Resenha: O Mensageiro

Um livro aparentemente inocente, daqueles que começam calmos, e acabam por mudar sua vida. Não se engane, apesar da capa tímida e de seu antecessor ter diminuído as expectativas da série, O Mensageiro é um livro para abalar as estruturas e confronta de cara a cara seu primogênito, O Doador de Memórias. Vem comigo.

“Há seis anos, Matty chegou ao pacato Vilarejo. Sob os cuidados de Vidente, um cego que tem uma visão especial, ele amadureceu e se adaptou à nova vida. Agora, espera receber seu nome verdadeiro, que determinará seu valor ali, como ocorre com todos os habitantes.

Contudo, algo nefasto está se infiltrando no Vilarejo, e os moradores, antes orgulhosos de receber forasteiros, passam a exigir que as fronteiras sejam fechadas para se protegerem.

Por ser um hábil mensageiro, Matty é encarregado de avisar os outros povoados sobre o bloqueio. Sua missão também tem outro grande objetivo: buscar Kira, a filha de Vidente, antes que seja tarde demais.

Ele é o único capaz de viajar pela Floresta, que já provocou algumas mortes. O problema é que ela também está se tornando um lugar perigoso para o garoto. Mas muitos dependem de Matty. Então, armado apenas de um poder recém-descoberto, ainda incompreensível e incontrolável, ele se arriscará a fazer o que talvez seja sua última viagem.” Fonte: Skoob

O Mensageiro é o terceiro livro da saga O Doador de Memórias. Para aqueles que não conhecem (ou não se lembram) recomendo ler a resenha do mesmo. Ele é seguido pelo não tão querido A Escolhida, que trai o leitor por não ter absolutamente nada a ver com seu antecessor. Porém, mal sabíamos nós gafanhotos que ele seria totalmente redimido em O Mensageiro.

Acompanhamos a história de Matty um garoto humilde e habitante do Vilarejo, responsável por enviar e trazer mensagens das comunidades vizinhas assim como deixar mensagens para aqueles que fugiram de outras comunidades possam encontrar o vilarejo com segurança. Matty conhece a floresta como ninguém e possui outro dom que tenta manter segredo de toda forma.

Se você não se lembra de Matty, caso tenha lido A Escolhida, ele é o melhor e talvez único amigo de Kira, sempre sujo e responsável por encontrar o pai de Kira no meio da floresta. Após os acontecimentos de A Escolhida, Matty vai morar no Vilarejo.

Nem tudo são flores no Vilarejo. Algumas pessoas estão constantemente fazendo trocas na infame Feira de Negócios, mas o que elas estarão trocando? Não suficiente, os habitantes do vilarejo querem fechar suas fronteiras a novos refugiados; o professor do vilarejo “Mentor” antes um homem sábio apesar de uma deformidade facial, está cada dia mais belo e rude. Quais mistérios o vilarejo esconde?

Como vocês puderam perceber O Mensageiro está intimamente ligado aos dois livros anteriores da saga. Apesar disso, é possível sim lê-lo sozinho. As conexões existentes recebem uma curta explicação neste livro, fazendo com o que o leitor não se sinta fora de órbita. Mas é uma experiência bem mais prazerosa caso você tenha lido os seus antecessores.

Matty é um personagem muito bem escrito, crível e com o qual o leitor se conecta de forma fluida. Posso dizer com certeza que nenhum personagem do livro está ali por estar, todos fazem sentido. A floresta em si é uma personagem também e talvez a mais sinistra e, surpreendentemente, a mais importante da história. E o mais importante de tudo para os fãs de O Doador de Memórias – Jonas is back! É isso aí o Jonas voltou – com outro nome – porém ele está em O Mensageiro e não somente como um adereço, ele tem muita importância na história, além de sabermos um pouco mais do que aconteceu com ele pós Doador de Memórias, vemos sua relação com Kira e também um pouco mais do seu dom de Recebedor. E – sem entregar muitos detalhes – nossa amiga Kira aparece também e dessa vez fazendo mais que costurar.

 

Era como um poder sussurrante. Matty o sentia na ponta dos dedos, nas linhas e fissuras da pele. Fluía através das mãos enquanto ele permanecia imóvel na lama. – pág. 255

O Mensageiro tem um final surpreendente, uma lição de vida, um tapa na cara que nenhum leitor espera receber. Precisamos lembrar de usar sabiamente nossos dons, lembrar que nem sempre a forma como queremos utilizá-los é aquilo que precisamos fazer. Precisamos olhar além da Floresta e enxergar o que realmente importa.

E é uma lição atemporal.

Livro gentilmente cedido para leitura e resenha pela Editora Arqueiro!

Arqueiro_parceria

Ficha Técnica

Título: O Mensageiro
Autor: Lois Lowry
Editora: Arqueiro
Páginas: 160
Onde comprar: Amazon/ SubmarinoSaraiva
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Milena Soares disse:

    Gostei muito de O doar de memórias, ainda não li A Escolhida, essa resenha me deixou ainda mais interessada em ler esse O Mensageiro e conferi o desfecho dessa história que parece ser excelente.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem