Resenha: Reportagens – Joe Sacco

Olá gafanhotos! Felipe aqui, trazendo algo diferente para fechar 2016. Trata-se do quadrinho Reportagens de Joe Sacco, uma coleção de diferentes reportagens deste jornalista, todas com a temática da guerra. Apesar de ser um quadrinho, é uma leitura pesada. Vamos conferir?

reportagens_1461302177579888sk1461302177b“Na última década, Joe Sacco tem se voltado cada vez mais aos quadrinhos curtos para nos mandar seus relatos dos conflitos ao redor do globo. Reunidas pela primeira vez, essas reportagens mostram por que Sacco é um dos principais correspondentes de guerra dos nossos tempos.

São histórias de refugiados africanos em Malta, de contrabandistas palestinos, de criminosos de guerra e de suas vítimas. E ainda de uma incursão com o exército americano no Iraque, em que ele vê de perto a miséria e o absurdo da guerra. Um de seus trabalhos mais maduros, Reportagens traz Sacco nas linhas de frente dos conflitos, relatando com sensibilidade e crueza os horrores e as esperanças da humanidade.” Fonte: Skoob

O livro é composto por 5 capítulos, cada um referenciando uma guerra e/ou condições precárias de um lugar e/ ou pessoas neste lugar. Alguns são lugares infelizmente já conhecidos por muitos, outros, devo confessar que desconhecia a condição que se encontravam. Vamos a cada um eles:

1 – Haia: neste quadrinho acompanhamos os julgamentos da guerra dos Balcãs no tribunal de Haia. Começamos com as descrições de algumas atrocidades cometidas na guerra (começamos com o pé direito!) e em seguida alguns peixes pequenos sendo julgados e toda a frustração do repórter quanto a lentidão e justiça do processo. Uma aula de história bem suave (apesar das descrições citadas) e informativa;

2 – Territórios Palestinos: acompanhamos as reportagens de Joe em Hebrom com moradores aterrorizados e encurralados com tiroteios aleatórios tanto de palestinos quanto israelenses e a demolição de casas dos habitantes de Rafah (“de forma ordenada”) para combater túneis de traficantes – impactante, porém depois de ler tantas histórias de guerra torna-se esquecível;

3 – O Cáucaso: de longe o melhor capítulo da coleção e o mais cansativo, tanto por sua extensão quanto pela dramaticidade. As penúrias que as chechenas passaram com os russos, o processo de desalocação do próprio país, as condições precárias dos abrigos… é pra chorar. Se quiser saber um pouco mais antes de ler veja aqui e aqui, mas o quadrinho faz um bom trabalho em apresentar o background histórico para que o leitor não fique perdido.

4 – Iraque: em Complacência Mata vemos o dia a dia de alguns soldados americanos constantemente estressados e no limite, suspeitando de tudo e de todos para sobreviver,  já Desce/Sobe mostra o treinamento intenso e punitivo de futuros guardas iraquianos por soldados americanos, como apesar de sofrido, o treinamento não é suficiente, e também o ponto de vista dos iraquianos que se submetem a isso somente pelo dinheiro – uma boa quebra no ritmo do quadrinho, um ponto de vista diferente da guerra do Iraque;

4 – Imigrações: Os Indesejáveis mostra a situação da ilha de Malta ao abrigar um número sem fim de imigrantes africanos que ao tentar chegar na Itália acabam desembarcando na ilha. Temos tanto a opinião dos habitantes que não conseguem conviver com um número cada vez maior de refugiados para uma ilha tão pequena, quanto a opinião dos imigrantes que fugiram de condições horríveis em busca de uma vida melhor – é um quadrinho atualíssimo e que precisa ser lido;

5 – Índia: aqui temos um curto capítulo de reportagens com as castas mais baixas da Índia – os dalits. Mesmo dentre a pŕopria casta existe divisão e subjugação, políticos que não se importam com seu povo e pessoas tão ignorantes que não sabem sequer ler e escrever, quiçá quem são seus representantes – infelizmente, se tratando da Índia, não é notícia nova, e depois de tantos histórias avassaladoras é um capítulo desnecessário apesar de curto.

 

Reportagens vale a pena? Para um leitor casual, mesmo que fã de quadrinhos e pelo preço que se propõe … não, não mesmo. Nesse caso recomendaria pegar emprestado de algum amigo ou até mesmo no sorteio de aniversário do blog! Agora se você for um professor de história, ou acompanha esse tipo de reportagem então acredito que fará um uso melhor do livro/quadrinho.

Livro gentilmente cedido para resenha pela Companhia das Letras.

Ficha técnica:

Nome: Reportagens – Joe Sacco
Autor: Joe Sacco
Páginas: 200
Editora: Quadrinhos na Cia
Onde comprar: Submarino /Amazon
Minha avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Douglas Fernandes disse:

    Parece ser bem interessante pra quem gosta de historia… hahahahha mas não é o meu caso, gostar até gosto, mas não o bastante pra querer ler o livro…rsrs
    Mas apesar de tudo achei interessante, tb nao conhecia as condições de certos lugares como vc citou.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem