Posts com a tag ‘especial’


Adaptação: Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1

E cabe a mim a espinhosa e honrosa tarefa de terminar as resenhas de filmes do Especial Harry Potter. Quem não leu as outras resenhas, volte um pouco no tempo e leia-as! Bem, quando Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1 (e eu achei muito bom terem dividido o último livro em dois filmes, foi uma escolha acertada) foi lançado já não havia mais livros de Harry Potter para ler… Nós já sabíamos de cor e salteado toda a série e, sim, sabíamos também o final. O que significava que os filmes pareciam ser nossa última chance de algo inédito. Então todos fomos ao cinema com alguma nostalgia, mas ainda cheios de alegria porque, afinal, era Harry Potter e essa era parte 1, então, tudo bem, haveria ainda a parte 2. E havia também a pergunta: onde será que eles vão cortar o livro? Em qual parte será o final desse primeiro filme?

Pôster_HP7_1“Harry, Ron e Hermione estão determinados em sua missão de descobrir e acabar com o segredo da imortalidade e do poder de destruição de Voldemort – as Horcruxes. Fugitivos e sozinhos, os três amigos devem apenas contar uns com os outros, agora mais do que nunca… Mas as Forças das Trevas no caminho ameaçam separá-los para sempre.”

Ufa, a sinopse do DVD é legal. Não é ridícula como a sinopse de Harry Potter e a Câmara Secreta. Mas vamos ao que interessa. E já aviso que essa resenha foi impossível de fazer sem colocar spoilers, mas se você não viu esse filme até agora, largue tudo, tudo mesmo, e vá assisti-lo.

Dobby never meant to kill! Dobby only meant to maim, or seriously injure!




Adaptação: Harry Potter e o Enigma do Príncipe

Harry.Potter.e.o.Enigma.do.Principe.DVDRIP.Xvid.DubladoLorde Voldemort ameaça tanto o mundo dos trouxas quanto o mundo dos bruxos, e Hogwarts já não é o local seguro de outrora. Harry suspeita que o perigo esteja dentro do castelo, mas Dumbledore está mais preocupado em preparar o bruxo para a batalha final que se aproxima rapidamente. Juntos, eles trabalham para superar as defesas de Voldemort. Para isso, Dumbledore recruta o velho amigo e colega Professor Horácio Slughorn, um inocente bon vivant com bons contatos no mundo da magia, pois acredita que ele possui informações cruciais.

Fonte

Dois anos após o lançamento de Harry Potter e a Ordem da Fênix – o que eu considero um dos melhores filmes da série – David Yates voltou a assumir a direção na adaptação de Enigma do Príncipe. Embora muitos desejassem que Michael Goldenberg continuasse como roteirista ao lado de Yates, Steve Kloves – responsável pelos quatro primeiros filmes da série – voltou para desespero geral da nação.

ATENÇÃO: Esse post contém SPOILERS!!!

but I AM the Chosen One




Adaptação: Harry Potter e a Ordem da Fênix

dvd_ordem_da_fenixNo quinto filme da série, Lord Voldemort está de volta, mas o Ministério da Magia está fazendo tudo a seu alcance para impedir que a comunidade mundial de bruxos descubra isso – incluindo indicar a oficial do Ministério, Dolores Umbridge, como a nova professora de Defesa Contra as Artes das Trevas de Hogwarts. Quando Umbridge se recusa a ensinar a prática de mágica defensiva, Ron e Hermione convencem Harry a secretamente treinar um grupo de estudantes para a guerra de magia que está prestes a estourar.   Fonte

 

ATENÇÃO: Esse post contém SPOILERS!!!

Sendo fãs alucinados da série de livros escrita por J.K. Rowling é impossível que qualquer adaptação faça jus à obra que nos moldou como leitores. Nós sempre vamos querer ver nas telas o filme que dirigimos em nossas cabeças enquanto líamos, com nosso próprio elenco, nossa própria trilha sonora, nossa visão única e especial, sem falas trocadas, sem cenas cortadas. E apesar de sabermos que isso é impossível, que a linguagem das páginas é diferente da linguagem das telas, nós sabemos que vamos sair do cinema reclamando de alguma coisa, por menor que seja. Em Julho de 2007 não foi diferente: com apenas uma semana de diferença entre a estréia do filme número 5 e o lançamento do livro número 7, milhares de Potterheads lotaram as salas dos cinemas no mundo inteiro, mas dessa vez havia algo que não batia com a estréia de Cálice de Fogo (a primeira da qual participei): havia uma empolgação distinta, uma ponta de esperança no fundo dos olhos das pessoas fantasiadas na fila do IMAX. Talvez fosse a loucura do “Verão Potter” de 2007, talvez fosse a ansiedade perto do lançado do último capítulo da saga de Harry; mas para mim, a esperança que eu lutava para não se espalhar dentro de mim tinha um nome: Michael Goldenberg.

You will lose… everything!




Adaptação: Harry Potter e o Cálice de Fogo

HP4“Quando o nome de Harry Potter emerge do Cálice de Fogo, ele se transforma em um competidor em uma extenuante batalha de magia entre três escolas de feiticeiros – o Torneio Tribruxo. Mas se Harry não se inscreveu para o tal torneio, quem o fez? Agora, Harry precisa confrontar um mortal dragão, ferozes demônios da água e um labirinto encantado aonde se deparará com Aquele Que Não Deve Ser Nomeado. Nesta quarta adaptação da série Harry Potter, criada por J.K. Rowling, tudo está modificado, a começar pelo próprio Harry e seus inseparáveis amigos, Ron e Hermione, que deixam a infância para sempre e partem para desafios maiores do que tudo aquilo que um dia eles já imaginaram”. [Fonte]

Aviso: Essa resenha contém spoilers de Harry Potter e o Cálice de Fogo. Sim, eu vou contar o final. Em detalhes.

Analisando superficialmente, Harry Potter e o Cálice de Fogo é o livro que tem um enredo que mais se parece com o de um filme. Afinal, com as tarefas do Torneio Tribruxo, nós temos ação do início ao fim. Mas ao mesmo tempo o livro é muito denso (o maior dos quatros primeiro livros) e a resposta para “Quem colocou o nome do Harry no Cálice de Fogo?” não é fácil de ser explicada.  E eu fiquei com muito medo depois de Harry Potter e o Prisoneiro de Azkban (em que eles simplesmente cortaram toda a história dos Marotos, que nem é importante para a série né…). O único fato que me deixou um pouco mais tranquila foi que o diretor havia mudado e Mike Newel seria responsável por essa novo filme.

You’re a girl, Hermione…




Adaptação: Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

Olá a todos! Acabei de assistir novamente Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban exclusivamente para esta resenha.

E, devo dizer, quase morri de raiva.

Infelizmente, o terceiro filme é o que eu menos gosto, ao contrário do livro, que é um dos meus favoritos. Mas confesso que sou muito exigente, de qualquer forma. Enquanto assistia ao filme aqui na casa da Karen (sim, nos reunimos para assistir! :D), eu apontava cada minúsculo detalhe que estava diferente do livro. Eu sei, isso parece exagero ou TOC (transtorno obsessivo compulsivo), mas foi mais forte do que eu. Pelo menos rendeu risadas aqui com a galera.

Então vamos ao filme:

filme3Sinopse: Quando a desprezível tia Guida voa pelo céu da noite, Harry parte para o que será seu terceiro ano em Hogwarts. Um passeio no noitibus o leva para o Beco Diagonal, onde ele fica sabendo que um prisioneiro foragido, Sirius Black, está atrás dele. Em Hogwarts, Harry e seus amigos aprendem a delicada arte de se aproximar de um hipogrifo, como transformar monstros em risadas e até mesmo a voltar no tempo. Dementadores sugadores de alma pairam sob Hogwarts, ameaçando Harry, enquanto que um seguidor de Aquele-Que-Não-Se-Deve-Nomear espreita pela escola. E Harry será forçado a confrontar todos eles. Dirigido por Alfonso Cuarón e baseado no terceiro livro de J. K. Rowling, essa maravilhosa história traz risadas, suspense e surpresas de tirar o fôlego, a especialidade dos filmes de Harry Potter.

HE WAS THEIR FRIEND!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 5 de 8« Primeira...34567...Última »