Posts com a tag ‘aventura’


Divulgação: Chamada para a antologia Piratas da Editora Cata-vento

Pirate_attack_by_pbario

Temos escritores por aqui? =)

Se sim, esse post é dedicado a vocês: escritores de primeira (ou segunda ou terceira!) viagem que desejam publicar seus trabalhos em uma editora. A Editora Cata-vento, que publicou recentemente meu romance Alameda dos Pesadelos, acabou de abrir submissão para a antologia Piratas. Sou eu mesma (a Cuca/Karen Alvares) que estou organizando e os escritores escolhidos se juntarão a mim em uma antologia. Já disse para vocês o quanto eu adoraria ler e escrever sobre piratas, certo? Então juntem-se a mim nessa viagem (ou caminhem na prancha)!

Lembrando que não é preciso pagar para participar desse livro. Os escritores selecionados não precisarão pagar nenhum valor, nem adquirir exemplares da antologia. Os autores receberão uma porcentagem sobre o preço de capa do livro nas vendas quando o valor ultrapassar R$ 50,00.

Sem mais delongas, vamos à chamada! E, se preferirem, acessem o link oficial da chamada no blog da Editora Cata-vento.

Continue lendo…




Resenha: Brilho

Eu queria ler esse livro desde que o vi pela primeira vez, na livraria. Não tenho vergonha de dizer que foi um livro que apaixonei pela capa. Ela é linda, gente! E a foto não diz tudo sobre ela, porque a capa tem detalhes em glitter imitando estrelas, tudo, tudo mesmo, é muito caprichado nesse livro. Depois fui lendo resenhas e me apaixonando. Quase o comprei no Natal, mas aí bateu aquela culpa de todo leitor compulsivo “mas você já tem uma pilha gigante de livros para ler!”. Ok, deixei passar. Mas aí nós conseguimos a parceria com a Geração Editorial e eu não aguentei. Enchi a paciência da Lucy, que cuida dessa parceria, pra ela conseguir o livro pra mim, mesmo ela já tendo sido lançado há algum tempo. E a editora foi linda e me enviou um exemplar. Comecei a ler assim que botei as mãos nele e devorei de um dia para o outro. Eletrizante, envolvente, questionador: você deve parar tudo o que estiver fazendo e ler agora mesmo Brilho, de Amy Kathleen Ryan. Eu falo sério: é pra ler agora mesmo!

“A Terra não existe mais, e em duas naves que procuram um novo mundo no espaço, uma menina de 15 anos precisa casar e engravidar para garantir a sobrevivência da humanidade. Enquanto isso, uma sucessão de acontecimentos eletrizantes torna a jornada pelo espaço algo absolutamente imprevisto. Temas como religião, a escolha da mulher e a ideia de poder e dominação vão aparecendo muito suavemente articulados ao longo da trama, amarrando o leitor com surpresas e reviravoltas estonteantes. São temas universais, postos num livro por uma escritora surpreendente e que promete arrasar a cena literária a partir desta sua fantástica criação.” Fonte

Vou tentar explicar porque amei tanto esse livro, mas é tarefa difícil, porque quando a gente ama demais uma história acaba se perdendo na crítica e só fica dizendo coisas como “leia, leia, leia”, que é o que eu quero dizer pra vocês, mas bem, vou respirar fundo e tentar ser o mais imparcial possível aqui (difícil, muito difícil).

Não somos tão grandes, nem tão brilhantes, nem tão eternos quanto as estrelas, mas carregamos pela galáxia a mensagem de amor da humanidade.




Resenha: O Rei Fugitivo

Eu fiquei animadíssima quando esse livro foi lançado. Isso porque eu amei a leitura do primeiro livro, O Falso Príncipe. Fiquei ainda mais feliz quando recebi esse livro da Editora Record (porque já havia um bom tempo que eu tinha solicitado e, enfim, correios…). Como sou bem atrapalhada com leituras e resenhas, não deve ser novidade falar que eu o li ainda em janeiro, mas só agora posto o que achei para vocês.

Observação: Segundo livro de três, ou seja… pode conter SPOILERS! Mas estou tomando os remédios normalmente, então eu provavelmente vou me conter. rs

O_REI_FUGITIVOSinopse: Algumas semanas após Jaron assumir o trono de Carthya, uma tentativa de assassinato o leva a uma situação mortal. Rumores de uma guerra iminente atravessam as muralhas do castelo, e Jaron sente a pressão aumentar. Logo fica claro que abandonar o reino pode ser sua única esperança de salvá-lo. Conforme suas aventuras o levam a territórios desconhecidos e perigosos, Jaron precisa aprender a distinguir os amigos dos inimigos e decidir em quem ele pode confiar – se é que pode confiar em alguém. Mas, quanto mais Jaron é forçado a fugir de sua verdadeira identidade, mais ele se pergunta se está indo longe demais. Será que algum dia ele poderá voltar para casa? Ou terá que sacrificar a própria vida para salvar o reino? Fonte

Continue lendo…




Resenha: O Falso Príncipe

Esse foi o primeiro livro que comprei no ano de 2013. Mas eu tenho uma mania muito chata de colocar na pilha de leituras por ter outras prioridades, então acabei adiando a leitura dele por tempo indeterminado. Como não queria deixar de adquirir logo a continuação que será lançada em breve, resolvi lê-lo.

Eu devia ter lido esse livro antes, isso sim.

O_FALSO_PRINCIPESinopse: Em uma terra muito distante, a guerra civil é iminente. Para unificar o reino, um nobre chamado Conner trama um plano ousado, procurando por um garoto que se passe pelo filho desaparecido do rei e assuma o trono. Quatro órfãos são forçados a competir pelo papel, entre eles o rebelde e esperto Sage. O garoto sabe que os motivos de Conner são mais do que questionáveis e que sua vida está por um fio – se ele não for escolhido como príncipe na farsa, será morto. Seus rivais tem suas próprias táticas para vencer, e Sage não pode confiar em ninguém. Depois que Sage se muda do orfanato miserável onde vivia para o suntuoso palácio de Conner, os planos de seu novo mestre vão ficando mais e mais claros, até que finalmente a terrível verdade é revelada, provando-se muito mais perigosa do que qualquer mentira na qual ele já acreditou.  Fonte

Minha escolha era bem clara: ou eu me transformava no príncipe, ou ele me mataria.




Outras páginas: Turma da Mônica – Laços

Eu sou completamente fascinada pela Turma da Mônica. Recentemente escrevi um post gigante sobre a Mônica, minha queridinha do mês, da vida. Portanto, já era de se esperar que, quando eu visse no Twitter do Maurício a nova Graphic MSP (uma série de graphic novels) da turminha, meu primeiro impulso fosse correr para a banca mais próxima. Tive que esperar até 20 de junho, o lançamento da revista. Porém, assim que comprei meu exemplar, eu o li como se o amanhã não existisse e venho aqui dizer que cada página, cada quadrinho dessa nova visão da turminha, diverte e emociona.

“O Floquinho desapareceu. Para encontrar seu cachorro de estimação, Cebolinha conta com os amigos Cascão, Mônica e Magali e, claro, um plano “infalível”. Em Laços, os irmãos Vitor e Lu Cafaggi levam os clássicos personagens de Mauricio de Sousa a uma aventura repleta de emoção, lembrança e perigos.” Fonte

A primeira coisa que salta aos nossos olhos é a qualidade da edição; ela é grande e brilhosa, com um papel grosso e de qualidade, também brilhante, nas páginas interiores. A imagem da capa é incrível, mostrando Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali na nova visão desses artistas incríveis, em uma situação de perigo, em cores escuras. Isso já denuncia como será o tom da historinha que, apesar disso, não perde o bom humor e as características das histórias originais da Turma da Mônica.

Alguém aí quer um suco de tamarindo?