Resenha: O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares


Nunca dei muita bola para O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares; algumas pessoas falavam bem, as edições eram lindas, mas meu olhar sempre corria para outros livros até que, mês passado, vi que poderia solicitá-lo à Intrínseca na nossa parceria e pensei: “por que não?”. Aí eu vi que não sabia o que estava perdendo. A obra é uma aventura fantástica eletrizante e, por vezes, emocionante, e a adição das fotos – que possuem um significado bastante importante e diferente na obra – torna tudo ainda melhor.

LarDaSrtaPeregrine_G“Jacob Portman cresceu ouvindo as histórias fantásticas que o avô, Abe, contava. Na época da Segunda Guerra Mundial, o avô havia morado numa ilha remota, num casarão que funcionava como abrigo para crianças. Lá, Abe convivera com uma menina que levitava, uma garota que produzia fogo com as mãos, um menino invisível… Entretanto, todas essas histórias foram perdendo o encanto à medida que Jacob crescia. Até que, aos dezesseis anos, tudo volta à tona para se provar real.
Abalado com a morte misteriosa do avô, Jacob decide ir à tal ilha para tentar entender as últimas palavras de Abe: “Encontre a ave. Na fenda. Do outro lado do túmulo do velho.” Ele encontra o casarão em ruínas, mas, ao passar por um túnel subterrâneo, o menino se vê em outra época, décadas atrás: em 3 setembro de 1940. Nesse lugar protegido no tempo, ele conhece crianças com habilidades peculiares e encontra as respostas para todas as suas perguntas. Mas o fascínio inicial logo se transforma em uma luta para sobreviver e salvar a vida de seus novos amigos.
Viagens no tempo, mulheres que se transformam em aves, crianças com dons inusitados e monstros à espreita. Bem-vindo ao lar da srta. Peregrine para crianças peculiares, um fascinante mundo novo pronto para ser descoberto.” Fonte

Jacob sempre ouviu, desde pequeno, as histórias fantásticas de seu avô, Abe, que combateu na Segunda Guerra Mundial. Os relatos falavam de monstros, mas também de crianças com habilidades especiais, que flutuavam, soltavam fogo pelas mãos, até ficavam invisíveis, e que viviam em um casarão na Inglaterra, que vovô Abe jurava ter vivido também. À medida que foi crescendo, Jacob começou a interpretar as histórias apenas como histórias, metáforas, o que deixou seu avô um pouco triste. As coisas ficariam por isso mesmo se não fosse pelo dia no qual o jovem presencia a morte violenta do avô, um acontecimento que o faz perseguir seu passado e muda completamente o rumo de sua própria história.

Essa história é sensacional! Ransom Riggs toma um tema um tanto batido, de habilidades especiais, mas a maneira como a história é desenvolvida, o universo dos peculiares, todo o fato da história principal se passar na época da Segunda Guerra Mundial, tudo isso contribui para uma obra que sai do lugar comum e encanta justamente por sua originalidade. Gostei muito das regras desse novo universo, especialmente o fato de ele conviver ao lado do nosso, dos normais. Mas a melhor coisa no livro, para mim, foram as viagens no tempo; esse tema pode ser um pouco controverso e às vezes até complicado de lidar, mas aqui o autor utiliza um recurso bem interessante e, até o final desse primeiro livro, achei que foi muito eficiente e conseguiu moldar muito bem o tema.

E os personagens? Talvez Jacob, apesar de bem construído, não tenha sido o meu preferido; aliás, achei que a narração dele e suas atitudes às vezes parecem maduras demais. A única explicação possível para mim é que ele esteja narrando tudo com mais idade (e quem sabe? Ainda não li os outros livros!), mas pelo menos nesse primeiro volume, lê-lo é como acompanhar um adulto na pele de um adolescente. Claro, pode ser apenas um traço de sua personalidade conturbada, mas a impressão que dá é que você está lendo um livro com um personagem adulto, não adolescente. Mas isso é algo que ainda pode mudar com a leitura dos outros livros, pode até ter uma explicação, e foi uma das coisas que me intrigou e me deixou curiosa para os próximos volumes.

peregrine_insta

Clique na foto para assistir a um vídeo do livro no Instagram

Agora, quem me conquistou mesmo foram as crianças peculiares. É incrível como o autor consegue dar brilho e personalidade a todas elas, até mesmo aquelas que não aparecem tanto assim. Claro que Emma se destaca, todo arco narrativo dela é extremamente belo e doloroso, e ela é uma personagem única, cheia de determinação e coragem. Uma das melhores personagens femininas que já li! Porém, além dela, há vários outros personagens encantadores, e não, eu não esqueci da Srta. Peregrine, é só que eu não gostei muito dela mesmo. Ela parece estar lá só para ser a adulta que dá as regras e controla todo mundo, o que não foi lá muito interessante.

O início do livro é um pouco enrolado, e a história demora várias páginas para engrenar. Passamos muito tempo acompanhando a vida “normal” de Jacob, seus problemas familiares, com os amigos – ou a falta deles -, seus problemas psiquiátricos, enfim… Tudo isso é importante para a construção da narrativa, mas poderia ser mais enxuto. Porém, quando você chega em determinada parte… Bem, aí é impossível largar o livro. O ritmo se torna alucinante, o suspense está presente em todas as páginas, bem como a fantasia e a aventura. É daquelas histórias que você realmente acredita que tudo é verdade. Não me surpreenderia se as crianças peculiares realmente existissem por aí…

A edição está impecável, lindíssima. Capa dura, vermelha, com uma capa para embrulhar o livro, bem no estilo das publicações estrangeiras, que tanto invejamos (eu sei que invejo). Dentro, uma diagramação belíssima, com detalhes em cada página e as incríveis fotos que acompanham toda a obra. Aliás, no final, há uma entrevista com o autor, na qual ele diz que começou a escrever o livro por causa das fotos, com base nelas, o que achei simplesmente sensacional.

Vale demais a pena e estou louca para ler os próximos! Ainda bem que já estão todos publicados. Com certeza teremos mais resenhas aqui da série!

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela Editora Intrínseca.

Ficha Técnica:

Título: O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares
Autor: Ransom Riggs
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
Onde comprar:  Livraria Cultura / Amazon / Saraiva / Livraria da Folha / Livraria da Travessa / Submarino / Shoptime
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Alexander Meireles da Silva disse:

    Parabéns pelo texto Karen. Realmente as vezes não damos importância para um obra inicialmente, ainda mais quando, por vezes, tomamos conhecimento dela primeiro por conta de um filme e podemos criar preconceitos do tipo “Não vi e não gostei”, perdendo assim excelentes oportunidades de leitura.

  • Marília Sena disse:

    Eu estou super ansiosa para ler esta série! Não vejo a hora de ter em mãos essa edição linda em capa dura. <3

  • Promoção: O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares « Por Essas Páginas disse:

    […] Pois dessa vez, em parceria com a Intrínseca, o sorteio é desse livro sensacional que foi resenhado esses dias aqui no blog: O Lar da Srta. Peregrine para Crianças […]

  • Lana Silva disse:

    Quando vi esse livro pela primeira vez imaginei que a história era de terror, por isso fiquei bem receosa no começo, porém a medida que fui lendo, percebi que a história narra personagens, crianças que tem algum dom, que seria as peculiaridades. Enfim apesar do começo ser um pouco lendo por causa das explicações, depois da para notar que a leitura da uma guinada. Estou muita ansiosa pela leitura dessa trilogia.

  • Maristela G Rezende disse:

    Tenho lido muitas resenhas e comentários sobre o livro e vejo que ele está bem cotado. Ainda não tive a oportunidade de ler, mas gostaria muito, pois ele possui tudo o que gosto em uma história: magia, suspense, aventura e mistério.

  • Rudynalva Correia Soares disse:

    Sempre tive vontade de poder ler esse livro, primeiro porque gosto quando o enredo envolve poderes e principalmente em crianças e também porque gosto de livros ilustrados e as fotos aqui parecem dizer muito sobre as personagens.
    “O saber é saber que nada se sabe. Este é a definição do verdadeiro conhecimento.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy

    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

  • Shadai disse:

    Já vi muita gente falando mal desse livro, e querendo trocá-lo. Mas, como tenho lido poucas resenhas, essa é a primeira que leio, e bastante favorável.
    Não sei se lerei (se eu ganhar, sim!). Mas, com certeza, assistirei o filme.
    E uma dúvida: será que a Intrínseca fez essa edição tão caprichada para atrair os leitores da Darkside?

  • TATIANA SILVA disse:

    Realmente é uma obra interessntisima. eu ando rodando e tenho muita , mas muita curioside. Crianças Peculires? quem disse que nao existem.. eu creio que tem muitas delas por ai.. e uma obra criativa e curiosa.. parabens para RANSOM RIGGS. ……………..

  • Milena Soares disse:

    Estou doida pra ler esse livro, gostei muito do filme, só vejo resenha bem positiva dos livros, curto muito fantasia e essa coisa super poderes, cada resenha que leio dos livros me deixa ainda mais curiosa em conferi isso tudo que dizem.

  • Estela Regina da Cruz disse:

    O que chamamos de “peculiares” poderiam ser chamados “dons”? Interessante um livro com histórias de crianças peculiares. Pela resenha, muito bem escrita, fiquei bastante interessada em ler.

  • Jessica Rabello disse:

    Antes mesmo de haver essa loucura pelo lar dos peculiares eu já havia me encantado pela capa. Sei que não é o certo… rsrs mas já me pegou de primeira!
    Depois assisti o filme e na verdade ainda não li os livros.
    Claramente parece que o livro é bem mais rico em detalhes, mas confesso que me desanima um pouco quando você diz que demora engrenar e fica muitas páginas na “enrolação”
    Claro que isso é necessário para o desenvolvimento da história, mas pelo visto não é um ponto negativo que supera a maravilha que esse livro é!

  • Livia Andre disse:

    Me interessei desde que vi este livro.Quero Muito lê-lo.

  • Douglas Fernandes disse:

    Imagino o que possa ser essa enrolação pra engrenar, eu vi o filme, achei muito legal e já to doido pra ler o livro e toda a série, infelizmente não tenho o livro e não estou podendo comprar … hahahahhaha
    Mas já está em minha lista de desejados!

  • Adriana C. Sousa disse:

    Me interessei desde o inicio por este livro… parece ser muito interessante!! O filme é ótimo, por isso tenho certeza que o livro também é, quero muito ler!

  • Aline M. Oliveira disse:

    Vi o filme e gostei mto. O livro com certeza é mais recheado e cheio de detalhes que não passa nos filmes. O assunto tbm é legal, ter poderes especias e usá-los com boa fé. Quero mto ler a coleção completa!

  • Top Ten Tuesday: Dez livros na minha lista de leituras de outono « Por Essas Páginas disse:

    […] para ler este! O primeiro livro da série, O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares (leia a resenha) foi incrível. Aliás, tem sorteio dele […]

  • Resultado: Promoção O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares « Por Essas Páginas disse:

    […] quem foi o sortudo ou sortuda que levou para casa um exemplar desse livro fantástico que foi resenhado aqui no blog: O Lar da Srta. Peregrine para Crianças […]

  • Resenha: Cidade dos Etéreos « Por Essas Páginas disse:

    […] primeiro livro dessa série, O Lar das Srta. Peregrine para Crianças Peculiares (resenha aqui) foi muito bom. Mas esse é um daqueles casos raros em que o segundo livro da série é ainda […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem