Posts com a tag ‘Contos’


A Cuca Recomenda: Contos do Dragão #1

Geralmente faço resenhas de contos separadamente, mas no final do ano passado li vários um atrás do outro e, confesso, ia dar muito trabalho fazer uma resenha única para cada um, isso sem contar que às vezes você não tem tanta coisa a dizer sobre assim sobre uma história curta. Às vezes eles exigem apenas um comentário pequeno, que quase não dá para uma resenha, então resolvi abrir duas “colunas” da Cuca: Contos do Dragão, na qual falarei apenas de contos da coleção da Editora Draco, e Contos da Amazon, quando me dedicarei a falar de contos independentes publicados na Amazon. E, é claro, sempre serão obras brasileiríssimas. Então, vamos lá ao Contos do Dragão #1?

“A bióloga Lima C. é convidada para o MCXI congresso de Astrobiologia por seres anônimos e de outras dimensões da existência. O que poderá aprender essa curiosa humana quando se depara com a sua pequenez em relação ao universo?
O conto O Incrível Congresso de Astrobiologia foi lançado inicialmente na coletânea Imaginários volume 4, e agora faz parte de uma série de contos individuais lançados diretamente em e-book: os Contos do Dragão.” Fonte

Um pôr do sol que perduraria pela eternidade.




Divulgação: Escolha a capa de Piratas, da Cata-vento

Hoje a Cuca veio vestida de Karen Alvares para dar um recado muito, MUITO importante para vocês: a primeira antologia que organizei está no forno, gente! *dancinha feliz*

piratas

Ela se chama Piratas e vai sair pela Editora Cata-vento, mesma editora que publicou meu primeiro romance, Alameda dos Pesadelos. O livro está ficando lindo, pessoal! Mas eu sou mãe coruja, né, não sei se vale. Mas, o que aconteceu foi que não consegui me decidir entre as duas capas extremamente LINDAS que foram feitas para o livro. Me ajudem! *olhinhos pidões*

Vote na sua capa preferida!




Resenha: O presente do meu grande amor

presente do meu grande amor“Se você gosta do clima de fim de ano e tudo o que ele envolve, presentes, árvores enfeitadas, luzes pisca-pisca, beijo à meia-noite, vai se apaixonar pelo livro. Nestas doze histórias escritas por alguns dos mais populares autores da atualidade, há um pouco de tudo, não importa se você comemora o Natal, o Ano Novo, o Chanucá ou o solstício de inverno. Casais de formam, famílias se reencontram, seres mágicos surgem e desejos impossíveis se realizam. O pessimismo não tem lugar neste livro, afinal o Natal é época de esperança.”

Ho Ho Ho… Feliz Natal!

Algumas semanas atrás nós perguntamos na Sexta do Sebo se vocês gostam de ler livros festivos na época deles. Eu ADORO e eu sempre tento ler um livro com tema Natalino. Esse ano é claro que eu escolhi “O presente do meu grande amor”, um livro de contos organizado pela Stephanie Perkins. Ela convidou mais onze autores e cada um deles escreveu uma história de Natal. O interessante é que cada um optou por um tema diferente – e o livro ficou bem eclético por causa disso. Mas, como todos os livros de contos, não tem como gostar de todos. Como é final de ano, época de pensar somente nas coisas boas, optei comentar um pouquinho somente sobre os meus contos favoritos.

Continue lendo…




Resenha: Duas Doses de Amor

DUAS_DOSES_DE_AMORSinopse: New York, 1930. Santos, 2014. Uma pista de dança cheia de energia, um orelhão anônimo e orelhudo. O que tudo isso tem em comum? Eles serão testemunhas do começo de dois romances apaixonantes. Fique à vontade e sirva-se dessas Duas Doses de Amor! Fonte

Quem está acostumado às minhas resenhas deve saber que eu pouco resenho livros de contos. Por algum motivo, eu não me ligo muito aos contos, talvez por eles serem curtos demais e eu exigir um desenvolvimento maior da história, ou mesmo querer uma continuação, ou então simplesmente porque… Tenho preguiça de ler histórias mais curtas. (em outras palavras, frescura minha – que feio!).

Em tempos de celular, quem usa orelhão é museu




Resenha: Maratona Brasuca

Olá caros leitores, tudo bem? Estou aqui dessa vez para fazer um resumão da semana brasuca, a qual, infelizmente, não teve um saldo positivo e nenhum livro digno de merecer resenha individual. Então desculpem, mas vou afogar vocês em nada menos que três resenhas de um gole só.

“Então vamos descer essa pinga amarga.