Posts com a tag ‘especial’


Resenha Especial: Harry Potter e o Enigma do Príncipe

E hoje é quarta-feira… Mais uma vez, estamos aqui para falar de uma série que vai ser eternamente a nossa queridinha: Harry Potter! Para quem ainda não leu as outras resenhas, é só clicar aqui e acompanhar a nossa viagem junto com o “Menino que sobreviveu”! Depois de tantas resenhas lindas, eu fiquei com a responsabilidade de falar sobre “Harry Potter e o Enigma do Príncipe”, um dos livros favoritos de muitas pessoas!

HP4“Harry, que acabou de completar 16 anos, parte rumo ao sexto ano na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, animado e, ao mesmo tempo, apreensivo com a perspectiva de ter aulas particulares com o professor Dumbledore, o diretor da escola e o bruxo mais respeitado em toda comunidade mágica. Harry, longe de ser aquele menino magricela que vivia no quarto debaixo da escada na casa dos tios trouxas, é um dos principais nomes entre aqueles que lutam contra Voldemort, e se vê cada vez mais isolado à medida em que os rumores de que ele é O Eleito, o único capaz de derrotar o Lorde das Trevas, se espalham pelo mundo bruxo”.

Eu cometo erros como todos os homens. Na verdade, sendo mais inteligente do que a maioria dos outros homens, meus erros tendem a ser proporcionalmente maiores…




Resenha especial: Harry Potter e a Ordem da Fênix

E mais uma vez temos a resenha de um desses livros mágicos que fizeram (e ainda fazem) a cabeça de crianças, adolescentes e adultos em todo mundo. Estou falando, é claro, da nossa série favorita aqui no Por Essas Páginas (e de muita gente!): Harry Potter. Após várias resenhas emocionantes do nosso especial – e já foram tantas que, assim como a J.K. Rowling desistiu de recapitular seus outros livros em A Ordem da Fênix, eu também vou me abster de recapitulá-las: apenas cliquem no link e leiam-nas! Hoje eu tenho a responsabilidade de falar do quinto volume da série, talvez um dos mais controversos, porém ainda assim muito querido e, certamente, um dos mais aguardados durante toda a nossa jornada ao lado de Harry. Vamos embarcar no Expresso de Hogwarts novamente?

“Diferente da maioria dos estudantes, Harry Potter jamais consegue se divertir nas férias de verão. Este ano, no entanto, tudo está muito pior do que de costume. Os Dursleys, naturalmente, estão tornando sua vida um calvário e, mesmo seus melhores amigos, Rony e Hermione, parecem ter esquecido dele. Harry não aguenta mais. Está começando a achar que precisa fazer alguma coisa – qualquer coisa – para mudar essa situação quando as férias chegam ao fim de maneira muito dramática.

O que o jovem bruxo está prestes a descobrir nesse seu quinto ano em Hogwarts vai virar seu mundo de cabeça para baixo…”

Agora, porque eu comecei a resenha dizendo que A Ordem da Fênix é um volume controverso, porém muito esperado? Vou começar pelo segundo item: apesar de saber que o último livro foi muito aguardado, o quinto volume da série foi o primeiro após um longo tempo de espera. Na realidade, foi o maior tempo de espera entre volumes da série (quase 3 anos), o que gerou uma série de teorias e discussões no fandom, isso sem contar as inúmeras fanfics que pipocaram nessa época, todas recriando o quinto ano de Harry em diante. Eu mesma fiz isso e li várias histórias na mesma linha, mas isso é papo para outro post. O que importa é que tudo isso demonstra o quanto A Ordem da Fênix foi um livro aguardado e todos nós sabemos o que acontece quando se espera demais por alguma coisa: criam-se altas expectativas. Para alguns, elas foram atingidas ou até mesmo superadas. Para outros, não. Devo dizer que ao menos as minhas expectativas foram atingidas superadas e, por tudo isso, Harry Potter e a Ordem da Fênix é um dos meus livros favoritos, apesar de eu sempre terminar de lê-lo/relê-lo com uma grande sensação de vazio na boca do estômago.

Está na hora de lhe dizer o que deveria ter-lhe dito há cinco anos, Harry. Sente-se, por favor. Vou lhe contar tudo.




Resenha Especial: Harry Potter e o Cálice de Fogo

Depois das lindas resenhas de Pedra Filosofal, Câmara Secreta, e Prisioneiro de Azkaban feitas pela Lucy, Karen e Lany respectivamente, a responsabilidade para demonstrar com clareza a minha visão sobre Harry Potter e o Cálice de Fogo é enorme. Eu entrei no Expresso de Hogwarts apenas em 2004, quando ele já estava quase chegando ao seu destino final, mas nem por isso deixou de ser uma jornada encantadora, cheia de amizades formadas e mantidas, memórias preciosas, e alegrias que continuam se multiplicando. Embora eu não consiga escolher um volume favorito dentre os sete disponíveis, tenho que admitir que Cálice de Fogo tem um lugar muito especial no meu coração por ele dar um pouco de luz à um personagem da Lufa-Lufa. Helga certamente teria muito orgulho de nosso Cedric Diggory!

HP4Nesta aventura, o feiticeiro cresceu e está com 14 anos. O início do ano letivo de Harry Potter reserva muitas emoções, mágicas, e acontecimentos inesperados, além de um novo torneio em que os alunos de Hogwarts terão de demonstrar todas as habilidade mágicas e não-mágicas que vêm adquirindo ao longo de suas vidas. Harry é escolhido pelo Cálice de Fogo para competir como um dos campeões de Hogwarts, tendo ao lado seus fiéis amigos. Muitos desafios, feitiços, poções e confusões estão reservados para Harry. Além disso, ele terá que lidar ainda com os problemas comuns da adolescência – amor, amizade, aceitação e rejeição. Fonte

Harry Potter e o Cálice de Fogo é, ao mesmo tempo, um retorno ao primeiro livro da série e uma quebra com a narrativa à qual estávamos acostumados. Nada mudou drasticamente, mas em Cálice nós podemos ver um amadurecimento tanto dos personagens quanto da escrita de J.K. Rowling. Desde seu primeiro ano em Hogwarts Harry se vê frente a frente com situações perigosas, mas em Cálice de Fogo há uma certa urgência que eu não havia sentido nos livros anteriores: além de termos vários indícios de que Lord Voldemort está prestes a voltar, dessa vez tudo nos leva a acreditar que o inimigo está novamente do lado dentro, infiltrado em Hogwarts. O livro inteiro é uma prévia das difíceis tarefas que Harry e o mundo bruxo terão que enfrentar nos anos seguintes, e o primeiro capítulo já nos dá um gostinho do que está por vir.

As diferenças de costumes e língua não significam nada se os nossos objetivos forem os mesmos e nossos corações forem receptivos




Em outras palavras especial: Animais Fantásticos e Onde Habitam

Hoje a resenha do nosso Especial Harry Potter também é especial pois novamente temos a presença da querida Melissa de Sá como convidada. Ela já passou por aqui com o post incrível sobre o Pottermore e agora retorna para falar do livro Animais Fantásticos e Onde Habitam. ‘Bora ler mais uma postagem sobre essa série tão querida?

E a bola da vez do Especial Harry Potter (iniciativa do Por Essas Páginas, mas com colaboração do Livros de Fantasia) ficou por minha conta (Melissa de Sá). A resenha de hoje é sobre o volume extra Animais Fantásticos e Onde Habitam.

Título em português: Animais Fantásticos e Onde Habitam
Título Original: Fantastic Beasts and Where to Find Them
Autor: J.K. Rowling
Ano de publicação: 2001
País de Origem: Reino Unido
Tradução: Lia Wyler
Editora: Rocco
Número de páginas: 64

Animais Fantásticos e Onde Habitam foi lançado em 2001 juntamente com Quadribol Através dos Séculos. A venda dos dois volumes vai para a Comic Relief, um fundo que promove a justiça social e a eliminação da pobreza. Dessa forma, o livro representa dois grandes pilares do trabalho de J.K. Rowling: uma preocupação com o social (afinal, Rowling é conhecida por diversas doações e iniciativas sociais além de desenvolver temas como preconceito e igualdade social em seus livros) e uma veia cômica inegável (a Comic Relief foi fundada por comediantes e em sua obra Rowling também tem uma veia cômica afiada). Animais Fantásticos é um volume simples, mas engraçado e representativo para os fãs da série. Seja pelo humor, seja pelo universo criado por Rowling. Continue lendo…




Resenha Especial: Quadribol Através dos Séculos

 Quadribol Através dos Séculos foi o último livro que eu li da J.K.Rowling (sim, eu só o comprei no ano passado). Até hoje eu ainda não sei muito bem o motivo, mas foi muito bom ler algo novo de Harry Potter depois de tanto tempo!

Quadribol através dos séculosSinopse: Se você algum dia quis saber como surgiu o pomo de ouro ou por que o time dos ‘Vagamundos de Wigtown’ (Wigtown Wanderers) tem a estampa de um cutelo de açougueiro no uniforme, você precisa ler ‘Quadribol através dos séculos’ (Quidditch throught the ages). Esta edição limitada é uma cópia do exemplar guardado na Biblioteca Escolar de Hogwarts e consultado por jovens fãs do quadribol quase diariamente.

A renda de Quadribol Através dos Séculos foi revertida para o Comic Relief. Comic Relief foi fundado em 1985 por um grupo de comediantes britânicos com o objetivo de conseguir fundos para promover a justiça social e diminuir a pobreza. Um das formas em que esse dinheiro é utilizado é na educação de crianças que moram em locais de extrema pobreza. Ir para a escola é a única esperança real de que essas crianças possam escapar de todos os problemas que elas sofrem…A Comic Relief estima que por ano eles conseguem ajudar 160.000 crianças!

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...