Posts com a tag ‘adaptação’


Resenha: Doctor Who – Shada

Doctor Who foi uma série que me conquistou aos poucos. Quando comecei a assistir a primeira temporada de New Who, vi uns quatro episódios, fiquei de saco cheio e abandonei a série. Voltei a assistir por pura teimosia após vários meses, mas quando me dei conta estava apaixonada (muito por culpa de David Tennant, o 10th Doctor). A Melissa de Sá, do Livros de Fantasia, que compartilha desse amor não tão incondicional assim (nós duas concordamos que a temporada do 9th Doctor é um tragédia e não gostamos de jeito nenhum da Rose Tyler), resolveu me emprestar Shada, de Gareth Roberts, e disse que eu ia adorar. E não foi diferente: assim que embarquei na Tardis do 4th Doctor nessa aventura que originalmente era um episódio da TV escrito por Douglas Adams fui arrebatada. Impossível ler esse livro sem um sorriso no rosto.

shada“Vista e cultuada em mais de 200 países, a série de TV Doctor Who é um ícone cultural britânico que conquistou mais de 70 milhões de fãs em 50 anos de aventura.

O seriado acompanha o Doutor: um viajante misterioso, vindo do planeta Gallifrey, movido pelo desejo de explorar todos os cantos do tempo e do espaço. Um dos Senhores do Tempo, o Doutor é capaz de se regenerar para escapar da morte, mudando de corpo, rosto e personalidade. Com seus companheiros, humanos e alienígenas, ele protege a Terra e o cosmos contra perigos de todos os tipos.

Shada reconta um episódio que nunca foi transposto para as telas de televisão, uma aventura “perdida” de 1979. Escrita pelo então editor de roteiros da série, Douglas Adams, o autor de O guia do mochileiro das galáxias, Shada traz a quarta encarnação do Doutor e sua companheira Romana II.” Fonte

O universo é cheio de coisas maravilhosas e oportunidades fantásticas. E você tem que agarrá-las com ambas as mãos.




Adaptação: Cada Um na Sua Casa

cadaum

Na sexta-feira passada estive em São Paulo para a seção especial de cinema da Fox Filmes da animação Cada Um na Sua Casa, a convite do querido Sérgio Pavarini, da Editora Gutenberg. Vale lembrar que o filme é uma adaptação do livro de mesmo nome, do autor Adam Rex. Para saber mais sobre o livro, clique aqui.

Sinopse: O planeta Terra foi invadido por seres extra-terrestres, os Boov, que estão em busca de um novo planeta para chamar de lar. Eles convivem com os humanos pacificamente, que não sabem de sua existência. Entretanto, um dia a jovem adolescente Tip (Rihanna) encontra o alien Oh (Jim Parsons), que foi banido pelos Boov devido às várias trapalhadas causadas por ele. Os dois logo embarcam em uma aventura onde aprendem bastante sobre as relações intergalácticas.” Fonte

Você está tristava!




Resenha: Ela é uma fera!

Quando a Novo Conceito lançou esse e-book, eu tinha certeza de que ia gostar, simplesmente porque já conhecia o enredo de A megera domada (apesar de não ter lido) por outras adaptações, como a novela O cravo e a rosa e pelo filme 10 coisas que odeio em você. Aliás, embora haja semelhanças com o ambiente escolar atual e tudo o mais, minha dica é para tentar ler sem procurar semelhanças com 10 coisas que odeio em você (o que vai ser difícil, mas tem suas diferenças).

ELA_E_UMA_FERASinopse: No interior de Minas Gerais, Clara, uma menina de traços delicados, rosto de porcelana e cabelos dourados tem muitos admiradores, inclusive Henrique, o menino mais popular da escola que fará de tudo pra poder sair com ela, inclusive trapacear… É que o pai de Clara colocou na cabeça que sua filha mais nova só poderá sair com um menino depois que sua filha mais velha, Carolina, arrumar um namorado. Parece simples: basta que Henrique arrume um “namorado” para Carol e siga com seu sonho de ficar com Clara. Determinado, Henrique arruma o tal namorado para Carol: Pedro, o badboy. Mas o que nem Henrique, nem Clara, nem Pedro imaginavam é que a intragável Carol iria se comportar como uma insuportável ao lado de Pedro — e jogar água em todos os planos de romance de Henrique e Clara. Caberá a Pedro dar um bom resultado a esta situação, mas será que ele vai conseguir conquistar o coração de gelo de Carol e, finalmente, domar a megera? Ela é uma fera! é uma releitura escrita pela autora Marina Carvalho do clássico A Megera Domada de William Shakespeare. Fonte

Continue lendo…




Adaptação: Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2

E eis que chegamos ao último filme da série. Por tanto tempo aguardamos, mas ainda me lembro muito bem de como havia uma certa relutância no ar ao nos dirigirmos ao cinema naquele dia 15 de julho de 2011, um medo de fã de ver o fim na tela e perceber que a saga que tanto amamos realmente terminara de vez. Tá certo que os livros já tinham acabado há algum tempo, mas o término também dos filmes parecia um novo marco, um novo final e não havia nenhuma perspectiva de algo inédito depois disso. Ainda não sabíamos que existiria o Pottermore, mas mesmo assim, ele não é um novo livro, é material novo, mas não é uma história nova… Enfim, estou sendo dramática e sentimental, mas diz uma coisa, é possível não ser assim quando se fala de uma das histórias mais queridas de todos os tempos?

Assisti a esse filme duas vezes no cinema: a primeira, com o marido e a irmã, companheiros inseparáveis de jornada. A segunda em 3D, com os queridos amigos do fórum de Harry Potter – outros parceiros no amor pela série -, inclusive a Lucy, aqui do blog. Então, se você já leu nossas resenhas do Especial Harry Potter, embarque nessa viagem pelo último filme da franquia e, devo dizer, um dos melhores da série e realmente um final épico.

hp7_p2_poster“No final épico, a batalha entre as forças do bem e do mal no mundo da bruxaria toma proporções de uma guerra mundial. As apostas nunca foram tão altas e ninguém está a salvo. Mas é Harry que pode ser convocado para fazer um derradeiro sacrifício, à medida que ele se aproxima cada vez mais do confronto final com Lord Voldemort. Tudo termina aqui.”

É, concordamos que sinopses realmente não são o forte desse povo, né? Cruzes! Mas, tudo bem, a gente ignora de novo e prossegue com o filme.

Ah, e já vou avisando. Esse post é um prato cheio de spoilers. Muitos, milhares, imensos spoilers. Não viu o filme ainda? Não leu o livro? Em que planeta você vive?! Corre e vá assistir/ler/e tudo mais! E aí volta aqui para comentar com a gente!

Of course it is happening inside your head, Harry, but why on earth should that mean that it is not real?




Adaptação: Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1

E cabe a mim a espinhosa e honrosa tarefa de terminar as resenhas de filmes do Especial Harry Potter. Quem não leu as outras resenhas, volte um pouco no tempo e leia-as! Bem, quando Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1 (e eu achei muito bom terem dividido o último livro em dois filmes, foi uma escolha acertada) foi lançado já não havia mais livros de Harry Potter para ler… Nós já sabíamos de cor e salteado toda a série e, sim, sabíamos também o final. O que significava que os filmes pareciam ser nossa última chance de algo inédito. Então todos fomos ao cinema com alguma nostalgia, mas ainda cheios de alegria porque, afinal, era Harry Potter e essa era parte 1, então, tudo bem, haveria ainda a parte 2. E havia também a pergunta: onde será que eles vão cortar o livro? Em qual parte será o final desse primeiro filme?

Pôster_HP7_1“Harry, Ron e Hermione estão determinados em sua missão de descobrir e acabar com o segredo da imortalidade e do poder de destruição de Voldemort – as Horcruxes. Fugitivos e sozinhos, os três amigos devem apenas contar uns com os outros, agora mais do que nunca… Mas as Forças das Trevas no caminho ameaçam separá-los para sempre.”

Ufa, a sinopse do DVD é legal. Não é ridícula como a sinopse de Harry Potter e a Câmara Secreta. Mas vamos ao que interessa. E já aviso que essa resenha foi impossível de fazer sem colocar spoilers, mas se você não viu esse filme até agora, largue tudo, tudo mesmo, e vá assisti-lo.

Dobby never meant to kill! Dobby only meant to maim, or seriously injure!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...