Resenha: Querido e Devotado Dexter

“O serial killer mais adorado do país está de volta. Em Querido e devotado Dexter, um novo assassino em série assusta as ruas de Miami tanto pela técnica quanto por sua ousadia. Perturbado, Dexter se vê obrigado a deixar o disfarce de bom moço de lado para percorrer um caminho instigante, no qual por vezes se confundem caça e caçador.
Esse é o segundo livro de Dexter, que inspirou a série de televisão homônima. O famoso protagonista trabalha na polícia, mas desde cedo seu real ofício é liquidar os serial killers, sempre camuflado e sem levantar suspeitas.” Fonte

Finalmente, depois de quase um ano, li a sequência de Dexter – A mão esquerda de Deus, com o meu serial killer favorito. Não foi por falta de vontade que demorei para ler o livro… é mesmo mais pelo fato de que eu dificilmente compro livros (orçamento aqui é apertado, gente), mas meu maridinho na semana passada me deu o livro como presente de aniversário. Como resistir? Corri para ler na hora.

E não me decepcionei apesar das altas expectativas. Jeff Lindsay é aquele tipo de autor que não decepciona.

Apesar do título meio extremamente brega, esse livro não tem nada de bonitinho. (E não é que o título tem MUITO a ver com a história?) Aliás, ele é muito mais brutal do que o anterior e ouso dizer que é intensamente mais cruel e sangrento que a série de TV. É nesse livro, acredito, que as histórias nos dois formatos começam a tomar rumos distintos. Se você ainda não leu o primeiro livro, pare a leitura dessa resenha aqui: impossível continuar sem alguns spoilers. E tome cuidado também quem ainda não assistiu a todas as temporadas da série: também posso abrir o bico em algum momento. Estão avisados.

Todo herói precisa de um vilão – mas nesse caso, os papéis parecem no mínimo invertidos. Nosso querido assassino vê sua promissora carreira de justiceiro interrompida quando o Sargento Doakes começa a segui-lo sem descanso (algo que também ocorre na segunda temporada da série, mas de uma maneira sutilmente diferente e com um final que não tem nada de sutil). Doakes é um personagem intrigante, sempre suspeitou de Dexter – tanto no livro quanto na série – mas é no livro que essas suspeitas fazem mais sentido: ambos possuem seus próprios Passageiros Sombrios e é assim que os monstros se reconhecem (e Doakes não é o único “monstro” que Dexter reconhece – há uma surpresa bem desagradável nesse livro). Seja como for, a constante vigilância de Doakes obriga Dexter a colocar seu Passageiro das Trevas para dormir e fingir uma vida de bom moço. E como ele faz isso? Aumenta a frequência das visitas à Rita, sua namorada de fachada, e brinca muito mais com seus filhos Astor e Cody, que aqui no livro tem papéis muito, mas muito mais interessantes que na série – e muito mais sombrios.

Dexter segue nessa vidinha de pacato cidadão (é que eu estou escutando Skank enquanto faço a resenha), descobre os prazeres de uma boa cerveja e até transa com a namorada (um avanço inacreditável!), tudo de fachada, cada vez mais irritado e atormentado pela falta de aventura, quando aparece um novo serial killer em Miami: um homem que transforma as pessoas em “batatas ululantes”. Calma que vou explicar. Imagine uma pessoa sem braços, sem pernas, sem lábios e sem pálpebras, mas ainda viva. Para completar a tortura, o assassino deixa sua vítima nessa situação sempre de frente a um espelho, pra que observe “a coisa” em que se tornou. Completamente sádico. E é aí que entra o nosso querido e devotado Dexter.

Na verdade, ele não entra nessa história para salvar o dia, mas sim por causa do próprio Doakes, procurando uma maneira de se livrar dele e sua constante perseguição. E assim a história vai evoluindo a partir daí, com nosso Dexter como sempre fazendo seu papel de detetive sombrio e descobrindo muito mais do que esperava ou queria descobrir…

Deborah, a irmã policial e boca suja de Dexter, também está nesse volume, é claro. Aqui ela já sabe muito bem que tipo de monstro é o irmão, após descobrir toda a verdade no livro anterior. Na série, essa é uma trama que demora muito a acontecer e toma rumos extremamente diferentes. No livro, Deb não faz todo o drama que a Debra da série faz com esse assunto; na verdade, Deb até mesmo se aproveita do fato de Dexter ser o que é. Confesso que adoro a Debra na série (sem contar que a atriz é fantástica), mas no livro ela é bem melhor – sem todo aquele drama cansativo.

Dexter, no livro, também é um pouco diferente. Ele é bem menos humano, mais racional e muito mais sádico. Acredito que muitas coisas tenham sido alteradas para a série pois o formato televisivo é muito mais restritivo que o livro – e por isso, minha gente, o livro é sempre melhor, não importa o quanto a série seja boa. A melhor parte é que é possível acompanhar os dois e ter sempre histórias novas, já que daqui pra frente os rumos das duas obras se separam.

Querido e Devotado Dexter é um livro de suspense e horror no melhor estilo descolado e bem-humorado de Jeff Lindsay. Leitura mais do que recomendada para fãs da série e para quem jamais a assistiu; qualquer leitor simpatizante de um bom suspense/policial sangrento e inteligente vai gostar de embarcar nessa série.

Ficha Técnica

Título: Querido e Devotado Dexter

Autor: Jeff Lindsay

Editora: Planeta

Páginas: 272

Onde comprar: Livraria Cultura

Avaliação: 

Quem quer sorteio de brindes? 

Sortearemos entre os 15 primeiros comentaristas dessa resenha o kit abaixo de livreto + bottoms da Editora Planeta. E quem comentar também na resenha de Dexter – A Mão Esquerda de Deus ganha chance extra! Comentem! (lembrando que são aceitos apenas comentários com conteúdo pertinente à resenha)

E quem levou os brindes foi o Vilmar Júnior! Vilmar, por favor, envie-nos um e-mail com seu endereço para contato@poressaspaginas.com ou poressaspaginas@gmail.com em até 48 horas. Parabéns!

Observação: Alguns comentários foram repetidos e há nomes que aparecem duas vezes porque comentaram na resenha de Querido e Devotado Dexter e Dexter – A Mão Esquerda de Deus.

resultado_sorteio_comentaristas_dexter

planeta

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

  1. Amei a resenha. Li este segundo livro faz tempo, mas os detalhes do Dr. cortando as vitimas e tudo mais, eu lembro até hoje. É um dos melhores plots nos livros

  2. ai eu amo Dexter,começei a ver a série pq vi um vídeo no YT sobre compras de make e a menina comentou sobre o seriado e falou q estava viciada…Enfim,fui ver e fiquei louca nele!! Me identifico em alguns aspectos (medo o.O) com ele,e qndo soube que tinha os livros fiquei louca pra ler.Eu parei de assistir as temp no momento em que o Sargento Doakes descobriu q o MEU DEXTER é o assassino e o MEU DEXTER prendeu ele p/ não contar.Mas se eu gosto pq parei de ver?! Era sempre um tormento qnd o ep estava acabando e o Meu DEXTER ficava por um triz a ser descoberto.Eu morria de medo e ficava super nervosa por ele,SÉRIO,do pnt de dar pause,beber uma agua,zapear os canais de tv…Mais este ano volto a assistir as 5 temps p/saber o que acontece com o MEU DEXTER.
    PS: EU SOUBE Q A PROPRIA DEBBY PRENDE ELE ;( NAÕOOOOOOOOOOOOOO

  3. Confesso que nunca tive vontade de ler Dexter e muito menos assistir a série, mas quando li sua resenha, me deu muita vontade de correr agora para a livraria mais próxima e comprar. Pena que já gastei todo o dinheiro da minha mesada :/ Ok, próximo mês, quem sabe eu não compro o primeiro e o segundo 🙂

  4. eu até hoje nunca vi a série, nem li os livros, mas confesso que agora deu uma grande vontade de ver a série e ler os livros… vou terminar de ver a série que to vendo, deu até medo de ler a resenha, porque tava dizendo que podia ter alguns spoilers. adoro livros e séries e filmes brutais e crueis…. rsrs
    acho q vou gostar muito… 🙂

  5. Eu vi alguns episodios da série, achei bem interessante, o livro parece muito bom, aqueles que te prendem da primeira a última página… quando sobrar um dinheirinho vou comprar os livros…
    beijos!

  6. Nunca vi a série, mas acho que o livro parece ser muito interessante! Eu sempre morro de medo em coisas que envolvem, mesmo que levemente, terror/suspense 😛 Mas vou tentar deixar isso de lado e lê-lo!
    Acabei de achar esse blog, fazia um tempo que tava procurando um bom blog de livros, espero que continue postado 😀

  7. Posso ainda não ter visto a série por preguiça (confesso, tá muito avançada, preciso de determinação!), mas os livros eu cobiço toda vez que vou à biblioteca!
    Dexter parece muito, muito interessante com essa maneira de ser movido à adrenalina. E que assassinos loucos, essa batata me deixou aqui imaginando horrores! Senti mais vontade ainda de começar a ler!!!
    Que promoção linda e sádica! *-* Tomara que eu ganhe! xD
    Não adianta, os livros são sempre mais completos e instigantes. Pelo menos a série, pelo o que está dizendo, é uma ótima adaptação.
    Baita presente de aniversário, hein?

    Beijos!

  8. Eu simplesmente sou fã de Dexter! Já li os livros e acompanho a série. O segundo livro da série é bem chocante mesmo. Aquele médico sádico, o pobre e irritante Doakes quase virando uma batata viva, a forma como o Dex enxerga as coisas a sua volta… É bem interessante ver o lado de psicopata. No livro ele é bem mais frio que na série; apesar de que a série também não fica pra trás em frieza…
    Gostei da forma como o livro foi adaptado, embora algumas diferenças gritantes na série me deixem triste.

  9. Muitas pessoas já me indicaram Dexter, mas confesso que não faz muito o meu gênero, porém fico muito curiosa em relação a série, mesmo não gostando de serial killers e estórias brutais.
    Eu ainda não li os livros então parei de ler a resenha, não gosto de spoilers.

  10. Eu também tenho um orçamento apertado, e por isso ainda não consegui comprar os livros dessa serie, apesar de cobiça-los a muito tempo; por isso acabei começando a assistir ao seriado e fiquei muito louco pela historia de Dexter. Sou louco por historias de serial killers e como a série é tão boa e me encantou tanto tenho certeza que os livros não vão ser diferentes, e depois que voce disse que ele “é intensamente mais cruel e sangrento que a série de TV” cara só to com mais vontade ainda de ler.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.