Resenha: Quem era ela

Recentemente, a Intrínseca fez uma ação muito interessante com os blogueiros – e também com os leitores; a ação consistia em responder a um questionário misterioso e, se o seu perfil fosse compatível, você receberia o lançamento surpresa para ler e resenhar (no caso, com os leitores, eles fizeram a mesma ação, e que eu me lembre, uma quantidade limitada receberia o livro). Como era claramente um thriller, respondi o questionário e parece que minha mente um tanto quanto perturbada foi compatível, pois recebemos o Quem era ela.

Devorei o livro. Com uma premissa bastante criativa e um suspense de tirar o fôlego, este é um livro que você pode investir sem dó.

QuemEraEla_G“É preciso responder a uma série de perguntas, passar por um criterioso processo de seleção e se comprometer a seguir inúmeras regras para morar no nº 1 da Folgate Street, uma casa linda e minimalista, obra-prima da arquitetura em Londres. Mas há um preço a se pagar para viver no lugar perfeito. Mesmo em condições tão peculiares, a casa atrai inúmeros interessados, entre eles Jane, uma mulher que, depois de uma terrível perda, busca um ponto de recomeço.
Jane é incapaz de resistir aos encantos da casa, mas pouco depois de se mudar descobre a morte trágica da inquilina anterior. Há muitos segredos por trás daquelas paredes claras e imaculadas. Com tantas regras a cumprir, tantos fatos estranhos acontecendo ao seu redor e uma sensação constante de estar sendo observada, o que parecia um ambiente tranquilo na verdade se mostra ameaçador.
Enquanto tenta descobrir quem era aquela mulher que habitou o mesmo espaço que o seu, Jane vê sua vida se entrelaçar à da outra garota e sente que precisa se apressar para descobrir a verdade ou corre o risco de ter o mesmo destino. Com um suspense de tirar o fôlego e um clima de tensão do início ao fim, JP Delaney constrói um thriller brilhante repleto de reviravoltas até a última página. Uma história de duplicidade, morte e mentiras.” Fonte

Em Quem era ela, acompanhamos a história do ponto de vista de duas personagens: Emma, que nos conta o ANTES, e Jane, que narra o AGORA. Em comum, as duas passaram por experiências traumatizantes em suas vidas, que as fizeram ter o desejo de se mudar e alugar uma casa… no mínimo curiosa. O lugar, desenvolvido por um misterioso e peculiar arquiteto, é uma obra de arte minimalista; com pouquíssimos móveis e objetos, foi desenvolvida para se viver com o mínimo necessário. Alugá-la é quase adotar um novo estilo de vida e apenas pessoas cuidadosamente selecionadas possuem essa oportunidade. E é aí que entra o mais bizarro de tudo: para poder alugar o local, você precisa responder a um questionário e obedecer a uma lista de exigências malucas do proprietário – o tal do estranho arquiteto. E só pessoas pessoalmente aprovadas por ele podem alugar o imóvel.

Enquanto Emma sofreu um assalto no próprio apartamento que dividia com o namorado e aparentemente um abuso (o livro não deixa isso claro no início), Jane deu à luz a um natimorto: sua filha faleceu ainda em seu útero, e este trauma a fez sair em busca de um recomeço, assim como Emma.

quemeraela

Os capítulos das duas vão se alternando e o que parecia algo aparentemente simples, vai se tornando cada vez mais complexo e cheio de nuances. Ao mesmo tempo que você se apega às personagens, você também, aos poucos, começa a desconfiar delas, como se não estivessem narrando toda a verdade, e você, leitor, começa a suspeitar tanto dos outros personagens quanto delas. A casa, que antes parecia apenas fria, começa a se tornar opressiva; é interessante com o local funciona como um dos personagens da história, como um organismo vivo. Você também acompanha o estranho relacionamento de Emma com Simon, seu namorado, e depois com Edward, o arquiteto da casa, que também começa uma relação com Jane no AGORA. Claramente ambos são relacionamentos abusivos, mas de maneiras diferentes, e o livro trata muito bem isso, envolvendo o leitor em uma trama cheia de tensão e suspense.

Chega um momento em que é impossível parar de ler e você mergulha na trama, virando as páginas sofregamente. Quando cheguei em dado momento do livro, tive que parar tudo o que estava fazendo e lê-lo até terminar, porque simplesmente não conseguia fechá-lo, não conseguia não saber o que estava por acontecer. A narração é fascinante e a escrita absorve de tal maneira que você sente a tensão em seu próprio corpo. E, como em uma boa história e um bom thriller, ninguém é o que parece.

A edição é simples, mas eficiente; capa minimalista e misteriosa, passando a exata sensação que temos ao ler o livro e viver dentro daquela casa; diagramação e tamanho confortáveis, revisão impecável. A Intrínseca sempre faz edições de qualidade e não há nem o que comentar sobre isso.

Para quem curte bons thrillers, fica aqui a indicação. Quem era ela é um suspense eletrizante, com personagens bem construídos – especialmente as protagonistas – e uma trama diferente e elaborada. Com um final intenso e surpreendente, esse é um livro do qual você não irá desgrudar até chegar à última página.

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela Editora Intrínseca.

Ficha Técnica:

Título: Quem era ela
Autor: JP Delaney
Editora: Intrínseca
Páginas: 336
Onde comprar:  Livraria Cultura / Amazon / Saraiva / Submarino / Shoptime / Americanas
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Laryssa disse:

    Amei

  • F disse:

    Ola
    Primeira resenha que leio a respeito desse livro. Gosto muito desse tipo de ambientação, então os elementos que você comentou me pareceram bem instigantes e eu adoraria poder conferir também. Pelo visto, a trama se mostra muito envolvente e eu gostaria de saber mais a respeito dos personagens.
    Beijos, F

  • Juliana disse:

    oieee
    adoro livros assim em que você passa a desconfiar dos personagens e super se surpreende no final, com certeza esse é para mim hahahaha
    acabei de ler um semelhante, e amei
    dica super anotada
    beijos

  • Ana Carolina Domingues Almeida disse:

    OI!

    Nossa!!!! Que resenha! Que livro! Adoro um bom livro e vc com certeza me deu uma opção! Fiquei muito curiosa e já eletrizada por ele!!!
    Já quero pra ontem!!

    Beijinhos

  • Fábrica dos Convites disse:

    Menina, estou com este livro aqui coçando para ser lido. Pela capa e pelo que ouvi dele, esperava mesmo que a leitura fosse bem eletrizante. Vou passá-lo para frente.
    Bjs, Rose

  • Aninha Goulart disse:

    Oiii,

    Achei interessante a história, mas é tanto mistério que eu acho que não daria conta de ler, fico apreensiva de mais e sofrendo pra saber o que vai acontecer. Mas fiquei curiosa pra saber em que ponto as duas se tornam suspeitas e em que ponto a história delas se conectam ao mistério principal. Quem sabe um dia eu dê uma chance pra descobrir todo esse suspense e descobrir como as coisas acontecem rs, mas no momento eu vou deixar a dica passar.

    Beijinhos…
    http://www.paraisoliterario.com/

  • Delmara Silva disse:

    Oi,
    esse livro parece ser fascinante, fui fisgada na sinopse e ler sua resenha só aumentou ainda mais minha vontade de lê-lo, sou apaixonada por livros do gênero mas admito que não é sempre que encontro uma história que me atraia assim de cara, geralmente vou me apegando ao enredo conforme a leitura vai evoluindo, mas com esse livro foi diferente e eu só consigo pensar em como essa leitura deve ser maravilhosa.

    Beijos!

  • Suzana Chaves Linhares disse:

    Olá! Estou com esse livro e será umas das leituras desse ano. A premissa é muito interessante e sua resenha me deixou bastante curiosa, gosto de livros com essa temática, achei a capa muito legal, beijos!

  • Júlia Oliveira disse:

    Ei, que legal a ação da editora, assim mais leitores podem conferir suas obras. O livro me parece ser bastante instigante, deixando o leitor louco pra saber o que irá acontecer no final. Acho que seria um livro que eu leria. Beijos!

  • Isadora Gazote disse:

    Amei a resenha! Amo thrillers e super me convenceu a dar uma chance à história! Essa premissa toda me chama muita atenção e preciso conferir esse suspense todo!

  • Vêvévi disse:

    Adorei a resenha.
    Não sou grande fã de thrillers e por isso hoje eu passo a dica de leitura. Acho que esse livro não é pra mim.
    Ainda assim gostei de conhecer o que achou sobre a história.
    Beijos

  • Naylane Sartor disse:

    Oie tudo bem?

    Já vi a capa desse livro pelos sites e até mesmo na livraria, mas nunca havia lido nada sobre ele em si, até a sua resenha. Noto que seria uma história bastante instigante, mas faltou algo nela que despertase meu interesse em querer conhecer a história mais de perto, por isso por enquanto passo a dica!

    Bjss

  • Nayara Borges disse:

    Olá!
    Eu fiquei super interessada de ler esse livro, só de ver essa capa, que achei linda! Eu amo suspenses e mistérios, então é obvio que esse livro me chamou muita atenção! Eu amo quando a gente começa desconfiar de todos os personagens e quando o autor consegue nos enganar, nos deixando sem saber o que pensar do caráter dos personagens, é demais! Isso talvez seja o que mais me chama atenção para a leitura. Eu amei sua resenha e com certeza vou colocar esse livro na minha lista. Obrigada pela dica!
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

  • Angélica disse:

    Oi, tudo bem?
    Gosto desses livros que nos fazem mergulhar nas páginas e gostei da premissa desse, espro ler em breve.
    Bjs

  • Barbara disse:

    Oi.
    Eu adoro thrillers e adorei a proposta desse livro, que parece ser bem diferente.
    Essa ideia de viver somente com o necessário desperta meu interesse também, apesar de que nesse livro parece não ser uma coisa assim tão boa.
    Adorei a dica e pretendo ler assim que tiver oportunidade.
    Beijos.

  • Gaby Marques disse:

    Oiee, tudo bem? Que incrível essa ação da Intrínseca! Sou totalmente apaixonada por thrillers, é meu gênero favorito e estou sempre em busca de novas indicações. Adorei saber tua opinião sobre esse, e saber que os personagens são bem construídos (é algo que prezo muito em uma leitura). Anotei a dica! Espero ter a oportunidade de ler muito em breve e gostar bastante também :D

    Beijos

  • Bruna Costabeber disse:

    Olá, tudo bem?
    Estou louca para ler esse livro, pois adoro o gênero, sou alucinada por livros assim. Gostei de conhecer seu ponto de vista e de saber que, chega um momento que é impossível largar a leitura. Quero saber o que acontece e como a trama desenvolve.
    Vou super anotar a dica.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

  • Karoline Tassoni disse:

    Olá, tudo bem?
    Eu já tinha ouvido algumas pessoas falarem desse livro mas nunca tinha lido uma resenha do mesmo. E caramba!
    Eu tenho certeza que vou amar a leitura, sua resenha só me deixou com mais vontade ainda de ler.
    Beijos!

  • Sabrina Finoti disse:

    Oi!
    Ainda não tinha visto nenhuma resenha deste livro, mas ao ler a sua já achei ele completamente instigante e fiquei morrendo de vontade de lê-lo.
    Me lembrou um filme muito antigo esse negocio da casa ser quase um ser vivo, fiquei curiosa para saber como isso funciona no livro tbm

  • Francisca Elizabete Bezerra dos Santos disse:

    Nossa eu amo esse gênero!! Gosto de livros que me deixam na expectativa e depois me surpreendem!! Fique super curiosa para saber o desenrolar da história, de conhecer Jane!! A capa do livro está atrativa e nos remeta a trama!! Já quero ler!!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem