Posts com a tag ‘K-dramas’


Resenha: Neve de Primavera

Ficha técnica:

Nome: Neve de Primavera

Autor: Márcia Lima

Páginas: 356

“Por um segundo, resolvi esquecer tudo que me separava de Samanta e cruzar o abismo que existia entre nós.
Talvez os dias limitados que eu tinha com ela fossem, de fato, uma boa sorte. Se o adeus era inevitável, viver o agora parecia mais leve.”

Seo Joon foi criado para ser o presidente de um grande conglomerado. Privado de sua própria essência, aprendeu a manter uma aparência sóbria e distante, menos quando se trata do filho Yoon, a quem cria sozinho desde a morte prematura da esposa.
Competente e determinado, Joon não tem tempo a perder, principalmente quando está às voltas com um caso de corrupção em sua própria empresa.
Samanta Lee não conhecia muito sobre a cultura da qual descendia, além de dramas de televisão e lámen. Sozinha desde a morte dos pais, lutou muito para alcançar o tão sonhado cargo de relações públicas, em uma multinacional coreana.
Alegre e extrovertida, Sam está acostumada a lidar com os desmandos do azar, mantendo sempre os pés no chão e os olhos na realidade. Definitivamente, apaixonar-se não estava nos planos.
Ela só queria manter o emprego, ele não pôde fugir de uma viagem de negócios… Mas, quando o destino conspira a favor, quem pode dizer o contrário?
Do outro lado do mundo, no inverno cinzento de Seul, a primavera florescerá

Continue lendo…




Terça Livre: Como me apaixonei por Doramas

Sabe, desde criança eu gostei de animes e assistia muitos Super Sentais nos anos 80 (sim, eu sou dos anos 80). Para quem não sabe, Super Sentai são séries voltadas para o público infanto-juvenil, em que sempre tem uma galera fantasiada e uma luta com robô gigante no final dos episódios. Tipo Power Rangers, mas estou falando dos super sentais raiz, como Changeman, Jiraya, Flashman, Jaspion, e por aí vai (trauma por não ter conseguido assistir o último episódio de Changeman até hoje).

Enfim, depois cresci, apurei mais o gosto por animes e ainda hoje eu vejo um aqui outro ali, embora não seja mais tão viciada (fiquei procurando por muito tempo Full Metal Alchemist e agora que ele está no Netflix, cadê que assisto?). Coleciono alguns títulos de mangás e talz…

E já tem quase três anos que simplesmente me apaixonei por Doramas.

Continue lendo…