Resenha: O Sangue do Olimpo

o sangue do olimpo“Depois de enfrentarem as mais penosas missões, Percy Jackson e os outros tripulantes do Argo II ainda precisam encarar a pior de todas: chegar a Atenas a tempo de impedir que Gaia, a Mãe Terra, desperte. A Atenas Partenos irá para o oeste, enquanto o Argo II seguirá para leste. Os deuses, ainda sofrendo com a dupla personalidade, não podem ajudar. Como os semideuses conseguirão vencer sozinhos um exército de gigantes e impedir uma guerra entre os acampamentos? A viagem para Atenas é perigosa, mas não há outra opção. Eles já sacrificaram muito para chegar aonde estão. E, se Gaia despertar, será o fim.”

ATENÇÃO: Essa resenha contém spoilers dos livros anteriores da série. SIM, SPOILERS! Leia por sua conta e risco!

Quando eu peguei “O sangue do Olimpo” em mãos, a primeira coisa que eu senti foi tristeza. Eu mesma me repreendi por causa disso. Tudo isso porque eu acredito que toda série tem que ter um final. Não adianta o autor ficar prolongando pra sempre e a história acabar perdendo a qualidade. Fora que, enquanto livros forem escritos, os coitados dos personagens não tem folga (e vamos combinar que o Percy sofreu hein!). Mas,uma das magias da leitura é exatamente essa: você se apega aos personagens e, por mais que a razão te diga o contrário, você não quer se despedir deles.

Em O Sangue do Olimpo, nós temos a conclusão do problema que foi iniciado no primeiro livro da série: os meio-sangue escolhidos tem que impedir que Gaia, a Mãe Terra, desperte e simplesmente acabe com o mundo. O livro é basicamente dividido em dois grupos, cada um com a sua missão. Nico, Reyna e o treinador Hedge tem a missão de levar a Atenas Partenos para o Acampamento Meio-Sangue antes que a guerra entre gregos e romanos comece.  Enquanto isso, os outros semideuses estão no Argo II e vão rumo a Atenas. O livro, assim como os anteriores, possui diferentes narradores. Jason, Leo, Piper nos contam o que está acontecendo no navio. E isso já foi logo a minha primeira reclamação quando eu abri o livro: “Mas eu quero a narração do Percy!!!”. Pois é, foi uma tristeza enorme não poder ler os comentários sarcásticos do Cabeça de Alga uma última vez. Mas esse fato foi suavizado pela narração de ninguém mais ninguém menos do que Nico. E posso dizer totalmente a verdade aqui? Ele foi COMPLETAMENTE o astro principal de O Sangue do Olimpo. Tirando algumas exceções, foi ele quem me fez chorar. Foi ele quem me fez querer entrar nas páginas do livro e abraçar um personagem. Rick Riordan conseguiu dar uma voz tão sublime ao personagem que eu só posso sentar e aplaudir. Nico é com certeza o personagem mais complexo de toda a série. A dor dele era minha, eu compartilhava dos sofrimentos dele – e queria, mais do que nunca, que ele deixasse todas as sombras do passado e fosse feliz. Como eu contei na resenha de A casa de Hades, eu achei que Riordan escreveu com maestria o fato de Nico ser homossexual – e nesse livro esse ponto é tocado novamente. Não posso contar spoilers, mas  o que eu posso dizer é parabéns Rick Riordan. Você foi sublime novamente.

“E Nico prometera. Agora parecia não importar quanto ele se ressentia de Percy Jackson. Nico faria qualquer coisa por ele. E se odiava por isso.” – página 131

Porém o Sangue de Olimpo está longe de ser um livro perfeito. Mais uma vez o livro sofre pelo excesso de personagens principais e narradores. Sim, eu amo livros com múltiplos pontos de vista, mas quando em excesso, isso pode dar uma quebra no ritmo da narrativa. E foi exatamente isso o que aconteceu. Rick tinha que situar os leitores quanto a diversos fatos diferentes e por isso o início do livro é extremamente parado. Mas, quando a história realmente começa, a narrativa é frenética e você não consegue abandonar o livro enquanto não estiver na última página.

Apesar do problema com os múltiplos narradores, Rick Riordan conseguiu aproveitar muito bem a interação entre certos personagens, como por exemplo Jason e Percy (que me arrancou diversas gargalhadas). Mas o que mais me surpreendeu foi a amizade entre Annabeth e Piper. Não que eu ache estranho que elas se tornem amigas, mas foi interessante como o autor trabalhou o fato de que Annabeth se sustenta sempre na razão e a Piper na emoção. As duas se complementam, e foi interessante descobrir como isso ajudou na missão dos semideuses.

Sangue do Olimpo
É claro que o romance também está presente no livro! Riordan não mudou o seu estilo e as cenas de romance continuam em segundo plano, mas várias dela foram extremamente fofas e deixaram o meu lado romântica fazendo “Awww”. Inclusive um casal novo foi começado nesse livro e eu fiquei toda “Rick, você poderia dar uma nova série para eles, né?”.

Eu deveria dar 4 estrelas para O Sangue do Olimpo. É isso o que a minha razão pede porém eu não consigo. O final foi muito perfeito de todas as formas possíveis. Teve de tudo um pouco e Riordan conseguiu fechar muito bem a série. Eu não senti que nada ficou faltando e nem que nada foi forçado só para que o enredo terminasse logo. Foi um final coerente com todo o universo que ele criou e eu fiquei extremamente satisfeita. Eu tenho que dar 5 estrelas, porque isso é realmente muito difícil de acontecer. Sim, O Sangue de Olimpo tem algumas falhas, mas eu consigo esquecer delas totalmente quando me lembro dos pontos positivos do livro.

E mais uma vez Riordan arrasou na dedicatória! Eu amo você também Tio Rick!

Sangue do Olimpo 2
Enfim, O Sangue do Olimpo foi um excelente final para essa grande série composta por Percy Jackson e Os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo. Com certeza a saudade ficará, mas é para isso que servem as releituras, certo?

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela Editora Intrínseca.

Ficha Técnica

Título: O Sangue do Olimpo
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 432
Onde comprar: :Livraria Cultura / Livraria Cultura (e-book) / Amazon
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Gustavo disse:

    Ahh eu não vou ler a resenha kkkkk eu comprei o livro e agora que acabou a série eu vou ler TUDO de novo kkkkk desde o Percy Jackson e os Olimpianos kkkkk *——*

  • Nayara disse:

    Aaaaaahhh!!!!! AMEI AMEI AMEEEI a resenha!!!!
    Lucyyy! Você escreveu exatamente TUDO o que eu senti nesses vários llivros do Rick! <33
    Nico é ótimo! E o jeito que o Rick descreveu a homosexualidade dele, foi algo muito legal. Nada exagerado, apenas para vender. Palmas para ele!
    E eu fico triste quando acaba uma série tão boa quanto Percy! =((
    As dedicatórias dele são todas muito boas! Sempre dou risada…
    Beijos

  • Patrini Viero Ferreira disse:

    Confesso que ainda não li nenhum livro da série, mas me interesso bastante pelo tema mitológico. O que me desanima um pouco nessa série é o fato de ela ser tão longa. É complicado acompanhar e tudo o mais. Mas gosto bastante dos personagens, e todas as resenhas que eu li falam bem dos livros. Quem sabe algum dia eu não dê uma chance a ele.

  • Douglas Fernandes disse:

    Essa é uma série que eu amo… vi o filme O ladrao de raios no cinema e depois fui descobrir que tinha livro, comprei e fui ler e me apaixonei, quando tava lendo O ultimo olimpiano ja lia com aquele sentimento de saudade e quando cheguei no final e vi que com certeza teria uma continuação fiquei todo empolgado, quando lançou corri e comprei e pra minha alegria os livros estavam melhores e misturar a mitologia grega com a romana foi uma coisa que achei muito legal, ahhh falando em mitologia, adoro demais mitologia, a grega entao acho fascinante e poder ter conhecido um pouco mais da romana foi incrivel, enfim… falando da resenha…hahahaha Amei o livro tbm, fiquei meio confuso e nao acreditando que nem Percy e nem Annabeth narrariam o livro, mas alguns dos personagens que narraram me surpreenderam, Reyna e Nico, concordo com vc, Nico é um personagem bem complexo e de uma dor enorme, tbm torci muito por ele e passei a gostar muito dele nesses dois ultimos livros, deu pra entender um pouco a dor dele, enfim, otima resena 😀

  • dan disse:

    eu gostei da serie heróis do olimpo mas algumas coisas me decepcionaram tipo todos os livros descreviam desafios impossíveis e gigantes terríveis e que no final não parecia ser tão impossível assim, luke, cronos e os titã na saga percy jackson pareceu dar bem mais trabalho do que a toda ”poderosa” mãe gaia e seus gigante,e o que mais me decepcionou foi como rick riodan mostrou annabeth meu personagem preferido, ela não tava parecendo a filha de Atenas super inteligente que ganhava todas as capturas da bandeira no acampamento, sempre me irritava quando numa batalha ela começava a tagarela para distrair o oponente, achava muito infantil criaturas poderosas caindo na conversa boba dela.lia e pensava ” serio que isso era para ser uma semideusa filha de Atenas, parece um mortal comum, cade a inteligencia?” esperava ver ela usando a inteligencia com planos e no combate usando estrategia e não apenas distraindo, quando rick tentava demostra a inteligencia dela ela não parecia tão inteligente assim

  • Paula disse:

    Adoreis a resenha, e concordo panamense em muitos aspectos. Mas quando terminei de ler O Dangue do Olimpo, e virei a última pagina, para mim faltava mais. Faltava mais informação. Eu sentia necessidade de uma continuação na qual eu saberia se Leo e Calipso saíram da ilha, e se conseguiram encontrar seu putros amigos. Muita coisa podia acontecer, e se acontecesse me deixaria muito feliz. Sei que Rick Riordan disse que deixaria suspenses mas preferia que não tivese feito. Acho que ele quis deixar pela imaginação do leitor, fazer com q ele pense em um final surpreendente. Esperei muito por esse livro, criei a espectativa de que tudo seria esclarecido e acho q foi por isso que me decepcionei um pouco com o final. O livro em geral é ótimo, possui diversos pontos positivos afinal está é minha única reclamação. Foi uma das primeiras coleções que me prendeu, que me fez querer ler até a última página e não me fazer pararão um instante.
    Também queria dizer que você escreve muito bem! E adorei saber a sua opinião.
    Bjs

  • Giovanna disse:

    Honestamente, a batalha contra gaia eh algo que eu estava esperando já desde o começo e dizendo a mim mesma que qnd acontecesse seria épica; enfim não foi o que aconteceu. A batalha passou imperceptível para mim a forma como gaia foi rapidamente aniliquilada no sentido literal da profecia fez com q eu achasse que o tio rick fez esse ultimo livro na pior das ma vontades, gosto qnd o escritor nos faz pensar algo e no final nos mostra outra coisa totalmente diferente( enigmas, reviravoltas), mas infelizmente essa eh uma das muitas críticas a respeito deste livro, não suporto a piper e o jason, pelo menos não juntos, aprendi a lidar com suas presenças no livro mas não me desse até hj seus POVs aleatórios, nesse mesmo quesito piper e jason penso que se coubesse a mim simplesmente tiraria a piper e manteria o Jason, mas somente o faria pq ao meu ver a saga iria sentir a falta de alguém que idolatrasse ou ao menos respeitasse o Percy e criasse intrigas com ele, esse foi um dos pouquíssimos pontos altos do personagem Jason; seu romance com Piper foi previsível e chato até demais e como gosto de romances exóticos ouso até dizer que com uma boa trama em volta, ele ficaria bem com
    Hazel; senti muita a falta de conexão entre os semideuses, acredito que Frank se não existisse não faria muita diferença, se ele não tinha como criar uma química entre os 7 então que diminuísse para 5 ou então oq eu acho muito razoável tivesse criado mais um livro, em 6 livros acredito que ele poderia ter feito maravilhas no papel.

  • Aline Santos disse:

    Uol!!
    Preciso ler urgente!!!!! Percy eu não li, apenas vi filmes, mas tenho mta vontade de ler os livros, sempre axo que tem mais detalhes ricos…
    Ameeei a resenha! Aumentou ainda mais minha curiosidade!!
    Bjs!

  • Lana Silva disse:

    Ainda não conhecia essa serie, acho que é pelo fato de aborda um gênero que não costumo ler muito, porém da para notar que esse livro tem uma história muito bem construída, também gostei do fato da trama ter vários narradores o que torna a visão mais ampla de toda a trama, pela sua resenha e fácil notar que as cenas de romance mesmo estando em segundo plano, mesmo assim foram bem construídas, e deixa os leitores apaixonados, estou curiosa para saber mais dos outros livros.

  • Gizeli Regina Meister disse:

    Livros do Rick Riordan eu só li os do Percy Jackson, mas tenho muita vontade de ler os outros!Os Heróis do Olimpo já está na minha lista de leitura, só tenho que ter um tempinho que a lista está lonnnngggaaaa….rsrs Adorei a sua resenha!!!!

  • Juh disse:

    Para falar a verdade, não gostei muito de como foi retratado o papel do Percy neste livro. Talvez em decorrência da falta de sua narração própria. É como se o Rick tivesse tirado todo o patamar de grande heroi do Olimpo, contruido na primeira série (Percy Jackson e os Olimpianos), do Percy e dado para Piper, Jason e Leo (que na minha opinião foi o melhor personagem que surgiu na série).

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem