Resenha: Raio de Sol

RAIO_DE_SOL_1461779408581182SK1461779408BSegredos.
Todo mundo tem um.
Alguns são maiores que os outros.
Alguns, quando revelados,
Podem curar você…
E outros podem acabar com você.
Faça épico, costuma dizer Kate Sedgwick quando quer estimular alguém a dar o melhor de si. Nascida numa família-problema, com direito a mortes e abandono, a garota de dezenove anos sempre buscou fazer a diferença. Em vez de passar os dias lamentando os infortúnios da vida, como tantos fariam em seu lugar, sempre vê as coisas pelo lado positivo não é por outro motivo que Gus, seu melhor amigo, a chama de Raio de Sol.
E é por isso que, quando passa na faculdade e se muda da ensolarada San Diego, na Califórnia, para a fria cidade de Grant, em Minnesota, ela leva consigo apenas boas lembranças e perspectivas. O que ela não espera é que será surpreendida pelo amor único aspecto da vida em relação ao qual nunca quis ser otimista ao conhecer Keller Banks, um rapaz que parece corresponder aos seus sentimentos. Acontece que tanto ele quanto ela têm um segredo. E segredos, às vezes, podem mudar tudo.

Ok, na boa, não sei se eu era a pessoa mais indicada do blog para fazer a resenha deste livro. Nunca me dei muito bem a visão Poliana de vida. É lindo! A pessoa brilha e atrai o amor e a admiração daqueles que a cercam, mas, mesmo assim… sempre fiz mais a linha quieta, de poucos amigos e às vezes pessimista. Mas, pelo título do livro você já pode imaginar como é Kate, carinhosamente chamada de Raio de Sol por seu melhor amigo.

Ao longo do livro vamos conhecendo a história de Kate Sedgwick, sua amizade de anos com Gus Hawthorne, em que ponto estão suas vidas, o que já enfrentaram juntos no passado e o que o futuro reserva.

Acompanhamos Kate num momento super legal de início de faculdade e ela já chega fazendo amigos. Clayton é o primeiro. Seu colega de dormitório que mora na porta à frente. Clayton é gay, antenado em moda e com estilo próprio. Cherry, que mais parece uma stripper, é a colega de quarto de Kate, mas por mais que ela tente, a relação das duas é conturbada. Assim que chega à faculdade e vai conhecer o lugar Kate já vai atrás de um café, seu combustível, e já se sente à vontade no café. E ali indicam a floricultura, onde Kate arranja seu primeiro emprego na faculdade. E é na floricultura que ela conhece Shelly que se torna uma grande amiga.

No café Kate conhece Keller, que trabalha lá, e por acaso divide um apartamento com Duncan, o namorado de Shelly. Aos poucos Kate e Keller se aproximam, mas Keller tem um segredo e por isso Kate se segura, até descobrir o segredo dele. Mas então, depois de descobrir o segredo dele, ela se segura para não se apaixonar por causa de seu próprio segredo.

Enquanto essa história se desenvolve, acompanhamos a carreira de Gus, o melhor amigo, que começou a fazer sucesso com sua banda de rock, Rook.

O livro é narrado em sua maior parte por Kate, mas há alguns capítulos narrados por Keller. Achei alguns dos capítulos narrados por ele meio, sei lá, melosos demais. Curti não!

E ela, com toda essa positividade, às vezes parece até meio tontinha e alienada. Mais tarde, no livro, essa positividade é justificada por causa do segredo de Kate. Mas mesmo assim… também curti não!

O que me surpreendeu, é que depois de todos os segredos revelados, faltando umas 150 páginas para terminar, não consegui largar o livro até terminar e, ok, eu confesso… chorei litros e litros!

Isso me fez gostar um pouquinho mais do livro, afinal, mexeu mesmo comigo! Mas não merece 5 estrelas, porque as outras 295 páginas, não foram assim tão boas. E, no geral, a história não passa da experiência de vida da nossa Raio de Sol na faculdade, seu melhor amigo e os perrengues que ela passou na vida. Mas se quiser um bom drama e chorar bastante, te garanto que vale a pena ler só pra chegar nas 150 páginas finais!

Este livro foi gentilmente cedido pela editora Planeta para resenha.

Ficha Técnica

Título: Raio de Sol
Autor: Kim Holden
Editora: Outro Planeta
Páginas: 448
Onde comprar: Livraria Cultura / Saraiva /Amazon
Avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Elidiane Lima disse:

    Oi, Drika!
    Não curto dramas, não faz muito meu estilo, evito-os ler para não chorar litros e litros de lágrimas, mas fiquei curiosa em relação a Raio de sol e todos os segredos que a Kate e o Keller guardam, por isso pretendo lê-lo, acredito que vale a pena…
    Abraços!

  • Aline Santos disse:

    Olá! Esse livro tá mto bacana msm, amando as opiniões que venho acompanhando, cada vez me animo mais pra ler….ameeeei!
    Bjs

  • Thais Lima disse:

    Oi!
    Ainda não li esse livro, mas ele faz parte das minhas leituras que pretendo fazer esse ano. Apesar de não gostar de historias muito melosas, achei interessante a sinopse. Contudo a sua resenha me desanimou um pouquinho, mas já como você disse que o final vale a pena vou da uma chance.
    Beijos!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem