Resenha: O acordo, Elle Kennedy

“Tocante, profundo, engraçado, sexy… ”O Acordo” é um romance que vai te encantar e surpreender a cada página.
Hannah Wells finalmente encontrou alguém que a interessasse. Mas, embora seja autoconfiante em vários outros aspectos da vida, carrega nas costas uma bagagem e tanto quando o assunto é sexo e sedução. Não vai ter jeito: ela vai ter que sair da zona de conforto mesmo que isso signifique dar aulas particulares para o infantil, irritante e convencido capitão do time de hóquei, em troca de um encontro de mentirinha.
Tudo o que Garrett Graham quer é se formar para poder jogar hóquei profissional. Mas suas notas cada vez mais baixas estão ameaçando arruinar tudo aquilo pelo qual tanto se dedicou. Se ajudar uma garota linda e sarcástica a fazer ciúmes em outro cara puder garantir sua vaga no time, ele topa. Mas o que era apenas uma troca de favores entre dois opostos acaba se tornando uma amizade inesperada. Até que um beijo faz com que Hannah e Garret precisem repensar os termos de seu acordo.”

Nós ganhamos da parceria com a Editora Companhia das Letras o segundo livro da série “Amores Improváveis”. Apesar de essa ser uma daqueles séries em que os livros são completamente independentes entre si, ou seja os protagonistas são diferentes, eu não quis pular a ordem porque eu gosto de analisar também como um autor cresce (ou não) na sua escrita. Eu li a sinopse de “O acordo” e logo me deparei com um dos clichés que eu ADORO: duas pessoas que não se gostam fazem um acordo e acabam se apaixonando. O livro é bem o que eu esperava: um romance leve e que, se a pessoa tiver tempo, consegue ler em um dia só.

Hannah Wells não pensava em se apaixonar de novo por causa do seu passado conturbado mas isso muda quando ela conhece Justin Kohl. Justin é o esteriótipo do aluno popular que faz parte do time de futebol. É claro que ele não presta nem atenção em Hannah, que fica pensando em como mudar essa situação até que uma oportunidade aparece. Garret Graham é mais um dos garotos populares e faz parte do time de hóquei. Porém, ao contrário de Justin, Hannah o odeia. Só que ele está tendo muitos problemas com a matéria de ética e se ele não melhorar consideradamente o seu desempenho ele vai ficar impedido de jogar o esporte que mais ama. E é nesse ponto que o destino dos dois se cruza, porque Hannah obteve a melhor nota de ética da turma. Ele vai entrar tentar convencê-la a dar aulas para ele e ela obviamente recusa não só uma, mas várias vezes. Garret só consegue convencê-la quando eles chegam a um acordo: ela vai dar aulas particulares de ética para ele  e ele vai fingir que está saindo com ela para chamar a atenção de Justin. ALERTA CLICHÉ: nem preciso dizer o que vai acontecer, né?

O Acordo poderia ser mais um livro de romance como todos os outros mas ele tem duas características que fazem com que a leitura seja bem mais interessante. A primeira é que a narração do livro é alternada entre Hannah e Garret. E, apesar da autora ser uma mulher (e eu também ser uma mulher), eu fiquei com a sensação de que ela conseguiu entrar muito bem na mente de uma pessoa do sexo oposto. Em vários livros, se você pegar um capítulo aleatório e tentar adivinhar quem está narrando, muitas vezes você não consegue, porque as vozes são muito iguais. Em vários momentos eu fiquei até surpresa com a linguagem utilizada, o que só mostra a audácia da autora. E por causa dela não ter suavizado, nós conseguimos perceber que o Garret não é perfeito – assim como ninguém é. Os personagens se tornem mais reais, com qualidades e defeitos. Talvez a voz de Garret tenha sido um pouco forçada mais para o lado do esteriótipo. Porém, para ter certeza disso, eu precisaria de uma opinião masculina sobre o livro.

A segunda característica é que a autora usou um romance leve para discutir assuntos muito importantes, mas sem tornar nada muito pesado. Ela toca em assuntos como estupro, violência doméstica e traumas na infância. Eu realmente não esperava isso – foi uma surpresa muito positiva.

O romance, que é claro o ponto alto do livro, foi muito bem desenvolvido e sem aquela coisa de “nós nos apaixonamos na página 2, trocamos juras de amor na 5 e casamos na 10”. Não, é tudo bem gradual já que os personagens vão se conhecendo e a tensão sexual vai aumento aos poucos. Sim, como diz na contracapa esse livro tem “Conteúdo adulto”. (Aliás, uma pausa na resenha para parabenizar a Companhia das Letras por essa iniciativa. Quantos livros que eu já peguei sem saber que tinham cenas adultas? Eu acho que isso é importante sim de ser descrito, principalmente quando vamos dar um livro de presente para alguém que é de uma faixa etária específica). Assim como o livro promete, ele tem cenas “hots” e elas são bem escritas. Elas não estão ali só para fazer parte de um gênero e sim tem um contexto em todo o enredo. Somente o final que ficou muito corrido, parecia que a autora já tinha passado de um número de páginas estipuladas.

Enfim, se você está procurando um romance “tocante, engraçado e sexy” (como diz também na capa) esse é um livro para você! Ele não é um daqueles livros inesquecíveis, mas cumpre o seu papel de entretenimento.

Livro gentilmente cedido para resenha pela Companhia das Letras.

Ficha Técnica:

Título: O acordo
Autora: Elle Kennedy
Tradutora: Juliana Romeiro
Editora: Paralela
Páginas: 357
Onde comprar: Livraria Cultura / Amazon / Saraiva / Livraria da Folha / Livraria da Travessa /  Americanas
Avaliação: 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Beatriz Wanderley disse:

    Fiquei muito feliz com a resenha, pq eu amo essa serie. O Acordo é um dos livros favoritos desse gênero pela forma natural que torna o romance da Hannah e Garrett, é uma leitura deliciosa que você fica triste quando acaba (essa foi a sensação que tive). Parabéns pela resenha!

  • Felipe Cunha Germano disse:

    Oi, tudo bom?
    Não sou muito fã de livros desse gênero e só pela sinopse já não havia me interessado. Algumas coisas que você disse na resenha mudaram um pouco minha vontade, primeiro que é o fato da autora saber dividir bem os pontos de vistas, acho isso muito bom quando é bem feito, e depois é que o romance não acontece de imediato. Estou um pouco tentado a lê-lo, parece ser uma história bem divertida.
    Até mais o/

  • rudynalva disse:

    Lany!
    A série tem um nome bem sugestivo: Amores improváveis, e mesmo sugerindo que o amor não possa acontecer diante de pessoas tão diferentes e fatos do passado que ainda atormentam o presente, O Acordo parece que foi bem feito e deu mais que certo.
    Desejo Um ótimo final de semana e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Chega de velhas desculpas e velhas atitudes! Que o ano novo traga vida nova, como o rio que sai lavando e levando tudo por onde passa.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

  • Francisca Elizabete Bezerra dos Santos disse:

    Fiquei super querendo conhecer o casal Hannah e Garrett, e que bom que a história não é óbvia!! Como diz o ditado, as aparências se enganam!! A resenha ficou muito boa!! É sempre bom ler um livro em que os personagens se desenvolvem tão bem!!

  • Bia (Paixões Literárias) disse:

    Oii
    Confesso que li resenhas incríveis enchendo esse e os outros livros dessa série de elogio e fiquei curiosa, mas bom saber que não é muito marcante e serve mais para entreter mesmo, já vou preparada para essa leitura. Adorei a resenha.
    Bjos, Bya! 💋

  • Cabine de Leitura disse:

    Algo que já me atrai é o fato da série não precisar ler em ordem, por ser obras independentes por se assim dizer, quase nunca consigo ler todos os livros. E quem não adora um clichê?! Ainda mais quando bem desenvolvido, como mencionou. Fico feliz que as cenas hots entre no contexto isso faz toda a diferença dentro do gênero. Ótima dica.

    Beijos.

  • Livros & Tal disse:

    Oieee!!!
    Ah gente eu simplesmente me apaixonei por essa série acredita? Eu assim como você não gosto muito de ler os livros fora de ordem, mas essa série eu li por causa da Companhia das Letras e tenho que dizer que não senti a menor dificuldade na leitura.
    Amei a Hannah e o Garret, mas tenho que te dizer que o Dean até agora foi o meu favorito, agora estou lendo o Tucker, vamos ver o que eu acho hahaha

    beijos
    Livros & Tal

  • Pamela disse:

    Olá, tudo bem?

    Eu acho que esses livros da Elle são no mesmo estilo de A Garota do Calendário, além da série escrita pela Abbi. Para entretenimento pessoal, tá mais do que válido, mas é somente isso. Não acrescenta nada de muito novo. Vou deixar a dica aqui anotada e quando a Abbi parar de ser publicada por aqui (é a autora desse tipo de livro que mais gosto), quem sabe não dou uma chance a este!

    Beijos

  • Marijleite disse:

    Olá, estou com bastante vontade de ler essa série e esse livro, pois amo romances do tipo. Legal esses dois pontos que você destacou, sobre a voz própria dos narradores e os temas mais sérios abordados.

  • Lu disse:

    Muita gente fala a respeito da escrita da Elle Kennedy, já tentei ler o primeiro livro, mas infelizmente não funcionou comigo, aliás, não sou muito fã de livros do gênero, com todo esse foco no romance e tal. Mas pelo menos você curtiu a leitura, mesmo não sendo algo surpreendente, vou mostrar sua resenha para alguns amigos que curtem esse estilo literário.

    Abraços,
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/

  • Tamires Marins disse:

    Essa foi uma das minhas melhores leituras do ano passado. Realmente a Elle soube muito bem construir os personagens masculinos, não só nesse como em todos os livros.
    Foi uma série super amorzinho e agora quero ler tudo que a autora escrever! <3

    Beijos
    – Tami
    http://www.meuepilogo.com

  • Diane Ramos disse:

    Olá…
    Já li O ACORDO e gostei bastante, achei a personagem de Hannah muito interessante e gostei bastante de sua personalidade. A narrativa também é muito agradável! A única ressalva que encontrei dessa leitura foi que achei as cenas mais quentes extremamente exageradas… Não gostei mesmo, achei desnecessário em algumas ocasiões.
    Bjo

  • Maria Luíza Lelis disse:

    Oi, tudo bem?
    Eu amei esse livro e foi uma das maiores surpresas que tive ano passado. Não esperava nada desta leitura, mas me apaixonei pelos personagens e adorei a forma como a autora abordou temas tão sérios sem tirar a leveza da leitura.
    Concordo com todos os pontos positivos que você citou, especialmente a questão do romance ser gradual. Eles vão se conhecendo e se apaixonando aos poucos, de maneira natural. Algo que, infelizmente, não acontece no segundo.
    Adorei sua resenha e, apesar da decepção que tive com o segundo, espero ler o terceiro e o quarto em breve.
    Beijos!

  • Tamara Padilha disse:

    Oi! Adorei a resenha e adorei saber que o livro te surpreendeu positivamente. Gosto desses enredos que trazem o ponto de vista de mais personagens assim a gente se situa super bem. Acho bacana também o fato de esse livro trazer temas fortes em meio a algo leve. Quero ler.

  • Camila de Moraes disse:

    Olá!
    Ahh eu amo essa série. Garrett e Dean são meus favoritos. A trama é divertida, mas também traz bastante desse universo dos jogos universitários. A escrita da autora é fluida dá pra ler rapidinho.
    Beijos!

  • sabrina nunes miranda disse:

    Oi!
    Eu comecei a ler essa série em e-book mas acabei desanimando porque tinhas outras leituras urgentes.
    mas li o terceiro e gostei muito, tanto por ser divertido quanto por ser bem quente e gostosinho de acompanhar.
    Agora vou ler o último, espero gostar também

  • Carolina Ramires disse:

    Olá!
    Eu tenho muita curiosidade em ler essa série, porque é de um gênero que eu simplesmente amo! Acho muito legal quando os capítulos são alternados entre as perspectivas de ambas as personagens e achei demais que a autora conseguiu escrever tão bem sobre o cérebro masculino. Adorei a sua resenha!
    Beijos.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem