Posts com a tag ‘Distopias’


Resenha: Jogador Nº 1

“Cinco estranhos e uma coisa em comum: a caça ao tesouro. Achar as pistas nesta guerra definirá o destino da humanidade. Em um futuro não muito distante, as pessoas abriram mão da vida real para viver em uma plataforma chamada Oasis. Neste mundo distópico, pistas são deixadas pelo criador do programa e quem achá-las herdará toda a sua fortuna. Como a maior parte da humanidade, o jovem Wade Watts escapa de sua miséria em Oasis. Mas ter achado a primeira pista para o tesouro deixou sua vida bastante complicada. De repente, parece que o mundo inteiro acompanha seus passos, e outros competidores se juntam à caçada. Só ele sabe onde encontrar as outras pistas: filmes, séries e músicas de uma época que o mundo era um bom lugar para viver. Para Wade, o que resta é vencer – pois esta é a única chance de sobrevivência. A vida, os perigos, e o amor agora estão mais reais do que nunca.” Fonte

Essa resenha começa com aquele famoso dilema: como falar de algo que se gostou MUITO? Como falar de uma leitura tão sensacional sem cair na monotonia ao repetir o quanto o livro é maravilhoso, fantástico e você deve parar o mundo agora para ler essa história?

Bem, o problema é que Jogador Nº1 é exatamente esse tipo de leitura.

Ready? Fight!




Promoção entre blogs: Natal Distópico

O Natal está se aproximando e querem coisa melhor do que ganhar livros? Por esse motivo, o Por Essas Páginas se juntou a outros 15 blogs para promover uma grande promoção! Serão 17 livros, distribuídos em 4 kits, para 4 vencedores! Presentão de Natal, hein?

Todos os livros dessa promoção tem um tema em comum: a distopia. Então, preparem-se para um Natal cheio de sociedades corrompidas, regras, personagens audaciosos e muita diversão!

E o que o vencedor leva, minha gente?




Resenha: Legend

Legend,  primeiro livro de Marie Lu, ainda não é muito conhecido aqui no Brasil. A Sabrina, do Café com Blá Blá Blá, me indicou esse livro e como eu adoro distopias, fiquei muito curiosa. E realmente, ele não me decepcionou! Terminei a leitura em dois dias já que eu não conseguia largar o livro… Foi uma leitura frenética, com  inúmeras  cenas de ação!

O que era uma parte dos Estados Unidos, agora é a República, uma nação que está sempre em guerra com os seus vizinhos, as Colônias. E é nesse mundo que se encontram nossos dois protagonistas, June e Day, que estão em lados completamente opostos. June nasceu em uma familia da elite e é uma menina prodígio: ela foi a única pessoa que conseguiu 1500 pontos no seu teste, a nota máxima! Já Day nasceu na área mais pobre e é o crimoso mais procurado na cidade (mesmo só tendo 15 anos). Ele é uma lenda e ninguém entende muito bem quem ele é e os seus motivos…

Truth will become… Legend!




Top Ten Tuesday: 10 posts que formam o melhor quadro de mim

Hoje o Top Ten Tuesday é muito sobre eu mesma. Como escolher dez posts do blog que representem o que eu sou? Tenho certeza que vou colocar muitos posts meus aqui, mas também colocarei alguns das minhas amigas e colegas de blog, porque se eu não tivesse nada a ver com elas, certamente não estaríamos aqui juntas, falando sobre os livros amamos.

Lembrando que o Top Ten Tuesday foi criado pelo blog The Broke and the Bookish!

Se vocês lerem esses posts, saberão bastante quem eu sou.




Resenha: Estilhaça-me

“Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser uma guerreira.” Fonte

O romance de estréia de Tahereh Mafi, editado pela Novo Conceito, prometia. Estamos passando por uma época em que séries, trilogias e distopias estão na moda, e pelo que eu tinha lido na sinopse, essa parecia se destacar. Várias resenhas que li foram extremamente positivas, muitas ressaltando o romance do livro, mas tudo bem, se a história for consistente, eu aguento um romance muito bem, afinal, todo mundo gosta de um bom romance e meu coração não é tão de pedra assim.

Só que eu não esperava que o livro fosse só isso. Só. Isso. O. Tempo. Todo. Que o romance transbordasse pelas páginas e queimasse meus dedos enquanto segurava o livro. Sinto-me quase um E.T. ao dizer que detestei esse livro. Bem, quase um E.T., porque apenas uma pessoa me alertou sobre ele, mas eu quis ver/ler com meus próprios olhos. Deveria ter seguido o sábio conselho dessa pessoa e largado o livro.

Romance sobrenatural disfarçado de distopia, me engana que eu gosto!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 10 de 12« Primeira...89101112