Posts com a tag ‘guilty pleasure literário’


Resenha: Inesperado

Para fechar o mês, uma resenha de romance bem leve para vocês!

INESPERADOSinopse: Kane Dennison cometera seu primeiro erro ao levar Willow Nelson para dentro de sua casa, um espaço que era apenas dele. Tudo bem que ela precisava de ajuda, contudo, bastou um gesto de atenção para Willow começar a pensar que ele pudesse ser um homem bom. Mas estava enganada. O segundo erro de Kane fora se render a uma paixão louca depois de ter advertido Willow a ir embora. Uma mulher como ela merecia mais do que apenas uma noite. Willow acreditava em almas gêmeas, enquanto Kane desconfiava de todos e não precisava de ninguém. Apesar disso, ela seria capaz de modificá-lo? Fonte

Continue lendo…




Resenha: Real

De todos os meus guilty-pleasures literários, eu não lembro de nenhum que abordasse boxe clandestino (oi, não li Belo Desastre, nem vou ler tão cedo) e não tinha ideia do que encontraria. Esse foi um dos motivos pelos quais escolhi Real quando a Novo Século o disponibilizou para resenha. Além disso, já tinha lido algumas resenhas interessantes sobre ele, então quis tirar as minhas conclusões.

REALSinopse: Remington Tate tem a reputação de ser um bad boy, dentro e fora. É conhecido também pelo corpo escultural e pelo poder, sexy e selvagem, que emana de cada gota de suor, levando toda e qualquer mulher que o veja a um verdadeiro frenesi. Em seus olhos, brilha um desejo brutal, devastador e real. Brooke, uma especialista em fisioterapia esportiva, é contratada para manter aquele corpo funcionando como uma máquina mortal. Esse parecia ser seu emprego dos sonhos, mas, ao circular pelo perigoso circuito de lutas clandestinas com Tate e sua equipe, Brooke passa a ser dominada por um novo sentimento, um fogo e uma necessidade com os quais ela não sabe lidar. O que começa com um simples flerte pode virar uma obsessão sexual incontrolável. Terríveis segredos serão revelados, e Brooke deverá lutar para manter-se sã, discernindo o que há de real e o que é pura ilusão em seus próprios sentimentos. Fonte

Continue lendo…




A Cuca Recomenda: Levanta, Princesa, a abóbora virou carruagem

Josy Stoque é autora de vários livros independentes de sucesso, à venda na Amazon, uma escritora que acompanho a trajetória através das redes sociais e que admiro por sua persistência em busca dos seus sonhos e por ser uma grande incentivadora da literatura nacional. Ainda não tinha lido seus textos e comecei por Levanta, Princesa, a abóbora virou carruagem, um conto que baixei quando estava gratuito na Amazon, mas custa módicos R$ 1,99 em seu preço normal. Infelizmente, acho que não comecei pelo texto certo ou, talvez, esse conto não seja meu tipo de leitura, pois ele não me agradou em nenhum momento. Um pequeno aviso: é possível que essa resenha contenha alguns spoilers; é um conto tão curto que é praticamente impossível fazer uma resenha sem soltar algum.

“Está de saco cheio de sua vida pacata e com vontade de chutar o pau da barraca? O que você faria se tivesse a oportunidade de esquecer as responsabilidades por um dia e se deixar levar? Às vezes, uma escolha precipitada te proporciona uma experiência inesquecível. O grito de libertação da mulher moderna sobre sua individualidade, seus sonhos e seu corpo.” Fonte

A história é sobre uma protagonista sem nome que cansa de sua vida e resolve ter um dia de princesa, só para ela. Ela tem marido e filhos, e vive inteiramente dedicada a eles, que não fazem nada sem ela. Um belo dia ela surta e resolve que vai – quase literalmente – “chutar o pau da barraca”, como diz a sinopse. Ela larga a casa, a família, vai malhar e encontra seu “príncipe” saradão. E tudo o que ela agora deseja é prazer.

É assim que o sexo deve ser. Infinito.




Lançamentos da Novo Conceito: Quando uma garota entra em um bar…

Você decide como a noite vai terminar!

Ok, um livro-jogo erótico? Que ideia é essa? Adorei! Vocês sabem que eu gosto de um livro-jogo… até já resenhei um por aqui. E, bem, de vez em quando também curto uma leitura mais quente. Então, quando vi que a Novo Conceito lançaria Quando uma garota entra em um bar… fiquei doida para ler.

“Então você se arrumou toda para uma noite de amigas, daquelas onde só as mulheres participam, mas suas amigas mudaram de planos sem avisar e, agora, você está sozinha em um bar superbacana, arrumada e perfumada, e sem saber bem para onde ir…

O que você faz? Aproveita que já está por ali, pede uma tequila e dá uma boa olhada no yuppie que está na mesa ao lado? Ou pede uma cerveja e vai pra perto do palco arrebatar o baterista? Pode ser que você prefira uma paquera com o rapaz de botas de bico fino e músculos trabalhados que está encostado à parede.

Ou, quem sabe, tomar um café com o bombeiro que está cuidando da segurança dos clientes e que, neste instante, está verificando o funcionamento do extintor…

E isso tudo só pra começar! A escolha é sua — e você tem um mundo de possibilidades nesta noite que parecia começar mal!

Só não espere que esta experiência seja como outra qualquer, porque esta noite ficará definitivamente marcada em sua memória de erotismo e paixão.

Divirta-se com esta definitiva experiência sensual onde você, e só você, terá o controle de seu próprio prazer!” Fonte

Continue lendo…




Resenha: S.E.G.R.E.D.O

“Ao contrário de outros romances que retratam situações e pessoas quase irreais, S.E.G.R.E.D.O. traz como protagonista uma mulher como muitas que deixou sua sexualidade de lado – e que não vê a hora de retomá-la.

Cassie, uma viúva de 35 anos que vive sem nenhum luxo em um quarto alugado, trabalha como garçonete em Nova Orleans e tem uma vida amorosa nula, deixa para trás as incertezas que a marcaram durante seu casamento com um marido alcoólatra e egoísta para descobrir seu potencial como mulher. Cassie é chamada a participar de uma sociedade secreta essencialmente feminina, que tem por objetivo “ajudar mulheres a entrar em contato com seu lado sexual. E, assim fazendo, elas tornam a ter contato com a parte mais poderosa de si mesmas. Um passo de cada vez”, e 10 Passos no total.

Dentro de S.E.G.R.E.D.O., as integrantes são convidadas a redescobrir sua feminilidade e sensualidade a partir das fantasias que elas mesmas escolhem (mesmo sem saber ao certo como ou quando elas se realizarão). Os homens, neste contexto, apenas ajudam a organização a realizar os desejos mais íntimos das participantes em cada um de seus 10 Passos. Ao longo dessas etapas, elas ganham a confiança para buscar novos amores: o seu amor próprio e o de uma nova paixão.” Fonte

Tenho que confessar: fiquei muito curiosa quando descobri esse livro. Li algumas resenhas e críticas muito boas, mas já pela sinopse dava para perceber o que mais me atraiu: era um livro erótico diferente dos livros eróticos atuais. Para começar, Cassie não era uma garotinha virgem, mas sim uma mulher já madura e viúva, com experiências sexuais. E gostei também da premissa de uma sociedade secreta que ajudasse as mulheres a se redescobrirem. Aí encontrei uma bela promoção no Submarino (e até veio uma linda pulseirinha) e, pronto, comprei e passei o livro à frente de todas as leituras. Valeu a pena? Sim, mas nem tanto.

Os corações deveriam se assentar no fundo do estômago, onde há mais isolamento para esconder sua batida ansiosa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 9 de 10« Primeira...678910