Resenha: Stalker

Ficha técnica:

Título: Stalker (Joona Linna #5)

Autor: Lars Kepler

Tradutor: Renato Marques

Páginas: 560

Editora: Alfaguara

Compre aqui

Sinopse: O Departamento Nacional de Investigação Criminal de Estocolmo recebe um intrigante vídeo de uma mulher sozinha em seu quarto vestindo uma meia-calça. Ela não sabe que está sendo vigiada, e a polícia não leva as imagens a sério até ela aparecer assassinada. Quando o próximo filme chega, a detetive Margot Silverman tenta identificar a vítima, mas é tarde demais. Fica então claro que um assassino em série aterroriza Estocolmo. Como um voyeur, ele observa e filma suas vítimas dentro de casa, coloca os vídeos no YouTube, e as mata de modo brutal. A polícia chama o psicólogo e hipnotista Erik Maria Bark para ajudar no caso, mas uma sequência de reviravoltas torna a investigação muito mais complexa e perigosa. Será que o enigma pode ser resolvido sem o obstinado detetive Joona Linna, que todos acreditam estar morto?

Alguém está à espreita e mulheres inocentes estão sendo assassinadas de forma brutal. Margot Silverman está encarregada do caso e… também está grávida. Praticamente prestes a dar à luz! Mas como ela mesma repete algumas vezes, ela vai dar à luz assim que solucionar o caso!

Um vídeo aparentemente inocente, mostrando uma mulher despreocupara em sua casa sendo filmada à distância é enviado à Autoridade de Polícia Nacional sueca, mas por não fazer sentido e não mostrar nenhum tipo de violência contra a pessoa que está sendo filmada ele não desperta o interesse da polícia, até que a mulher do vídeo aparece morta, de forma extremamente brutal.

A investigação da polícia se intensifica quando eles recebem um novo vídeo, mas parece que sempre estão um passo atrás do assassino.

Enquanto isso, Saga Bauer, uma policial que já trabalhou com Joona Linna, busca incansavelmente por provas de que um terrível psicopata que o caçava está morto. Quando ela finalmente consegue a prova que tanto queria, ela sai em busca de Joona, que ela tem certeza que não morreu e que está escondido em algum lugar. (Nem dá pra dizer que isso é um spoiler porque ele é o protagonista da série. hehe)

Para tentar entender o que se passa na mente do assassino, Margot busca a ajuda de Erik Maria Bark, uma personagem recorrente de Lars Kepler que o leitor conheceu em O Hipnotista (resenha aqui). Ao ajudar a polícia hipnotizando o marido de uma das vítimas que tem detalhes da cena do crime, mas está em choque, Erik conhece detalhes do crime e se desespera achando que pode ter contribuído para o encarceramento de um homem inocente, Rocky Kirklund, em um hospital psiquiátrico pela morte de uma mulher. Os detalhes são muito parecidos. A partir daí Erik tenta tirar informações de Rocky, mas sua memória foi muito comprometida devido a um acidente de carro antes de ser preso.

Joona Linna finalmente é encontrado e descobrimos onde ele esteve durante o tempo em que acharam que ele estava morto; ele ajuda Margot Silverman a traçar o perfil deste stalker tão violento e brutal.

Apesar de ser a sequência de uma série, os crimes nos livros de Lars Kepler são independentes, cada livro traz um psicopata-monstro-assassino diferente. Existe uma linha central que liga todos os livros, mas acho que você não precisa necessariamente ler todos eles. Eu só tinha lido os 2 primeiros, O Hipnotista e O Pesadelo. É claro que algumas coisas se perdem, mas não dá pra o leitor se perder, porque a própria história vai se explicando. Na verdade, eu fiquei foi com vontade de ler os 2 outros livros entre o 2o. (O Hipnotista) e o 5o. (Stalker), só pra curtir mais um pouco do thriller noir de Lars Kepler.

O livro me prendeu desde o início e logo no capítulo 4 já comecei a ficar ansiosa e o capítulo 5 me deu taquicardia. Mesclando entre investigação e assassinatos, o livro segue em um crescendo, chega a uma perseguição incansável que me fez grudar no livro e só largar por obrigação (pois é, eu tenho que trabalhar pra pagar as contas!), e finalmente chega ao seu clímax, que na minha humilde opinião foi muito bem construído, deixando o leitor roendo as unhas!

Lá pro meio do livro eu descobri quem era o assassino, mas não fazia muito sentido, e em vez disso me tirar o tesão pela leitura só me deixou mais ligada, porque eu queria saber como a história seria construída para levar até aquela pessoa e se era mesmo aquela pessoa ou se eu estava enganada. Quando faltavam 120 páginas eu simplesmente não consegui mais parar, o que me levou até às 2:30 da manhã, mas achei que valeu a pena, apesar do sono hoje! hehehe

Os livros do casal sueco, Alexandra Coelho Ahndoril (a mãe dela é portuguesa, daí que vem o Coelho no nome) e Alexander Ahndoril, que escreve sob o pseudônimo Lars Kepler estavam meio sumidos aqui na nossa terrinha, mas a Alfaguara voltou a publicá-los a partir de 2018 (sorte nossa!), primeiro com O Homem de Areia (Joona Linna #5) e agora com Stalker (Joona Linna #6).

Recomendado para amantes de thrillers!

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela editora.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Larissa Dutra disse:

    Olá, tudo bem? Uau, não conhecia esse livro ainda, mas fiquei super interessada. Esse ano decidi me arriscar em leituras do gênero, então já vou colocar essa na minha listinha. Adorei a resenha e dica!

    Beijos,
    Duas Livreiras

  • Drika disse:

    Ah, se vai se aventurar nessas leituras, essa é uma boa dica pra você! E logo vamos ter a resenha de mais um thriller aqui no blog! Fique de olho!
    Bjos

  • Camila - Leitora Compulsiva disse:

    Oi, Drika.
    Eu tenho uma enorme vontade de ler essa série, mas quero ler os livros na ordem. Mesmo que cada livro tenha uma história independente, quero entender essas conexões dos personagens que você comentou!!! Rs…
    Já vou colocar o Hipnotista na minha lista de leituras desse semestre. Pena que o livro 3 não foi publicado…
    Gosto muito de suspenses policiais, principalmente da escola de escrita sueca!
    Beijos
    Camis – blog Leitora Compulsiva

  • Drika disse:

    Oi Camila. O legal é que apesar dos livros estarem fora do nosso mercado brasileiro há algum tempo, agora a Alfaguara vai publicá-los. Os 2 primeiros, O Hipnotista (2011) e O Pesadelo (2012), foram publicados pela Intrínseca. Eu os li na época em que foram lançados, agora dei uma pesquisada e vi que não é fácil encontrá-los, a maioria das livrarias mostra como “fora de estoque”, o terceiro me parece que não foi publicado no Brasil. E o quinto e o sexto foram publicados pela Alfaguara. Os autores já publicaram mais 2 livros da série. Agora é torcer para a Alfaguara publicar tudo de novo!
    Bjos

  • Diane Ramos disse:

    Olá…
    Adorei a sua resenha!
    Sempre esbarro com esse livro por aí, mas, ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre. Pelos seus comentários parece ser uma leitura bem interessante e com certeza me deu vontade de ler também.
    Dica anotada!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

  • Drika disse:

    Legal, Diane! Acho que você vai curtir. Eu simplesmente não conseguia largar. rs
    Bjo

  • PS Amo Leitura disse:

    Uma coisa que eu gosto bastante em histórias assim é como a gente começa a desconfiar de diversas pessoas e quando realmente descobrimos o verdadeiro assassino, dá aquela vontade de gritar EU SABIIIA, né? hahaha fico feliz que o livro tenha te conquistado e quem sabe eu dê uma chance.

    Beijos.

  • Drika disse:

    Hahaha foi bem essa a sensação. Quando pensei em quem poderia ser o assassino eu não conseguia entender como o autor ia chegar lá, mas ainda assim me ative à minha suspeita. E foi muito legal chegar à conclusão e descobrir que eu estava certa e ver que o autor chegou lá seguindo uma linha de raciocínio bacana.

  • Yvens Castro disse:

    Olá, tudo bem?

    Eu já li um livro do Lars, foi o primeiro publicado pela Companhia das Letras e esqueci o nome agora, mas foi uma leitura acima da média. Quanto ao livro Stalker eu tomei conhecimento não tem muito tempo, mas me parece ser uma boa pedida. Gostei da sua resenha e fico contente que gostou da leitura.
    Abraço!

  • Drika disse:

    Gostei mesmo! O primeiro foi o Hipnotista, que aliás trás uma personagem que também aparece neste livro. Põe esse na lista! 😉

  • Luna disse:

    Nossa! Sua resenha me deixou louca para ler não só esse livro, mas todos da série! Sou apaixonada por thrillers, mesmo que sempre me roubem o sono e causem pesadelo e Stalker me lembrou um filme bem antigo, de um assassino que observa suas vítimas, as assassinava, mas antes dava pistas a um detetive em particular, para que ele tentasse impedi-lo. É um filme bem antigo, mas que se eu assistisse hoje novamente me deixaria tão angustiada quanto no passado.

    Quero saber quem é o assassino do livro e como conseguirão pegá-lo! É claro que vou ler! A série toda! 😀

  • Drika disse:

    E o livro é tenso, viu! Os assassinatos me deram até taquicardia… você meio que já sabe que a vítima não vai escapar, mas fica torcendo até o último segundo! Tenho certeza que você vai adorar!

  • Leitura Enigmática disse:

    Estou com essa obra na minha estante e ainda não tive a oportunidade de ler, espero poder estar fazendo isso em breve, pois a curiosidade está grande e desejo saber dessa história na íntegra.

  • Drika disse:

    Te garanto que a hora que começar não vai querer parar! 😉

  • Antonia Isadora de Araújo Rodrigues disse:

    Olá Drika!!!
    Normalmente não sou muito de ler os livros desse gênero e uma vez ou outra isso acontece me deixando curiosa acerca de toda trama, não minto que fiquei com ler a série toda dos livros então acabei adicionando no meu Skoob.
    Depois de ver Hannibal fiquei fascinada com histórias que envolvem psicopatas.
    Adorei a resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

  • Dayhara Ribeiro Martins disse:

    Quem nunca perdeu uma noite de sono por conta de uma leitura que não conseguia mais abandonar, né? Hahaha Eu vejo muitos comentários positivos sobre esse livro, principalmente por conta do ritmo insano e pelo jeito tudo é real mesmo, né? Adorei!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem