Resenha: Romance com o Duque

Romance Com o Duque Ficha técnica:

 Nome: Romance com o Duque

 Autor: Tessa Dare

 Tradutor: Antônio Carlos Vilela

 Editora: Gutenberg

 Páginas: 256

 Compre aqui

 Sinopse: A doce Isolde Ophelia Goodnight, filha de um escritor famoso, cresceu cercada por contos de fadas e histórias com finais felizes. Ela acreditava em destino, em sonhos e, principalmente, no amor verdadeiro. Amor como o de Cressida e Ulric, personagens principais do romance de seu pai. Romântica, ela aguardava ansiosamente pelo clímax de sua vida, quando o seu herói apareceria para salvá-la das injustiças do mundo e ela descobriria que um beijo de amor verdadeiro é capaz de curar qualquer ferida. Mas, à medida que foi crescendo e se tornando uma mulher adulta, Izzy percebeu que nenhum daqueles contos eram reais. Ela era um patinho feio que não se tornou um cisne, sapos não viram príncipes, e ninguém da nobreza veio resgatá-la quando ela ficou órfã de mãe e pai e viu todos os seus bens serem transferidos para outra pessoa.
Até que sua história tem uma reviravolta: Izzy descobre que herdou um castelo em ruínas, provavelmente abandonado, em uma cidade distante. O que ela não imaginava é que aquele castelo já vinha com um duque… Fonte

E hoje é dia de Santo Antônio! Cadê as simpatias? rsrs

Infelizmente, como nossos crushs literários não podem vir para vida real, então vou compartilhar com vocês minhas impressões sobre esse livro que achei uma delicinha! Ele é o primeiro da série Castles ever After e já fiquei sabendo que o último livro dele (o quarto livro) é um crossover entre essa série e a queridíssima Spindle Cove (por lá será o quinto livro). Para quem não sabe, crossover é quando se misturam personagens de dois mundos distintos em um só.

Voltando ao livro, encontramos Izzy chegando em seu castelo recém-herdado castelo. Izzy não é nobre, nem nada, mas é a queridinha da nobreza, por ser filha de um renomado escritor de contos infantis, os Contos Goodnight, que foram escritos como se fossem para a própria Izzy. Tanto que, mesmo após a morte do pai, Izzy recebe cartas e presentes de vários fãs. Recebeu até uma doninha de presente!

Acontece que o castelo que Izzy herdou estava ocupado por alguém. Ransom, o duque de Rothbury, não queria o amor, assim como não queria a presença de Izzy em seu próprio castelo, um legado de centenas de anos. Há alguns meses, Ransom teve uma forte desilusão que deixou marcas tanto físicas quanto psicológicas e ele acabou se tornando uma pessoa amargurada a partir de então. Com a chegada de Izzy, ele meio que perde o eixo de sua tranquilidade e quietude e agora quer se livrar dela o mais rápido possível. Porém, primeiro ele teria que descobrir como seu castelo foi vendido sem seu consentimento.

Uma vez que Izzy não tinha para onde ir, pois seu pai faleceu e tudo o que era dela passou para um primo odioso que a expulsou de casa (sério, eu xinguei muito o pai dela por causa disso), ela e Ransom concordaram que Izzy ficaria no castelo e organizaria a correspondência acumulada de Ransom – e, embora o motivo seja esclarecido logo no final do primeiro capítulo, deixo para vocês deduzirem ou descobrirem depois de ler.

A partir daí, os dois começam uma convivência bastante inusitada e interessante. Cada um com seu temperamento e mania, além da influência de Izzy por ser filha de uma celebridade nacional e, por isso, atrair tantos fãs para ela mesma – inclusive um fã clube pra lá de engraçado. Quem imaginaria cosplayers em um romance de época? Há muitos fãs também bem insensíveis, sempre fazendo comparações entre a Izzy das histórias e a Izzy “real”, as duas sendo muito diferentes fisicamente.

A leitura continua fluida e bem estruturada. Não é amor à primeira vista (e sinto que cometi um trocadilho aqui, foi mal), mesmo porque, Izzy não é descrita como bonita. Ambos os personagens tem segredos, o de Izzy sendo o mais polêmico de todos. O que a autora fez essa protagonista passar não foi mole, minha gente.

Aliás, esse foi um romance em que a mocinha rouba a cena, embora não seria possível todo o divertimento da leitura sem a participação de Ransom. Mas tudo o que Izzy teve que passar para conseguir seu felizes para sempre foi demais, então eu só posso aplaudir de pé.

Enfim, é uma leitura divertida e romântica super recomendada para os fãs de romances de época. Para quem quiser saborear novos ares, também recomendo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  


  • vivi disse:

    Oi Lucy, que romance de época diferente, com escritor de contos infantis e fãs, parece bem divertido mesmo, ainda não conhecia, mas vou anotar o nome. Adorei a dica.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com/

  • Carolina Durães de Castro disse:

    Oi Lucy, tudo bem com você?
    Eu sou suspeita para falar, pois amo esse tipo de livro e devorei a série em menos de uma semana. “Romance com o Duque” sem dúvida é um livro que tem um ar de conto de fadas e eu amei a protagonista.
    Bjkas

  • Evandro disse:

    Interessante o enredo com toda essa mistura. Eu não conhecia o termo crossover, então pra mim foi novidade e achei bastante interessante. Eu gosto de histórias de época e fiquei curioso com essa nova proposta e custo imaginar cosplayers nesse ambiente. Quero ler.

  • Beatriz Wanderley disse:

    Eu amo esse livro, dei algumas risadas e super recomendo a todos!

  • Fábrica dos convites disse:

    Esse livro é uma delícia mesmo de se ler., Aliás, gosto de toda a série. Os dois se completam muito bem.
    Bjs Rose

  • cila-leitora voraz disse:

    Oi Lucy sua linda, tudo bem?
    Eu li esse livro faz um tempinho e amei!!!! Também fiquei com muita raiva desse pai, um absurdo!!! risos… Quero continuar a série, pois me tornei fã da autora. Gostei muito da sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

  • Fernanda Santos Barroso disse:

    Olá!
    Disse romance de época? Estou aqui para babar e já aumentar a minha lista de desejados! Amo histórias nesse cenário, e não nego que também adoro quando um amor surge de forma lenta por conta da convivência, são os melhores!
    Dica super anotada! Abraços

  • jis rocha disse:

    Olá
    Estou vendo que vo ter que começar a ler esse gênero, apesar dos floreios da linguagem propria de época não me agradar, contagiou até a minha mamys, que dedicou (por hora) tres prateleiras somente para esse gênero.
    Quem sabe volto a ler a série Ligeiramente ( li somente o Ligeiramente Casados).
    Gostei da sua dica.
    Bjus

  • Cabine de Leitura disse:

    Adoro livro delicinha e confesso que eu não conhecia essa série e eu nunca li nenhum crossover. Então saber que a leitura é fluída e estruturada me anima a me aventurar pelo livro, sem dizer que sou mega curiosa e quero descobrir os segredos que esses personagens carregam. Vou anotar a dica e espero conhecer a escrita da Tess muito em breve.

  • Bruna Costabeber disse:

    Olá, tudo bem?
    Eu ainda não li nenhum livro da Tessa Dare, mas tenho muita vontade, pois seus livros sempre parecem ser muito apaixonantes e engraçados. Eu fico imaginando como Izzy deve se sentir e qual o desenrolar da história, apesar de imaginar o que acontece.
    Vou anotar essa dica para ontem!
    Beijos

  • Dayhara disse:

    Eu amo essa autora! Tessa é sempre tao divertida com seus personagens que é impossivel nao se render a todas as suas histórias, eu sempre descasco elogios pra essa mulher haha é o típico livro pra te curar da ressaca literária.

  • Camila de Moraes disse:

    Olá!
    Sou apaixonada pela escrita da Tessa Dare e a história de Izzy me arrebatou. A mocinha é astuta e a narrativa muito fluida. Preciso terminar de ler essa série, mas sei que as histórias devem ser tão ou mais lindas que essa.
    Beijos!

  • Tahis Aguiar disse:

    Olá!
    ultimamente ando louca por romances de época, e sou louca para ler essa série, sempre leio resenhas positivas e isso só aumenta a minha vontade de conhecer a escrita da autora. Adoro essas mocinhas que roubam a cena, e espero poder conferir esse ano ainda! Que Deus me ajude! haha

    beijos!
    https://blogminhaestanteliteraria.blogspot.com/

  • Juliana Xavier disse:

    Cosplayers num romance de época? Que incrível! Rs… Nunca imaginaria mesmo. Já tinha decidido não tentar ver essa autora na Bienal, mas agora estou reconsiderando. Acho que ela pode me surpreender, embora eu normalmente não seja fã do gênero.

  • Milena Soares disse:

    Olá! Já li todos os livros dessa série, amei a escrita dessa autora, adoro romance de época e esse diferente e bem divertido, agora todos os livros dessa autora, assim que são lançados já entre pra lista de leitura.
    Bjs

  • Fran Ferreira disse:

    Aquele momento em q termina de ler a resenha suspirando e achando fofo. Acho Izzy se parece comigo kkkkkk Querooooooooooooo muito ler, estou encantada. O tal do Ransom me lembrou um pouquinho de Darcy kkkkkkkk Cara, parece a realidade essa historia de vender algo q nao te pertence kkkkkk Eu pensei q fosse 4 livros, espero q o quinto saia em breve pra poder comprar e ler de uma vez só, com certeza vou querer embalar uma leitura na outra.

    Bjss

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem