Posts com a tag ‘colunas’


A Cuca Recomenda: Surpreendente!

Não ando muito afeita a segundas chances, especialmente literárias. Sim, isso é um problema: não se julga um livro pela capa, não se conhece um escritor em uma única obra e, sem novas chances você pode passar longe de muitas decepções e catástrofes em forma de livro, mas também pode perder bons livros e, principalmente, a evolução de bons autores. Mas ultimamente o que penso é: “há tanto para ler”, e então acabo deixando para lá o novo livro de um autor que não tive uma boa primeira experiência. Às vezes, porém, dou essa segunda chance, e ainda bem que fiz isso com Maurício Gomyde; o primeiro livro que li dele foi A Máquina de Contar Histórias, um livro que definitivamente não me agradou. Decidi que não ia pedir Surpreendente! para a Intrínseca, mas a editora enviou para a gente de cortesia e, bem, quando o universo te pede uma segunda chance dessa maneira, é melhor não ignorá-lo. E ainda bem que o universo me sacudiu por essa nova chance, porque fui surpreendida! (E, realmente, esse é exatamente um livro sobre chances!)

capa_surpreendente_03c_300c.indd“Pedro Diniz tem um desafio e um problema pela frente.
O desafio: filmar um roteiro magnífico capaz de surpreender o público e conquistar o maior prêmio do cinema brasileiro. O problema: não ter ideia de como fazer isso.
Aos 25 anos, recém-formado, Pedro está convencido de que é um sujeito muito especial, que tem a missão de usar o cinema como instrumento para melhorar o mundo. Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. Enquanto comanda o último cineclube de São Paulo e trabalha em uma videolocadora da periferia, Pedro planeja seu próximo filme, a obra que vai consagrá-lo. E, para animar as coisas, conhece a intrigante Cristal, uma ruivinha decidida, garçonete e estudante de física nuclear, que mexe com seu coração.
A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos Fit, Mayla e Cristal numa longa viagem até Pirenópolis, em Goiás, a bordo de um Opala envenenado. Com câmeras nas mãos e espírito de aventura, a equipe técnica improvisada está disposta a usar toda a sua criatividade na filmagem feita na estrada ao sabor de encontros inesperados e de sentimentos imprevisíveis. E o jovem cineasta descobre que, quando o destino foge do script, nada supera o apoio de grandes amigos.” Fonte

Surpreenda-se!




Top Ten Tuesday: Dez mangás/HQs favoritos

ttt2013

Hoje o Top Ten na verdade tinha um tema que não era nada a minha cara, então resolvi improvisar. Nós temos a coluna Outras Páginas para falar de mangás e HQs, mas às vezes nem falamos de todos os que queremos. Acho que meu primeiro contato com o universo dos quadrinhos na verdade se deu pela televisão (tirando, é claro, A Turma da Mônica). Quando eu era criança, poucos mangás eram trazidos para o Brasil, diferente de hoje que é febre. E eu não tinha contato com revistas de super-heróis. Hoje vou listar alguns que eu gosto muito e que futuramente terão sua vez em um post próprio.

Lembrando que o Top Ten Tuesday é um meme semanal criado pelo blog The Broke and the Bookish.

Continue lendo…




Top Ten Tuesday: Dez coisas que me assustam em um livro

toptentuesday_terror

Semana de Halloween e claro que o Top Ten Tuesday não ficaria de fora! E caiu, claro, para mim, Karen, a pessoa mais fã de terror e horror aqui no blog. E por isso mesmo tive um problema… Já fiz muitos tops de horror!!! Por exemplo, já fiz a lista de dez livros para o Halloween. Já falei de autores que gosto e muitos deles são de terror. Já falei de garotas más, de livros de terror que não li (na época), capas mais assustadoras… Enfim, para não repetir figurinha, encontrei esse tema que curti: dez coisas que me assustam em livros (e, talvez, nem sejam só livros de terror, viu?). Vamos lá?

O Top Ten Tuesday é um meme semanal criado pelo The Broke and the Bookish!

Continue lendo…




A Cuca Recomenda: Neon Azul

Há escritores que são assim: você lê uma única linha deles e sabe que aquele é um autor excepcional. Em Sobre a Escrita, Stephen King diz que existem três tipos de escritores: os fracos, os competentes (que você pode se tornar se trabalhar duro) e os talentosos, poucos, que já nasceram assim, com o dom. Eric Novello é do terceiro tipo de escritor, e basta um parágrafo para perceber isso. Quando você termina um livro todo dele, você tem certeza.

capa_neon“Neon Azul é uma boate onde habitam os seus mais sombrios desejos e tentações. É um lugar diferente, repleto de acontecimentos estranhos, mas que poderia estar na esquina da sua casa ou no caminho entre o trabalho e o metrô. Enquanto acompanha a história do bar e de funcionários e clientes peculiares, descubra que realizar seus desejos pode ter efeitos colaterais imprevisíveis.

Homens de negócio, prostitutas, artistas e boêmios imersos em uma solidão que só quem passeia pela noite já experimentou, um sentimento comum aos que vivem cercados de gente, com um sorriso no rosto e um copo na mão.

Nesse jogo de luzes e sombras que revelam a fantasia e encobrem a realidade, está nas mãos do leitor a decisão de acreditar ou não no que lê e decidir quem conta as verdades e as mentiras ao longo da história.

Assim como o insone gerente do bar, o leitor terá muito o que lembrar quando deitar na cama e fechar os olhos por própria conta e risco.” Fonte

Aqui você pode querer nascer ou morrer, mudar de casca sem precisar de novas encarnações.




A Cuca Recomenda: O Vilarejo

1. Eu amo terror;
2. Ainda fico perturbada só de pensar no fantástico Dias Perfeitos, de Raphael Montes (leia a resenha);
3. Essa edição de O Vilarejo da Suma de Letras é de babar.

Obviamente eu estava morrendo de ansiedade e expectativa de ler esse livro desde seu lançamento. Quando nos foi oferecida a oportunidade de ler através da Suma de Letras, é claro que surtei. Li assim que chegou, de um dia para o outro. Agora, bateu as expectativas? Não. O Vilarejo é um livro bem escrito, com uma ótima ideia, um formato ousado, uma edição perfeita e a escrita precisa de Raphael Montes, mas me decepcionou em vários sentidos. Saiba tudo nessa resenha.

CAPA-O-vilarejoUm Vilarejo que sumiu do mapa.

O tempo o apagou do mundo, da história, da mente das pessoas. A única prova de que o local existiu é a vida de seus moradores, as histórias que ficaram registradas em um caderno com ilustrações macabras. Explore um lugar perdido no passado e, através de um quebra-cabeça cheio de surpresas, conheça o destino de seus habitantes, há muito esquecidos.”

O caráter do homem é o seu demônio. Heráclito

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 16 de 28« Primeira...10...1415161718...Última »