Resenha + Sorteio: A Cidade Murada


Quando a Editora Seguinte anunciou esse lançamento, eu me interessei por ele, mas não o quanto ele merecia. Não foi aquele interesse do preciso-ler-agora, mas sim um interesse mais calmo, do tipo, “preciso ler algum dia”. Nós o solicitamos e confesso que ele ficou um tempinho na minha pilha, apenas esperando. Após algumas leituras, digamos, não tão promissoras, eu o peguei entre os dedos e avisei, quase ameacei “espero que você seja ótimo!”. Ele me ouviu. A Cidade Murada é daqueles livros marcantes, capazes de fazer um leitor guardá-lo na memória para sempre; sensível e empolgante, belo e brutal, você não irá esquecê-lo.

“A Cidade Murada é um terreno com ruas estreitas e sujas, onde vivem traficantes, assassinos e prostitutas. É também onde mora Dai, um garoto com um passado que o assombra. Para alcançar sua liberdade, ele terá de se envolver com a principal gangue e formar uma dupla com alguém que consiga fazer entregas de drogas muito rápido. Alguém como Jin, uma garota ágil e esperta que finge ser um menino para permanecer em segurança e procurar sua irmã. Mei Yee está mais perto do que ela imagina: presa num bordel, sonhando em fugir… até que Dai cruza seu caminho.
Inspirado num lugar que existiu, este romance cheio de adrenalina acompanha três jovens unidos pelo destino numa tentativa desesperada de escapar desse labirinto.” Fonte

Você sempre sabe quando está diante de um livro bom. Na verdade, nem é justo dizer apenas “bom”; um livro espetacular, daqueles que se tornará um dos seus favoritos da vida. É aquele momento sublime que você bate os olhos nas primeiras páginas, às vezes nas primeiras linhas, e diz para si mesmo: “uau!”. Porque um bom escritor, um escritor espetacular, se revela logo nas primeiras palavras; um livro realmente ótimo não precisa de muito tempo para segurar um leitor: ele o agarra e arrebata logo de cara. Quando você também escreve, como eu, logo vem à cabeça aquele pensamento “queria escrever tão bom quanto isso algum dia”. Um sentimento quente de admiração que preenche o peito.

Foi assim que me senti com A Cidade Murada.

“Há momentos pelos quais a gente espera. E há momentos pelos quais a gente espera. Momentos para os quais passamos todos os outros momentos nos preparando. Pontos da vida que estalam e giram. Nos lançam numa direção inteiramente nova.” Página 272

O lugar é uma China não muito distante, apenas do final do século passado: a cidade murada fictícia de Hak Nam, em Seng Ngoi, inspirada na cidade murada de Kowloon, que realmente existiu em Hong Kong até 1987. O livro é dividido em dias, numa misteriosa e angustiante contagem regressiva que começa em 18. Há três narradores em primeira pessoa: Jin Ling, Dai e Mei Yee, três jovens que vivem dentro da cidade murada e cujos destinos estão mais interligados do que imaginam.

Jin Ling é quem inicia o livro. Logo de cara você percebe que ela é uma personagem excepcional: daquelas personagens que dão orgulho na gente. Inteligente, corajosa, altruísta; alguns anos antes, sua irmã foi vendida pelo próprio pai, e Jin não hesitou: pegou uma bicicleta e seguiu atrás dela, com o firme propósito de encontrá-la e resgatá-la a qualquer custo ou sofrimento. A busca fez com que Jin chegasse à Cidade Murada e, para se proteger, ela corta os cabelos e finge ser um menino, que sobrevive fazendo corres e pequenos furtos. É assim que Dai a encontra.

cidade_murada

Dai é de fora da Cidade Murada, e logo descobrimos que ele é bem educado e de uma família com posses, mas por algum motivo não pode deixar o inferno de Hak Nam. Ele precisa fazer algo muito arriscado para alcançar sua liberdade e tem apenas alguns dias para isso, caso contrário, tudo estará perdido. Enquanto isso, Mei Yee está presa em um bordel, vivendo como uma prostituta de luxo junto a outras garotas que também foram vendidas como ela ou sequestradas (e cada uma dessas garotas tem personalidade e brilho próprio, apesar de serem coadjuvantes na história). Hak Nam certamente é um lugar sórdido e terrível para se viver.

“Aquela menina. Seus olhos impetuosos. Poderia ser eu. Minha irmã. Qualquer uma de nós.” Página 14

É muito difícil falar desse livro, daquele jeito maravilhoso que é complicado falar de livros muito, muito bons. Dá medo e até vergonha resenhar uma obra tão incrível, porque você se sente sempre abaixo dela para dizer qualquer coisa a respeito. Em A Cidade Murada temos um tema forte e rico, com várias linhas a serem exploradas, e percebe-se claramente que Ryan Graudim tem total controle da história que escolheu contar. Não apenas ela tem isso em mãos, como criou personagens complexos, cativantes e reais, com linhas do tempo que os moldaram como pessoas antes mesmo do livro começar – como todos os bons personagens são, como todos deveriam ser; eles saltam das páginas e entram direto no coração do leitor, que não tem outra opção senão abraçá-los e sentir suas dores como se fossem suas, torcer e vibrar por eles com todas as suas forças.

A narrativa é excepcional, um show à parte. Como não poderia ser quando a história é contada por personagens tão excepcionais? Ryan Graudim é uma escritora que sabe realmente o que faz com as palavras. Ela as conecta como fibras de uma fina tapeçaria, uma verdadeira obra de arte. Cada palavra está lá por um motivo, cada palavra é poesia, e isso sem ser pedante, muito menos enfadonho; o livro tem um ritmo invejável e emocionante, que faz o leitor ser obrigado a virar páginas e páginas, embevecido e angustiado pelo desfecho.

cidade_murada2

E que desfecho! Não há nenhuma ponta solta, nada que não seja amarrado pela mente e mãos habilidosas da autora. Não é sempre que aprecio livros que fecham redondinhos, mas quando alguns se prestam a fazê-lo, podem ser realmente primorosos. A Cidade Murada é um desses livros. Juntando-se um texto incrível com a edição de altíssima qualidade da Editora Seguinte – que jamais decepciona em suas edições -, A Cidade Murada é nada menos que perfeito, e passar mais um dia sem lê-lo é quase um pecado.

Livro gentilmente cedido para leitura e resenha pela Editora Seguinte!

Ficha Técnica

Título: A Cidade Murada
Autor: Ryan Graudin
Editora: Seguinte
Páginas: 400
Onde comprar: Livraria Cultura / Livraria Cultura (e-book) / Saraiva / Amazon / Casas Bahia / Ponto Frio / AmericanasLivraria da Travessa
Avaliação: 

banner_acidademurada

E quem ganhou a promoção foi…

vencedora_cidademurada

Parabéns, Suzzy Chiu! Nós já enviamos um e-mail para você avisando do resultado. Por favor, responda em até 48 horas com seu endereço completo para encaminharmos à Editora Seguinte que realizará o envio. Obrigada a todos por participarem e não fiquem tristes, tem muitas promoções rolando e vocês também podem ganhar! Clique aqui para participar.

Concorra a um exemplar de A Cidade Murada! Em parceria com a Editora Seguinte, sortearemos um exemplar para um leitor sortudo! As únicas regras obrigatórias são comentar aqui na resenha, de maneira pertinente ao conteúdo da mesma, e curtir nossa página no Facebook!

a Rafflecopter giveaway

Regras Gerais

– O sorteio vale de hoje 22/07/2015 até o dia 22/08/2015;
– O envio do prêmio será realizado pela Editora Seguinte;
– Caso o ganhador não responda ao nosso contato em 48 horas, o sorteio será refeito;
– É preciso ter um endereço de entrega no Brasil;
Não serão aceitos perfis fakes/criados somente para promoções;
Não serão aceitos comentários nas postagens que não sejam com conteúdo pertinente a elas;
Não serão aceitos comentários copiados de outros blogs e/ou resenhas;
– A promoção é válida em todo território nacional, exceto para a equipe do blog Por Essas Páginas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Eliane Gonçalves disse:

    Creio que numa leitura a conexão entre os fatos e personagens é fundamental, assim como a riqueza de detalhes a resenha nos mostra que a autora se preocupa com isso.
    O que torna o livro muito interessante!

  • Patrini Viero disse:

    Concordo plenamente contigo quando diz que um bom livro arrebata o leitor logo nas primeiras páginas porque é exatamente isso que acontece. Acho que ao ler as primeiras palavras, um leitor assíduo já tem capacidade para criar certas expectativas com relação àquela história. Sobre Cidade Murada, eu adoro a premissa! Gosto de saber que um fato histórico real serviu de inspiração para a criação da história. Gosto também dos três narradores, que possibilitam um maior conhecimento, aprofundamento e identificação do leitor para com os personagens. Acredito que a leitura se dê de uma forma dinâmica e marcante para cada leitor, e é por isso que estou tão ansiosa em conhecer o livro.

  • Juliana Mattos disse:

    Todo mundo fala bem desse livro, já tinha interesse nele desde as resenhas dos gringos hahaha! Não pecarei e pegarei o livro pra ler assim que puder hahaha =) Ótima resenha, bjj

  • Gizeli Regina Meister disse:

    Adoro suspense e ação, então já gostei muito do livro, que ainda não conhecia. Parece ser bem interessante e envolvente, do tipo que só dá para largar depois de ler a última página. Fiquei interessada.

  • Shadai disse:

    Excelente resenha, para um livro que parece mesmo ser excelente!
    Adoro quando um livro me arrebate logo em seu começo. Uma sensação muito foda de “todos os livros deveriam ser assim!”.
    Vou anotar como desejado esse livro, para quando vê-lo barato comprar.

  • Leonardo Matoso disse:

    Esse livro parece ser muito bom. Adoro livros assim! =D No meu blog também estou sorteando um livro, se quiser passar por lá: astronerd.com.br

    Estou participando do seu sorteio, espero ganhar…rsrsrs

  • Julia Mattos disse:

    Resenha maravilhosa! Despertou minha curiosidade. Parece ser muito envolvente e muito bem escrito, os toques de suspense e ação só atiçam ainda mais. Já entrou pra minha lista (Gigantesca, por sinal), espero ganhá-lo e apreciar essa obra. Beijinhos

  • Gustavo disse:

    Realmento o livro conquista o leitor nas primeiras paginas, mesmo que você não entenda nada o que esta ocorrendo, porque você precisa de um contexto maior, ainda sim, se o livro vai ser bom mesmo ele já te prende nas primeiras páginas.
    Eu não me interessei muito pelo livro quando li a sinopse, porque essas coisas de gangues, tráfico e tal meio que me irritam, não me envolvo muito com a história, e pela sinopse parecia que era muito mais voltado a isso do que pro sofrimento dos personagens, como realmente é… Mudei totalmente de opinião, preciso desse livro kkkk e como não tenho face acho que não posso participar do sorteio só com o comentário, então vou ver se compro logo kkkkkkkk =/

  • Letícia Souza disse:

    Oie
    Eu ainda não conhecia esse livros mas super curti sua resenha.Não são muitas as vezes que nos deparamos com uma história que nos prende do início ao fim,sem pontas soltas e sem acontecimentos irrelevantes.Achei o enredo bem interessante e os personagens parecem ser mesmo muito bem construídos.Já fui até ver o preço do e-book por que senti aquela necessidade de o ler agora mesmo mas como está no mesmo valor do livro físico,prefiro ter o livro em mãos então vou ter que esperar.

  • Fran Ferreira disse:

    Não tenho face, mas desejo boa sorte a todos e uma ótima leitura ao ganhador(a).
    Bjsss

  • Livia Vieira disse:

    Ainda não tinha visto esse livro mas ele me pareceu bom. Acho que esse clima mais pesado de bordel e tal ajudou bastante a despertar minha curiosidade sobre o livro, sem contar a nota alta! Mal posso esperar para ler

  • juliana disse:

    Nossa, fiquei muito curiosa para ler o livro, ótimo ter a indicação de um livro muito bom! Melhor coisa um livro que nos faz ler página atrás de página e se o final é primoroso melhor ainda, nada pior que ler avidamente a um livro maravilhoso e se decepcionar com o final. Já foi pra minha lista!

  • Thamires Menezes disse:

    Olá
    É verdade, quando um livro já começa bem, sabemos que vai ser assim até o final…
    Fiquei impressionada com essa historia, sendo intercalada entre os três personagens, assim podemos conhecer todos os pontos de vista na historia.
    Gostei dos personagens, são fortes!
    O tema é forte…fiquei mais curiosa em relação ao final rsrsrs…
    Ótima resenha!
    Beijos

  • Neny disse:

    Ja tinha ficado de olho no livro, mas agora que li sua resenha, to bem ansiosa para poder le lo,
    uma pena não ter tido muita divulgação do livro…eu quase não vi nada dele.
    É muito bom quando achamos um livro que não se espera nada e ele te surpreende tanto assim, espero poder lelo em breve,
    beijos.

  • Suzzy Chiu disse:

    Helloooo!!!
    Ahhh..eu ja fui ao contrário, desde o lançamento que eu quero ler o livro. Primeiro pq é ambientado na China e eu sou de lá ne! Ai queria ver como seria essa estoria e Hong Kong é lindaaaaa, primeiro livro que vejo falando de la, por isso me interessei.
    A estoria tb me chamou mto a atenção, o amor entre as irmas e a aventura, com susṕese, gosto de temas assim.
    Amei saber q a protagonista nao é uma mosca morta e sim mto bem construida, como vc disse inteligente, corajosa, altruísta..so isso ja vale a pena demais.
    Queroooo demais ganhar!! Sorte pra mim!!

  • Helio de Oliveira e Souza disse:

    A vida dos personagens e bem sofrida mas mesmo assim eles lutam em busca de uma vida melhores gostei dos personagens e do lugar onde se passa a historia .

  • Neto Fregati disse:

    que loooooooooouco !!! quero muito de verdade esse livro … que bela resenha , bem fundamentada, e bem clara !!! adoro o trabalho de vocês !!! quero ganhaaaaaar !!! kkkkkkkkk parabéns para a equipe todo do blog !!!

  • DEISE GABRIELA DE LARA disse:

    Sua resenha foi ótima então não precisa ter medo ou vergonha de te la feito, pelo que vc escreveu e pala sinopse do livro,fiquei muito curiosa e com uma enorme vontade de ler,vamos ver se eu consigo ele na livraria aqui … Amei como vc se expressa falando do livro…e que bom que vc deu uma chance a ele, bem diz o ditado ‘Não se deve julgar um livro pela capa’ … bjin

  • Douglas Fernandes disse:

    De cara o livro, o titulo não me chamou a atenção, mas parando pra ler a resenha chama a atenção e muito… hahahaha
    Já fiquei doido querendo ler o livro e ver se tenho a mesma opinião que você… rsrs

  • JeanneM. disse:

    Fiquei com vontade de ler! Já vi muitas críticas positivas sobre esse livro e fiquei ainda mais interessada. A história parece ser muito interessante e essa edição está linda!

  • Larissa Fernandes disse:

    Já vi vários booktubers elogiando esse livro e por isso já queria. Sua resenha me deixou com ainda mais vontade de ler. Parece falar de uns temas bem fortes, o que me deixa mais curiosa ainda. Gosto de livros nesse estilo.

  • Andressa Bernardes disse:

    Só pela empolgação vista na resenha já deu vontade de ler. Realmente quando o livro é bom a gente logo percebe e o autor não precisa nem fazer força para nos prender ali. Um livro com tema diferente do comum que vai para a lista dos desejados :D

  • Francisca Elizabete disse:

    Bom, pela capa o livro não me chamou a atenção, não me despertou interesse!! Mas lendo a resenha, o que você achou do livro, vejo e percebo que o mesmo tem um enredo muito bom!!

  • Marie dos Santtos disse:

    O livro parece conter uma história forte e bem sensível ao mesmo tempo!! Os três personagens principais possuem características marcantes apesar de serem tão jovens, e cada qual com seu propósito!! A resenha está perfeita, através dela eu descobri que quero ler o livro!!

  • Thaissa Carlos Santana disse:

    Estou anciosa para ler’ -‘

  • lorena disse:

    não tinha ouvido falar do livro ainda mas ja to louca pra ler!!!!! preciso desse livro! :)

  • Sueli Cobbos disse:

    Nossa, que livro. Seu entusiasmo na resenha é tudo de bom. Gosto de livros com personagens fortes, principalmente se forem mulheres, e acho que Dai se enquadra nesse tema. Acabei de ler a resenha com uma super vontade de ler o livro de imediato. Parabéns.
    suquinha@gmail.com

  • Tânia Regina Schubert disse:

    Legal essas histórias. Adoro ler livros que falam de outros países que eu ainda não conheço.

  • ELIZABETH MACHADO SALLES disse:

    Tramas assim até dá gosto de se ler. Rsrsrs Imaginava uma coisa e fiquei encantada com o que li aqui. A história me envolveu completamente. Com certeza vou ler. Não posso deixar passar em branco. tenho que saber como vai terminar.
    Beijos.

  • Thiago Roza Ferreira disse:

    Eu não conhecia esse livro mas diante de sua animação a falar dele, fiquei curioso para conhece-lo.
    Gostei muito da historia, parece ser muito envolvente. Ja adicionei a minha lista de desejos

  • Kelis Cristina disse:

    Eu achei a premissa tem um romance muito bom, fiquei pensando em como a vida é difícil para esses jovens.
    Estou curiosa para ler esse livro, ainda mais que ele trata de temas muitos fortes.

  • Barbosa August. disse:

    Fiquei bastante animado para ler esse livro. Gosto de historias com essa temática. Fiquei muito curioso para descobrir se a Jin consegue encontrar a irmã.
    Pretendo ler esse livro logo.

    augustobarbosa.66@hotmail.com

  • Willian disse:

    Resenha bem elaborada, abordando o conteúdo de forma simples e inteligente, despertando o interesse dos leitores, convidando todos para ler essa bela obra.

  • Thais Doria de Goes disse:

    thaisdoria@live.com

    Eu não conhecia esse livro, quando li sua resenha me surpreendi com essa historia. A trama é boa, acredito que deve acontecer muita coisa nesse livro.
    Já que lê-lo logo.

  • Thaísa Silva disse:

    Deve ser muito complicado para esses jovens viverem em meio a tantas coisas ruins. Acredito que esse livro deva ser recheado de bastante ações, aventuras. Estou muito animada para conhecer esse livro.
    Boa recomendação, amei conhecer esse livro, já quero lê-lo.

    thaisasilvadg@hotmail.com

  • Suzzy Chiu disse:

    Hello Karen!!
    Muito obrigada pelo presente lindo!!!
    Já respondi ao seu email, nossa to mega feliz!
    Um livro que já desejava há tempos.
    BJAOOOO

  • Melissa de Sá disse:

    Preciso. Apenas. E que resenha maravilhosa!

  • Resenha: Lobo por Lobo « Por Essas Páginas disse:

    […] Ryan Graudin com o brilhante A Cidade Murada, que li ano passado (resenha aqui). Quando vi Lobo por Lobo, não dei muito por ele, mas ao perceber o nome da autora na capa, quis […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem