Resenha: O verão que mudou minha vida

Ficha técnica:

Nome: O verão que mudou minha vida

Autora: Jenny Han

Tradutora: Mariana Rimoli

Páginas: 240

Editora: Intrínseca

Compre aqui

A vida de Isabel Conklin é marcada pelas férias de verão. As outras estações do ano são como um intervalo, dias que passam lentamente enquanto ela espera que o sol lhe traga de volta o que mais ama: o mar, descanso, diversão e, principalmente, Conrad e Jeremiah Fisher.

Os garotos da família Fisher sempre estiveram ao lado de Belly em suas aventuras. Conrad é ousado, sombrio, inteligente. Já Jeremiah, é confiável, engraçado, espontâneo. Mesmo sendo tão diferentes, os três constroem uma amizade que parece inabalável. Apenas parece…

Tudo muda quando, em uma dessas férias, Conrad demonstra sentir algo por ela. O problema é que Jeremiah faz o mesmo. À medida que os anos passam, Belly sabe que precisará escolher entre os dois e encarar o inevitável: ela vai partir o coração de um deles.

Na trilogia Verão, acompanhamos Belly dos 15 aos 24 anos. Em meio a descobertas e mudanças, ela se apaixona, se envolve em um triângulo amoroso, entra na universidade e descobre que amadurecer também significa tomar decisões difíceis. Primeiros romances jovens de Jenny Han, os três livros são agora relançados pela Intrínseca, com novas capas e traduções inéditas.

Quando fiquei sabendo que a Íntrinseca relançou a trilogia “Verão” da Jenny Han, fiquei muito curiosa. Eu já li a triologia “Para todos os garotos que já amei” e apesar de algumas ressalvas, achei uma leitura bem interessante. Um autor pode sofrer muitas mudanças com o passar do tempo e por isso pedi o primeiro livro intitulado “O verão que mudou minha vida”. Aliás, o livro está no super no clima da nossa estação, já que calor é o que não falta (apesar de agora ter melhorado um pouco).

O verão sempre foi uma estação muito esperada por Isabel, também conhecida como Belly. Ela, uma adolescente de 15 anos, adora as férias, o mar e encontrar os seus amigos Conrad e Jeremiah. É uma tradição ir com a família para a casa de Susannah todo ano em Cousins Beach. Belly sempre teve uma quedinha por Conrad e por isso ela sempre tentava se aproximar dele, mas sem muito sucesso. Ele tem um ar meio sombrio que logo a conquista porém ele nem repara nela… Até aquele ano. Porém, nada pode ser fácil e Jeremiah também a enxerga de uma forma diferente e ele e Belly começam a ficar cada vez mais próximos.  De uma coisa é certa: Belly vai ter que quebrar o coração de alguém… Mas quem?

O primeiro aviso que eu tenho que dar é: “O verão que mudou a minha vida” é MUITO adolescente. Existem alguns livros com protagonistas da mesma idade que às vezes focam em outros assuntos, mas esse é bem voltado para todas as mudanças e inseguranças dessa época. Por exemplo, a Belly se sente bonita porque ela finalmente tem seios, mas ao mesmo tempo ela tem insegurança e por isso não quer usar nada muito decotado. Eu ainda não li os outros livros da série, porém como ele vai acompanhando a Belly até os 24 anos, eu acredito que quando analisarmos os três livros juntos, nós vamos perceber o quanto que ela cresceu durante todo esse tempo. A voz da narradora (o livro é narrado em primeira pessoa) é muito característica da época. A Jenny Han conseguiu captar muito bem essa “alma adolescente” mesmo que às vezes a Belly me irritasse um pouquinho. Mas todos os adolescentes não são assim?

Pela sinopse nós já podemos perceber que o tema central do livro é um triângulo amoroso. E sim, a sinopse está completamente correta. Durante o livro, Belly também nos conta fatos importantes que aconteceram nos verões anteriores e assim conhecemos mais sobre Jeremiah e Conrad. Como uma boa adolescente, ela tem que se apaixonar justamente pelo rapaz mais difícil – se não, não teria drama! Toda essa evolução dos personagens foi bem interessante porque esse é um amor de verão porém é um amor que foi evoluindo com o tempo. Isso deu uma quebrada no cliché no triângulo, apesar de ele ainda estar bem presente.

Essa trilogia foi escrita antes de “Para todos os garotos que já amei” e podemos perceber como a Jenny Han amadureceu como autora. A Lara Jean é mais velha do que Belly e por isso os temas tratados são um pouco mais adultos, porém todo o desenvolvimento do background da trilogia Verão é bem mais simples. Se não me falassem que eram da mesma autora, eu provavelmente não adivinharia. Realmente, a prática faz toda a diferença.

Enfim, “O verão que mudou a minha vida” é aquele livro bem leve que pode ser lido em poucas horas (ele tem menos de 300 páginas). Ele é indicado para pessoas que gostam de livros fofinhos e principalmente para adolescentes porque ele consegue conversar muito bem com essa faixa etária.

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela editora Intrínseca

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Alessandra disse:

    Sempre fico um pouco com um pé atrás com essa autora porque não sou a maior fã de para todos os garotos blá blá blá, ainda em dúvida se devo ou não ler esse livro (gosto de uma ficção adolescente pra descontrair de uma leitura pesada de vez em quando), mas foi ótimo ler essa resenha pra ter certa noção do buraco onde vou me meter kk Aliás, ótimo post!

  • Viviane Luna disse:

    Estou muito ansiosa para ler esse livro, já li a trilogia para todos os garotos que já amei, mas vou sem muita sede ao pote.

  • Milena Soares disse:

    Olá! Estou doida pra ler esse livro, amei Para todos os garotos que já amei e cada resenha que vejo dele me deixa ainda mais curiosa em conferi essa história.
    Bjs

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem