Resenha: Uma carta de amor

Uma carta de amor“Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro.
Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.”
Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também.
Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.”

Eu já li vários livros do Nicholas Sparks e ainda tenho muitos alguns na minha interminável lista de leituras. Mas desde a Bienal do Livro do ano passado, eu não consegui começar a ler nenhum livro dele. Motivo? Eu sempre acabava me lembrando de toda a confusão que foi estar lá naquele dia (e eu nem estava querendo um autógrafo dele). O Rio Centro ficou parecendo o palco de uma distopia – e eu ainda não me esqueci até hoje dos gritos. Por isso, quando recebemos o e-mail da Editora Arqueiro, eu sabia que eu tinha que solicitar Uma Carta de Amor. Assim, conseguiria deixar esse trauma para trás!

Uma Carta de Amor foi o segundo romance escrito por Nicholas Sparks, e eu ainda não o havia lido até hoje. Ele conta a história de Theresa Bourne, colunista de um jornal em Boston, que estava passando as férias no litoral. Enquanto caminhava na praia, acaba encontrando uma garrafa com uma carta dentro.

“Theresa teve um frêmito de curiosidade ao segurar a folha diante de si, e foi nesse momento, à luz do sol nascente de um dia quente de verão na Nova Inglaterra, que ela leu pela primeira vez a carta que mudaria para sempre a sua vida.” – página 21.

A carta é uma linda declaração de amor de Garret para Catherine. É claro que Theresa não conhecia nenhum dos dois, mas a carta a toca de uma forma como poucos textos conseguiram. Ela conta sobre o achado para a sua melhor amiga e companheira de trabalho Deanna, que acaba a convencendo a publicar a carta na sua coluna (sem os nomes, é lógico!). Por sorte, Theresa acaba conseguindo encontrar duas outras cartas do mesmo autor e com as pistas conseguidas, resolve começar a procurar quem seria o autor misterioso.

O prólogo do livro descreve como a carta foi atirada de um barco. Porém o mais interessante é a pequena explicação sobre como é imprevisível saber o caminho que qualquer objeto traça quando jogado no mar. Existem inúmeras probabilidades, ou seja: duas garrafas podem ser lançadas ao mesmo tempo e terminar em lados opostos do planeta. Ele inclusive menciona pesquisadores que estudaram o assunto e a mensagem mais famosa até hoje. E foi depois de 26 dias e 1.180 quilômetros que a garrafa da história havia chegado no seu destino. E é claro que o meu lado completamente romântico ficou totalmente “Awww” com o início desse livro.

O único ponto que realmente me incomodou na leitura foi que a Theresa vai procurar Garret já com “segundas intenções” de se apaixonar por ele, e isso foi bastante apoiado por Deanna. Tudo bem que nem sempre querer é poder, até porque como ela mesmo diz, ele poderia ser uma pessoa completamente fora da faixa etária dela. Mas… Bem, eu acredito que fosse bem melhor se Theresa tivesse se emocionado com a carta e ficasse curiosa (afinal, ela é uma jornalista) sobre quem a escreveu, sem nenhum interesse romântico no início. Até porque pelas três cartas dava para entender que Garret ainda tinha sentimentos muito reais pela esposa, e ela sabia que mesmo se o relacionamento desse certo, seria bem arriscado. E, pelo histórico da personagem, ficou um pouco difícil de entender os motivos que a levariam a agir assim.

Então acontece o mesmo que em 90% dos livros de romance: eles se apaixonam à primeira vista (já cansei até de reclamar disso nas minhas resenhas, estou achando que sou voto vencido!). Pelo menos, depois dessa parte, o romance começa a se desenvolver mais lentamente, até porque os dois protagonistas possuem vários problemas no passado. Assim como nos outros livros do Nicholas, os personagens são bem construídos e eles carregam uma carga emocional muito grande. Como basicamente o livro se foca nos dois personagens, em alguns momentos parecia que o livro não andava muito. Às vezes eu sinto falta de personagens coadjuvantes com mais destaque nos livros desse autor.

Mas então chega o final.

O final merecia uma avaliação separada porque ele me pegou completamente de surpresa. Mesmo já conhecendo o autor, eu realmente não esperava que aquilo fosse acontecer. Fiquei em choque e quando terminei o livro só fiquei pensando na ironia de tudo o que havia acontecido. Acho que esse foi um dos melhores finais de todos os livros do Nicholas que eu já li até hoje. Se o livro inteiro fosse escrito da mesma forma que essa parte, ele seria cinco estrelas com certeza.

Enfim, se você adora romance leia “Uma carta de amor” e se você ainda não conhece nenhuma obra do autor, esse é um ótimo livro para começar. Assim como a maioria dos livros do Nicholas, esse livro também possui a versão em filme, mas como eu não assisti eu não posso comentar muito sobre a adaptação.

Esse livro foi gentilmente cedido para resenha pela Editora Arqueiro!

Ficha Técnica

Título: Uma carta de amor
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Onde comprar: Livraria Cultura/Livraria Cultura (e-book)/ Amazon
Avaliação: 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Nayara disse:

    Eu nunca li Nicholas Sparks! Mas já vi os filmes baseados nas obras e sou louca, apaixonada por Um Amor para Recordar (<3333 amor infinito com o livro). Não sei porque nunca me interessei por um livro dele.
    Agora com a sua resenha, Lany, fiquei curiosa e vou começar a minha leitura de Nicholas Sparks por "Uma Carta de Amor" =D
    Obrigada pela dica.
    Beijos

  • Fabiana Strehlow disse:

    Eu ainda não li este livro. Mas, já assisti ao filme, que é maravilhoso!
    Na realidade, de Nicholas Sparks, eu só li O Guardião e gostei muito!

    Beijos!

  • Marília Sena disse:

    Bem, eu já li alguns livros do Nicholas e depois de um tempo passei a enjoar desse tipo de romance. Acho que ficou meio água com açúcar demais para mim. Confesso que alguns finais dos livros dele são surpreendentes, e acho que essa foi a parte que mais me deixou “curiosa” a saber mais sobre o livro, não que eu prometa lê-lo. Enfim, A Última Música sempre será um dos meus livros favoritos, se Uma Carta de Amor estiver no mesmo patamar, então ótimo!
    Beijos.

  • Douglas Fernandes disse:

    Eu não consigo gostar dos livros do Nicholas (li só 1 até hoje), mas a sinopse dos livros não me atraem… =/
    mas esse eu fiquei bem curioso, pq vc disse que o final te surpreendeu e que vc nunca imaginava que aquilo ia acontecer e eu adoro finais que me surpreende.

  • Michelli Santos Prado disse:

    Parabéns pela resenha, ainda não li o livro, mas se tratando de Nickolas Sparks o livro deve ser ótimo, gosto de ler os romances água com açúcar dele de vez em quando!!tenho vários de seus títulos na minha estante e espero poder adquirir este em breve!!
    Beijos!!

  • Thais disse:

    Adorei a resenha, eu adoro os livros do Nicholas Sparks, eu tenho A ultima musica, O melhor de mim, e Querido John, Já li o melhor de mim, e arrastei um pouco o começo, mas quando chegou meio do livro comecei a ler freneticamente, os livros dele realmente prendem o leitor, alguns realmente tem pontos fracos, mas a maioria tem um final bem emocionante. Eu amo! Pretendo ter todos um dia, hahaha…

  • Gustavo disse:

    Li poucos livros do Nicholas Sparks, mas até que gosto dele. Eu já comecei uma vez o filme baseado no livro, mas infelizmente eu não vi o final, e sua resenha me fez querer devorar esse livro. A única coisa que me incomodou foi o amor a primeira vista. Também não gosto disso, na minha opinião tira a veracidade do livro/filme. Mas acabei me acostumando com isso, já que também sou voto vencido kk. Com certeza quero o livro, mais um pra minha liste de aniversário (tão longe kkk)

  • Lais Cavalcante disse:

    Sou suspeita para falar do Nicholas Sparks, é muito amor pelos romances água com açúcar dele. Faltam 3 livros para eu completar a coleção dos livros publicados aqui no Brasil e esse é um desses ): Mas vai ser o próximo que eu vou comprar do autor e espero que eu seja surpreendida da mesma forma que você foi e sim, eu também estou cansada da mesma forma na qual os casais se apaixonam.

  • Promoção: Uma carta de amor « Por Essas Páginas disse:

    […] semanas atrás nós fizemos a resenha de “Uma carta de amor”, do Nicholas Sparks, um livro cujo final me surpreendeu muito! Como nós sabemos que muitas pessoas […]

  • Ketlen Patricio disse:

    Eu comecei a ler O diário de uma paixão porém não terminei mas eu amei a escrita e as outras histórias do Nicholas <3
    Quero ter a oportunidade de ler esse livro pois gostei muito do gênero da história e quero conhecer mais sobre os personagens e como será o desfecho dessa história que parece ser incrível.
    Beijos

  • TAÍS INÁCIO DA SILVA disse:

    Tenho alguns livros do Nicholas mas ainda não li nenhum, ouço muito críticas negativas a respeito de seus livros, mesmo assim insisto em comprar livros dele sempre que posso, quando assisti ao filme “Um amor pra recordar” não sabia que era baseado em um livro, quando descobri fiquei louca à procura dos livros dele pq amo filmes e livros românticos por mais que me façam chorar cântaros, pelo que ouvi os livros dele tem esse poder de nos fazer “chover pelos olhos” rsrsrs. Quero muito ler todos os livros dele.
    Bela resenha!! Este já está na minha lista de compras.

  • Michelle Agda disse:

    Sempre românticos e comoventes, os livros de Nicholas Sparks estão sempre na minha lista de favoritos. ‘Uma Carta de Amor’ mexeu com meus sentimentos, primeiramente por ser o segundo romance do autor, fato que eu desconhecia. E é claro, não posso deixar de mencionar que a história de Theresa Osborne é simplesmente bela. Como futura jornalista, espero um dia encontrar fatos emocionantes como os dela no livro… eu definitivamente PRECISO LER!

  • Gizeli Regina Meister disse:

    Sem duvida o Nicholas é um dos meus autores preferidos, não sei porque me apaixonei por esse homem. Vejo muitas criticas em relação a ele e não entendo, mas sei que cada um tem afinidade com um tipo de escrita e autor. Ainda não pude ler esse livro mas estou tentando ler todos dele, uma das metas desse ano e achei a história fofissima e romantica como sempre as histórias do Nicholas são

  • Cristiane de oliveira disse:

    Eu já vi o filme e já li o livro em ebook a muito tempo atrás, gostei muito de teram lançado de novo, eu ainda não tenho esse mas todos os outros, sempre fui apaixonada pela escrta do Nicholas.

  • Miriam Sant Anna disse:

    Adorei, to precisando mesmo de mais romance na minha vida, esta resenha maravilhosamente bem certinha, me fez ter água na boca por esse livro,pois assim como eu também estou desacreditada no amor.

  • Nardonio disse:

    Eu também faço parte desse grupo que já está cheio de “amores à primeira vista”. Isso não existe, e nos livros, também não deveriam existir. kkkkkk
    Legal que o Nicholas conseguiu surpreender justamente no final. Apesar de todo o desenvolvimento ser clichê, quando ficamos de boca aberta com o desfecho, vale a pena. Mais um do autor que lerei.

    @_Dom_Dom

  • Ana disse:

    Sou fã de carteirinha dele, mesmo sofrendo com romances assim como você. Sempre que tenho um livro a minha disposição ele pula pra primeiro na minha lista. Se tornou um vício pra mim, porque amo toda essa carga emocional dele, apesar desse romance ser bem corrido pelo que você falou, os outros eu achei que foram na medida certa. O legal é que a história das cartas é bem interessante, tive particular interesse. Imagino um final trágico kkkkkk será que estou certa?

  • Leticia Maria disse:

    Como a maioria esmagadora, amo os livros do Nicholas Spark!
    Tenho e já li quase toda, são raros os que ainda não li, e esse é um dos! Não vejo a hora de adquiri-lo!
    Pelo visto esse é mais um livro profundo e marcante do Nicholas, livros que nos cativam e nos faz querer ler até o fim e quando chega no fim nos faz querer lê-lo novamente!
    Esse são os livros do Nicholas Spark!

    Parabens pela resenha!
    Bjs

  • Shadai disse:

    Nunca li nada do autor, que tem milhares de fãs. E não sei se estou perdendo muita coisa. Romances assim não são muito a minha praia.
    Mas, fiquei curioso pelo chocante final.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem