Resenha: Perdida

Perdida“Sofia vive em uma metrópole, está habituada com a modernidade e as facilidades que isto lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor a menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição. Após comprar um novo aparelho celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa. Com a ajuda de prestativo Ian, Sofia embarca numa procura as cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez possam leva-la de volta para casa. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos…”

Logo quando recebemos os lançamentos do Grupo Editorial Record, eu não pensei duas vezes antes de escolher Perdida, da Carina Rissi. Uma das minhas metas desse ano foi conhecer mais autores nacionais e eu já tinha lido várias críticas positivas sobre o livro. E o que eu posso dizer? Eu li o livro todo de uma vez só (e fui dormir as duas horas da manhã) porque eu simplesmente não conseguia parar!

Perdida conta a história de Sofia, uma jovem que trabalhava em um escritório altamente entediante. Em um belo dia o seu computador resolve não funcionar e o seu chefe dá uma sugestão: pegar a máquina de datilografia e terminar os documentos. E é claro que ela sofreu bastante para conseguir utilizar aquele equipamento tão arcaico (afinal, não tinha nem como apagar!).

Apesar de simplesmente amar a tecnologia (e nem conseguir se imaginar sem ela), outro aparelho a deixa na mão (sim, eu vou usar gírias, porque uma grande parte desse livro é sobre isso, como explicarei depois): seu celular. Na verdade foi culpa dela já que o aparelho cai justamente na privada. Sofia não teve coragem de resgatar o coitado…

Como Sofia não consegue ficar sem o aparelho, ela resolve comprar outro. Ela entra em uma loja, com uma vendedora um pouco peculiar. Mas como a vendedora diz que tem o aparelho perfeito que possui tudo o que ela desejava ou precisava, e ainda por cima muito barato, Sofia acaba comprando. Mas o que Sofia não esperava acontecer era que ela usasse o celular e acabasse aparecendo em… 1830! E é nesse ponto que a história realmente começa.

Quando Sofia volta dois séculos ela fica completamente perdida. Ela não tem a mínima noção de como voltar! Por sorte, ela é encontrada por Ian Clarke, que acaba ficando com pena da pobre donzela confusa (e com roupas inapropriadas) e a acolhe em sua casa. Sofia fica com medo de contar a verdade, porque ninguém iria acreditar nela. Por isso ela inventa a desculpa de que mora em uma cidade muito longe, mas ela não sabe como voltar.

E então começa o choque cultural, o que rende muitas cenas engraçadas. Em primeiro lugar, Ian não entende metade das coisas que Sofia fala, por causa das inúmeras gírias que ela usa. Depois, tem toda a situação das roupas, aqueles enormes vestidos bufantes que Sofia não queria usar. Sem contar na comida, na higiene pessoal… Foi realmente um choque para Sofia, que gostava tanto da modernidade, se acostumar com isso tudo. O romance preferido dela era “Orgulho e Preconceito”, de Jane Austen, e ela sonhava com todo esse mundo… Mas Sofia percebeu que não era nada fácil estar naquela época.

“Não é o tempo nem a oportunidade que determinam a intimidade, é só a disposição. Sete anos seriam insuficientes para algumas pessoas se conhecerem, e sete dias são mais do que suficientes para outras”. Jane Austen, Razão e Sensibilidade

É com esse trecho que o livro começa. Eu já reclamei aqui várias vezes sobre personagens que se apaixonam rapidamente. Em Perdida, se analisarmos os dias, isso realmente aconteceu. Mas Carina conseguiu escrever o romance de uma forma tão… cativante! Era possível entender e sentir tudo o que Sofia descrevia. Ela realmente não se apaixonou logo quando o conheceu. Foi algo devagar, mesmo em poucos dias. E o Ian e a Sofia são tão reais e eles combinam tão bem, que não tinha como não ficar “Awww” em diversas cenas. Mas não pensem que tudo é cor-de-rosa, porque Sofia sabe brigar. Mesmo! E ah, o livro tem cenas quentes e, devo dizer, elas foram muito bem escritas e bem trabalhadas para o desenvolvimento dos personagens.

O final… Ah, o final! Não posso contar spoilers, né? Mas eu gostei muito de todo o desenvolvimento do livro. Aliás, a única coisa que me incomodou um pouco foi o excesso de gírias que Sofia usava. Tudo bem, eu sei que isso foi um artifício utilizado para realçar a diferença entre os dois séculos. Mas, principalmente no início, eu achei que a narradora parecia ser mais jovem do que a sua idade.

E como a Karen me disse uma vez, eu adoro capas de livro com vestidos (e eu nem tinha percebido isso!). Mais uma vez isso aconteceu e nesse caso a capa tem um significado muito especial para a história! Ela é linda, mas posso confessar uma coisa? Esse pé meio torto em baixo me deixa aflita! Essa não parece uma posição muito confortável…

“Contos de fadas podem se tornar realidade, Sofia. Basta que a princesa não lute contra a própria felicidade”

Perdida é um conto de fadas que poderia acontecer com qualquer uma de nós. É um livro lindo que nos faz refletir sobre como duas pessoas tão diferentes podem acabar se encontrando e aprendendo sobre sentimentos que elas nem sabiam que existiam…

Sabe, eu acho que o meu príncipe encantado está em outro século… Calma aí que eu vou ali jogar meu celular dentro da privada!

Livro cedido em parceria com o Grupo Editorial Record!

 

Ficha técnica

Nome: Perdida
Autor: Carina Rissi
Editora: Verus
Páginas: 364
Onde comprar: Livraria Cultura
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Vanessa Sueroz disse:

    Oie,
    menina realmente esse livro é lindo neh?
    Eu acabei virando a noite lendo ele quando comprei.
    Mega fofo.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

  • Karen disse:

    Nossa, Lany, que delícia de livro! E é muito sua cara, mesmo! É tão gostoso quando a gente se apaixona assim pela leitura. Deu para perceber teu entusiasmo! =)))

  • Jullyane Prado disse:

    kkkkkkkk adoreio: vou jogar meu celular na privada. Vaiq ue da cero. rsrs. ENtão quando eu vi a divulgação desse livro eu amei a capa, mas não me interessei muito, mas agora com sua resenha, ja add no skoob e pretendo ler muito em breve, nossa para tudooo eu também amo Orgulho e Preconceito de Jane Auten. E nossa que legal estar em pleno século XXI com tantas tecnologias e ir parar no século XIX, deve ser uma confusão. HAHAHA. Parabéns pela resenha, amei.

  • ana paula ramos disse:

    Ai assisti ontem “de novo” orgulho e preconceito, e estava pensando mesmo em como seria morar naquela época!! kkkkk
    Eu tbem estou com vontade de ler autores nacionais, e quero muito ler Perdida! a capa, é linda mesmo… nem me incomodei com pezinho virado…
    Gosto muito desses contos de fadas, em que os personagens são tão reais e que se combinam, fica muito mais gostoso de ler!!!
    Muito legal mesmo sua resenha, me deixou com vontade de começar a ler já!

    bjo

  • Melissa de Sá disse:

    Eu fico feliz em saber que no livro os personagens não se apaixonam do nada. Eu também tenho pavor quando isso acontece, acho que mata qualquer história de amor.

  • Nicole Faiguenblum Nudelman disse:

    Fiquei muito afim de ler esse livro, deu muita vontade deve ser muito bom!!! Vou colocar na minha lista de desejados!!!! Fiquei muito curiosa pra saber o que acontece nos 1830!!!!
    Beijos!!!

  • Karen Araki disse:

    Eu gosto bastante dos filmes baseados nos romances da Jane Austen, mas ainda não li nenhum livro dela. Achei super legal a sinopse do livro perdida, acho que é sempre bom dar oportunidade a autores nacionais, já tinha visto a capa do livro porém não tinha me interessado em ler o livro, porém depois da sua resenha fiquei muito curiosa em ler.

  • Cris Aragão disse:

    Nossa eu sempre vejo esse livro e tenho vontade de comprar e ler mas não fazia a menor ideia do que ele tratavva. Parece ser bem bacana e agora fiquei mais curiosa.

  • Wesley Silva disse:

    UAU que demais! Parece ser muito bom. Apesar de não fazer o tipo de livro que eu gosto de ler. Mas não custa nada abrir mão um pouco.
    Perdida vai ser umas das minhas próximas leituras.

  • Marcele Cambeses disse:

    Nem comecei a ler e já estou quase afogando o meu celular também! Benza Deus! Que um Darcy me encontre quando eu brotar do nada numa campina antiga!

  • Lany disse:

    HAHAHA! Todo mundo afogando o celular!

  • Promoção: Perdida « Por Essas Páginas disse:

    […] dias atrás nós postamos a resenha de Perdida, livro da autora brasileira Carina Rissi. Esse livro me conquistou tanto que nós do Por Essas […]

  • Mônica Oliveira disse:

    Olá, então eu também leio pouco livros Nacionais e desde novos autores que apareceram para nós a Carina é sempre tão bem elogiada que fiquei BEM CURIOSA pelo trabalho dela..Não tive oportunidade de adquirir e ler seus livros..Mais só de ver o Grupo Editorial Record investindo nela e em seus livros sabemos que boa coisa podemos esperar deles..
    Pelo jeito você gostou da leitura afinal deu 4 estrelas, acho que é sempre bom prestigiarmos a literatura nacional.

  • Lany disse:

    Antes de ler Perdida, eu também li muitas resenhas positivas dos livros dela. E realmente não me decepcionei!

  • Alyne Ramos disse:

    Morria e não sabia que a história era assim kkk me diverti só lendo a resenha, imagina lendo o livro? Eu tinha uma concepção totalmente diferente sobre esse livro. E sim, eu imaginei como seria o filme dele. Acho que irei amar caso tenha a oportunidade de lê-lo. Já vi muita gente dizer que a Carina é muito boa no que faz, mas ainda não li nada dela :/

  • Ana Paula disse:

    Nossa eu ri demais com a Sofia, sério tive ataques de risos. Eu também fiquei um pouco incomodada com as Gírias mais nada grave.
    E o Ian é um cavalheiro, de cavalo armadura e tudo.
    Simplesmente preciso do próximo livro *.*

  • Lany disse:

    Que bom que outra pessoa também se incomodou com as gírias!
    Eu quero muito o próximo livro! *-*

  • Thays disse:

    Adorei sua resenha, realmente a capa é linda e a historia me parece maravilhosa 😀

  • Tâmara Moya disse:

    Oie flor!
    Tem tempo que tenho vontade de ler este livro e ainda não tive oportunidade.
    A primeira coisa que me chamou a atenção neste livro foi capa (sim, sou a louca das capas rs). Me parece esse não é um livro só de capa bonita, o enredo parece incrível. E vamos combinar, quem não gosta de um conto de fadas? Ainda mais com ares modernos para chamar ainda mais atenção.
    Adorei a resenha e muito mais esse livro.
    Como eu gostaria de ganha-lo.

    Beijos

  • Lany disse:

    Eu AMO conto de fadas, então eu realmente tinha que ler esse livro hahaha!

  • Hannah disse:

    Mais uma resenha pra me deixar louca de vontade de ler esse livro. Eu tenho que ler!!!

  • ELIZABETH MACHADO SALLES disse:

    Preciso urgente ler esse livro. só leio resenhas lindas sobre ele e estou super curiosa com ela. Vou amar ler e conhecer a personagem como vocês. Beijos.

  • Shadai Vieira disse:

    Coincidência, terminei de ler ontem Orgulho e Preconceito. Mas quanto a Perdida, parece ser divertido, bem romântico para mulheres. Curioso pelas cenas quentes. E essa história pode acontecer com qualquer uma? Mulheres, adoram fantasiar, sonhar com príncipe encantado.

  • Lany disse:

    Como a Sofia é uma mulher completamente normal e ela viaja no tempo através de um celular, essa história pode acontecer com qualquer pessoa!
    E ele é muito romântico sim! *-*

  • Bruna Souza disse:

    Preciso >>urgentemente<< deste livro. Adorei a resenha e a sinopse do livro. Parece ser diferente, e acho que irei gostar dele.

  • Vanilda Procopio disse:

    Ainda não li nenhum dos livros da Carina Rissi, mas Perdida é dos que eu quero muito ler porque essa coisa da viagem no tempo me agrada muito e deve ser muito bacana ler sobre esse choque de culturas e tudo isso regado a bom humor, não tem como não dar certo.

  • Lany disse:

    Pois é, o livro é muito engraçado! *-*

  • Mariana disse:

    Ainda não li, participando da promoção para ganhar o livro e poder ler.

  • Raquel Moritz disse:

    “Tá ligado que excesso de gírias é mó chato quando a gente tá batendo uma leitura, saca?” Brincadeira :B Eu já li livros com gírias forçadas também, e é um saco! Mas que bom que a Carina conseguiu te surpreender e te prender na história. Aliás, até pouco tempo atrás eu achava que Carina Rissi era escritora estrangeira :B Hehehehe

    Beijo!!!

  • Lany disse:

    Hahaha adorei a frase!
    Não foi nem o número de gírias que me incomodou, mas algumas realmente não pareciam condizer com a idade da protagonista. Mas o livro é lindo mesmo assim!

  • Franciele de Santana disse:

    Mais uma resenha de Perdida para me deixar com mais vontade ler esse livro, romances históricos mesmo que meio histórico que Sofia foi levada ao passado, mas eu adoro esse gênero. E mais um livro de uma autora brasileira bombando e que aliás vai virar filme, própria Carina vai ser a roteirista e garantiu que as coisas mais relevantes vão estar no filme, mais um motivo para ler!

  • Prysciane Moraes disse:

    Ameei a resenha, estou com mais vontade ainda de ler esse livro, achei tudo muito lindo <3

  • Thais Conte disse:

    Eu também achei o livro muito fofo e engraçado,amei a narrativa e o fato dos personagens não terem se apaixonado logo de cara haha. Amei sua resenha!

  • camila rosa disse:

    Ah eu sou doidinha para ler esse livro eu não vejo a hora de ter ele em minhas mãos, pois me parece ser uma historia incrível sem contar que todo mundo fala muito bem dele, ultimamente estou lendo livros nacionais e estou adorando, pois existem autores que são incríveis, espero ter a oportunidade de ler Perdida logo, ainda mais que vai virar filme né.

  • Ingryd Melo disse:

    Eu amo capas com vestidos também *-*
    Sei lá, são tão lindooos *-* rsrs

    Faz um tempo que quero ler Perdida, pelo simples fato que amo conto de fadas <3

    E imagina ficar sem a modernidade de hoje, e sem falar nas girias… Complicado rsrs

    Logo menos quero lê-lo *-*

    Beijos, Indy.

  • Nardonio disse:

    É impressionante a quantidade de resenhas positivas que tenho lido em relação a esse livro. Sei que ele tem um “Q” de clichê, mas desde que eles sejam bem desenvolvidos, não vejo problema. Não sabia que o livro tinha essas cenas um pouco mais quentes. Confesso que gostei. Enfim, super curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

  • Michelle Agda disse:

    Pois é, acho que Sofia está PERDIDA, literalmente! Sem falar que o livro tem uma pitada de coisas engraçadas. Esse eu quero ler!

  • Cristiane de oliveira disse:

    Estou muito curiosa pra ler esse livro faz tempo e nunca consigo comprar sempre tem alguma coisa pra atrapalhar.Gosto muito de livros sobre viagem no tempo por que devem ser mesmo muito engraçada a situação de tentar explicar algumas coisas e não conseguir ´.
    Parece muito bom quero ler logo e acho que vou fazer igual a você pegar e não largar mais.

  • Manu Hitz disse:

    Adorei! Lembrei do filme Kate e Leopold, mas ao contrário.
    Imagine chegar no passado com todos os ‘maus costumes’ que a modernidade nos trouxe? rsrs… As facilidades de hj se confrontando com as dificuldades de quase tudo no passado… Mas encontrar o grande amor é uma boa desculpa para fechar os olhos para os probleminhas, não?

  • Bruna:) disse:

    Perdida tem um lugarzinho especial no meu coração *—–* Já tinham me recomendado, mas demorei um pouco pra decidir ler. Pra quê, me apaixonei na hora! Confesso que no começo me irritei um pouco com a Sofia, mas a partir do momento que ela “viajou”, o Ian apareceu (suspiros, muitos suspiros), me encantei. Do jeito que as coisas andam , acho que o meu príncipe também está em outro século, só pode! *todas jogando o celular na privada* hahahhaahah

  • Lany disse:

    Vai ser a nova moda: jogar o celular na privada!
    No começo, eu fiquei meio desconfiada e não gostei muito da Sofia… Mas depois não tem como não amar!

  • Rita Cruz disse:

    Estou louca por esse livro. Foi amor à primeira sinopse. Desde então tenho namorado essa capa ha séculos e lamentado não poder comprá-lo.
    São coisas que podem acontecer a qualquer um? Bom, eu não me imagino coprando um celular e indo parar no século XIX, embora eu fosse adorar, pois aquela foi a época dos grandes poetas.
    Saber que o livro é assim tão divertido só me deixa mais empolgada por ele. E como será adaptado para o cinema, eu preciso ler esse livro antes.

  • Bruna Vieira disse:

    Amo esse livro, a Carina arrasa!

    Adorei a sua resenha, e espero ansiosamente pelo 2° livro *—*

    Beijo*

  • Natália Fraga disse:

    Acho que tem que se incentivar a promoção da literatura nacional mesmo..
    e esse livro parece ser maravilhoso.. sua resenha ficou ótima, deixou-me curiosa para descobrir a história deles.. 😀

  • Fabíola Nunes disse:

    Meu Deus, Meu Deus!! Eu preciso ler este livro! Só tenho lido resenhas ótimas e a sua não nega que a história deve ser maravilhosa! Ansiosa para ler!!!

  • Fabíola Nunes disse:

    Meu Deus, Meu Deus!! Eu preciso ler este livro! Só tenho lido resenhas ótimas e a sua não nega que a história deve ser maravilhosa! Ansiosa para ler!

  • Resenha: Encontrada « Por Essas Páginas disse:

    […] era Encontrada – segundo livro da série Perdida, da autora Carina Rissi. Se vocês leram a resenha do primeiro livro, sabem que eu AMEI a escrita de Carina e eu li o livro inteiro de uma vez só. Eu […]

  • Top Ten Tuesday: Dez Livros que Espero Ansiosa para 2015 « Por Essas Páginas disse:

    […] mundo da Luna, Carina Rissi: Eu gostei muito de Procura-se um Marido e ainda tenho Perdida aqui comigo para ler, mas posso ler enquanto No mundo da Luna não é lançado… […]

  • Top Ten Tuesday: Dez lançamentos de 2015 que eu queria ler, mas não li « Por Essas Páginas disse:

    […] O primeiro eu comprei e li logo (milagre!). O segundo eu nem comprei, porque… ainda não li Perdida nem Encontrada! rs Esse livro está na lista que eu chamo de “o olho maior que a barriga”, que […]

  • Quinze autoras nacionais que você precisa conhecer « Por Essas Páginas disse:

    […] Carina Rissi é autora de Procura-se um marido e Perdida (resenha aqui).  Esses dois livros fazem parte daqueles “Chick-lit” clássicos, com protagonistas decididas, […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem