Sexta do Sebo #254

sexta_do_sebo
Vamos de Sexta do Sebo, gente?

Eu desisti de criar metas de quantidade, porque a vida chega, e fica difícil cumprir (além do mais, eu ando lendo tanto tijolo, que cada livro que leio vale por 2 ou 3!). Mas em 2018 eu gostaria de ler mais livros em inglês, brasileiros e principalmente escritos por mulheres! Ah, e também quero tentar sair do eixo América do Norte-Europa.

Leiam as regras!

A Sexta do Sebo é inspirada no PsychoSunday do blog Psychobooks, que por sua vez se inspiraram no Second Hand Saturday do Reading Teen.

Toda semana faremos uma pergunta sobre literatura em geral. Não há resposta correta, o que queremos são os comentários e opiniões do vocês. Entre os comentaristas do post realizaremos um sorteio na semana seguinte (próxima sexta) e o vencedor poderá escolher um livro entre os que estão na lista divulgada no tópico. Serão válidos os comentários desde o dia do post (sexta-feira) até a quinta-feira da semana seguinte. Vale a pena lembrar que todos os livros dessa lista são usados, ou seja, eles podem ter algum defeito na capa, folhas amareladas, dedicatórias, livros encapados ou qualquer outra coisa do gênero, mas todos estão em bom estado para leitura. São livros da nossa equipe que, originalmente, estavam destinados aos sebos (por isso Sexta do Sebo!), porém, ao invés disso, resolvemos sortear aqui no blog. O prazo de entrega dos livros é o que normalmente utilizamos no blog, ou seja, 30 dias após o recebimento do endereço do vencedor. IMPORTANTE (NOVA REGRA): Caso o vencedor não atenda às três tentativas de entrega dos correios e não vá buscar o livro na agência, como informado pelos correios, será cobrado frete do livro para o novo envio do mesmo. O vencedor será sempre divulgado nas sextas-feiras, no post da próxima edição da Sexta do Sebo e nesse post será feita uma nova pergunta que valerá para a semana seguinte. Nesse sorteio nós não avisaremos o vencedor como geralmente fazemos; quem comentou deverá acompanhar os novos posts todas as sextas-feiras e, caso seja o vencedor da semana, deverá enviar um e-mail para o contato@poressaspaginas.com com seu endereço em até 48 horas. O sorteio será realizado via Random.

O vencedor da Sexta do Sebo #253 foi…

Parabéns, Luane! Por favor, enviem-nos uma mensagem para os endereços de e-mail contato@poressaspaginas.com ou poressaspaginas@gmail.com com o endereço de vocês e o livro que escolheram em até 48 horas. Caso contrário será realizado um novo sorteio.

A pergunta da semana é:

#254 – Se prestarmos atenção, nós lemos muitos livros de um mesmo eixo: Europa – América do Norte. Por isso, indique um livro escrito por um autor que venha de outro continente que não estes! 

Escolha entre os livros da lista abaixo:

Artemis Fowl – The Opal Deception (Folhas um pouco amareladas – em inglês)
Tears of the Moon – Nora Roberts (capa branca um pouco suja – em inglês)
Jewels of the sun – Nora Roberts (Folhas meio amareladas – em inglês)
Gossip Girl – Cecily von Ziegesar (folhas MUITO amarelas – em inglês)
Heaven and Earth – Nora Roberts (amarelado e a capa está um pouco suja – em inglês)
A Lente de Marbury – Andrew Smith (prova em A4)
Elas escrevem – Contos e Crônicas Volume II – Organizadora Cristiana Gimenes
O tempo que nos falta – Victor Almeida (pocket)
Juntos no Paraíso – Victor Almeida (pocket)
Fome – onde restar vida, haverá fome – Tibor Moricz (pocket)
Águas de Clausura – Edelson Nagues (pocket)
O Livro das Princesas – (Falta uma página de título, livro encapado)
O Amor de Penélope – Georgette Heyer (Livro antigo, capa bem danificada)
O último ponto – Edons Monteiro
Coroa Cruel – Victoria Aveyard (encapado, capa com defeito de impressão)
A Rebelde do Deserto – Alwyn Hamilton (prova do livro)
A Redoma de Vidro – Sylvia Plath
Hoje vai ser diferente – Maria Semple
Bridgtet Jones no Limite da Razão – Helen Fielding (pocket)
The Prestige – Christopher Priest (pocket – em inglês)
The Book of Tomorrow – Cecelia Ahern (pocket – em inglês)
A Game of Thrones – George R.R. Martin (pocket – em inglês)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Nara Brasil do Amaral disse:

    Acho que já falei desse livro aqui, mas vou falar de novo. O livro é “Venha ver o pôr do sol” da Lygia Fagundes Telles. Na verdade o livro se trata de uma coletânea de contos da autora, a leitura é super rápida e a escrita é maravilhosa. Bjos!

  • Douglas Fernandes disse:

    Battle Royale do autor japonês koushun takami, acho que a maioria das pessoas sabem que jogos vorazes é uma cópia desse livro… hahahaha Gostei muito desse livro, aconselho demais a ler, principalmente se vc leu e gostou de Jogos vorazes, eu só achei dificil no começo pelos nomes japoneses e eu ficava esquecendo os detalhes dos personagens, mas com o decorrer da leitura vc acostuma…

  • Biah disse:

    A Africana Chimamanda. Só li Hibisco roxo dela até agora, mas ela é genial.

  • Beatriz Wanderley disse:

    Posso citar dois livros que li nos últimos tempos, um daqui do Brasil que é Quando a Noite cai da Carina Rissi (que sempre trás livros leves e bem humorados), e o clássico Amor em tempos de cólera de um autor latino-americano.

  • Sabrina Piano disse:

    Um livro que li há uns 6 anos atrás e nunca esqueço é de uma escritora brasileira, a Graciela Mayrink, Até eu te encontrar. Adoro esse livro, acho o romance super lindo, a escrita dela é contagiante, porque tem uns livros brasileiros que não consigo ler por alguns vicios de linguagens, como as girias demais por exemplo, o livro é todo recheado de pontos turísticos brasileiros, que até hoje tenho vontade de conhecer Minas.

  • Ana I. J. Mercury disse:

    Indico o Sejamos todos feministas, da nigeriana Chimamanda.
    Adorei ele!
    beijos!!!!

  • Patricia Ferreira disse:

    Que difícil! Praticamente tudo lido é deste eixo.
    O diferentão do ano passado foi Augusto Cury, é bom pra relaxar a mente.

  • MARIANA OGAWA disse:

    é realmente a maioria que eu leio é desse bloco, na verdade se a gente for pensar bem se resume a eua e inglaterra.
    bom, tem alguns brasileiros que eu amo como a lygia, mario prata, os verissimos e alguns autores orientais (sorry people agora não lembro o nome de nenhum -.-‘)

  • rudynalva disse:

    De Amor E De Sombra de Isabel Allende.
    Bom final de semana e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Que a paz, a saúde e o amor estejam presentes em todos os dias deste novo ano que se inicia. Feliz Ano Novo!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

  • Milena Soares disse:

    Indico Mulheres de cinza – Mia Couto, pseudônimo de António Emílio Leite Couto, ele é Moçambicanos.

  • Netto Baggins disse:

    Inés da Minha Alma e A Casa dos Espíritos, da Isabel Allende e Cem Anos de Solidão do Gabriel Garcia Marquez. Tem muitos outros, mas esses são os que me vem à mente imediatamente.

  • Elizabeth Lima Almeida disse:

    eu indico Cem Anos de Solidão
    Gabriel Garcia Marquez
    Uma viagem ao um mundo desconhecido…que torna se seu mundo.
    Apaixonante

  • Luane Karolain disse:

    Muito feliz por ter ganhado! Obrigada <3
    E em relação a pergunta… Acho que indústria editorial nos satura com obras desses continentes, então acabamos consumindo elas.

    Mas vou aproveitar pra puxar a brasa pra nossa sardinha e indicar livros brasileiros rsrs Adormecer do Fogo, do autor Ben Green, conta uma história que quando li foi diferente de tudo, fala sobre uma tribo das eras primordiais que seleciona um grupo de pessoas para uma jornada em busca do fogo, pois a única chama que eles tinham se apagou e, com o inverno chegando, toda a tribo corre risco de morrer.

    E tem um livro que ainda não li, mas tenho muuuuuita vontade. "Um Litro de Lágrimas" é o diário real de uma garota japonesa que descobriu ter uma doença degenerativa incurável e começa a escrever sobre seus dias até não conseguir mais. A história dela ganhou mangá, série e tudo. Pelo que dizem a gente realmente derrama litros de lágrimas ao ler!

  • Mariana Paiva disse:

    Tem toda razão, costumamos ler livros onde os autores moram nesses lugares mesmo. Há um tempo vi um livro chamado Confissões de uma autora japonesa chamada Kanae Minato, o livro é um thriller psicológico aparentemente pesado, ainda assim achei interessante e fiquei curiosa, talvez eu leia um dia. Como vi críticas positivas achei legal indicar aqui.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem