Resenha + Sorteio: O Ceifador

Dia das Bruxas chegando, que tal o sorteio de um livro young adult, porém bastante sombrio? Então vem conhecer O Ceifador, de Neal Shusterman, publicado pela Editora Seguinte! Um livro que me prendeu do início do fim com sua trama sinistra e cheia de suspense, ação e reviravoltas!

Primeiro mandamento: matarás.

A humanidade venceu todas as barreiras: fome, doenças, guerras, miséria… Até mesmo a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida, impedindo que o crescimento populacional vá além do limite e a Terra deixe de comportar a população por toda a eternidade. Citra e Rowan são adolescentes escolhidos como aprendizes de ceifador – papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam dominar a arte da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais, podem colocar a própria vida em risco.” Fonte

Como seria viver em um mundo onde não existem doenças, não existe violência, sequer existe a possibilidade de morrer em um acidente? Em resumo: você não irá morrer. E se morrer… bem, você será ressuscitado, simples assim. Em O Ceifador, a humanidade finalmente venceu a morte. Todos são imortais. Porém, isso também causou um problema: a população mundial está crescendo exponencialmente, e apesar de todos os avanços, o planeta é limitado, tem espaço e recursos limitados. E então, o que fazer para solucionar este problema?

A solução foi criar os ceifadores, um grupo seleto de pessoas, cuja função é matar. Sim, você leu certo. A profissão dos ceifadores é a morte e eles precisam matar uma cota de pessoas todos os anos como forma de manter o equilíbrio do planeta. E, no meio disso tudo, conhecemos Citra Rowan, dois adolescentes em situações bem distintas; enquanto Citra é uma garota normal, com uma família que a ama e amigos, Rowan tem uma família desajustada, ninguém se importa com ele, e ele ainda por cima tem um único amigo (cuja diversão é se suicidar múltiplas vezes). Ambos topam com um o Ceifador Faraday, uma figura imponente e misteriosa, e a partir daí suas vidas mudam completamente. Eles se tornam aprendizes de ceifadores, porém só um poderá vencer – e a primeira morte será a do seu oponente.

Devorei este livro. A leitura de O Ceifador foi maravilhosa. Uma narrativa deliciosa, com tensão e mistérios sempre crescentes, e personagens incríveis. É exatamente o tipo de YA que me agrada; com muito suspense e pouco romance, focando no universo sombrio criado pelo autor, nas intrigas, ação (muitíssimo bem descrita por sinal) e em todo o jogo político entre os ceifadores. Os personagens são cheios de camadas, e você se apega a todos eles, até mesmo aos vilões. A história absorve e é difícil parar de ler. O autor não tem medo de ser cruel – algo que também muito me agrada; afinal, se matar um personagem vai fazer a obra crescer, não há porque não fazê-lo. Aliás, morte é um tema recorrente no livro, então prepare-se, você irá ler várias. E os próprios Citra Rowan precisam aprender a lidar com ela, assim como o leitor; a morte aqui é tratada como necessária e, de fato, se a gente pensar é isso que ela representa, um fato da natureza, algo realmente necessário. Porém, tirar uma vida também tira algo seu (citação de Sangue por Sangue, também da Seguinte, livro que estou lendo no momento) e, exatamente por isso, os dois adolescentes precisam amadurecer e entender que tipo de ceifadores querem ser. Do contrário, podem se tornar meros assassinos.

A edição está impecável, como de praxe em todos os selos da Companhia das Letras. Capa intrigante e bonita, texto bem diagramado e revisado, fonte e papel confortáveis, um belo exemplar para ler e se ter na estante. A obra faz parte da Série Scythe, e eu já estou ansiosa para ler os próximos volumes, apesar do final fechar muito bem e o livro ser bastante completo. Recomendadíssimo!

E agora, vamos ao sorteio? Para participar, basta comentar nesta resenha (com um comentário digno sobre a resenha, por favor), seguir o Por Essas Páginas e a Editora Seguinte no Facebook e preencher o formulário Rafflecopter abaixo. O sorteio vai até o dia 31/10/2017 e o ganhador será revelado aqui nesta postagem.

Participem e boa sorte! ;)

a Rafflecopter giveaway

Regras Gerais

– O sorteio vale de hoje 13/10/2017 até o dia 31/10/2017;
– O envio do prêmio será realizado pela Editora Seguinte;
– Caso o ganhador não responda ao nosso contato em 48 horas, o sorteio será refeito;
– É preciso ter um endereço de entrega no Brasil;
Não serão aceitos perfis fakes/criados somente para promoções;
Não serão aceitos comentários nas postagens que não sejam com conteúdo pertinente a elas;
Não serão aceitos comentários copiados de outros blogs e/ou resenhas;
– A promoção é válida em todo território nacional, exceto para a equipe do blog Por Essas Páginas.

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela Companhia das Letras.

Ficha técnica:

Nome: O Ceifador
Autor: Neal Shusterman
Páginas: 448
Editora: Seguinte
Onde comprar: Livraria Cultura / SaraivaAmazon / Submarino / Shoptime / Livraria da Folha / Livraria da TravessaAmericanas
Minha avaliação: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Douglas Fernandes disse:

    Eu adorei a capa e adorei o enredo, é um estilo que adoro e que me prende do inicio ao fim, pelo menos pelo que li da resenha tem tudo isso…rsrs
    Eu que nao sou bobo já vou participar do sorteio pra tentar ganhar de presente esse livro maravilhoso e super recomendado! :)

  • Valeria disse:

    eu adoro estórias que tratam do universo sombrio, com conteúdo para poder pensar criticamente, e vilões que sabem ser das trevas ^^

  • rudynalva disse:

    KAREN!
    Já tinha lido sobre o livro e muito interessada fiquei para fazer a leitura, primeiro porque é uma ficção fantasia bem diferente das que estamos acostumadas a ler por aí e também, porque questiona a sociedade. Se tivéssemos tudo às mãos, como moradia, saúde, vida ‘eterna’, realmente a sociedade se estagnaria e não iríamos mais em busca de nossos objetivos, seria perfeito por uma parte e por outra, totalmente inadequada.
    O que me deixou mais intrigada foi por saber como é feita a triagem dos ceifadores, já mantém tanto poder…
    Um final de semana alegre e feliz!
    “Não há nada que faça um homem suspeitar tanto como o fato de saber pouco.” (Francis Bacon)
    Cheirinhos
    Rudy

  • Gabrielle Batista disse:

    Li a resenha e o que me restou foi uma vontade ENORME de ler o Ceifador!!!
    Sempre gostei de histórias que envolvem mistérios e ação, então acho que esse livro é perfeito pra mim. <3 <3 haha
    E claro, não poderia deixar de comentar sobre essa edição que está MARAVILHOSA! Mais uma vez a editora está de parabéns. ;D ;D

  • Milena Soares disse:

    Estou doida pra ler esse livro, cirto muito distopia e essa resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi essa história, essa série prometem hem.

  • Nicole Longhi disse:

    Gosto muito de distopias, e quero ler este livro desde que vi uma resenha.
    Parece ser bem legal toda essa ideia de vencer a morte e criar ceifadores.
    Melhor ainda saber que tem pouco romance e muito mais ação.

    beijos

  • Viviane Amaral disse:

    Gostei muito da resenha agora só falta ler o livro.

  • Francini Cervantes disse:

    Nossa! Fiquei bem empolgada para ler o livro! Só não sei se não vou chorar demais com tantas mortes kkk #soudessas maaaas também amoo esses livros com reflexões, universos paralelos e suspense YAY!
    Além de ficar interessadíssima nessa capa <3
    Participando do sorteio e querendo muuuuuito ganhaaar

    https://espeloteadaepatricinha.blogspot.com.br/

  • Mariana Ogawa disse:

    eu estou super curiosa para ler esse livro
    essa ideia de que as pessoas não morrem mais e por isso agora pessoas tem que fazer isso… fico imaginando a vida desses adolescente. afinal, é bem complicado.
    adorei saber que apesar de ser uma série o livro é bem completo. era um dos meus medos esses livros que continua no prox cap… daqui dois anos

  • Diana Batista disse:

    Eu estava com muita vontade de ler esse livro, mas tinha decidido esperar lançarem a série toda para eu não ficar ansiosa na espera pelo próximo volume. Mas vc me convenceu a ler quando disse que esse primeiro livro é bem finalizado e completo. Então lá vou eu embarcar nesse novo universo. Bjos.

  • Aline M. Oliveira disse:

    Eu achei a sinopse desse livro bastante interessante. Porém, acho que também iria querer explicações acerca de como a humanidade chegou no ponto que está, então talvez eu me incomodasse um pouco com essa parte da leitura. Mas, ainda assim, quero ler o livro.

  • Viviane disse:

    Também sou do tipo de leitora que adora muito mistério e pouco romance. Já li e ouvi muito sobre este livro e tenho muita vontade de tê-lo. As vezes gosto de autores cruéis e por várias vezes já me apeguei aos vilões, então este livro é a minha cara.
    Parabéns pela resenha.

  • Marcos Coelho disse:

    Desde a primeira vez que ouvi falar sobre esse livro já vi que era demais. Depois veio todo o hype em cima, muita gente falando que é bom e com isso a vontade só aumenta. Quando até os vilões conseguem nossa empatia, dá pra saber que é bom mesmo kkk. Curti muito a resenha, um abraço!

  • Ana I. J. Mercury disse:

    Adorei a resenha! Me deixou empolgada pra ler!
    Apesar de eu fugir de temas como morte kkk O Ceifador para ser um livro de muita qualidade e boas reflexões.
    Além de ter uma trama bem original.
    Fiquei curiosa por esses amigos, o que a “vida” lhes pregará,hein?! kkk
    já quero!
    bjs

  • Maristela G Rezende disse:

    A capa me chamou a atenção desde que começou a aparecer nos blogs. Eu não fazia idéia do que realmente se tratava, pois não tinha lido nem mesmo a sinopse, embora eu saiba o que é um ceifador. Nesse mundo imaginário do autor, será que existe a felicidade, a busca por algo melhor? Creio que não, uma vez que não há nada para o qual lutar: nascimento, vida, doença e morte estão ligados ao ser humano e a qualquer ser vivo. Quero ler o livro e ver como o autor apresenta esse mundo e como os seres que nele vivem se relacionam e como lidam com a morte que é escolhida por outro ser humano.

  • Estela Regina da Cruz disse:

    Difícil…Talvez somos o que somes por medo de morrer. Talvez seríamos irresponsáveis. Talvez seríamos corajosos. E sem o ego, que pode ajudar ou atrapalhar, como faríamos tal escolha. Difícil…

  • Fabiana Scola disse:

    Certamente está fora da minha zona de conforto, é um livro que não me chamaria atenção, mais por parecer ser rico em detalhes e fatos do que pela historia em si, mas a resenha não mostra outra coisa que nao um livro interessante e que se bem escrito tem tudo para ser uma baita leitura, vi teus comentarios e que tu deu nota maxima. Mas admito ter medo de não gostar.

  • Franciele Débora disse:

    Olá! Tudo bem?
    Adoro distopia e ainda mais saber como a sociedade está nos livros. Achei esse livro muito Black Mirror, meu Deus! Um mundo superlotado e com ceifadores escolhendo como você vai morrer ou se sobrevive. Adorei a premissa do livro e gostaria muito de lê-lo um dia.

  • Gabriela Nanes disse:

    A sua resenha me deixou com muita vontade de ler o livro! Parece muito bom! A começar pela capa, que adorei!
    A história parece ser muito boa, meio assustadora também. Ceifadores controlando o destino das pessoas, apesar de ser uma distopia, não tenho dúvidas que possa vir a acontecer de verdade um dia, enfim… fiquei com muita vontade de ler este livro.
    bjs

  • Maíra Souza disse:

    Já tinha lido sobre ele antes e fiquei muito interessada nessa história!
    A superpopulação com certeza é um problema e é muito louco pensar nas possíveis e prováveis soluções para isso. Claro que dificilmente haveria uma forma que beneficiasse a todos, quem é que quer morrer? rs
    Achei a ideia de um ceifador brilhante!
    Quero muito saber a fundo como funciona as escolhas e tudo mais! Espero ter a oportunidade de ler! ;)
    maiiira04@gmail.com

  • Sueli Cobbos disse:

    Esse foi um livro que me ganhou pela capa linda. Depois o enredo me deixou curiosa para saber como é feita a escolha dos que serão mortos e como agem os ceifadores. Enfim, só lendo para descobrir o que de melhor tem o livro.

  • Luane Karolain disse:

    Confesso que a capa não me chamou atenção, mas a sinopse é super atrativa, me capturou assim que li. Penso da seguinte forma: decisões ruins precisam que ser tomadas, mas poucos são corajosos o suficiente para tomá-las. E me pareceu ser essa uma das relevâncias do livro, pois ter nas mãos a escolha de quem vive e quem morre não deve ser tarefa fácil! Esse é exatamente meu tipo de leitura, pois amo distopias! O contraste das vidas dos dois protagonistas só torna tudo ainda mais interessante, já que ambos provavelmente têm princípios e ensinamentos distintos e modos diferentes de agir em determinadas situações.
    Adorei!! Com certeza está na minha lista de desejados.

  • Márcia Saltão disse:

    Olá!
    Amei a resenha, muito bem escrita! Já fiquei mais ansiosa para fazer a leitura desse livro. Se tem personagens bem construídos e um enredo cheio de mistérios, com certeza já me conquistou. Adoro esse estilo de leitura.
    Espero ter a oportunidade de ler em breve.
    Beijos.

  • Larissa Dutra disse:

    Olá, tudo bem? Gente, esse livro parece ser muuuuuito bom. Essa premissa de ter um grupo de pessoas para serem “matadores” é muito interessante, certamente irei ler a obra!

  • Eduarda disse:

    Ceifador está na minha lista há algum tempo, mas sempre coloco outros livros na frente. Depois dessa resenha maravilhosa só aumentou minha vontade de ler. Amei!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem