Resenha: Trono Destruído

Ficha técnica:

Nome: Trono Destruído

Autor: Victoria Aveyard

Tradutor:

Páginas: 504

Editora: Seguinte

Nesta coletânea, que encerra a série A Rainha Vermelha, você vai descobrir mais sobre o universo avassalador da saga que já vendeu mais de meio milhão de exemplares no Brasil.

Trono Destruído é uma coletânea especial para todos os leitores da série best-seller de Victoria Aveyard que ficaram com vontade de passar mais tempo com os personagens depois do fim de Tempestade Guerra.

Com design especial, o livro traz os dois contos já publicados (“Canção da Rainha” e “Cicatrizes de Aço”), além de quatro histórias inéditas que darão aos leitores mais um vislumbre de seus personagens favoritos e a chance de conhecer caras novas. O volume conta ainda com mapas exclusivos, bandeiras, registros sobre a história de Norta e muito mais! Fonte

Esta resenha pode conter spoilers dos livros anteriores, necessários para entendimento de alguns contos, mas não prejudicará a leitura.

Nesse último livro da série temos um compilado de vários contos, dois deles já lidos e resenhados aqui no blog, publicados em Coroa Cruel.

É complicado para mim fazer uma resenha decente desse livro, primeiro porque A Rainha Vermelha foi uma série cheia de altos e baixos que só começou a melhorar quando começamos a ler outros pontos de vista, além do de Mare Barrow (porque, sinceramente, era muito drama para uma garota só). Por outro lado, a história me ganhou no primeiro livro e depois foi me conquistando de volta no final do terceiro (sim, demorou um pouco), com um final no quarto livro que realmente poucos esperavam, mas que foi muito satisfatório, tendo em vista tudo o que aconteceu.

O que podemos concluir dessa série é que ela é composta, sobretudo, por mulheres corajosas, algumas mais fortes que as outras, por vezes ambiciosas e que querem conquistar seu direito de viver a vida como querem. Falo principalmente de Mare, Farley e Evangeline e claro que não posso deixar de mencionar Elara e Coriane.

Nesse livro, temos basicamente um “epílogo”. É uma despedida, sem dúvida, apesar de alguns contos seguirem uma linha temporal diferente. Os dois primeiros contos são os prequels do primeiro livro. No terceiro conto, temos uma história de personagens que não conhecemos, como Lyrisa, princesa de Lowcountry,  e o capitão Ashe. Ela está fugindo de seu prometido, o príncipe Orrian, de Lakeland, então paga um preço exorbitante para fugir com Ashe em seu navio cheio de vermelhos como ele. Esse conto se passa meio que na metade de toda a saga, quando Mare é prisioneira de Maven.

Já os demais contos são uma narrativa sobre o pós-guerra, tendo os pontos de vista de Evangeline, Mare e Cal. O conto mais cansativo foi de Evangeline, uma vez que ela tinha que tomar uma decisão sobre o trono de Rifti, e ainda encarar sua mãe após a morte do pai. Já os contos de Mare e Cal são mais “práticos”, por assim dizer. Os dois ainda tinham muitas arestas para aparar entre si, e fiquei com o coração partido no último conto, que trata de Cal e Maven.

Além disso tudo, a conclusão da saga mostra que nem tudo foram flores. Ainda haveria conflitos, ainda haveria muita luta – e talvez nunca cessasse. Dá uma ideia de continuidade, mas acredito que não para este arco entre Mare, Cal e Evangeline. Talvez, e apenas talvez, a autora tente elaborar uma nova história com esse universo, abordando novos personagens, mas não espero muito por isso.

Sobre a edição da Companhia das Letras, a capa está divina, como as demais, e a parte interna do livro está muito bem feita, com várias figuras de anotações das pesquisas de Julian, com mapas, lembretes, menções a rebeliões… Adorei!

Esse livro é para os fãs da série se despedirem com carinho desse universo de vermelhos e prateados, apesar dos altos e baixos que encontramos no caminho.

Este livro foi gentilmente cedido para resenha pela Companhia das Letras.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Aninha Goulart disse:

    Oiiiii,

    Menina eu tenho o primeiro livro desta série, mas não tenho muita vontade de kernel ele. Eu não sei sem explicar porque acho a temática central dos livros interessantes, mas não desperta meu interesse de uma forma que me dê vontade de ler. De toda forma eu achei interessante está coletânea porque para os fãs da série deve ser algo bem interessante, principalmente porque o problema das séries que amamos é que quando acabam nós ficamos nos sentindo órfãos né kkkkk.

    Beijinhos…
    http://www.equipenerd.com.br

  • Bianca Ribeiro disse:

    Confesso que eu ultimamente ando passando longe de livros que tem continuação ou séries, eu nunca tenho tempo pra ler todos e nem paciencia kkkkkkk
    Eu acho a capa desse livro muito bonita, quando eu vi na livraria, ela brilhava na luz, muito bonito mesmo.
    Adorei sua critica!

  • Alisson Gomes disse:

    Oi Lucy,
    menina essa é uma das séries que eu quero muito ler em algum momento da minha vida, mas os livros estão caríssimos, eu tenho o primeiro da série na estante, mas, ler o primeiro se ter pelo menos mais um na estante é bem ruim, vou ver quando eu posso comprar o restante da série para começar a ler.

    Beijos!
    Eita Já Li

  • Kênia Cândido disse:

    Oi Lucivania.

    Eu tenho muita vontade de ler essa série porque já li algumas opiniões bem interessante e positiva. Gostei de saber que este livro é uma despedida para os fãs da série. Vou tentar adquiri -lo o mais rápido possível juntamente com os livros anteriores. Parabéns pela resenha.

    Bjos

  • Pensamento Literário disse:

    Oii!! Tudo bem?

    Não sabia que haviam lançado esse livro. Confesso que concordo com você, a série é marcada por altos e baixos e o terceiro livro foi só “Jesus na causa”, literalmente! Mais gostei de saber dessa obra e acho que vou adquirir. Beijos!

  • Thainá Christine disse:

    Eu nunca li nada da Victoria Aveyard. A Rainha Vermelha não me chamou atenção, pois, confesso, não gosto muito de distopias, mas vi várias alunas minhas lendo essa série e adorando, inclusive me indicando. Por mais que sua resenha esteja excelente ainda não me sinto apta para ler essa série, ainda mais depois de você citar que é cheia de altos e baixos – talvez eu nem tenha paciência para conseguir concluir – mas quem sabe mais para frente.

    http://www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

  • Beatriz Andrade disse:

    Que bela resenha! Eu ainda não li os livros da série, mas estou com muitas expectativas e espero poder ler em breve, acho que vou gostar muito. Adorei ver a sua resenha, me deixou ainda mais curiosa

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem