Resenha + Sorteio: O Homem de Giz

Sabe quando você lê um livro em dois dias e fica “UAU!” – e não apenas no final, como no livro todo? Pois é, este é O Homem de Giz: um thriller cheio de tensão, nostalgia, referências nerds e completamente impossível de largar.

~ E para animar as coisas, que tal um sorteio? Participe no final da resenha! ~

“Assassinato e sinais misteriosos em uma trama para fãs de Stranger Things e Stephen King.

Em 1986, Eddie e os amigos passam a maior parte dos dias andando de bicicleta pela pacata vizinhança em busca de aventuras. Os desenhos a giz são seu código secreto: homenzinhos rabiscados no asfalto; mensagens que só eles entendem. Mas um desenho misterioso leva o grupo de crianças até um corpo desmembrado e espalhado em um bosque. Depois disso, nada mais é como antes.
Em 2016, Eddie se esforça para superar o passado, até que um dia ele e os amigos de infância recebem um mesmo aviso: o desenho de um homem de giz enforcado. Quando um dos amigos aparece morto, Eddie tem certeza de que precisa descobrir o que de fato aconteceu trinta anos atrás.
Alternando habilidosamente entre presente e passado, O Homem de Giz traz o melhor do suspense: personagens maravilhosamente construídos, mistérios de prender o fôlego e reviravoltas que vão impressionar até os leitores mais escaldados.” Fonte

O Homem de Giz é vendido como uma trama para fãs de Stranger ThingsStephen King. Na verdade, antes de ler eu nem sabia disso, já que mal li a sinopse antes de começar a leitura. Mas, de fato, durante o livro senti uma forte influência de It, a Coisa, e quando digo isso, não é apenas do filme – como talvez dê a entender na sinopse -, mas do livro mesmo; há, inclusive, uma ou duas cenas que lembram bastante o livro, mas não de um jeito ruim, mas bom, daquele jeito bacana que você sente que a autora foi claramente influenciada pela obra do King (e quem não é, né, gente? King é divo!).

Mas isso são apenas bônus em um livro que, por si só, já é ótimo. Acompanhamos, em uma narração em primeira pessoa, a história de Eddie/Ed Adams, intercalando-se o passado, em  1986, e o presente, em 2016. O Eddie dos anos 80 é um garoto de doze anos: já no começo, sabemos que ele passou por algo sombrio naquela idade, ele e seu grupo descobriram um corpo esquartejado em um bosque, seguindo a trilha de desenhos de palitos feitos com giz. Mas há muito mais além da superfície e, aos poucos, Eddie vai nos contando vários segredos, tanto dos outros, quanto dele mesmo – e é aí que a coisa fica mais interessante e, claro, ainda mais sinistra.

“Ser uma boa pessoa tem a ver com a maneira como você trata os outros. As pessoas boas (…) sabem em seu íntimo que estão fazendo a coisa certa.” Página 149

Já em 2016, encontramos um Ed na casa dos trinta anos, um homem inseguro e amargurado, que bebe demais e que guarda, bem no fundo, a culpa e as lembranças dos acontecimentos sombrios de sua infância. Mas, como costuma acontecer, o passado volta para morder seu traseiro, e Ed é confrontado por ele e obrigado a destrinchar a delicada e horrenda trama dos acontecimentos de 1986.

Esse é daqueles livros para devorar; é quase impossível largá-lo, você quer sempre saber mais, ele nunca deixa de ser interessante. Foi bárbaro como a autora soube construir uma teia fina de acontecimentos, segredos e mentiras, que interligam os personagens – aliás, muito bem desenvolvidos. Às vezes, nestas histórias com “gangues” de crianças, os adultos são meio deixados de lado – e aliás, isso acontece em It, a Coisa até, mas em O Homem de GizC. J. Tudor fez o inesperado e trouxe adultos consistentes e muito importantes para a obra, mesmo no passado. Todos os personagens – adultos e crianças – têm um porquê de estar ali. E é muito gratificante ler uma obra tão bem planejada.

A obra também toca em temas sensíveis e polêmicos, como religião, aborto e estupro, e de maneira extremamente séria e responsável. Há toda uma trama ao redor disso e que é muito importante na obra, que também fala de outros temas como preconceito, compulsão, culpa e arrependimento. Quanto mais você lê, mais se identifica com os personagens falhos, complexos e humanos descritos na obra, ao mesmo tempo que consome com avidez o suspense que permeia toda a história.

A edição da Intrínseca é maravilhosa e impecável: capa dura e preta, com detalhes em giz. Há também folhas negras dentro do livro, a cada troca de capítulos, e desenhos imitando giz nas primeiras e últimas páginas. Toda a lateral do livro é também negra, dando o acabamento perfeito na obra, um livro lindíssimo para a estante. Dentro, a diagramação é agradável e as páginas levemente amareladas. A revisão está perfeita.

De Led Zeppelin a Doctor Who, o livro também faz várias referências à cultura pop e traz uma nostalgia inconfundível dos anos 80. Por vários motivos, O Homem de Giz é uma obra completa: um thriller sombrio e repleto de mistérios, e ao mesmo tempo um drama humano, com personagens muito reais. Dinâmico e brilhante, é certamente um livro para ler e se ter na estante.

Este livro foi gentilmente cedido pela editora Intrínseca para resenha.

Ficha técnica:

Título: O Homem de Giz
Autor: C. J. Tudor
Páginas: 272
Editora: Intrínseca
Onde comprar: Livraria Cultura / SaraivaAmazon / Americanas / Submarino / Livraria da Folha / Livraria da TravessaFNAC / Shoptime
Minha avaliação: 

RESULTADO DO SORTEIO DE UM EXEMPLAR DE O HOMEM DE GIZ!

Parabéns, Milena! Nós já enviamos um e-mail para você com o resultado do sorteio. Por favor, responda-o em até 48 horas, com seu nome e endereço completos de envio, caso contrário sortearemos o livro novamente.

Quem não ganhou, não fique triste! Participe do nosso sorteio no Instagram!

Preencha o formulário Rafflecopter abaixo e participe! É fácil! Comente a resenha aqui nesta postagem + siga nosso perfil @poressaspaginas no Twitter e o perfil da @intrinseca no Twitter, e você já estará concorrendo. Mas você pode ganhar muito mais chances preenchendo as outras entradas! O sorteio começa hoje, 23/04 e vai até 23/05. Você tem um mês para participar! ;)

a Rafflecopter giveaway

Regras Gerais

– O sorteio vale de hoje 23/04/2018 até o dia 23/05/2018;
– O envio do prêmio será realizado pela Editora Intrínseca;
– Caso o ganhador não responda ao nosso contato em 48 horas, o sorteio será refeito;
– É preciso ter um endereço de entrega no Brasil;
Não serão aceitos perfis fakes/criados somente para promoções;
Não serão aceitos comentários nas postagens que não sejam com conteúdo pertinente a elas;
Não serão aceitos comentários copiados de outros blogs e/ou resenhas;
– A promoção é válida em todo território nacional, exceto para a equipe do blog Por Essas Páginas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  • 12
  •  
  •  
  •  


  • Cristiane de oliveira disse:

    Esse é meu tipo de leitura preferida, amo suspense ainda mais com essas referencias,quem não vai amar esse livro que parece ser incrível ainda mais com capa dura que amo, espero poder ler em breve, tem tantas qualidades que gosto muito.

  • Carolina Durães de Castro disse:

    Oi Karen, tudo bem? Eu li esse livro e me apaixonei. Realmente vários temas sensíveis são debatidos no enredo, mas de forma coesa e impactante.
    Parabéns pela resenha.
    Bjkas

  • CRISTIANE DORNELAS disse:

    Nossa, mas lembrou um bocadinho de IT mesmo, essa coisa do passado e presente… E pelo visto atiça a curiosidade, é daquelas histórias que você quer saber o que acontece. Ver o personagem tão acabado e a vontade de saber o que levou até isso deve ser bem legal na hora de ler. Faz tempo que não pego coisa mais nesse estilo e me chamou atenção, parece que é bem escrito e fácil de se jogar, cheio de mentiras e segredos e aquelas coisas que fazem você ficar preso na trama. Gostei.

  • Michele da Silva Lima disse:

    Oi Karen, tudo bem? A trama realmente parece lembrar obras do King e Stranger Things, principalmente por conta das crianças. Além da boa trama que parece que prende até o final, as referências à cultura pop me chamam bastante atenção. Não estava dando muito bola pra esse livro, mas agora quero conferir.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

  • Shadai disse:

    Estou tentando ao máximo não comprar mais livros, então dificilmente comprarei esse, mas vou tentar (e muito) conseguir em alguma troca no skoob.
    Fiquei muito curioso por esse, temas e referências.
    Sem falar que, a capa é linda, e todo o design também.

  • Clayci Oliveira disse:

    Eu gostei bastante dessa leitura. Apesar de algumas coisas tem me incomodado consegui aproveitar e achei bem prazerosa. Sem falar as referências e quotes incríveis.

    <3

  • Aya Imaeda disse:

    Fiquei curiosíssima! Pena que não tenho Twitter para participar do sorteio, ia tentar ganhar pra minha irmã porque é certeza que ela ia gostar.

  • Anderson Francisco disse:

    A intrínseca caprichou demais nessa edição. Vi alguns videos do tour pelo livro e achei que combinou demais com a proposta do enredo. Deu um ar gostoso de mistério e sabe aquele negocio de julgar o livro só pela capa? Pois bem, me apaixonei pela edição. E quando li a premissa/resenha fiquei mais instigado ainda. Amo os universos de Stranger Things e it. E que bom saber que o livro vai muito além do mistério e do Thriller, abordando vários temas importantes da natureza humana. Gostei demais!!

  • Camila - blog Leitora Compulsiva disse:

    Eu amei essa edição capa dura e achei a história incrível!! Sou uma pessoa dos anos 80, então foi uma delícia reviver aquela época junto com esses garotos, mesmo que nas situações difíceis que eles encaram! Como nunca li nada no King, não encontrei essas referências, mas valeu mesmo assim!
    beijos
    Camis

  • Gaby Marques disse:

    Oláa, tudo bem? Gostei muito da sua resenha! Super completa e me deixou bem instigada para realizar a leitura; sou apaixonada pelo gênero e vivo atrás de novas indicações <3 Fora que essa edição está de arrancar o fôlego. A editora tem caprichado bastante. Espero conseguir ler em breve :D

    Beijos!

  • Carla Andressa disse:

    Gostei muito da resenha, pretendo ler o livro em breve pois parece ser cheio de mistérios, a capa também é bem interessante <3

  • Aline M. Oliveira disse:

    Oi Luci! quando vi este livro em lançamento, pensei que seria uma obra cheia de referências, e muitas cenas copiadas, mas fui lendo várias resenhas e foi só elogio, por todo lado! Amo King e sei que que vou amar este livro. pelo suspense em si, e pela homenagem que a autora fez. Gostei demais da premissa, do grupo de crianças que descobre esse corpo de uma maneira horrível, e como a vida delas segue a partir de então. E mais, como vão descobrir o por que desses crimes, e quem os está cometendo? Boa sorte pra mim, porque eu quero demais ler este livro!

    Bjoxx

  • Camila de Moraes disse:

    Olá!
    Estou bem curiosa com esse livro. Gosto muito de suspenses e ver que o desenrolar da trama se mostra bem coerente e instigante me deixa mais animada pra iniciar a leitura.
    Beijos!

  • Milena Soares disse:

    Olá! Estou doida pra ler esse livro, curto muito um suspense e cada resenha que leio desse livro me deixa ainda mais curiosa em conferi isso tudo que estão dizendo.
    Bjs

  • Francisca Elizabete Bezerra dos Santos disse:

    Adoro livros de suspense, gosto de ficar na expectativa do que vai acontecer, e aqui nós temos uma série de acontecimentos que pelo jeito estão interligados!! Eddie Adams terá que desvendar pistas que levarão ao assassino, que por sinal parece está bem perto, já que um de seus amigos foi assassino recentemente!! Preciso ler!! A capa está convidativa!!

  • Cabine de Leitura disse:

    Já começou a resenha com duas coisas que eu gosto, thriller e nostalgia. Depois temos a influencia da autora, tem como ficar melhor?!
    Já tinha visto o livro, mas nem de longe eu conhecia a premissa dela, menos ainda sobre os temas sensíveis que ele aborda. Dica anotada quero ler, boa sorte a todos que participar do sorteio.

  • manuscrito literario disse:

    Hey!
    Achei a capa e até a premissa desse livro muito legal.
    Por ter criança é ainda mais instigante.
    Eu não o leria agora, mas já coloquei-o nos desejados para o futuro.
    Beijos
    http://www.manuscritoliterario.com.br

  • Mairton Salvatore disse:

    Olá, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas fiquei curioso como você especificou como a autora consegue chamar a atenção do leitor na sua forma de descrever. Adoro livros com mistérios, e muito suspense, e este parece ter personagens bem marcantes. Dica anotada

  • Jeslly disse:

    Gostei bastante da resenha. O livro parece ser bem interessante (sempre gostei de livros que envolvem mistérios). A capa chama bastante atenção por ser bem diferente. Com certeza vai entrar pra minha listinha de livros a ler.

  • Bianca disse:

    Olá
    Estou vendo muitas pessoas falando super bem desse livro, achei a capa maravilhosa, mas não tinha lido nenhuma resenha e nem procurado saber sobre ele. Assim como você tenho mania de pegar livros para ler e não ler a sinopse, apenas por achar a capa linda rsrs. Sou meio medrosa com toda certeza nunca ia ler It, mas hoje conversando com a colunista do meu blog me surpreendi com a vontade de ler algo só King ou ao menos parecido, creio que esse livro então é uma ótima pedida. A premissa é maravilhosa ainda temos essa cronologia de tempo que eu amo. Amei sua resenha e estou curiosa para saber mais sobre o livro, beijos!

  • Ivi Campos disse:

    Só tenho lido elogios para com este livro, tanto para ao conteúdo, como para a edição luxuosa que a editora fez, então, só me resta começar a ler e me surpreender também. obrigada pela dica.
    beijos

  • Bruna Costabeber disse:

    Hey, tudo bem?
    Eu estava bem ansiosa para ler esse livro, pois amo o gênero, mas sua resenha apresentou um ponto que me preocupou que foi a questão da inspiração no livro It, a coisa. Eu amo a escrita do King, mas o livro It não me convenceu e me fez odiá-lo um pouco, entretanto, o livro é de outra autora e parece funcionar muito bem para aquilo que é proposto.
    Vou participar do sorteio, torcer para ganhar e me arriscar em ler.
    Beijão!
    https://www.umoceanodehistorias.com/

  • Adriana C. Sousa disse:

    Esse livro parece ser bom demais!! Um suspense que me prenderia até a última parte. Ele mostra uma pessoa problemática por causa de acontecimentos de sua infância, e isso acontece muito na vida das pessoas. Quero muito ler essa história do Ed e tentar desvendar vários mistérios.

  • Juliana disse:

    Parece ser uma história muito interessante.. Eu amo suspense, tanto que assisti a série dark em dois dias. Estou louca para ganhar esse exemplar! Parabéns pela resenha, completíssima.

  • Renata Santos Pereira da Silva disse:

    Parece o meu tipo de livro, adoro suspense e o que li me lembrou​ um dos meus livros preferidos que é caixa de pássaros espero ter a oportunidade de ler algum dia .

  • Renata Santos Pereira da Silva disse:

    Parece muito bom, adoro suspense e o que li me lembrou​ um dos meus livros preferidos que é caixa de pássaros espero ter a oportunidade de ler algum dia .

  • naya santos disse:

    Esse lançamento da Intrínseca chamou muito minha atenção, parece ser maravilhoso e agora com a resenha fiquei mais curiosa ainda haha! Quero muito ter a oportunidade de ler essa obra em breve. <3

  • Carolina Trigo disse:

    Desde que esse livro foi lançado que estou de olho nele. Adoro suspense, e quando têm crianças no meio, o negócio ficar melhor ainda, rsrs. Quando vi como estava a edição feita pela Intrínseca, fiquei doida para ter ele na estante. Até tentei fazer a cabeça deles pelo Twitter para eles me mandarem uma edição, mas não deu muito certo, rsrs. Quem sabe não ganho agora pelo sorteio? Torcendo muito!

  • Fabiana Scola de Azevedo disse:

    Um dos queridinhos do momento, mas alem da capa ser muito querida, sei que seu conteúdo não é nada fofo. Assassinato, suspense e melhor ainda se passa nos anos 80, prato cheio, hein? Como sou dessa época tenho certeza que vou me identificar em muitos momentos.

  • Lana Silva disse:

    Apesar de não ler com muita frequência livros com esse gênero, ainda sim gosto dessas obras, até porque demonstram os seres humanos, de forma frágil, humana, e com defeitos, que faz com que nos identificamos. Além de que apesar de ser complexa, ainda sim nos prende a leitura, pelo fato de aborda temas polêmicos, como aborto e estrupo, e por isso queremos logo saber qual será o desfecho da trama.

    Participando da promoção, espero ser a vencedora, pois estou louca para ler essa história.
    Lana silva
    lannawesley@gmail.com

  • Maíra Souza disse:

    Thriller não e o meu género literário predileto mas eu gosto um pouco. Acho que o que acaba me incomodando é esse lance de alternar passado e futuro (as vezes me perco =/) e quando tem muitos personagens narrando. Isso é um problema que to tendo com Belas Adormecidas do King, que apesar de estar sendo uma leitura foda, é muita gente. rs De qualquer forma me interessei bastante! A capa por si já chama atenção suficiente! Haha
    =*

  • Lais Tavares disse:

    Vim bem despretensiosa ler esta resenha mas amei… agora já fiquei doida pra ler o livro… tenho que ganhar… ou vai fazer parte da minha próxima aquisição. Bjo.

  • Ana I. J. Mercury disse:

    Amei a resenha!
    Parece ser um livro ao mesmo tempo reflexivo, misterioso, cheio de reviravoltas alucinantes e muitaaaaas surpresas!
    Eu não leio tanto do gênero, mas esse, quero demais ler!
    E a edição está belíssima mesmo.
    bjoss

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem