Posts com a tag ‘Contos’


A Cuca Recomenda: Especial Natalino

“Justin está voltando para casa, afinal é Natal. Ele e suas irmãs, Cheryl e Brooke, nasceram e cresceram em Amberline, de onde cada um partiu por seus motivos, pretendendo não retornar. Mas agora estão ali para o feriado, uma data que todos tentavam evitar, e entre mágoas antigas e novas, algo mais grotesco e perigoso se insinua pela pequena cidade, ameaçando a pouca estabilidade que resta à família.” Fonte

A primeira vez que li (e comentei) a autora Clara Madrigano foi no Contos do Dragão #1, no qual fiz resenhas de três contos da Editora Draco publicados em e-book. Depois disso, a autora gentilmente nos cedeu o e-book de Especial Natalino para leitura e resenha. E, dessa vez, a resenha será só dela, afinal, Especial Natalino não é apenas um conto, mas sim uma novela… e de terror.

Odiava o Natal.




Top Ten Tuesday: Dez livros para quem gosta de contos

ttt2013

Muitas vezes vejo por aí pessoas dizendo que não gostam de contos. Sempre fico tremendamente assustada quando ouço isso. O conto é um dos gêneros mais prósperos e tradicionais no Brasil; temos contos de alta qualidade, desde os nossos escritores clássicos (como Machado de Assis, Clarice Lispector, Carlos Drummond de Andrade, só para citar alguns), passando pelos escritores contemporâneos (Moacyr Scliar, Luis Fernando Veríssimo) e chegando aos novos contemporâneos que, com a ajuda da organização de antologias por editoras e usando a Amazon como ferramenta, aumentam ainda mais a produção de contos nesse país. Isso sem falar que é um dos gêneros que mais se premia em concursos literários nacionais. O conto é um gênero conciso, que contém uma história completa, várias vezes muito mais instigante por não conter nenhum tipo de “enrolação” devido ao seu tamanho reduzido, com finais muito mais carregados de tensão e reflexão na maior parte do tempo. Muito se engana quem pensa que ele perde o que quer que seja comparado ao romance. Citando o próprio Moacyr Scliar:

“Eu valorizo mais o conto como forma literária. Em termos de criação, o conto exige muito mais do que o romance… Eu me lembro de vários romances em que pulei pedaços, trechos muito chatos. Já o conto não tem meio termo, ou é bom ou é ruim. É um desafio fantástico. As limitações do conto estão associadas ao fato de ser um gênero curto, que as pessoas ligam a uma ideia de facilidade; é por isso que todo escritor começa contista” (In Folha de S. Paulo, 4 fev. 1996, p. 5-11).

Percebem? Dificilmente um escritor já começa derrubando forninhos com um romance. Mesmo que ele publique primeiro um romance, ele certamente escreveu, em algum momento, contos, histórias mais curtas. E a gente pode até sair do Brasil atrás de exemplos: Edgar Alan Poe foi consagrado por seus contos e não pelos (poucos) romances; Stephen King, ao meu ver, é um grande romancista, mas nunca para de escrever contos e, para mim, seu melhor terror, o mais assustador, está justamente neles. E os contos de fada? Eles não têm esse nome por acaso. A história da Cinderela, por exemplo, começou com um… conto!

Vamos abrir o coração, gente e parar de preconceito literário com esse gênero? Deem a si mesmos uma chance. Experimentem! E a lista de hoje é composta exatamente por algumas recomendações do gênero, focando especialmente na produção nacional recente, que reafirma nossa tradição de contistas no país.

Lembrando que o Top Ten Tuesday é uma iniciativa do blog The Broke and the Bookish!

Quem conta um conto, aumenta um ponto!




Resultado: Concurso Cultural Revista Trasgo

promo_trasgo

‘Bora descobrir quem foram os 3 ganhadores de uma assinatura de 1 ano da Revista Trasgo? Só se for agora!

Não conhece a revista? A Trasgo é uma publicação trimestral e totalmente nacional, que a cada edição traz novos contos de fantasia e ficção científica nacionais, juntamente com um ilustrador diferente – também brasuca! – e entrevistas com os autores. A revista é editada pelo competente Rodrigo van Kampen, e por ela já passaram vários autores proeminentes da atualidade, como Ana Lúcia Merege, Ademir Pascale, Roberta Spindler, Jim Anotsu, Melissa de Sá e muitos outros, até eu, Karen Alvares! Aqui no blog temos resenha da primeira e da segunda edição, mas a revista já chegou à quinta edição e segue firme, forte e fantástica!

Clique e descubra!




Divulgação em dose dupla: Piratas + Dois Lados, Duas Vidas

doislados2

Ahoy, marujos! Ops, leitores! Todo mundo já pulando lendo muito no Carnaval? =D

Vocês já estão carecas de saber por aqui no Por Essas Páginas que eu, além de Cuca e blogueira, também sou autora e tenho vários livros publicados, entre eles, o romance Alameda dos Pesadelos, que foi resenhado aqui pelas lindonas Lucy, Lany e Drika, e também no Narrativas da Cidade, pela super Leka (ou seja, o blog todo leu, mas o Felipe não faz resenha porque, bem, ele é meu marido, então não vale. Já pensou, ele fala que é apoio pra abajur e eu bato nele com o pau de macarrão, definitivamente não vai ser legal). Mas as meninas são sinceras (e eu nem precisei do pau de macarrão).

Anyway, dessa vez venho não apenas com um, mas dois lançamentos fresquinhos para apresentar a vocês, ambos da querida Editora Cata-vento, minha casa em Alameda dos Pesadelos.

Clique e saiba mais!




Concurso Cultural: Ganhe uma assinatura da Revista Trasgo

promo_trasgo

Novo ano, novas promoções! E que tal começar fevereiro com uma assinatura de 1 ano da Revista Trasgo?

Não conhece a revista? A Trasgo é uma publicação trimestral e totalmente nacional, que a cada edição traz novos contos de fantasia e ficção científica nacionais, juntamente com um ilustrador diferente – também brasuca! – e entrevistas com os autores. A revista é editada pelo competente Rodrigo van Kampen, e por ela já passaram vários autores proeminentes da atualidade, como Ana Lúcia Merege, Ademir Pascale, Roberta Spindler, Jim Anotsu, Melissa de Sá e muitos outros, até eu, Karen Alvares! Aqui no blog temos resenha da primeira e da segunda edição, mas a revista já chegou à quinta edição e segue firme, forte e fantástica!

‘Bora participar?