logo, mas ao mesmo tempo fiquei triste quando terminei!

A sinopse aí acima resume bem a história, mas temos toda a história da vida de Jake Epping de 1958 a 1963, ano da morte de Kennedy. Todas as decisões que ele toma e que interferem no passado, todo o trabalho de pesquisa sobre a vida de Lee Oswald e tudo o que acontece em sua vida pessoal (as pessoas que conhece, a quem influencia).

Quem não está acostumado com as obras de King pode se assustar com o número de páginas, mas eu garanto que ao ler, você não vai notar e ainda vai ficar triste quando acabar!

Uma das marcas da escrita de King que mais gosto é justamente sua construção de personagens e épocas. Ele vai fundo na personalidade e sentimentos de seus personagens tornando-os tão reais quanto eu e você. É incrível! E a caracterização da época (apesar de eu não ter vivido nos anos 1950-1960) é bem detalhada e você se sente parte do cenário. Parece que você está o tempo todo caminhando ao lado de Jake e acompanhando seus dilemas.

O leitor precisa ter em mente que King é um escritor e não PhD em física. Então, não fique procurando furos na história da viagem no tempo, até porque ele explica as coisas de forma aceitável.

Conforme a data do assassinato de Kennedy se aproximava eu ficava cada vez mais ansiosa… “e aí, será que ele consegue impedir Lee? Mas então, o que vai acontecer? O que vai mudar na história? Preciso saber!!!!” Aí cheguei, descobri o que aconteceu e a história me prendeu ainda mais. Praticamente “comi” as últimas 250-300 páginas. Eu simplesmente não conseguia parar!

Pra quem já leu “It”, você vai identificar rapidinho o estilo de King. E olha que pra mim esta comparação é muito válida… “It” é meu livro favorito de King!

Se você ainda não leu King e tem medo da história conter monstros, assombrações, fantasmas e terror, não se preocupe! Esse não é este tipo de livro!

Apesar de ter gostado muito dos dois livros anteriores que li do autor, Joyland e Revival, Novembro de 63 foi de tirar o fôlego e é daqueles livros que deixam o leitor com saudades!

Ficha Técnica

Título: Novembro de 63
Autor: Stephen King
Páginas: 727
Editora: Suma das Letras
Onde Comprar: Livraria Cultura / Kobo / Saraiva / Saraiva digital / Amazon
Minha Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Netto Baggins disse:

    Novembro de 63 entra fácil no meu top 10 do King. É um dos livros no qual a prolixidade dele mais trabalha a favor da história. A ambientação do período é excelente, você realmente se sente naquela época. Pena que a minisserie que tá rolando adaptando o livro é tão sem graça.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem