Resenha: O Amor Mora ao Lado

Alguém de São Paulo passando feriado em casa? Pois se acomode em sua poltrona porque esse livro é para você. Você não é de São Paulo? Sem problemas, esse livro vai servir para aquele dia em que você só quer ficar em casa, sossegado… Ele também é o prêmio do Top Comentarista do mês de janeiro!’

O_AMOR_MORA_AO_LADOSinopse: Lacey Lancaster sempre quis ser esposa e mãe. No entanto, depois de um divórcio bastante doloroso, ela decide que é hora de dar um tempo em seus sonhos e seguir sozinha mesmo. Mas não tão sozinha: sua gatinha abissínia, Cléo, torna-se sua companhia de todas as horas. Até é uma vida boa — um pouco aguada, é verdade — a de Lacey. A não ser por seu escandaloso vizinho, Jack Walker. Quando Jack não está discutindo, sempre em voz muito alta, com sua namorada — com quem insiste em morar junto — está perseguindo seu gato, chamado Cão, pelos corredores do prédio. E Cão está determinado a conseguir que a gatinha Cléo sucumba aos seus avanços felinos. Jack e Cão são realmente muito irritantes. Mas acontece que a primeira impressão nem sempre é a que fica… Fonte

Quando eu vi que esse livro estava disponível para solicitação pela Novo Conceito, eu logo aceitei. Não pela autora, que nunca li (A Karen leu A pousada Rose Harbor e não gostou muito), mas… pelos gatinhos!!! Quem me conhece, sabe que sou gatólatra assumida e exagerada, até. Então, quando vem um romance previsível à minha frente, mas com GATINHOS, aí é que eu não resisto!

Agora… Prestando atenção na sinopse, parece que as coisas acontecem mais devagar, certo? Só que em 160 páginas, as coisas ficaram rápidas demais.

Lacey é uma jovem fragilizada ainda pelo seu divórcio. Ela se mudou para outra cidade, começou vida nova com sua gatinha Cléo e agora está tentando ter um aumento. Em todo o caso, ela não se sentia feliz, mas como decidiu banir os homens de sua vida, segue em frente apenas com  sua gata. O que ela não previa era que seu vizinho Jack se interessaria por ela logo de cara (e o livro já começa no período após quase um ano de mudança da Lacey…). Mas Lacey logo descarta a possibilidade de sair com Jack, principalmente porque ela sempre ouve a briga entre Jack e Sarah, sua suposta namorada!

Então como assim? Jack quer conhecer Lacey melhor e a chama para sair, mas ele tem namorada? Calma, minha gente! Para tudo tem solução, mas não vou contar. Leiam o livro.

Outra coisa que Lacey não previa era que sua gata Cléo se envolveria literalmente com um gato chamado “Cão”. E ainda mais que o Cão fosse o gato de Jack. Pois é, esse é um daqueles momentos que o Universo conspira e que faz a história acontecer.

A partir daí teremos uma história romântica, porém clichê e sem grandes surpresas (a não ser gatinhos).

Lacey e Jack infelizmente não conseguiram me cativar como protagonistas. Lacey estava tão deprimida que às vezes parecia que só existia o mundo dela e seus problemas e por mais que quisesse uma solução, sempre encontrava um obstáculo, que na verdade era ela própria. Jack se mostrava tão, mas tão “apaixonado” por Lacey que algumas situações forçavam a barra do clichê.

O amor mora ao lado é um romance que, sinceramente, merecia ser mais trabalhado. A autora escreve bem, a história é fofa e divertida. Mas tudo se dá de modo tão rápido que a gente pisca e o livro termina. Achei um pouco desperdício de uma ideia que, embora fosse resultar em um final clichê de qualquer forma, se fosse melhor trabalhada, teríamos uma história mais promissora, torceríamos mais pelos protagonistas que não convencem tanto como gostaríamos.

A diagramação do livro é uma fofura, sempre decorado com gatinhos. No final do livro há receitas para petiscos felinos (eu não testei nenhuma até agora rs). Eu recomendo a leitura para aquele dia chuvoso que você quer ficar em casa e ler algo bem leve e romântico.

Livro gentilmente cedido pela Novo Conceito para resenha.

Ficha técnica:

Nome: O Amor Mora ao Lado
Autor: Debbie Macomber
Páginas: 160
Editora: Novo Conceito
Onde comprar: Livraria Cultura
Minha avaliação:  

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Mah Barbosa disse:

    Concordo, é um livro para quem quer passar um tempinho lendo algo mais leve e rápido.
    A história é curtinha, rapida, mas acredito que poderia ter tido pelo menos mais umas 50 páginas, só para as coisas não terem sido tão apressadas, como você mesma citou ”poderia ter sido mais trabalhado”.

  • Lucy disse:

    Oi, Mah! Realmente, se tivesse umas 50 páginas a mais, talvez teria ficado melhor.
    Bjos!

  • Ycaro Santana disse:

    Pelo que vi de sua resenha, esse parece ser um daqueles livros para ler em uma sentada’ rsrs…

  • Lucy disse:

    Oi, Ycaro! De fato, em uma tarde você lê tranquilo.
    Bjos

  • Jullyane Prado disse:

    Quando eu li O Amor mora ao lado eu levei apenas 2 horas pra fazer isso. Sabe eu tbm achei o livro um pouco rápido, mas nossa é tãaaao fofo!! É aquele romance leve, descontraído e previsível!!! Eu acredito que a autora não trabalhou mais no livro pq como ela mesma afirmou que esse livro foi escrito apenas para saciar o desejo de uma amiga que vivia pedindo a ela uma história que tivesse gatos! mas ainda assim acho que dava pra fazer uma coisa maior e mais devagar! rsrsr

  • Lucy disse:

    Oi, Ju!
    Mesmo rápido, o livro não deixa mesmo de ser fofo. rsrs Pode ter sido mesmo como você falou, ela escreveu para a amiga, mas sinceramente, será que ela não podia ter colocado um pouco mais de tempero nessa trama? É algo para ser levado em consideração.
    Bjos bjos!

  • Rita Cruz disse:

    Adoro quando um livro tem um personagem de quatro patas. Prefiro cachorros a gatos, mas não resisto a animais em geral, então este livro é pra mim.
    Fiquei louca por ele desde que o vi nos lançamentos e saber qua a leitura é rápida me deixa ainda mais louca por ele. Preciso de mais livros assim.
    Nunca li nada da autora. Tenho A pousada Rose Harbor aqui, mas ainda não li então não sei se vou gostar ou não da narrativa da autora.

  • Lucy disse:

    Oi, Rita! Talvez você goste, porque não é nada muito arrastado, a leitura é bem leve mesmo. Acho que você só vai reclamar por ser uma história curta. rsrs
    Bjos!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem