Posts com a tag ‘+18’


Resultado: Sorteio Quando uma garota entra em um bar…

banner_garota
 

Quem tá curioso para saber quem foi o sapekenha sortudo(a) que ganhou Quando uma garota entra em um bar…, da Editora Novo Conceito? ‘Bora lá descobrir!

Foi foi foi…




Resenha: A Filha do Sangue

Tendo lido anteriormente dois lançamentos da Saída de Emergência Brasil que não me agradaram: A Corte do Ar O Clone de Cristo, confesso que eu estava bastante reticente quando a ler esse novo lançamento: A Filha do Sangue. Porém, mesmo assim, resolvi dar mais uma chance, já que a capa (e novamente, a edição muito bem trabalhada) e a sinopse me encantaram. E fico feliz em dizer que foi ótimo dar essa chance, pois esse livro – apesar de um pouco confuso no começo – é uma fantasia vibrante, sensual, com personagens densos e cativantes. A Filha do Sangue, de Anne Bishop, é um livro extremamente bem escrito e imersivo e, sim, você deve lê-lo.

“O Reino Distorcido se prepara para o cumprimento de uma antiga profecia: a chegada de uma nova Rainha, a Feiticeira que tem mais poder que o próprio Senhor do Inferno. Mas ela ainda é jovem, e por isso pode ser influenciada e corrompida. Quem a controlar terá domínio sobre o mundo. Três homens poderosos, inimigos viscerais – sabem disso. Saetan, Lucivar e Daemon logo percebem o poder que se esconde por trás dos olhos azuis daquela menina inocente. Assim começa um jogo cruel, de política e intriga, magia e traição, no qual as armas são o ódio e o amor. E cujo preço pode ser terrível e inimaginável.” Fonte

Respirou fundo e sua fome de uma vida inteira se intensificou.




Sorteio: Quando uma garota entra em um bar…

banner_garota
 

Quem quer promoção levanta a mão! (a mão, gente, não outras coisas! *ok, piadinha infame, me julguem*)

Mas é que o sorteio hoje é hot hot hot! Vamos sortear o livro Quando uma garota entra em um bar…, resenhado aqui, da Editora Novo Conceito. Então, ‘bora ler as regras e participar?

hot hot hot!




Resenha: Real

De todos os meus guilty-pleasures literários, eu não lembro de nenhum que abordasse boxe clandestino (oi, não li Belo Desastre, nem vou ler tão cedo) e não tinha ideia do que encontraria. Esse foi um dos motivos pelos quais escolhi Real quando a Novo Século o disponibilizou para resenha. Além disso, já tinha lido algumas resenhas interessantes sobre ele, então quis tirar as minhas conclusões.

REALSinopse: Remington Tate tem a reputação de ser um bad boy, dentro e fora. É conhecido também pelo corpo escultural e pelo poder, sexy e selvagem, que emana de cada gota de suor, levando toda e qualquer mulher que o veja a um verdadeiro frenesi. Em seus olhos, brilha um desejo brutal, devastador e real. Brooke, uma especialista em fisioterapia esportiva, é contratada para manter aquele corpo funcionando como uma máquina mortal. Esse parecia ser seu emprego dos sonhos, mas, ao circular pelo perigoso circuito de lutas clandestinas com Tate e sua equipe, Brooke passa a ser dominada por um novo sentimento, um fogo e uma necessidade com os quais ela não sabe lidar. O que começa com um simples flerte pode virar uma obsessão sexual incontrolável. Terríveis segredos serão revelados, e Brooke deverá lutar para manter-se sã, discernindo o que há de real e o que é pura ilusão em seus próprios sentimentos. Fonte

Continue lendo…




A Cuca Recomenda: Levanta, Princesa, a abóbora virou carruagem

Josy Stoque é autora de vários livros independentes de sucesso, à venda na Amazon, uma escritora que acompanho a trajetória através das redes sociais e que admiro por sua persistência em busca dos seus sonhos e por ser uma grande incentivadora da literatura nacional. Ainda não tinha lido seus textos e comecei por Levanta, Princesa, a abóbora virou carruagem, um conto que baixei quando estava gratuito na Amazon, mas custa módicos R$ 1,99 em seu preço normal. Infelizmente, acho que não comecei pelo texto certo ou, talvez, esse conto não seja meu tipo de leitura, pois ele não me agradou em nenhum momento. Um pequeno aviso: é possível que essa resenha contenha alguns spoilers; é um conto tão curto que é praticamente impossível fazer uma resenha sem soltar algum.

“Está de saco cheio de sua vida pacata e com vontade de chutar o pau da barraca? O que você faria se tivesse a oportunidade de esquecer as responsabilidades por um dia e se deixar levar? Às vezes, uma escolha precipitada te proporciona uma experiência inesquecível. O grito de libertação da mulher moderna sobre sua individualidade, seus sonhos e seu corpo.” Fonte

A história é sobre uma protagonista sem nome que cansa de sua vida e resolve ter um dia de princesa, só para ela. Ela tem marido e filhos, e vive inteiramente dedicada a eles, que não fazem nada sem ela. Um belo dia ela surta e resolve que vai – quase literalmente – “chutar o pau da barraca”, como diz a sinopse. Ela larga a casa, a família, vai malhar e encontra seu “príncipe” saradão. E tudo o que ela agora deseja é prazer.

É assim que o sexo deve ser. Infinito.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...