[Especial Liane Moriarty] Resenha: O Que Alice Esqueceu

Adorei a premissa do livro… pare um minuto para imaginar… de repente, você bate a cabeça e perde a memória dos últimos 10 anos de sua vida. Pensou? Aos poucos você vai redescobrindo a pessoa que se tornou nestes 10 anos. O que você acha dessa pessoa?…

 Ficha técnica:

 Nome: O que Alice esqueceu

 Autor: Liane Moriarty

 Tradutor: Julia Romeu

 Páginas: 416

 Editora: Intrínseca

 Compre aqui

 

Sinopse: Alice tinha certeza de que era feliz: aos 29 anos, casada com Nick, um marido lindo e amoroso, aguardando o nascimento do primeiro filho rodeada pela linda família formada por sua irmã, a mãe atenciosa e a avó. Mas tudo parece ir por água abaixo quando ela acorda no chão da academia… dez anos depois!

Enquanto tenta descobrir o que aconteceu nesse período, Alice percebe que se tornou alguém muito diferente: uma pessoa que não tem quase nada em comum com quem ela era na juventude e, pior, de quem ela não gosta nem um pouco.

Ao retratar a vida doméstica moderna provocando no leitor muitas risadas e surpresas, Liane Moriarty constrói uma narrativa ao mesmo tempo ágil e leve sobre recomeços, o que queremos lembrar e o que nos esforçamos para esquecer. (Fonte)

Em um dia próximo ao seu aniversário de 40 anos Alice cai na aula de step e bate a cabeça e… perde a memória dos últimos 10 anos de sua vida.

Do que ela se lembra? Bem, ela havia acabado de comprar uma casa que precisava de reformas infindáveis para se tornar a casa dos sonhos; ela estava casada com Nick, seu grande amor e parceiro; estava grávida de seu primeiro bebê que na época tinha o tamanho de uma uva passa, por isso ela e Nick chamavam o bebê, do qual ainda não sabiam o sexo, de passinha (adorei essa!); ela e a irmã, Elizabeth, eram muito próximas.

O que está acontecendo de verdade na vida dela agora? Ela tem 3 filhos (dos quais não se lembra); está se divorciando de Nick (como assim?!?!?!); se tornou uma super mãe daquelas que mantêm tudo organizado em planilhas e é super ativa nas atividades escolares dos filhos (mas há 10 anos ela era uma pessoa tão desligada!); e a relação com a irmã parece estranha, parece que Elizabeth está sempre pisando em ovos. E pra completar ela tinha uma melhor amiga da qual ela não tem nenhuma lembrança sequer.

E a partir dessas informações vamos acompanhando o desenrolar da história de Alice. Momentos inusitados em que ela se vê em uma saia justa por não se lembrar de fatos e pessoas. Vemos Alice redescobrir quem ela é, mas mesclando com aquela pessoa que ela foi há 10 anos. E ao longo da história me questionei várias vezes: será Alice vai se lembrar de tudo e voltar a ser quem era? será que ela nunca vai se lembrar de tudo o que viveu nestes últimos 10 anos que a tornaram a pessoa que ela é? ou será que ela vai conseguir mesclar o melhor da Alice de 10 anos atrás com o melhor da Alice dos dias de hoje? Minha torcida era para a última opção. Até porque muito do que Alice se tornou não era o que ela teria imaginado ou querido olhando para o futuro.

No meio das memórias perdidas de Alice acompanhamos a história de sua irmã, Elizabeth, por meio de um diário que ela escreve como “tarefa de casa” dada pelo terapeuta. Elizabeth passou por muitos momentos difíceis nestes anos que a tornaram uma pessoa mais amarga e reclusa do que ela gostaria de ser. E entre essas memórias temos momentos ternos e tocantes do relacionamento dessas duas irmãs.

E também podemos acompanhar o blog de Frannie, a avó honorária de Alice. Alice perdeu o pai quando ainda era apenas uma menina, e para ajudar a mãe dela, Barb, e as duas garotinhas, Elizabeth e Alice, Frannie, a vizinha passou a ser uma presença muito constante em suas vidas, até se tornar uma mãe para Barb e uma avó para as meninas. Achei o máximo uma senhorinha morando em uma casa de repouso manter um blog falando sobre sua vida!

O livro levaria 5 estrelas se seguisse por um de 2 caminhos: se fosse cheio de momentos cômicos causados pela amnésia de Alice (o que o tornaria praticamente um chick-lit, que até seria bem legal nesse caso!) ou se se aprofundasse mais nesse lance de “quem eu era há 10 anos” e “quem eu sou agora” e tudo que eu gostaria de mudar a respeito disso. Para mim o livro poderia ser bem mais dinâmico nesse sentido.

Felizmente não foi uma daquelas leituras de que me arrependo e não senti que perdi meu tempo. Só não foi uma leitura “uau! amei”. Entendem?

Para quem já leu outros livros da Liane Moriarty, imagino que vá gostar. Este foi meu primeiro. Mas já dei outra chance a autora e já comecei Pequenas Grandes Mentiras.

Este livro foi gentilmente cedido pela editora Intrínseca para resenha.

P.S.: Achei a capa ótima, dando a ideia das memórias de Alice soltas ao vento!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Jessica C. disse:

    Oi!
    Ahh, eu curti! Fiquei curiosa para saber sua reação diante das coisas novas da sua vida, e como ela vai reagir a tanta informação… fiquei curiosa! Já foi pra lista!

  • Aline M. Oliveira disse:

    Oi! Nunca li nada da autora e tenho bastante curiosidade! Achei a premissa bem interessante, embora já seja um tema um tanto quanto batido no mundo literário nos últimos tempos.. Também fiquei com você na torcida ou por ser um livro divertido, bem engraçado, girando em torno das situações que a perca de memória causaria ou mais aprofundado no tema, em como ela conseguiria se lembrar e como lidaria com essa vida que era dela, mas ela não conhecia. Obrigada pela dica!

    Bjoxx ♥

  • alzinete rodrigues disse:

    Oiiie,
    ainda não li nada da autora mas olha, essa premissa é muito interessante mesmo, ainda mais com a curiosidade que fica sobre o livro, não é um livro 100% mas parece ser muito bom, só lendo pra saber

  • Carolina Durães de Castro disse:

    Oi Drika, tudo bem com você?
    Eu li o livro e na minha opinião quem roubou as cenas foram a Frannie e a Elisabeth (sua história é tão triste!).
    Bjkas

  • [Especial Liane Moriarty] TTT – Os dez temas abordados pela escritora « Por Essas Páginas disse:

    […] O Top Ten Tuesday essa semana mudou de dia e de tema, mas o motivo é especial: estamos comemorando a Semana Liane Moriarty junto com a Editora Intrínseca, para celebrar essa escritora maravilhosa que todos devem ler – e também o lançamento do seu livro mais recente, O que Alice esqueceu (resenha aqui). […]

  • Cabine de Leitura disse:

    Eita, que premissa! Fiquei mega curiosa para saber como Alice vai sair dessa aminésia e o que vai aprender com ela., isso é se aprende algo ou mesmo se ela se cura rsrs, só lendo para saber. Mesmo que não tenha um livro que você tenha dito o “uau” eu toparia ler, só para saber o desfecho disso tudo. Recomendação anotada.

  • Semana especial Liane Moriarty – Editora Intrínseca disse:

    […] | Livro In Cena | Magia Literária | Mais Que Livros | Nostalgia Cinza | Parafraseando Livros | Por Essas Páginas | Resenhas de Algodão | Sobre um Livro | Talvez Geek | Vagando e Divagando | Viagem Literária | […]

  • Especial Liane Moriarty]: Sorteio: O que Alice Esqueceu « Por Essas Páginas disse:

    […] participar, comente a resenha de forma pertinente e responda neste […]

  • Cristiane de oliveira disse:

    Eu gostei muito dos dois livros da autora que li, Pequenas grandes mentiras e O segredo do meu marido que amei, não sei como vai ser a leitura deste mas acho que tudo que disse vou gostar também, doida para saber se ela vai se lembrar do que aconteceu e de como ela mudou tanto.

  • Shadai disse:

    Primeira resenha que leio desse lançamento, e fico feliz você não ter dado spoilers. Conseguiu contar do que se trata, e dos personagens principais, mas sem revelar os principais pontos de virada da história.
    Apesar de eu ter Pequenas Grandes Mentiras, ainda não o li. Então não sei como é a escrita da autora, mas gostei bastante da série produzida pela hbo.

  • naya santos disse:

    Não conheço muito bem a autora pois não li nenhum livro dela ainda, mas essa resenha me deixou muito curiosa e com certeza O que Alice esqueceu já vai ser adicionado a minha lista de desejados, parece ser bastante divertido e intrigante. Eu imagino a loucura que seria esquecer 10 anos da própria vida, Deus me livre estar na pele de Alice haha

  • Milena Soares disse:

    Olá Ju! Estou doida pra ler esse livro, curto muito o tema perda de memória, e gosto muito da escrita da Liane Moriarty, essa resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi essa história.
    Bjs

  • Francisca Elizabete Bezerra dos Santos disse:

    Que livro é este?!! Que estória emocionante e cativante!! A Alice é uma guerreira, uma pessoa que sabe viver o momento, forte, determinada!! Fiquei super querendo ler este livro, conhecer os personagens, saber como termina esta estória. Sem dúvida esta é uma narrativa inspiradora, principalmente para mim!! Gostaria muito de ler, apesar de saber que eu irei me emocionar muito!!

  • Joyce Penedo disse:

    ola lindona, o livro nos faz refletir sobre essa falta de memória e como seria essa redescoberta sobre si mesmo, pois os fatos vivenciados nos forma, imagina se perder em 10 anos. Sua resenha me deixou ainda mais tentada a ler o livro e descobrir como a protagonista irá se encontrar novamente. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

  • Fabiana Scola disse:

    Eu adorei a resenha, já tinha lido outras mas a forma com q tu comentou deixou a história bem mais interessante. Gosto demais da escrita da Liane, acho leve embora tenha intrigas e suspense, flui com certa facilidade e envolve o leitor. Este também está na lista.

  • Carla disse:

    Oie!
    Acredita que ainda não li nenhum livro da autora?
    Não conheço a narrativa, e preciso começar a ler para saber o que vou achar da história.
    Mesmo não sendo um dos melhores livros, pelo menos gostou dessa leitura.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

  • Fran Ferreira disse:

    Oi. Tenho Pequenas, Grandes, Mentiras da autora mas aina nao o li, mas é uma autora que desejo muito conhecer. Quando vi este livro, amei por ter o nome de minha avó paterna, mas nao me aprofundei no assunto. Conforme fui lendo a resenha, me lembrei de alguns filmes em q o personagem se esquecia do dia vivido e só se lembrava do passado, e são filmes q amo. Sei q vou amar O que aconteceu com Alice, saber o q de fato aconteceu, o porque e como, e ainda como ela lidará com a situação, é o q mais me empolga, espero ter uma leitura maravilhosa. Cara esquecer 10 anos de sua vida em uma taca só deve ser muitoo complicado/dificil.

    Bjss

  • Haulisson disse:

    Olá! Sou louco para ler algo da Liane Moriarty. Vi esse livro no Skoob e me apaixonei pela sinopse. Essa é a primeira resenha que vejo, e que bom que tenha gostado da leitura. Adorei a resenha.

    Abraços.

  • Luana Martins disse:

    Olá,
    Ainda não li nada da autora, espero em breve.
    Pela resenha o livro me parece interessante com os dramas familiares, podemos nos identificar com os personagens.
    Beijos.

  • Aninha Goulart disse:

    Oiiii,

    Não conheço a escrita da autora, mas fiquei super curiosa para saber como ela desenvolveu o tema, para saber como se dá este lance de uma Alice de 10 anos para frente só com as memórias de 10 anos para trás rs. E quero saber também qual rumo a história vai tomar já que não é nenhum dos dois que você mencionou. Já super anotei a dica e espero poder ler em breve.

    Beijinhos…
    http://www.paraisoliterario.com

  • Ivi Campos disse:

    Li apenas um livro da autora e adorei, por isso ainda quero ler os outros que a consagraram e este está na lista. Gosto dessa coisa de perda de memória e acho que vou curtir demais a leitura.
    beijos

  • Dani disse:

    Oi.

    Eu nunca li nada dessa autora. Tenho visto muitos falando dela, ainda mais pela série que tem de um livro, mas eu ainda não consegui ler nenhum dos livros. Até tenho vontade, pelas resenhas os livros parecem ser muito bons, com uma boa narrativa e com ótimos personagens. Não sei quando poderei ler alguma obra da autora, mas já tenho os nomes anotados e este acabou de entrar para a lista.

  • Adriana C. Sousa disse:

    Um livro interessante! Fico imaginando se isso acontecesse comigo, deve ser assustador você não se lembrar de nada, de sua vida, de sua família! O lado bom seria esquecer das coisas ruins, dos passos errados, só isso, mas o mais difícil seria esquecer das pessoas amadas. Preciso ler esse livro e acompanhar esse drama da Alice.

  • Fabiana Scola de Azevedo disse:

    Estou complementando meu comentário, pois foi pela metade. Pouco mais de 10 anos conheci uma pessoa que mudou minha vida completamente, não por ele mas por tudo que passamos, hoje vejo coisas de uma forma diferente das outras pessoas e esse relacionamento me fez crescer e assumir uma postura que nunca imaginei precisar fazer, digo que tudo foi muito intenso tanto para o lado negativo quanto positivo. Foi enriquecedor e destruidor ao mesmo tempo, enfim foi o que precisava e no tempo que tinha que ser.

  • marijleite disse:

    Olá, eu acho a premissa desse livro realmente sensacional. Sou super curiosa para ler os livros da autora. Mesmo não tendo superado suas expectativas, é uma história que tenho vontade de ler.

  • Maria Luíza Lelis disse:

    Oi, tudo bem?
    Eu nunca li nada desta autora, mas esse foi o primeiro que realmente me deixou com vontade de ler. Achei uma pena que você não tenha gostado tanto assim e que a leitura não tenha suprido as suas expectativas. Porém, fico feliz que, pelo menos, não tenha sido uma leitura da qual você se arrependa.
    Eu ainda pretendo ler, porque o enredo me atraiu, mas vou com expectativas bem mais baixas agora.
    Beijos!

  • nelmaliana oliveira disse:

    Antes de qualquer coisa, amei essa capa. Me chamaria a atenção em uma livraria sem dúvida nenhuma. às vezes acontece isso, de esperarmos algo e não ser exatamente isso. Apesar de não ter lido, eu também curtiria se tivesse um lado cômico. Mas o bom, é que mesmo assim foi uma leitura ok pra ti. Espero que a próxima da autora te surpreenda.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

  • BIANCA SILVA COELHO disse:

    Olá
    Nunca li nada da autora, mas sou louca para ler. Achei a premissa desse livro interessante e creio que se tivesse algo meio cômico voltado a perda de memoria ia trazer mais vida ao livro. Fiquei curiosa para saber um pouco sobre como a Alice vai reagir a essa perca de memoria. Deve ser aquele tipo de livro que você lê de uma vez só. Gostei muito da sua resenha, Beijos

  • Camila de Moraes disse:

    Olá!
    Eu já li esse livro e curti a capa nova e o novo nome. Alice é uma personagem interessante e essa confusão pela falta de memória foi bem construído, apesar de em algumas situações sentir a narrativa mais arrastada.
    Beijos!

  • Ludmila do Carmo disse:

    Parece ter uma premissa bastante dramática e ao mesmo tempo divertida. Não consigo me colocar no lugar de Alice e acordar com um pensamento totalmente diferente com a realidade do presente. Imagina o tamanho da angustia dela, não é mesmo? Ainda não tive a oportunidade de ler nada da Moriarty, mas confesso que tenho uns livros desejados e entre eles está o que alice esqueceu.

  • Thayenne disse:

    Olá,

    Tenho visto tantas resenhas desse volume ultimamente, que a cada nova resenha vou ficando mais e mais curiosa, até mesmo porque cada um tem uma opinião diferente sobre a história. Já li dois livros com premissa similares e gostei bastante, sobretudo porque gosto de dramas e essa situação gera muitas reflexões que acabam servindo para os leitores também.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

  • Mairton Salvatore disse:

    Olá,
    Não conhecia a autora, nem a obra, e pela sua resenha onde você definiu o livro como uma leitura mais ou menos, acabo por não ficar tão interessado ainda pela leitura. Gosto de dramas, mas esse não me conquistou. Passo a dica desta vez.

  • Tahis Aguiar disse:

    Olá!
    Já tive contato com a escrita da autora e gostei muito do livro “O Segredo do meu marido”, gostei da premissa, gostei de como a autora desenvolveu, e como ela me prendeu naquela história. Assim que vi esse livro fiquei mega curiosa, e já quero ler, sua resenha me deixou animada. Tenho o livro “Pequenas Grandes Mentiras” aqui, mas não peguei ainda para ler, espero ler ainda esse ano! ótima resenha!

    beijos!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem